Jovens do Prenda festejam 52º aniversário no Show do Mês

Os Jovens do Prenda festejam sábado o seu 52º aniversário de existência no Show do Mês Live, num concerto aguardado com muitas expectactivas pelos fãs do conjunto.

Denominado “Jovens do Prenda 5.2”, o show vai promover uma viagem pelas várias etapas do grupo, passando por sucessos como “Manhã de domingo”, “Gienda Ni Ubeka, “Makame”, “Samba Samba”, “Bela”, “Nova cooperação”, “Angélica”, entre outros, em cerca de duas horas e meia de show.

O grupo criado por Chico Montenegro, Didi da Mãe Preta, Tony do Fumo, Augusto Chacaya, Kangongo, Mingo e Verry Inácio, terá, mais uma vez, a soberana oportunidade para relembrar velhos sucessos e mostrar em palco a riqueza e valor da música popular angolana.

Detentor de um rico cardápio musical, onde se destacam ainda temas como “tendinha”, “seguida de “desepero”, “Chiquita”, “nguenda nyubeka” e “longa marcha”, “majame”, entre outras que tem provocado ” um alvoroço entre as pessoas nos palcos por onde actua, o agrupamento, que já vai na sua quarta geração, continua fiel a sua linha rítmica e melódica para a satisfação da enorme legião de fãs espalhados pelo país.

Nesta jornada, dedicada aos 52º aniversário do conjunto, o palco do Show do Mês receberá, além dos vocalistas do grupo, Dom Caetano, Dina Santos entre outros convidados.

Historial dos Jovens do Prenda

Os Jovens do Prenda surgem em 1968 com a designação Jovens do Catambor, passando ainda nesse mesmo ano a chamarem-se Jovens da Maianga e, finalmente em 1969, passam a ter a designação actual.

O nome surge a conselho de Manguxi, um empresário do Sambizanga que era proprietário do Salão Braguês e alugava aparelhagens, que sugeriu que o grupo tivesse a denominação do bairro de onde são provenientes”, dai o nome Os Jovens do Prenda, já que o grupo era originário deste histórico de bairro Luanda.

Jovens do Prenda festejam 52º aniversário no Show do Mês

A formação de Os Jovens do Catambor já possuía um leque impressionante de músicos onde se destacavam nomes como Manuelito Maventa, (viola solo), Zeca Kaquarta, (tambor), Napoleão, (puita) e Juca, (dikanza). José Keno, o guitarrista emblemático dos Jovens do Prenda, entrou para o grupo, vindo dos Sembas, com a sua entrada, fica completa, em 1969, a primeira formação de Os Jovens do Prenda, com José Keno (viola solo), Zé Gama (baixo), Luís Neto (voz), Kangongo (tambor baixo) e Chico Montenegro (tambor solo).

O grupo tem sofrido, muitas cisões e abandonos, levando a que Luís Neto, um dos elementos do grupo, afirmasse: “As pessoas nascem e crescem e cada um vai para onde mais lhe agrada. Os Jovens do Prenda não são só música, é uma verdadeira escola…”

Renascimento

Após um período de ausência (1974 a 1981), os Jovens do Prenda voltam a aparecer no panorama musical angolano, gravando o seu primeiro álbum “Música de Angola, Jovens do Prenda”, posteriormente reeditado como “Mutidi”. Nele participaram Zé Keno (viola solo e voz), Alfredo Henrique (viola ritmo), Carlos Timóteo (baixo), Avelino Mambo (bateria), Zecax (voz), Massy (saxafone), Fausto (trompete), Verrynácio (tumbas), Chico Montenegro (bongós e voz), Luís Neto (Dikanza) e Gaby Monteiro (percussão e voz).

O segundo álbum “Samba-Samba” é lançado em 1992, levando posteriormente à saída de um dos seus músicos mais emblemáticos, Gaby Monteiro, passando o grupo a ter na formação Manuel Prudente Ramos Neto “Joca”, (viola solo), Carlos Timóteo “Calily”, (baixo), Zé Luís (viola ritmo), Charles Mbuia (contra solo), Manuel Vicente (tumbas), Patrício Smoke (bateria), Luís Neto e Chico Montenegro (vozes), Conceição Alves Alberto (trompete) e Luís Massy (saxofone).

O grupo sofreu posteriormente imensas remodelações, mas tem-se sempre mantido activo até à actualidade, tendo lançado recentemente um novo álbum.

