Jomo Fortunato acusa Ilídio Brás de se apropriar do seu livro para ir buscar dinheiro na Sonangol

O crítico musical, Jomo Fortunato, acusa o produtor Ilídio Brás de se apropriar do seu livro “A Mística e o Simbolismo dos Tambores”, lançado domingo, em Luanda, para ir buscar dinheiro na Sonangol. A obra em causa retrata a trajectória do percussionista Joãozinho Morgado, considerado o “Rei dos Tambores”.

O livro veio documentado com um DVD e um disco co-produzidos por Ilídio Brás e Nguxi dos Santos. Foi apresentado última quinta-feira e lançado este domingo, na Praça da Unidade Africana, e acaba por estar envolto em contendas sobre a sua autoria.

Jomo Fortunato reclama não lhe ter sido dado os devidos créditos pela autoria da obra, por isso, levou o assunto às autoridades judiciais, mas o visado afirma o contrário e prova que, em nenhum momento da promoção e apresentação da obra, deixou de frisar que o livro é da autoria do conhecido crítico musical.

Segundo Ilídio Brás, o livro vinha sendo escrito há 10 anos por Jomo Fortunato, por meio de recortes de suas peças em jornais, depois, achou-se melhor acrescentar um documentário em DVD e um CD. 

“Achámos por bem fazer uma parceria com o nosso amigo Nguxi dos Santos e produzimos um documentário”, explicou Ilídio Brás ao promover o livro.

Jomo Fortunato acusa Ilídio Brás de se apropriar do seu livro para ir buscar dinheiro na Sonangol

Contudo, Jomo Forunato diz que Ilído Brás se apropriou da sua obra. Através de um áudio que mandou num grupo do WhatsApp, o crítico musical acusa Ilídio de estar a usar o seu livro com objectivo de “ir buscar patrocínio na petrolífera angolana”.

“O livro é da minha autoria, quero avisar o público que comprar este livro, que saiba que o livro tem um autor. Joãozinho Morgado não escreve livros. É um projecto meu e do Joãozinho Morgado, que foi apropriado de forma ilegal pelo senhor Ilídio Brás, da Brasom, para ir buscar dinheiro na Sonangol”, acusa.

Jomo diz mais : “O assunto está entregue às autoridades judiciais, e o público leitor vai esperar o seu desfecho muito brevemente. Todo o mundo sabe que quem escreve biografia dos autores sou eu. Já publiquei, nas mesmas condições, o livro “Vida, Poesia e Canções”, de Filipe Mukenga. Então, era só para avisar o público que não se enganem, um livro tem autoria e tem editoria”.

“Este é o primeiro de um conjunto de mecanismos que serão publicados para o conhecimento do público em geral”, concluiu o ex-ministro.

Sobre o livro

A obra “A Mística e o Simbolismo dos Tambores” traz incidências da carreira artística de Joãozinho Morgado. O artista fundou Os Negoleiros do Ritmo, aos13 anos, e esteve na origem do surgimento no mercado do Conjunto Os Merengues, Banda Madizeza, Banda Welwitchia, Banda Maravilha, Conjunto Angola 70 e passagens por vários projectos musicais.

Encontram-se ainda no livro depoimentos de colegas Dionísio Rocha, Botto Trindade, Carlos Lamartine, Carlos Timóteo “Calili” e dos percussionistas: Chico Santos, Miguel Correia, Manú, Dalú Roggé, Bucho e Teles Morgado.

Quanto ao documentário, foi produzido por Nguxi dos Santos, sob coordenação da Brasom, de Ilidio Brás; tem contributos de colegas e amigos do Bairro Operário; depoimentos de Jomo Fortunato, Dionísio Rocha, Carlos Lamartine, Gilberto Júnior, Zé Fininho, Mário Fernandes e dos cabo-verdianos Tito Paris e Leonel Almeida.

as cargas mais recentes

Dançarinos de breakdance passam a contar com um novo espaço para divulgarem seus talentos

há 2 anos

1.ª Mão: Yuri da Cunha e Gerilson Insrael preparam projecto musical colaborativo

há 10 meses
Os dois artistas decidiram representar estas aspirações num projecto musical, que será lançado brevemente. Num estilo intermédio, não muito voltado a Yuri nem a Gerilson, para que ambos se sentissem confortáveis ao desafio, o tema já está produzido e aguarda apenas o momento certo para a sua disponibilização.

