Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

A antiga estrela do “Unitel Estrelas ao Palco” soma e segue. Assinou com a Quebra Galho e gravou o seu primeiro álbum. A jovem de 22 anos quer pisar os maiores palcos do mundo e revela a ambição de conquistar o Top dos Mais Queridos ou o Angola Music Awards.

Tem grande admiração pela Yola Semedo, por que razão não a imitou no Unitel Estrelas ao Palco?
Quando eu tinha 14 anos, a minha voz já era bastante aguda e potente. As pessoas sempre encontravam semelhança com as de Whitney Houston e Yola Semedo. Fui ouvindo elas e, de facto, encontrava mesmo semelhança foi assim que ganhei o gosto e inspiração para o mundo da música. Tanto uma quanto outra eu me adaptava.

Já era corista do Show da Zimbo, por que decide participar no concurso?
Queria ganhar mais visibilidade e consegui. Pelo empenho que tive, houve muitas propostas de produtoras de renome no nosso mercado.

Sei que estava descontente pelo desinteresse das produtoras em si, o que estava a acontecer realmente?
Não. não estava. No princípio tive receio por ser novo valor no mercado,mas depois pensei que, todo o artista começa sempre de algum lado, e  que cedo ou tarde eu  iria gravar.

Quer dizer que o contrato com a Quebra Galho chegou em boa hora?
Foi muito importante, porque graças a isso consegui gravar as minhas primeiras músicas, o meu álbum neste caso, com a direcção artística de Calo Pascoal e com patrocínio exclusivo da Unitel.

Um álbum que traz participações de Totó ST e Yola Semedo…
Eu apreciava os seus trabalhos há bastante tempo e antes de gravar o meu produtor perguntou-me quais os cantores que eu mais admirava, eu sem olhar para atrás escolhi logo Totó e a Yola Semedo.

Todas as faixas foram compostas por si?
Não. Totó compôs a primeira faixa do álbum com o título “Te amo”. A produtora Wonder boyz  produziu 4 faixas e outras 6 foi a Quebra-Galho. Outras faixas foram escritas por mim.

Como é que foi interpretar letras destes artistas?
Não foi difícil, porque o compositor sempre perguntava para mim o que eu gostaria de retratar, me dava a liberdade de escolher o tema, para assim sentir a música como minha mesmo.

Que significado tem o álbum “Eu Meu” na sua vida?
Muita gente aprecia e elogia o meu álbum e isso é bom. Está disponível em todas as plataformas digitais. O álbum tem um amplo significado para mim: conquista, realização. porque nas minhas musicas consegui me expressar verdadeiramente.

Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

Como se define hoje, continua a trilhar as pegadas da Whitney Houston?
A minha carreira actualmente já é uma carreira sólida.

Para além do álbum, que outras novidades tem?
Estou apenas promover o álbum e tenho também já disponível o vídeo clipe da música “Mobali Kitoko “.

Quando olha para todos esses acontecimentos, o que lhe vem à cabeça?
Não contava que no meio de mais de 18 mil concorrentes, eu seria uma das finalistas. Mas trabalhei bastante para chegar onde cheguei. Percebi que quem corre por gosto nunca se cansa. Nunca pensei em participar num concurso como o Estrelas ao Palco. Nao contava que seria uma das finalistas!

Sempre pensou em ser cantora?
Desde criança tive três sonhos: ser enfermeira (actualmente frequento o ensino superior em enfermagem), ser cantora (de lá para cá já houve grandes avanços) e a ser  jornalista.

Tem participado em espectáculos?
Depois do concurso houve muitas chuvas de bênçãos na minha vida, passei a ser convidada em muitos eventos, principalmente casamentos.

Quais são as suas maiores ambições com a música?
Tenho muitas ambições no mundo da música, uma delas é de ser reconhecida nacional e internacionalmente.

Onde se projecta para daqui a cinco anos?
Daqui a cinco anos, com muito trabalho e força de vontade, quero estar no Top dos Mais Queridos ou no Angola Music Award e com uma carreira bem sucedida.

Em que está a trabalhar neste momento?
Tenho projectos novos, mas sem data prevista. Por enquanto vou promovendo as músicas Mobali Kitoko ” e “Meu osso”.

as cargas mais recentes

DJ René Bombástico desafia quatro vozes do Rap feminino angolano

há 2 anos
O DJ e produtor juntou as vozes representativas do rap feminino nacional num único projecto musical. A obra é o protótipo do terceiro álbum do disc jockey intitulado ‘Ideias Malucas Vol. 3’.

Sabia que num dia como hoje uma festa inspirava o surgimento do Hip Hop?

há 2 anos
Tudo aconteceu há 47 anos atrás, no dia 11 de Agosto de 1973, quando o jamaicano, DJ Kool Herc organizou uma festa, no Bronx em Nova Iorque, que mudou para sempre a história da música pop. A festa que foi inicialmente organizada para a celebração do aniversário de Cindy Campbell, irmã do DJ, ganhou outros contornos tendo reunido no mesmo espaço os quatro elementos da kultura Hip hop e desde então, os irmãos passaram a ser considerados os pais do movimento.