Discografia

Vários Singles na década de 1970. Mutidi, (1982, IEFE, Discos, Intercontinental Fonográfica, Lda)

Samba-Samba, (1992, Endipu-UEE, Empresa Nacional do Disco e Publicações)

Kudicola Kwetu, (2003)

Iweza, (2010)

as cargas mais recentes

Young Buck pede ajuda financeira aos fãs e é surprendido por The Game

há 10 meses
Após sair da prisão, em 2019, o ex membro da G-Unit já tinha declarado falência, mas, nos últimos dias, seus problemas financeiros agravaram-se e o rapper está a pedir ajuda aos fãs. Através da sua conta do Instagram, Young Buck vem pedindo que cada seguidor deposite 1 dólar na sua conta e foi surpreendido por The Game.

Cinco boas razões para não sair de casa

há 1 ano
Escritora Rosa Soares disponibiliza quatro livros para download gratuito, e dá aulas de escrita no Instagram.

Vozes de diferentes estilos cantam 70 anos de André Mingas

há 11 meses
Se estivesse em vida, André Mingas completaria setenta anos amanhã(24). E, em alusão do seu 70.°aniversário, Ary, Kizua Gourgel, Toty Sa’med, Selda, Yoxi e Paulo Flores juntam-se este domingo para um tributo musical.

Kiki Versace: “A minha carreira está em ascensão”

há 11 meses
Kiki Versace introduziu no cenário musical o Kubanger, um estilo que resulta da combinação entre o Kuduro e o Trap Banger. Hoje a vertente é bastante cultivada. O kudurista veio à Revista Carga para apresentar o seu álbum de estreia e aproveitou para esclarecer dúvidas à volta da do tipo de Kuduro que inventou há 12 anos.

Thó Simões marca presença na abertura do festival `Latitudes´

há 10 meses
A abertura do festival expõe relações globais desiguais e aprimora os traços coloniais que ainda moldam o nosso presente. Ao mesmo tempo, abre espaços para reflexão e acção e gera ressonâncias nos outros itens do programa.

Esposa de Kobe Bryant ganha processo judicial contra agentes que publicaram fotos do atleta morto

há 1 mês
Vanessa alega que pouco depois de Kobe, sua filha Gianna e sete outras pessoas morrerem, os ajudantes do xerife tiraram fotos dos destroços e dos corpos e compartilharam as imagens, ferindo a sensibilidade dos familiares das vítimas.

Declarações do Director Nacional da Cultura contradizem factos de 2009

há 8 meses
As informações prestadas esta quarta-feira pelo director nacional da cultura, Euclides da Lomba, e reiteradas ontem à Rádio Lac, segundo as quais Carlos Burity não tinha recebido nenhum prémio daquele pelouro contradizem a atribuição, em 2009, do Prémio Nacional de Cultura e Artes ao músico.

Óscar 2021 pode ser adiado

há 11 meses
A cerimónia está agendada para 28 de Fevereiro de 2021, mas a pandemia do coronavírus deixou o cenário incerto. A Academia já havia anunciado que irá considerar filmes não lançados directamente nos cinemas como elegíveis, que de certa forma aumentou os rumores de que o evento pode ser adiado.

Ja Rule lança plataforma de criptomoedas para rentabilizar trabalhos dos artistas

há 10 meses
O rapper norte-americano lançou uma plataforma blockchain de criptomoedas baseada no Ethereum para fazer com que criadores de conteúdo músicais emitam tokens e rentabilizem seus próprios trabalhos.

Morreu o músico Tino Fortes

há 3 meses
O músico angolano Tino Fortes morreu segunda-feira em Portugal, aos 51 anos de idade, vítima de morte súbita.

Macklemore diz que cor da sua pele ajudou-o a vencer Kendrick Lamar nos Grammy

há 2 meses

SADIA começa a pagar rendimentos a partir de Março

há 3 meses
De acordo com a nota que a Revista Carga teve acesso, a distribuição dos rendimentos do autor começa no terceiro mês de 2021 e segue nos meses de Junho, Setembro e Dezembro, neste caso trimestralmente.

Geração 80 assinala décimo aniversário com a criação de um mural na baixa de Luanda

há 7 meses
Trata-se de um presente que a GERAÇÃO de 80 oferece a Luanda, como forma de agradecimento a cidade por ter dado o privilégio de ser o local de partida dos sonhos dos produtores.

Verbal Uzula apresenta novos projectos musicais

há 9 meses
“Dias de Treino vol. 4” é título do mais recente álbum de Verbal Uzula disponível nas principais plataformas digitais, incluindo o Kisom Unitel.

Vice-Presidente da República destaca o talento e incentiva autores da coreografia “Jerusalema”

há 5 meses
Durante a audiência, Bornito de Sousa foi informado sobre a boa fase e sobre os projectos e ambições do grupo angolano, cujo talento foi provado e teve reconhecimento mundial.

The Flaming Lips revolucionam espectáculos em tempos de Covid

há 2 meses
A banda de rock norte-americana The Flaming Lips criou uma maneira criativa de fazer shows ao vivo no meio da pandemia, os membros da banda e a plateia dentro de bolhas espaciais protectoras.