José Eduardo dos Santos fala sobre a sua formação musical “Nzaji”

Quando mais novo, Eduardo dos Santos fundou e orientou os Nzaji, um dos mais respeitáveis agrupamentos musicais da clandestinidade- que ajudou a forjar a revolução, eternizando canções como ”Kaputu’, ‘Ufolo’, ‘Dituminu’, “Etu tuá anangola’ e’Monangambé’.

Esta manhã, JES partilhou um longo testamento, realçando a  o papel da sua formação musical na sustentação das canções românticas e revolucionárias no processo de luta de libertação de Angola contra o jugo colonial, por meio da arte engajada, tal como foi com os N’gola Ritmos, de Liceu Vieira Dias e tantos outros.

Nostálgico, “Joes”, como respondia artisticamente, na altura, usou suas redes sociais para falar “Sobre o Conjunto Nzaji” e dos momentos à frente do saudoso agrupamento criado em Moscovo, em 1964.

José Eduardo dos Santos fala sobre a sua formação musical “Nzaji”

Sob sua liderança, Nzaji, realça, marcou o início da formação da música de intervenção, transformando-se no modelo de canção contestatária, dando continuidade ao “período acústico” da Música Popular Angolana.

O grupo nasceu da tomada de consciência cultural dos nacionalistas angolanos, em situação de opressão colonial, ajudando na libertação do País em 1975, através de temas de alto valor estético, onde se destacam “Kaputu”, “Ufolo”, “Dituminu”, “Etu tuá anangola”, “Monangambé”,  “Deba”, “Monetu uá kassule”.

Na sua constituição estavam José Eduardo dos Santos composição, voz e viola), o conjunto reunia Pedro de Castro Van-Dúnem “Loy” (voz e composição), Ana Wilson (voz, coros), Maria Mambo Café (voz, coros), Amélia Mingas, (coros), Mário Santiago ( viola), Fernando Assis (piano e composição), Fernando Castro Paiva (ngoma), Jovita Minervina Nunes( voz), General Mona (percussão) e Balduíno da Silva, também conhecido por Buanga (voz), os Nzaji transformaram-se, mais tarde, no modelo musical de canção revolucionária, época.  

Durante a sua fundação, o ex e segundo presidente de Angola tinha apenas vinte e dois anos e orientou a estética do conjunto, formação que primeiro se designou os “Derepente”, uma emanação e degenerescência do conjunto “Kimbambas do Ritmo”, criado em 1959, um agrupamento que já acusava uma assinalável solidez estrutural e criativa. 

as cargas mais recentes

Novo clip de Lil Nas X com culto a Demónio “explode” redes sociais

há 7 meses

LAASP reabre agenda cultural com a peça teatral `Meu Telefone, Nossa Privacidade´

há 9 meses
`Meu Telefone, Nossa Privacidade´ é o espectáculo teatral que vai reabrir o ano cultural da LAASP, no dia 23 de Janeiro, pelas 18 horas, apresentado pelo grupo Jovens da Mulemba e dirigido por António Kapangu.

Vida e obra de Cesária Évora será contada em filme

há 2 semanas
Grammy em 2004 pelo disco “Voz d’Amor”, a trajectória de Cesária Évora será narrada numa série documental intitulada “Sodade” interpretada pela cantora cabo-verdiana Eliana Rosa.

Autor do plágio no Prémio Literário Jardim do Livro Infantil nunca mais poderá concorrer

há 1 ano
A obra “A Kandengue Do Golungo e o Livro Que Não Tinha Fim”, vencedora do Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, constitui um plágio grosseiro e tentativa de burla de uma outra obra brasileira, cuja capa mostramos na notíciia. O Instituto das Indústrias Culturais e Criativas adianta que o infractor pode nunca mais concorrer a prémios do Ministério.

Jay-Z aumenta sua fortuna após vender 50% da sua marca de champanhe a Louis Vuitton

há 8 meses

Luanda recebe a primeira exposição virtual

há 2 anos
“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares.

Jay-Z liga para governador de Minnesota a exigir justiça

há 1 ano
Muitos rappers participaram de protestos em várias partes dos Estados Unidos da América a exigir justiça pela morte de George Floyd. Os que não puderam, contribuíram para o Freedom Funds, que fornece dinheiro sob fiança para os presos manifestantes.

Músicos lamentam morte de Waldemar Bastos

há 1 ano
Várias vozes lamentaram o passamento físico de uma das principais referências da música angolana, com destaque para a reacção de outros músicos, cujos sentimentos foram manifestados nas redes sociais.

As 10 músicas de amor para ouvir no Dia de São Valentim

há 9 meses

Lenda do Jazz sul africana será enterrada com honras de chefe de Estado

há 9 meses
Jonas Gwangwa foi um trombonista e compositor sul africano, cuja música impulsionou a luta contra o apartheid. A lenda do jazz morreu este sábado aos 83 anos por implicações cardíacas.

Disfarçado, Paul Pogba aparece em palco e canta com Burna Boy

há 2 meses
Ontem, momento depois da retumbante vitória do Manchester United sobre o Newcastle, Paul Pogba mostrou o seu lado rapper ao aparecer disfarçado em palco e interpretar `Focus´ com Burna Boy.

INAGBE anuncia bolsa de estudos para músicos

há 1 ano
As candidaturas estarão abertas até 1 de Julho próximo e dirige-se aos interessados em obter o grau de licenciatura ou pós-graduação e residências artísticas nas áreas de música, dança e teatro.

AC/DC anunciam regresso com um novo álbum

há 1 ano
A banda australiana confirmou ontem o seu regresso com os veteranos Brian Johnson, Phil Rudd e Cliff Williams. O retorno do trio poderá ser marcado com novo single e álbum.

Lives do Show do Mês ganham transmissão directa na Tpa 2

há 1 ano
Doravante o Show do Mês Live passará a ter transmissão ‘directo’ pela TPA, fruto de uma parceria entre a estação pública e a produtora Nova Energia. Sendo assim, a partir do próximo sábado, 13 de Junho, o público já pode assistir ao concerto da emblemática Banda Maravilha pela TV.

Wizkid lança o “melhor álbum da sua carreira” com participações de luxo

há 12 meses
O novo álbum de Wizkid já é dos primeiros mais ouvidos da Apple Music da Nigéria. Intitula-se ‘Made in Lagos’, e traz participações de Burna Boy, Damien Marley e H.E.R., entre outras.

#TheShowMustBePaused: Indústria da música paralisada

há 1 ano
A paralisação de apoio ao “Black Lives Matters” já começou a ter efeito em outras latitudes. Por aqui vários são os nomes da música que vão postando imagens nas redes sociais em sinal de apoio ao protesto contra a morte de George Floyd.