Anderson .Paak e Bruno Mars lançam soul inspirado na década de 70

há 2 anos
Lançado na passada Sexta-Feira, o single que já atingiu números astronomicos nas plataformas de stream, é nada mais do que o eleito para apresentar o álbum de estreia da Silk Sonic´, banda liderada por Anderson .Paak e Bruno Mars

Formiga: Trajectória da jogadora será contada em documentário

há 2 anos
A história da recordista mundial, será adaptada aos cinemas, num projecto que conta com o roteiro e direcção da cineasta Taís Amordivino.

This Is Not A White Cube apresenta “Reflectir#2 – Fragmentos, Fragilidades, Memórias”

há 6 meses
Com curadoria de Ana Knežević, Emilia Epštajn, Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro, a exposição reúne um abrangente panorama desta multifacetada produção, onde se ostentam obras em papel, instalações, performance, pintura, fotografia, têxtil e vídeo de Alida Rodrigues, Ana Silva, Cristiano Mangovo, Francisco Vidal, Januário Jano, Luís Damião, Nelo Teixeira, Osvaldo Ferreira, Pedro Pires e Ery Claver, que no seu todo revelam a forte afinidade à estética e materialidade estratificada do “arquivo” cuja quase inexistência – por negligência ou depauperação endémica – se tem revelado crítica em Angola.

Covid-19: Matias Damásio testa positivo

há 2 anos
A informação surge em vários sites, que fazem também referência ao facto do angolano ter actuado recentemente nos programas “Casa Feliz”, da SIC, e “Em Familia” da TVI, nos dias 12 e 16 de Janeiro, respectivamente.

Robertinho mostra todo seu potencial no álbum ‘Nguma’, o terceiro da carreira

há 2 anos
O músico Fernando Lucas da Silva “Robertinho” anunciou a gravação do seu terceiro disco, intitulado “Nguma”, com saída prevista para o meio do ano.

Morreu António Gonçalves, antigo secretário-geral da União dos Escritores Angolanos

há 2 anos
O escritor angolano António Gonçalves, ex-secretário-geral da União dos Escritores Angolanos, morreu na quarta-feira vítima de doença, soube a Revista Carga de uma fonte oficial.

Produtor Algo 10Conhecido rende tributo a Teta Lando e Franco em novo álbum

há 1 ano
O álbum contém versões de dois grandes sucessos nacionais e internacionais intemporais, nomeadamente: “Mario” do congolês Franco, na versão amapiano e “Quimbemba” de Teta Lando, no estilo afro-house.

Um encontro com a história: kuduristas chegam ao Palácio de Ferro

há 1 ano
Será com este pensamento que no sábado, às 10 horas, os kuduristas estarão em seminário para discutir sobre o “Kuduro Contemporâneo – Visões e Perspectivas” do estilo musical, que reivindicam ser o mais popular do país.

Sony anuncia lançamento da Playstation 5

há 2 anos
Depois de vários adiamentos, finalmente, a marca japonesa decidiu para amanhã, 11 de Junho, o acto de presentação dos jogos da PlayStation 5. Entretanto, o evento não será em directo, foi gravado e será transmitido em Full HD (1080p).

Concerto dos Guns N´Roses já tem nova data

há 2 anos
Adiado este ano, devido à pandemia de covid-19, o espectáculo está agora agendado para 2 de Junho de 2021.

Entre bombos e tarolas, dance ao ritmo do Hip-Hop

há 2 anos
O Hip Hop nasceu juntamente com o estilo musical e toda sua as cultura. Refere-se aos estilos de dança sociais ou coreografados relacionados com a música e com a cultura Hip Hop: um género musical, com uma subcultura própria, iniciado durante a década de 1970, nas comunidades jamaicanas, latinas e afro americanas da cidade de Nova Iorque, e posteriormente desenvolvido por afro e latino-americanos.

Chris Martin e filho de Fela Kuti reeditam álbuns da lenda do Afrobeat

há 11 meses
Chris Martin ( Coldplay) e o multi-instrumentista e embaixador do Afrobeat, Femi Kuti, uniram-se para lançar ‘Vinyl Box # 5’ de Fela Kuti. O projecto inclui sete álbuns da lenda nigeriana e pioneiro do Afrobeat e será lançado a 10 de Dezembro.

Carlitos Viera Dias em concerto no `Show do Mês´

há 2 anos
O músico Carlitos Viera Dias, filho do mítico Liceu Viera Dias, vai cantar no Live do Show do Mês, no próximo dia 11 de Julho (sábado).

Já está disponível a obra “Ressurreição” de Helena Dias

há 2 anos