José Luís Mendonça reage ao recente escândalo na literatura angolana

Reagindo sobre o mais recente escândalo no Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, edição 2020, Luís Mendonça disse que a acção é frequente e aponta como exemplo um livro que, depois de ser desclassificado num concurso, o autor publicou-o com um outro título, por isso, deixa várias recomendações.

O “Prémio Literário Jardim do Livro Infantil”, edição 2020, atribuído à obra “A Kandengue Do Golungo e o Livro Que Não Tinha Fim” foi anulado, por alegado plágio ao livro” O Livro Que Não Tinha Fim”, de Sandra Aymone, editado no Brasil em 2015, pela Educar DPaschoal.

José Luís Mendonça disse ter passado por experiência similar enquanto júri dos prémios Sagra Esperança e António Jacinto, entretanto, o concorrente não chegou a ser proclamado vencedor, por uma simples chamada, pelo que aconselha mais atenção e cautela por quem vier a ser escolhido para júri em prémios literários.

“O mais curioso é que se notava uma tentativa folclórica e carnavalesca de angolanizar a obra, inserindo nela três nomes de regiões de Angola, cuja localização no espaço discursivo distorcia o espaço metafórico” disse.

Entretanto, o escritor e jornalista reconhece não ser fácil detectar os plágios e se a obra for estrangeira torna-se mais difici ainda, porém com apenas uma ligação telefónica conseguiu evitar que o pior acontecesse.

“Fui membro do júri do concurso Sagrada Esperança e António Jacinto. Uma vez recebemos uma obra só que, tanto na linguagem quanto o contexto apontava para uma pessoa muito culta. Um telefonema com apenas três palavras revelou que o concorrente, em toda sua vida só tinha lido um livro de poesia de um autor angolano. Mais tarde, a pessoa em causa publicou a mesma obra com um outro título”, denunciou através da sua rede social.

as cargas mais recentes

Mantorras lembra a vida no Benfica: “Operaram-me o que eu não tinha”

há 2 anos
Numa altura em que se assinala 20 anos da sua chegada ao Benfica, o ex-atleta angolano lembrou, com tristeza, que foi submetido a intervenção cirúrgica errada.

Lourenço Mussango vence prémio literário António Jacinto

há 2 anos
O escritor e jornalista Lourenço Mussango venceu ontem a edição 2020 do prémio literário António Jacinto, com a obra “Mulher Infinita”.

DMX hospitalizado em estado gravíssimo

há 2 anos

5ª edição do Slam Tundawala tem início dia 29

há 4 meses
O Centro cultural Brasil Angola, acolhe mais uma vez, de 29 de Setembro a 1 de Outubro, o Slam Tundawala, um festival de poesia e performance que tem o objectivo de fomentar a literatura oral e impulsionar a competição saudável e criativa a partir de batalhas de poesia falada em Angola.

BET Awards 2021 anuncia tributo especial para o lendário rapper DMX

há 2 anos
O tributo que teve a curadoria do produtor Beatz, amigo de longa data de DMX, também incluirá uma performance de uma nova canção do álbum póstumo de X, Exodus, que foi lançado pela Def Jam Recordings em 28 de Maio.

Críticas forçam Cardi B a excluir a sua conta do Twitter

há 2 anos
A cantora apagou a sua conta oficial no Twitter, após ter-se dirigido de forma meio agressiva aos fãs, durante um directo no Instagram este final de semana, onde também se insurgiu contra Ariana Grande.

Wizkid recebe Certificado Platina nos EUA por causa da sua ‘Essência’

há 1 ano
A certificação dos artistas deveu-se ao sucesso do tema ‘Essence’, a 11 faixa do álbum Made in Lagos, lançado ano passado e que acabou por se tornar o primeiro Afrobeat a tingir esta marca em tão pouco tempo.

Prodígio e Gilmário Vemba juntam-se a Benzema como embaixadores de um banco Europeu

há 2 anos
A representar os PALOP, os dois angolanos juntam-se a mais de duzentos nomes ligados à música, à moda e aos desportos vindos dos cinco continentes.

Cleyton M cria versão de James Brown e Michael Jackson no Afro House

há 1 ano
Diferente dos anteriores sucessos, na nova música, Cleyton M (des)constrói sua personagem a partir do lendário James Brown e Michael Jackson num tema que versa bem os tempos actuais.

Humorista Whindersson Nunes empata com tetracampeão de boxe na sua luta de estreia

há 1 ano
Tetracampeão mundial de boxe Acelino “Popó” Freitas dominou a luta inteira, que teve a duração de oito rounds, mas que foi apenas para entretenimento. Assumidamente protegido pela arbitragem que deu empate à disputa, Whindersson Nunes foi poupado para não “estragar” o espectáculo que arrecadou 25 milhões de reais e teve audiência máxima no pay per view.

Mwana Afrika: “A Trace quer combater todos os estereótipos criados pela mídia convencional. E estou no canal para contribuir nisso”

há 3 anos

Daniel Mendes: “Com ou sem pandemia o Angola Music Awards acontecerá em 2020”

há 3 anos
A faltar dois dias para o fecho das inscrições, Daniel Mendes fala à Carga sobre a presente edição do Angola Music Awards, que traz como destaque a categoria música dos PALOP. Doravante, o evento passará a intercalar entre Angola e Portugal. O responsável explica por que razão a gala era realizada em Portugal, apesar de prestigiar a música e os músicos angolanos e lança as novidades do próximo ano 2021.

Bonga: “Sinto-me um kota realizado”

há 3 anos
O dia 28 de Junho de 2020 será lembrado como um dos dias mais importante da cultura nacional, tudo por causa de Bonga, Paulo Flores e Yuri da Cunha. A Carga traz as reacções do espectáculo.

Após denúncia de ex-namorada, polícia apreende réplica de fuzil na residência de Nego do Borel

há 2 anos
A acção aconteceu a fim de averiguar a veracidade da denúncia feita por Duda Reis, que consistia na posse de um fuzil, mas era na verdade uma réplica de fuzil, usada para a prática de airsoft.

Artistas brasileiros saem em protesto depois de Jair Bolsonaro ameaçar jornalista

há 2 anos
O presidente do Brasil ameaçou “encher” a cara de um jornalista do “O Globo” pelo facto do profissional ter questionado Jair Bolsonaro sobre os 89 mil que a primeira-dama da República terá recebido da Fabrício Queiroz entre 2011 e 2016.

Anna Joyce e C4 Pedro integram lista dos artistas africanos que “todos devem ouvir”

há 2 anos
O site brasileiro Mundo Negro elegeu os oito artistas africanos lusófonos “obrigatórios” nas playlists da actualidade, dos quais figuram os angolanos C4 Pedro e Anna Joyce.