Henriques Narciso: “Se não tive o Prémio Nacional de Cultura e Artes é porque é dado por indicação política”

O produtor e realizador encontra-se em estúdio a preparar um filme sobre Juliana Kafrique, a zungueira do Rocha Pinto morta há dois anos a tiro por um agente da polícia em plena luz do dia.

A média-metragem estreia antes do final do ano e é de género drama. Com a narrativa, Henriques Narciso pretende chamar a atenção à sociedade para a busca do diálogo em situações de discórdia.

Com o retrato biográfico, o autor almeja alguns prémios. “Dos prémios em Angola, falta-me somente o Prémio Nacional de Cultura e Arte, e digo mesmo de boca cheia, se não tive este prémio até esta hora, é porque este prémio era dado por indicação política. Como nunca usei cor partidária, por isso é que nunca tive a oportunidade de receber este prémio”.

Apesar disso, o conhecido realizador não baixa a guarda, acreditando que desta forma continuará a alimentar a linha de admiradores “Pretendo conquistar o respeito, o carinho e quiçá, vencermos o festival da Unitel. Ou estar entre os primeiros classificados do Festival de Cinema”, manifestou.

Durante vários anos, Dito ficou conhecido como o rosto da segunda vaga de realizadores angolanos e conquistou vários prémios. Dirigiu filmes de acção como Assaltos em Luanda I e II, traz agora um drama que retrata a vida da jovem de zungeira morta a 12 de Março de 2019.

Ao longo da entrevista com a Carga, Dito, como também é conhecido, disse não entender os critérios de atribuição do Prémio Nacional de Cultura e Arte, porque, descreve,  pessoas há que receberam o prémio, e se questiona por que razão é que elas recebem.

“Pessoas há que recebem este prémio e eu me questiono por que está ser atribuído. Sempre questionei quais são os critérios, nunca entendi. Coloquei na minha cabeça que é pelo facto de eu não usar cores partidárias. Também não gosto muito de falar da política”, confortou-se.

Pelo seu percurso e contributo para o cinema angolano, o realizador entende que pessoas como ele em concurso como o Festival de Cinema da Unitel, deviam ser reconhecidos e não mais concorrer. 

“A iniciativa é louvável, e vai ajudar muitos produtores e realizadores, mas existem pessoas que já tem trabalhado há bastante tempo sem apoio, pessoas como nós, deviam ser reconhecidos, ao invés de concorrermos, a Unitel, se calhar, devia arranjar alguma coisa para nós que já mostrámos trabalho. Agora concorrermos ao lado dos miúdos não acho isso certo. Mas epah é concurso. Um José Gamboa não iria concorrer num Estrelas ao Palco, por causa do estatuto que tem”, concluiu.

as cargas mais recentes

Tampa de uma das jantes do carro em que foi baleado B.I.G vai a leião

há 2 anos

Somos o que somos: Konono Soul Music apresenta novo single do A’mosi Just a Label

há 6 meses
Somos o que somos é um single a ser lançado no dia 8 de Abril 2021. Um tema inteiramente cantado em português. Escrito, composto, produzido e actuado pelo A’mosi Just a Label.

Hip Hop: Classe cria “instituição” para ajudar artistas em situações difíceis

há 10 meses
Motivados pela trágica morte de Ngadiama Wakambosonhi, pioneiro do movimento Hip Hop no país, artistas da Velha e Nova Escola criaram a “Associação dos Hiphoppers de Angola”, uma plataforma de cariz social que passará a prestar apoio social e acudir eventuais situações de crise que membros da classe venham a passar.

C4 Pedro é o único artista dos Palop no “Africa Day Benefit Concert at Home”

há 2 anos
O artista acaba de confirmar que está tudo a postos e em contagem decrescente para começar o grande show em alusão ao dia de África. Marcado pela diversidade e união, o concerto congrega grandes nomes da música africana, sendo C4 Pedro o único artista oriundo dos PALOP.

Globos de Ouro já tem indicados e será realizado em duas cidades

há 2 anos

Vladmiro Gonga está de volta e traz mudanças na carreira

há 2 anos
Depois de 8 meses acometido por uma grave doença, Vladmiro Gonga aparece revigorado e anuncia mudanças drásticas.

Morgan Freeman participa no álbum de 21 Savage e explica porquê

há 2 anos
O actor fez uma espécie de introdução do disco, recitando um texto escrito por Big Rube da Dungeon Family. Satisfeito com o resultado confessou à Revista GQ, que “todo convite que está fora do seu habitué é divertido de fazer”.

19 anos depois Helga Fêty apresenta vídeo de “Entrega Total”

há 2 anos
Dezanove anos depois do lançamento da música “Entrega Total”, tema que dá título ao primeiro álbum de originais publicado em Fevereiro último, a cantora e actriz Helga Fêty apresenta o referido vídeo clipe, que traz participações de Presilha Calei e Loromance.

Novo álbum de Keita Mayanda sai esta sexta-feira

há 2 anos
O disco intitula-se “7 Momentos De Lucidez” e pode ser consumido a partir desta sexta-feira, 4 Dezembro, na plataforma Soba Store. Depois disso, estará também disponível noutros meios digitais, além da edição física.

Modo Prodígio: Iraquiano disponibiliza terceira mixtape

há 7 meses
Neste seu terceiro projecto a solo, o rapper traz rimas por cima do Boom Bap, Trap e Drill. Com 11 faixas musicais e instrumentais inéditos, ‘Modo Prodígio’ não só faz alusão a Pro2da como rapper favorito de Iraquiano, mas também traz uma faixa exclusivamente dedicada ao ídolo, a par de outras dedicadas à família, com destaque para a sua falecida Avó e a sua Irmã.

Top dos Mais Queridos 2020: Este ano só haverá homenagens aos ícones da música angolana

há 2 anos
O Top dos Mais Queridos, edição 2020, terá um formato diferente. Ao invés da eleição do Artista Mais Querido, a organização decidiu destacar os momentos mais marcantes da música angolana, homenageando os ícones da música nacional e a Rádio Nacional de Angola pelo contributo na produção, promoção e divulgação da música.

Portugal divulga regras para realização de espectáculos

há 2 anos
Depois do anúncio da abertura dos espectáculos para 1 de Junho, o Ministério da Cultura de Portugal divulgou, esta quarta-feira, as normas que os organizadores de eventos e os titulares de salas, devem seguir, tanto em salas como ao ar livre.

Novas revelações sobre o Pantera Negra 2

há 2 meses

Cartas ao Pai Natal: Helena Dias publica já amanhã a sua primeira obra literária dedicada ao público infantil

há 9 meses

Um dia após lançar novo álbum e bater records de venda, Lana del Rey anuncia outro álbum

há 1 ano
Intitula-se “Rock Candy Sweet” e estará disponível a partir do dia 1 de Junho, nas palavras da própria artista, o disco servirá como resposta às acusações de “apropriação cultural e glamorização da violência doméstica” que têm sido feitas contra si.

Maya Cool “dispara” indirectas e deixa músicos em alerta

há 2 anos
Depois das críticas de Mago de Sousa à Unitel, por não cumprir com o trabalho, acordado, de promoção do seu disco, é a vez de Maya Cool a juntar-se a causa, apelando aos fazedores de arte no geral a manifestarem-se a favor do colega.