J. YEN apresenta single de estreia “AWAY”

J. YEN, artista mais recente da Loco Knight poderá ser um nome a ter em conta no cenário musical português. Com uma sonoridade semelhante a Jorja Smith, como soa bem este tema de estreia. Com instrumental de Franklin Beats e Afrokillerz, este single irá estrear com um videoclip a ser lançado no mesmo dia no canal YouTube da artista.

Fortemente influenciada por Jorja Smith, J. Yen vai igualmente buscar trechos vocais ao Fado, Soul, R&B, e um pouco de Afro Drill e EDM, tornando este single num evento global.

Escrevendo sobre as suas ansiedades e sem medo de se expor, este single de estreia serve para nos dar a conhecer a sensualidade e musicalidade da artista. 

Deambulando entre o português e inglês, este é um tema para ouvir, repetir e pedir por mais, num ambiente descontraído, diverso e sensual, tão próximo e tão “AWAY”… Com entrada nas playlists editoriais Spotify Pop PT e New Music Friday Portugal, esta é uma nova voz a seguir com atenção.

J. YEN apresenta single de estreia “AWAY”

BIOGRAFIA DE J. YEN
Jessica Yen Silva, nasceu em Lisboa tendo crescido no Reino Unido, de onde trouxe as suas referências musicais mais abrangentes, residindo agora na Margem Sul.

Com ascendência europeia, africana e oriental, J. Yen abraça essa mescla e transporta-a consigo na sua identidade e musicalidade, abraçando tudo de melhor que as diversas culturas contêm, transmitindo-nos uma sensação de inclusão, compreensão e paz de espírito.

Ouvindo desde fado, mornas, até ao grime, trap passando pelo soul assim se reflecte J. Yen numa mescla cultural, espontânea, diversa e misteriosa…

as cargas mais recentes

13 anos depois Celina Miranda regressa à música para deixar um legado

há 2 anos
Após ter sido considerada “o fenómeno de 2007”, por causa da obra discográfica ‘Angolano’, nunca mais se ouviu falar de Celina Miranda. Passados 13 anos, a cantora reaparece à Carga com uma nova música intitulada “Je t´aime” e quer fazer história.

Eve defronta Trina no primeiro verzuz de Rap feminino

há 1 ano
Depois da revanche entre Swizz Beatz e Timbaland, os produtores partilharam o novo calendário de batalhas onde consta a batalha da “primeira-dama” de Ruff Ryders Eve e a “rainha” do Slip-n-Slide, Trina. Ambas vão protagonizar o primeiro frente a frente de Rap feminino, no próximo dia 16 de Junho.

2ª Edição de exposição colectiva ‘LiterArte’ arranca já este mês

há 9 meses
Os artistas angolanos Luzia Dala Gaspar “Luzea” , Débora Sónia João de Deus “Kassova”, Sureny Patrícia Ferreira Luís Fernandes, Davi Dombele, Josué Dombele, Araão Álvaro Iéca “Yéca” vão apresentar-se no próximo dia 28 de Janeiro de 2022, Sexta-feira, pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan com “LiterArte”, uma exposição colectiva que ficará patente ao público até ao dia 25 de Fevereiro de 2022.

Rodex Mágico, um artista plurivalente que caminha a passos firmes em direcção ao triunfo musical

há 1 ano
O jovem artista vem dos Combatentes, o que parece justificar seus conteúdos e referências musicais como Bruno M. Tal como várias outras estrelas, Mágico é um daqueles talentos que trocou o mundo da delinquência pelo Kuduro ou Rap. Kuduro ou Rap, porque fica difícil se posicionar ante a tendência deste artista, que resulta da fusão entre o Kuduro, Funk, Rap e Afrobeat.

Prevent Online Dating Ghosting

há 8 meses

Adriano Tchitacumula: “Estrelas ao Palco é apenas um concurso, a verdadeira demonstração do meu talento começa agora”

há 1 ano

Somos o que somos: Konono Soul Music apresenta novo single do A’mosi Just a Label

há 6 meses
Somos o que somos é um single a ser lançado no dia 8 de Abril 2021. Um tema inteiramente cantado em português. Escrito, composto, produzido e actuado pelo A’mosi Just a Label.

Terá Fat Joe blasfemado ao chamar Drake de “Michael Jackson da actualidade”?

há 2 anos
Na última semana Fat Joe tem sido alvo de inúmeros ataques na internet, por ter comparado Drake ao astro da música Pop, Michael Jackson.

Afinal, Miguel Neto só criou o Plogiomoto para denegrir a imagem da Army Squad

há 3 meses

Galeria Tamar Golan apresenta exposição colectiva infantil “Do lápis ao pincel”

há 1 ano
Os prineiros finalistas da turma de artes plásticas, da Fundação Arte e Cultura, vão apresentar-se no próximo dia 20 de Setembro de 2021, pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan com “Do lápis ao pincel”, uma exposição colectiva que ficará patente ao público até ao dia 22 de Setembro de 2021. A exposição poderá ser visitada nos dias 21 e 22, das 9h00 às 17h00.

Já estão abertas as candidaturas para a 2ª Edição da Residência Artística LUUANDA

há 1 ano
O colectivo cultural Pés Descalços informou em nota, que vai decorrer até ao dia 30 de Junho, as candidaturas para a 2ª Edição da Residência Artística LUUANDA.

Acossados pelo Covid-19, músicos pretendem mais rendimentos nos royalties

há 2 anos
A pandemia Covid-19 está a ter consequências nefastas para qualquer negócio que implique aglomerado de pessoas. A indústria da música ao vivo é uma das maiores vítimas deste isolamento social que o contágio do coronavírus obriga.

De Michelle Obama a Kamala Harris: Entenda o activismo disfarçado na elegância dos looks

há 2 anos
Por trás de tamanha imponência, três alusões foram feitas propositadamente: o movimento das sufragista, a união dos partidos e a representatividade de estilistas negros.

Túmulo de Pop Smoke foi vandalizado por indivíduos não identificados no fim de semana

há 1 ano
Quase dois anos após a morte prematura de Pop Smoke, o rapper parece não puder ainda descansar em paz. No último fim-de-semana, a sepultura de Pop, no cemitério Green-Wood em Brooklyn, Nova York, foi destruída por vândalos.

`Puro´de Anna Joyce é a música mais tocada em Angola

há 2 anos
A música `Puro´ da autoria de Anna Joyce, tem marcado “presença” constante no Top Nacional, cuja divulgação é feita pela Carga Magazine. Trata-se de um Top gerado pelo sistema da Sadia que faz monitoramento de 120 milhões de músicas, sistema este que reconhece uma música a cada 2 segundos e abrange todas as rádios de Angola.

Careca Não: O início de uma nova revolução

há 1 ano
`Careca não´ é um apelo à tolerância e ao respeito pelas diferenças, a música marca o posicionamento de Dino Ferraz, na luta pela aceitação do cabelo negro crespo masculino, na sociedade angolana.