Mediateca de Luanda celebra a semana do Ambiente

há 2 anos
“Bonjour le Monde“ de AnneLise Koelher e Eric Serre, e “Il était une forêt” de Luc Jacquet, são os dois (02) filmes que serão apresentados respetivamente, nos dias 14 e 15 de Abril de 2021 na Mediateca de Luanda em celebração ao Mundial da Terra.

Toty Sa´Med de quarentena em Portugal

há 3 anos
O músico angolano Toty Sa´Med “viu” cancelados os dois concertos que tinha agendado na Europa, por causa da pandemia Coronavírus.

Nos Alive anuncia reembolso dos bilhetes

há 3 anos
Quem comprou bilhetes para a edição de 2020 do festival anual de música em Portugal “Nos Alive”, adiada para 7 a 10 de Julho de 2021, devido à pandemia, vai poder pedir o reembolso do valor dos ingressos “a partir de 25 de Julho de 2021.

Documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ já cumpre agenda internacional

há 2 anos
Após a exitosa estreia em Luanda, o documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ segue viagem para o Reino Unido, França, Bélgica, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Caraíbas.

Jay-Z decide processar o fotógrafo da icónica capa do álbum “Resonable Doubt”

há 2 anos
O rapper e empresário move um processo judicial contra Jonathan Mannion, o homem que o fotografou em 1996 para o seu primeiro álbum “Resonable Doubt”, por entender que este está a explorar o seu nome e imagem.

“Prodigia-Te” (Deluxe Moz): 3.° dos 8 álbuns de Prodígio já está disponível

há 10 meses

Edgar Domingos relembra ‘Adoço’ que vale ouro

há 1 ano
O tema voltou à baila graças a uma publicação nostálgica do artista, que com a hashtag #éparafazerhistória, relembrou o êxito, que lhe foi atribuido em Fevereiro último, pelo facto do single ter atingido a marca de 5 mil unidades vendidas em território português.

Novo álbum de CfKappa “Negro” já está disponível para pré-venda

há 1 ano
Adiado no ano passado para 1 de Março de 2021, devido a planos editorais, a terceira obra discográfica de CfKappa pode ser adquirida através da plataforma de vendas online, Soba Store a preço de 1500 kzs, e quem quiser comprar, pode pagar em três prestações.

Projecto ‘Nossa Ginga’ recupera importância histórica e cultural da rua Rainha Ginga

há 10 meses
A ser apresentado no próximo dia 21 de Abril, o projecto tem como objectivo principal a recuperação histórica e cultural, o desenvolvimento sócio-ambiental colaborativo e o crescimento económico auto-sustentável para a melhoria da qualidade de vida de todos os membros da comunidade local.

Fundação Arte e Cultura promove debate sobre “O papel das artes no desenvolvimento cognitivo das crianças”

há 2 anos
Artistas e instituições pública e privada discutiram no passado dia 14 de Agosto, no espaço de debate online Fale Connosco, “O papel das artes no desenvolvimento cognitivo das crianças”, sendo transmitida ao vivo na página oficial do Facebook da Fundação.

Reptile: “Considero-me um artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história”

há 2 anos
No dia 27 deste mês, o rapper vai colocar mais um álbum no mercado. Intitulado I.C.O.N (Invejosos Continuam a Odiar o Nikka), a obra produzida pelo moçambicano Ell Puto e Alleny. Além de Preto Show, Rui Orlando e Tchoboli, reúne importantes artistas da nova geração.

Mãe de Rabiot se insurge com familiares de Pogba e Mbappé após eliminação da França

há 2 anos
A mãe de Rabiot terá questionado em tom alto como Paul Pogba perdeu a bola no início da jogada e depois terá também dirigido duras críticas ao pai de Kylian Mbappé, alegadamente pedindo-lhe para que o seu filho fosse menos arrogante.

Adele: “Eu e o Drake somos uma espécie em vias de extinção”

há 1 ano
A cantora colocou, na última sexta-feira (19), um novo álbum no mercado intitulado ” 30 “, que já se tornou no álbum mais vendido do ano nos Estados Unidos, três dias após o seu lançamento, o que dá à artista azos para se considerar ‘última da sua espécie’.

Sexta farta: De Lokua Kanza a Lloyd Banks, confira os álbuns lançados de hoje

há 2 anos
Após 11 anos de ausência sem nenhum lançamento de álbum, o artista compositor Lokua Kanza lançou “Moko”. Uma obra em que o músico se reconecta com o gosto pela aventura e se encontra em uma alegre crioulização e universalidade musical.