Irmãos Mussungo apresentam conceito ‘Mussungology Tour the World”

A Fundação Arte e Cultura, focada na promoção da cultura nacional, pelo incentivo a educação para as artes, e a promoção dos artistas Angolanos, comunicou por meio de uma nota, que vai acolher no próximo dia 08 de Outubro, das 18h às 22h30, em parceria com Befo Music, o conceito ‘Mussungology Tour the World’, um casamento que une a inauguração da exposição individual “Lisbon in my mind” de Adão Mussungo na Galeria Tamar Golan e o Concerto Musical “Befology 77” do músico PJ Mussungo.

O evento visa apresentar uma aliança por intermédio da arte, as principais obras inéditas dos irmãos Mussungo: A exposição Lisbon in my mind será inaugurada às 18h00 do dia 8 e ficará patente ao público até ao dia 25 de Outubro de 2021, podendo ser visitada de Segunda a Sexta-feira, das 9h00 às 17h00, na galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura. E visa, entretanto, apresentar uma viagem colorida, por meio de pinceladas soltas, pictórica de símbolos, códigos memórias, histórias da grande metrópole de Lisboa, que caracterizam as suas obras ao conceito “Lisbon in my mind” Lisboa na minha mente, na tradução.


Às 20 horas do mesmo dia, os amantes das artes juntar-se-ão ao músico PJ Mussungo, no auditório Wyza Anfiteatro para o tão esperado concerto musical Befology 77. Na arena musical, o músico contrasta na fusão rítmica das suas músicas bem assente em África e sonoridades que caminham entre a soul jazz, blues e aos ritmos quilapangas e propõe uma apresentação intimista. O concerto musical “Befology77” é de resto uma espécie de contextualização da matriz dos povos africanos.

Sobre os artistas

Adão Mussungo nasceu em Luanda , a 03 de Maio de 1981. Desde muito cedo foi influenciado pelo Pai, também apaixonado por artes plásticas. Mussungo é formado em artes e é actualmente coordenador da brigada de Jovens Artistas Plásticos, secretário do Conselho Fiscal da União Nacional dos Artistas Plásticos e membro efectivo da UNAP. Polivalente versátil , Adão Mussungo é Pintor ,Desenhador e Curador. Seu maior foco é sempre levar e despertar o gosto pela arte, exaltar os valores culturais. Seu amor pelo que faz valeu-lhe a participação em várias exposições colectivas em Angola, Itália, França, Portugal, Espanha, África do Sul. As páginas da sua história revelam que Mussungo é dono de 4 exposições individuais, e as suas obras encontram-se despertas nas mais diversas instituições espalhadas pelo país a fora.
No quadro das colecções privadas, destaca-se a pintura mural no viaduto 4 de Fevereiro com o título “Havemos de Voltar” . É vencedor de 4 prêmios, sendo o 1º, Luanda minha Cidade Galeria Celamar 2006, o 2º, Grande Prémio de Pintura “Mirella Antognolia Argela-embaixada de Itália, 2009, o 3º “Saborosa Artes2019” Pincel de bronze Portugal 2019 e o último Personalidade 2019, organizado pelo Conselho Internacional dos Académicos de Ciências, letras e artes Portugal.

Pascoal Mussungo, irmão mais velho de Adão Mussungo, é conhecido nas leads musicais como PJ Mussungo. Nasceu em Luanda, no município da Ingombota, no dia 16 de Março de 1977, no bairro Maculusso, mas foi no Cazenga onde passou toda a sua infância. É um artista africano que bebeu das aldeias, e absorve a criatividade das grandes metrópoles. Aposta a sua musicalidade na fusão rítmica bem assente em África e sonoridades que caminham entre a soul jazz, blues e aos ritmos kilapangas e as dissonantes que passaram a marcar a nossa música.
O artista começou a sua carreira musical em 2000, no grupo coral da Igreja Metodista Unida “ A Voz dos Anjos”. Mas foi em 2008 que começa a pensar seriamente na carreira musical, participando no Festival da Canção da Luanda Antena Comercial (LAC). Músico assumido, começa a fazer pequenas actuações em algumas casas nocturnas de Luanda. Nos seus temas mais recorrentes, PJ Mussungo canta o amor, a esperança, o bem-estar da humanidade. Das suas referências nacionais destacam-se os artistas André Mingas, Filipe Mukenga, Waldemar Bastos, Zé Kafala. Já no cenário internacional, o artista revê-se em artistas como Lokwa Kanza e Richard Bona. Lançou o seu primeiro Álbum com tema “Pascoal Mussungo 77” em 2013.

A Exposição

Com laços provenientes de Nambuangongo e Bengo, nasce em Luanda Mussungo que decide nos contar a história de uma civilização ocidental. “Lisboa na minha mente”. Depois de já nos ter contado tantas outras histórias pintadas em formas de quadros e ter apresentado em diversos pontos do mundo, é desta vez que nos dá a conhecer as suas andanças pelos castelos e tabernas lá da zona de lisboa. Lendo em alguns momentos Fernando Pessoa e ouvindo Amália, leva-nos de barco veleiro como se de um navegador se tratasse; ainda lhe deu tempo de comer o pastel de belém bem como tomar um café curto, de seguida faz a travessia pela ponte Fernando Pessoa, levando-nos às outras ideias que só de periférico se chega, mas descansado. Leva-nos com ele, nem que por pensamentos aquela lisboa da mente do Mussungo.

