Jay-Z fala sobre reformar-se da música e dos seus planos

Em 2003, Jay-Z tinha anunciado a sua reforma no hip-hop após o lançamento de Black Album. Para celebrar a intenção, o rapper deu um grande espectáculo com várias estrelas no Madison Square Garden. Em 2006, surpreendeu com o álbum “Kingdom Come”.

Em entrevista ao Hart To Heart, do actor Kevin Heart, disponível desde esta quinta-feira, o músico justificou que tinha tomado aquela decisão porque estava cansado e precisava de uma pausa, pois vinha de uma sequência de lançamentos com apenas um ano de intervalo.

“Eu tentei isso [aposentadoria]. Eu sou péssimo nisso!. Eu só precisava de uma pausa. Mas eu realmente pensei que estava realmente esgotado na época”, explicou, acrescentando que ” lançava álbum todo ano – 1997, 1998 – e então entre isso, trilhas sonoras, álbum de outras pessoas, Roc-A-Fella, turneés consecutivas… Estou cansado.’”, começou por recordar.

Agora se passaram já cinco anos desde que lançou o “4:44”. Recentemente, trabalhou no “Rennaissance”, da sua esposa, previsto para ser lançado no final deste mês. O rapper de 52 anos deixa em aberto a possibilidade de aposentar-se da música, não é algo que tem estado a pensar.

“Eu não sei o que acontece a seguir. Eu não estou a fazer música activamente, ou a fazer um álbum, ou ter planos de fazer um álbum, mas eu nunca quero dizer que estou aposentado. É um presente e quem sou eu para desligá-lo”, disse o também empresário.

Vencedor de 24 Grammy, Hov conclui deixando seus planos em aberto “Está aberto para… qualquer coisa. E pode ter uma forma diferente, uma interpretação diferente. Talvez não seja um álbum. Talvez seja. Eu não faço ideia. Vou deixar em aberto.”, respondeu sobre qual seriam seus próximos projectos musicais.

as cargas mais recentes

Cantor de 12 anos ganha contrato milionário por fazer a cappella durante protestos

há 2 anos
Keedron Bryant ficou conhecido por se destacar durante os protestos anti-racismo nos Estados Unidos da América. Um dia depois da morte de Floyd, o adolescente fez a cappella no Instagram de uma musica sua e, menos de três semanas, a canção gospel atingiu mais de três milhões de visualizações, obrigando a Warner Record’s a contratá-lo.

´Emerging Painting Invitational´ para ver on-line até ao dia 19 de Outubro

há 2 anos

Will Smith pede desculpas públicas a Chris Rock: “Estou envergonhado”

há 5 meses
24 horas depois da polémica bofetada durante a cerimónia dos Óscares, Will Smith recorreu à rede social Instagram para pedir desculpas a Chris Rock por tê-lo agredido.

Por onde anda o Queima Bilha?

há 2 anos
A concorrência com Sebem obrigou os dois Kuduristas a esmerarem-se, trazendo sucessos atrás de sucessos. No entanto, Queima Bilha ficou pelo caminho, “desaparecendo do mapa” musical sem deixar rastos.

Governo português autoriza festivais a partir de Setembro

há 2 anos
O Governo português autorizou realização de festivais de música a partir de 30 de Setembro. Uma medida anunciada esta quinta-feira, justificada com a pandemia de Covid-19.

Gerilson Insrael e Edmásia cantam no “é-Kwanza”

há 2 anos
Os músicos Gerilson Insrael e Edmásia serão “cabeças” de cartaz na próxima edição do “Ao vivo é-Kwanza”, sábado, num concerto cujo objectivo é angariar donativos para os lares necessitados.

P. Diddy muda de nome pela 4° vez

há 1 ano
Três vezes vencedor do Grammy, Diddy nasceu Sean John Combs, na cidade de Nova York em 1969. Quando entrou no mundo do rap, ficou Puff Daddy, ou seja P. Diddy, Cinco anos depois l, retirou o “P” para se tornar “Diddy”, que mais tarde foi expandido para incluir o grupo Diddy — Dirty Money.

Filme sobre o adultério estreia nos cinemas no final do mês

há 1 ano
O filme angolano “E se as mulheres fossem unidas?”, que retrata o adultério e uma possível união entre as senhoras, estreia no dia 30 de Abril nos cinemas angolanos.

Mercado musical angolano passará a contar com nova plataforma de streaming internacional

há 10 meses
Trata-se da Wena Music. A plataforma de streaming vai actuar em solo angolano e ajudará a impulsionar e a rentabilizar a música nacional. Wena Music vai também levar a nossa música aos principais mercados internacionais.

Pai Natal Angolano é conhecido hoje no auditório Horizonte Njinga Mbande

há 8 meses
Inspirado na imagem de Enoque Caracol, a peça teatral que vai reunir a arte da dança e da música no mesmo palco, conta a história da pequena Kendra, que teve um sonho sobre um Natal recheado de coisas boas, mas que depois passou a ser um pesadelo.

Subtil fala-nos “Sobre Amor” no novo single

há 1 ano
Depois do lançamento do álbum “C’ Alma” no início do ano, Subtil traz-nos uma nova música, onde se coloca muito fora da sua zona de conforto. O single conta com a participação especial da voz incrível de Druh AM.

Selda põe fim ao hiato e anuncia novidades

há 1 ano

Covid-19: Omicron força adiamento das vendas e sessões de autógrafos dos álbuns ‘The Coach’ e ‘Comboio Vol.1’

há 8 meses
Face às medidas anuncias no passado dia 27 de Novembro, que por sinal entraram em vigor no dia 1 de Dezembro e uma vez realizada a conferência de imprensa como confirmação da materialização de ambos projectos, a questão que se impõe é o que estará na base deste tardio comunicado: Despreparo, falha de comunicação ou será mais uma estratégia de marketing da LS?

Billy Porter vaticina que estigma do HIV seja ultrapassado e assume seropositividade

há 1 ano
O comediante aponta que se sente mais saudável do que nunca e tem esperança de que o estigma em torno do HIV possa se tornar uma coisa do passado.

Vênias aos Filipes

há 2 anos
Dupla foi homenageada no Show do Mês, duas noites de evento que ficarão nos anais da música angolana.

Exclusivo: Cabo Snoop regressa à Power House definitivamente

há 12 meses
Agora com 31 anos, pai de família e mais maduro artisticamente, Ivo Manuel de Lemos, conhecido nas lides musicais como Cabo Snoop, regressa como conselheiro e mentor de Cleyton M, ajudando o prodigioso jovem a expandir a carreira para toda África, através das experiências que acumulou com a sua passagem na “poderosa casa” de Hochi Fu.