Heavy C: “Só estamos à espera da oficialização do tribunal para encerrarmos a Bué de Beats”

A Bué de Beats produziu e lançou os principais rostos da música angolana. Depois de 20 anos de actividade, decide encerrar as portas. Em entrevista à Carga, Heavy C explica como começou o colapso financeiro e revela que já tentou alienar alguns activos da empresa, mas não teve sucesso.
 
A Carga soube, através de um comunicado de imprensa, que a Bué de Beats decretou falência financeira. Desde quando é que a empresa comecou a verificar o calapso?
Desde o ano passado, com as mudanças sociais, políticas e económicas.

Qual será o destino dos trabalhadores?
Nesse momento estamos a falar de um número indeterminado de artistas que ficarão sem produção, trabalhadores sem salários e os credores sem lucros, e com dificuldade para devolução de valores.

A produtora está há 20 anos no mercado e já ajudou e produziu várias referências da música nacional. Com que sentimento é que a encerra?
Triste! Não era isso que queríamos para nós, tudo fizemos, tentamos mas foi além daquilo que a gente consegue. Nesse momento estamos só à espera da oficialização do tribunal para encerrarmos por completo.

Não procurou por apoios para que pudesse dar outro destino à produtora?
Demais, mas infelizmente o foco se desviou, a qualidade musical já não está em questão nos dias de hoje, mas sim a objectividade de sucesso.

Neste momento, quanto seria necessário para levantar ou impedir o encerramento da Bué de Beats?
Seria um processo que teríamos de sentar e explanar, mas aproximadamente 40 milhões para voltar a tocar a companhia, sabendo que não existirá ninguém nesse momento interessado por isso, nós decidimos fechar.

Já pensou em alienar algumas activos? Qual foi o resultado?
Tentamos de tudo. Os empresários estão mais interessados em produtos rápidos do que em enriquecimento da cultura musical.

Consegue medir o impacto que esta decisão pode causar à música angolana?
Nesse momento, as pessoas não irão sentir, mas com o passar do teu tempo o enfraquecimento literário, harmónico e discográfico tomará conta, não só pela nossa ausência, mas também porque o interesse musical também se encerrou.

O comunicado diz que não seria apenas a produtora, mas o grupo CF. Pode se explicar melhor?
Existem outros ramos do grupo CF, que estão a nascer sem ter a ver com a música. O entretenimento e música atingiram o seu estado crítico.

Ao longos desses anos de trabalho, qual foi o período em que a produtora viveu momentos gloriosos?
Para lhe ser sincero nunca fomos uma produtora de receber dinheiros para produção. Um caso ou outro excepcional sempre fomos de apostar e acompanhar os nossos produtos, tínhamos como principal patrocinador o Sr. Carlos Furtado, “Heavy C”, que nesse momento já não se encontra a altura para tal investimento.

Caso venha a encerrar, o que a Carga não espera, que recordações que ficam?
Desviamos a rota de produção, contribuímos para o Rap, RnB, Soul, Zoilo, Semba no país; Apostamos em artistas sem qualquer apoio, fizemos a nossa parte. É uma história que se encerra com tristeza, mas que de outra forma não teríamos como.

as cargas mais recentes

Euclides da Lomba: “Foi uma falha não atribuírmos nenhum prémio a Carlos Burity”

há 8 meses
A Direcção Nacional da Cultura diz sentir-se culpada e admite ter falhado pelo facto de não atribuir nenhum prémio a Carlos Burity e aventa a possibilidade de atribuição a título póstumo.

Pascoal Mussungo em concerto online na Fundação Arte e Cultura

há 11 meses
A Fundação Arte e Cultura apresenta neste sábado, dia 23, pelas 19 horas, o concerto online com o músico e compositor Pascoal Mussungo. O evento, que leva no epicentro a mensagem de amor e de esperança, decorrerá no âmbito do projecto Fundação Arte e Cultura Online, visando incentivar as famílias a permacer em casa e protegerem as suas vidas enquanto durar o estado de emergência em prevenção face a Covid-19.

É oficial, Salú Gonçalves é a nova cara do Ecos & Factos e Dog Murras assume o Fala Angola

há 1 ano

JAY-Z produz adaptação cinematográfica do romance Forty Acres

há 5 meses

Após especulações de internamento por Covid-19 Anitta recebe alta hospitalar

há 2 meses

Polícia faz buscas e apreende o equivalente a 56 milhões de Kwanzas de Nego do Borel

há 3 meses
As buscas e apreensões estão relaccionadas com a participação que Duda Reis, ex-noiva do músico brasileiro, prestou na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) há 15 dias, alegando que Nego de Borel a teria agredido constantemente durante o relacionamento amoroso que terminou em Dezembro do ano passado.

Vozes de Março desfilam no palco do Show do Mês

há 1 mês
Branca Celeste, Bevy Jackson, Alexandra Bento, Diana Kapango e Sandra Solange foram as vozes escolhidas para interpretar as principais referências nacionais e internacionais no palco do Show do Mês.

Preto Show dá voz ao novo álbum do Dj brasileiro WC No Beat

há 8 meses
O DJ e produtor brasileiro WC No Beat apresenta esta quinta-feira, 20 de Agosto, o seu novo projecto musical que reúne 33 participações, entre elas está o angolano Preto Show.

Inaugurado mural em homenagem a George Michael

há 7 meses
Foi inaugurado quinta-feira, em Kingsbury (Londres/Inglaterra), um mural em honra de George Michael, falecido aos 25 de Dezembro de 2016.

Rui Orlando em concerto no `Especial Tá Bater´

há 7 meses
É já neste sábado, dia 19 de Setembro, que todas as atenções estarão voltadas para o `Especial Tá Bater´, com Rui Orlando, a protagonizar uma incursão pelos maiores sucessos do seu repertório.

O novo álbum de Lady Gaga chegou e já conquistou o número #1 na Billboard 200

há 11 meses
`Chromatica´ assinala a sexta vez que um álbum de Lady Gaga figura no topo da lista, desde o lançamento de Born This Way em 2011. O trabalho era um dos mais aguardados dos últimos tempos, por representar o retorno da cantora ao dance pop.

‘Lose Yourself’ de Eminem atinge 1 bilhão de escutas no Spotify

há 2 meses

Meduza escolhida para representar rappers angolanas no cypher do Dia Internacional da Mulher

há 2 meses

Nova série da National Geographic dá a Aretha Franklin o ‘Respect’ que merece

há 1 mês
Aretha que já foi interpretada por Jennifer Hudson, desta vez, será “revivida” por Cynthia Erivo, como a Rainha da música soul.

Conheça todos os vencedores da VII edição do Angola Music Awards

há 4 meses
Com um total de 26 categorias, a sétima edição do prestigiado concurso para a valorização da música angolana viu consagrar nomes como Anna Joyce, Yola Semedo, Patrícia Faria, Cheketela, Prodígio e dupla ou grupos como Scró Q Kuia, Força Suprema e Mobbers.

LL Cool J junta-se a Swizz Beatz no plano de criar fundos para os ícones do Hip Hop

há 11 meses
Há pouco menos de uma semana,Swizz Beatz partilhou durante um live Beatz’s Zone Radio, que gostaria de arrecadar um milhão de dólares em “impostos” para cada membro fundador do Hip Hop. Mal-interpretada, a ideia do produtor criou um mal-estar entre os mais novos rappers, mas o apoio não tardou a chegar. LL Cool J não só aprovou a ideia, como também se prontificou a dar o seu contributo.