E prontos, todos bebemos vinho com esse artista, até Cristo ouviu o som da famosa guitarra portuguesa, com cores quentes evidenciadas nas suas obras, remete-nos a sua terra mãe Angola, contando a ligação histórica que liga dois países lá a bué de tempo em 1482, bem na foz do rio zaire. Mais uma vez mostrando o seu sentido patriótico como sempre nos acostumou. Adão Guimarães Mussungo, por favor continue viajando e sempre que possível pinte as tuas viagens. O artista Júlio Pinto.

as cargas mais recentes

Dia da Celebração do Hip Hop é comemorado pela primeira vez de forma oficial

há 2 meses
Embora seja comemorado pela comunidade Hip Hop há 48 anos, o dia de hoje, marca a primeira celebração, desde que o Senado dos Estados Unidos instituiu a efeméride.

Presidente da Fundação Palmarés restringe acesso dos rappers na instituição

há 2 anos
A intenção do líder associativo foi motivada por sátiras nas redes sociais, através da página RapFalando, que descrevia o líder cultural como “careca”.

Spotify já opera em Angola: Confira os benefícios que o músico pode ter

há 7 meses
Depois de um comunicado em Fevereiro sobre a expansão dos seus serviços para o continente africano, agora é oficial, porque a plataforma de escuta lançou uma lista de países em que deseja actuar e Angola faz parte.

DJ Malvado: “Os lives têm ajudado, mas as festas com o calor e a vibração humana fazem parte da inspiração do artista no show”

há 10 meses
A comemorar 28 anos de carreira, Malvado, revela numa breve entrevista com a Carga, qual é o elixir para a longevidade da carreira e vaticina que “quando és original e tens identidade as coisas fluem muito melhor”.

Matias Damásio laureado com medalha de ouro em Portugal

há 1 ano
O presidente da câmara de Oeiras, Isaltino Morais, formalizou esta semana a homenagem ao músico angolano por serviços prestados à comunidade, com a entrega de um diploma e uma medalha de ouro.

Cine Janela exibe performance de Thó Simões amanhã

há 1 ano
Intitulada “Intocável” em projecto de projeção audiovisual durante quarentena, a performance e Thó Simões será exibida amanhã, às 20 horas, na página @cine.janela.

Lady Gaga vende roupas íntimas para promover o novo álbum

há 1 ano
Um mês depois da publicação da capa do álbum, a Rainha dos Little Monsters anunciou para 29 do corrente o lançamento do novo CD, o sexto da carreira. intitulado ‘Chromatica’, a obra está a ser promovida através de um conjunto de roupas temáticas e peças íntimas.

Rihanna é acusada de “roubar” ideias da filha de Lauryn Hill

há 1 ano
A jovem estilista Selah Marley, de 21 anos, acusa a autora de “Umbrella” de copiar as suas ideias para o desfile de Savage x Fenty apresentado no passado dia 2 pela cantora, e composto de roupas íntimas masculinas.

Mais um livro de Ondjaki adaptado em filme

há 4 meses

Mário Gomes: O presente e o futuro entre os guitarristas

há 1 ano
Dom Caetano, Filipe Mukenga consideram-no o melhor guitarrista da actualidade. Saiba mais sobre este pequeno/grande músico na entrevista concedida à Revista Carga.

Don Kikas descreve os “Lamentos de Agora” dos angolanos em novo projecto musical

há 10 meses
O novo single do músico está disponível desde ontem e será sucedido hoje de um outro, ambos farão parte do seu próximo álbum intitulado Livre, a ser lançado brevemente.

Sony contrata realizador angolano para fazer versão de Homem Aranha para Playstation

há 9 meses
A multinacional Sony contratou um angolano para produzir a versão do Homem Aranha para a PlayStation 5. Trata-se do realizador João, responsável pela produtora Kamba Films.

Confirmada presença de Prodígio no show sobre o “Reinado” de Yuri da Cunha

há 10 meses
Yuri da Cunha vai exaltar, este final de semana, os hábitos, costumes e tradições dos angolanos com um espectáculo, que marca a trajectória do músico, que decidiu embarcar para uma tournée.

Linkin Park: Reeditam “Hybrid Theory”, 20 anos depois do lançamento

há 1 ano
Ao longo de hora e meia de conversa Mike Shinoda, Brad Delson, Dave Farrell e Joe Hahn responderam a questões oriundas dos quatro cantos do mundo – da Tailândia e Indonésia aos Estados Unidos e Austrália, passando por Portugal – e falaram especialmente sobre o álbum que deu início ao percurso dos Linkin Park.

Carregadores de caixão “ameaçam” dançar para quem não ficar em casa

há 1 ano
Os dançarinos fúnebres ganenses, responsáveis pelo “meme” mais viral no mundo, durante a quarentena, fizeram um apelo para as pessoas ficarem em casa, sob pena de pagarem com a vida.

Já começou a contagem decrescente para a estreia do vídeo do single ‘Cidade à noite’

há 10 meses
Numa altura em que o rapper mais tem se dedicado à sua marca de vestuário, a música que retrata a realidade social, veio quebrar o silêncio de Young Double e considera “é evidente que não houve música mais impactante que Cidade à noite no último mês”.