Inocenti: Versão oficial da célebre música de Paulo Flores é lançada na voz de Carla Moreno

Acaba de ser feita a estreia exclusiva da primeira versão autorizada da música `Inocenti´, cuja autoria original pertence a Paulo Flores. Oficialmente lançada em 1995, a música faz parte do álbum homónimo, `Inocenti´, datado do mesmo ano, o sexto da carreira de Ti Paulito. 

Disponível no canal oficial do YouTube da intérprete da vez, a música vem aumentar prestígio à carreira de Carla Moreno, em fase de voo solo. Nesta versão, a respeitada back vocal, reune na produção, um team ao nível do palmarés do autor, para reoxigenar este clássico intemporal angolano.

A música chega exactamente um ano após a artista afirmar que desejava alçar voos mais altos, e assim o fez. No último ano, Carla figurou no gráfico da Sadia como uma das artistas mais ouvidas, “encabeçou” cartazes de shows e continuou a dar provas que apesar das imposições pandêmicas, a sua música está de boa saúde. Na breve entrevista abaixo, Carla partilha as motivações da escolha.

Voz: Carla Moreno
Participação: Phathar Mak
Produção:
Livongh e Daniel
Nascimento
Arranjos e teclados: Livongh
Bateria: Jackson Saka
Baixo: Mayo Bass
Guitarras: Sankara Viana
Coros: Madrilena e Carla
Sax: Elmano Coelho
Trompete: Jessica Pina
Congas: JP
Produção executiva: Daniel Nascimento
Studios: Rádio Vial e Dream records
Mix: Jorge Cervantes
Master: J Cervantes
Autor Original: Paulo Flores

A música que hoje disponibiliza é um ramake ou apenas um sample de ‘Inocenti’ de Paulo Flores?
Inocenti é um remake da Kizomba de Paulo Flores, com a diferença que é cantada por uma mulher, é a primeira versão e autorizada e supervisionada por Ti Paulito com a sua autorização. 

Esta música vem quebrar um interregno de quase um ano, faz parte da sua estratégia ou os compromissos de back vocal a impedem de produzir mais?
Faz hoje precisamente um ano desde que saiu a música `Cadê o Amor´, o `Ainda ontem´ com Don Kikas e o plano é ir lançando, dando tempo para que as pessoas saboreiem os temas e ir trabalhando aos poucos, não foi um interregno, a pandemia obrigou-nos a recuar um pouco e isto também tem sido uma mais-valia, porque faz e permite com eu tenha mais tempo para produzir, compor, reunir e criar novos temas.
 
Como Back vocal, continuo a fazer este trabalho de estúdio, mas estou focada na minha carreira a solo, também fui júri do All Toguether Now que está a ser exibido em Portugal, somos 100 júris e o programa continua a dar todos os domingos na TVI e foi igualmente interessante passar para o outro lado, pois já fui concorrente do Chuva de Estrelas e do Ídolos e agora como júri foi interessante, pois tive alguma visibilidade e também cantei.

As músicas que mencionou e a que hoje vai lançar constarão de um projecto solo?
Não lançarei um disco físico porque hoje em dia, e tendo em conta a realidade, as plataformas digitais estão a fazer acontecer e dar a possibilidade das músicas chegarem às pessoas a todo instante, a nível financeiro, não tenho condições e nem se justifica nos tempos de agora, aos poucos vou reunindo condições e vou fazendo com a nata da nata, com os melhores produtores e amigos de verdade, assim realizo as coisas que realmente gosto, sem pensar nas tendências, estou a viver a minha realidade e história.

Já agora, por quê a ‘Inocenti’?
Sou corista do Ti Paulito há 17/18 anos e esta é a música mais bonita na minha óptica, e até como corista eu chegava a arrepiar em palco só de ouvi-lo a cantar, emocionava-me por perceber que as pessoas de certa forma se identificam com esta história e com a realidade de muita gente, desde as pessoas sem condições às mulheres guerreiras, a que sofre violência doméstica, o impacto da bebida na vida das pessoas . Isto tudo em todos os estratos sociais vês as pessoas a emocionarem-se porque de alguma forma se revêem em algum trecho da música, esta foi e é, de todas a música mais marcantes e imponentes do Tio Paulito, e ter a possibilidade de fazer a versão deste tema é uma honra muito grande, é uma responsabilidade maior ainda porque é uma música que qualquer angolano conhece, portanto a crítica vai ser exigente.

Fale-nos sobre a participação de Phathar Mak nesta música…
A música original tem uma parte de Rap que é bem conhecida e feita por Manecas Costa… a produção e direcção musical apresentaram-me esta proposta e eu achei extraordinária e vai ser a parte criada e interpretada por Phathar Mak.

No gráfico do TOP BEST gerado pela Sadia, Carla está entre as artistas mais ouvidas. O que isto significa para si e para este vôo solo que está a fazer?
Para já, ter visto este gráfico foi um “Boom”, porque é a primeira vez que vejo o meu nome ao lado de tantos cantores de renome, que achei que não fosse possível, não que esteja a pôr em causa o meu talento. Mas pelo sucesso em tão pouco tempo que a música tinha, e estas pessoas são fósseis da música angolana.

Passado um ano, quais os frutos já colhidos do agenciamento com a Hey Hey Heyyy?
Muita coisa aconteceu, já actuei no Memorial António Agostinho Neto, saíram dois temas, dois videoclipes em plena pandemia e as coisas estão a acontecer, está a ser um ano fantástico, a parte infeliz é a pandemia, mas profissionalmente tem sido o meu melhor ano.

as cargas mais recentes

Etno N’gola anuncia show alusivo ao dia de África

há 1 mês
Para celebrar África, a Etno Ngola, banda que se tem mostrado uma promessa da música angolana reaparece com um grande live show no dia 25 de Maio às 19 horas na página facebook do Goethe-Institut Angola.

Damásio Brothers apresentam primeiro fruto da internacionalização da carreira

há 4 meses

Fundação Arte e Cultura apresenta “Fundação Online”, em prevenção ao Covid-19

há 1 ano
Trata-se de um programa que visa motivar as famílias a permanecerem em casa como forma de prevenção do Covid-19 e uma excelente opção para passar o tempo de forma educativa e segura.

Bú Cherry- Uma voz conhecida com talentos desconhecidos: “Não havia espaço para mostrar esse outro talento”

há 2 meses
Diferente das batidas fortes acompanhadas de coreografias “exóticas” por cima dos versos, o Kizomba apresenta cadência lenta e o seu público é um pouco mais exigente, e Bú diz estar ciente disso.

Legado de Mestre Kapela é memorado “ante” ao Prémio Nacional de Cultura e Artes

há 7 meses
O artista plástico Kapela Paulo venceu o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de `Artes Visuais e Plásticas´. Visto como pai espiritual da arte contemporânea em Angola, Mestre Kapela espelha na sua arte, por meio do olhar e pincel a sua escola de arte que moldou as práticas e técnicas da sua longa e prolífica carreira.

G-Unit: Adeus para sempre

há 1 ano
Depois das especulações sobre o possível reencontro entre Lloyd Banks, Tony Yayo, Young Buck e 50 Cent está definitivamente consumado, já não há esperança de ver os antigos membros da G-Unit juntos.

Detergente e Smash apresentam “hits” no reportório

há 12 meses
Os produtores Detergente e Smash são os convidados da Revista Carga para quarta edição da rubrica “Reportório”, na próxima sexta-feira (26), onde cada um vai exibir os seus maiores “hits”.

Tiffany Haddish rejeita dirigir o Grammy Awards

há 6 meses
Apesar de estar indicada ao Grammy 2021 na categoria melhor álbum de comédia – por “Black Mitzvah”, seu trabalho para a Netflix, Tiffany Haddish não aceitou apresentar o evento, pese embora a organização ter esclarecido ser uma instituição sem fins lucrativos.

Idris Elba promove concerto virtual “Africa Day Benefit Concert at Home”

há 1 ano
O concerto virtual é uma iniciativa do cineasta britânico, que visa arrecadar fundos para “aliviar” os efeitos económicos que África tem sofrido, face a pandemia do Covid-19. O encontro reunirá um rol de artistas africanos e será transmitido pela MTV Base, no próximo dia 25, dia de África.

Artistas poderão registar obras em Angola a partir de Maio

há 1 ano
A Sociedade Angolana dos Direitos de Autor (SADIA) apresenta no dia seis (6) de Maio a sua plataforma online, onde os artistas poderão registar as suas obras e protegê-las da pirataria e não só.

DJ Sidney: “O Hip Hop moçambicano é o melhor dos PALOP”

há 1 ano
DJ Sidney ou simplesmente Sidney Movie é o director-geral e executivo da GM Record, produtora que trabalha com nomes como Duas Caras, Hernâni da Silva, Azagaia e Escudo (Dinastia Bantu). Por outro lado, também dá oportunidade para jovens em início de carreira, ou menos conhecidos.

Paulo Flores dirige show de Yuri da Cunha

há 10 meses
O show do músico Yuri da Cunha, agendado para no próximo Domingo, a ter lugar Casino Estoril (Portugal), será dirigido artisticamente por Paulo Flores.

Bonga é homenageado em Portugal

há 10 meses
Barceló de Carvalho “Bonga” será homenageado, no próximo dia 6 de Setembro, um dia depois de completar 78 anos, com um concerto em Lisboa, Portugal.

Já são conhecidos os artistas contemplados para a primeira edição do “Versos & Poesias”

há 4 meses
O projecto junta artistas em conceitos musicais em formato de poesia, com uma temáticas diferente à cada edição e voltado principalmente para o público jovem.

Guardiões da Galáxia 3 marca fim de ciclo do elenco

há 1 ano
Após afirmar que Guardiões da Galáxia Vol. 3 não será adiado por conta da pandemia do Coronavírus, o director James Gunn revelou que este pode ser o último com o elenco actual.

Adele lidera a lista de álbuns femininos mais vendidos de todos os tempos

há 4 meses
Adele detêm o record com o álbum “21”, com um total de 4.22 milhões de unidades vendidas.