Jovens do Prenda festejam 52º aniversário no Show do Mês

Os Jovens do Prenda festejam sábado o seu 52º aniversário de existência no Show do Mês Live, num concerto aguardado com muitas expectactivas pelos fãs do conjunto.

Denominado “Jovens do Prenda 5.2”, o show vai promover uma viagem pelas várias etapas do grupo, passando por sucessos como “Manhã de domingo”, “Gienda Ni Ubeka, “Makame”, “Samba Samba”, “Bela”, “Nova cooperação”, “Angélica”, entre outros, em cerca de duas horas e meia de show.

O grupo criado por Chico Montenegro, Didi da Mãe Preta, Tony do Fumo, Augusto Chacaya, Kangongo, Mingo e Verry Inácio, terá, mais uma vez, a soberana oportunidade para relembrar velhos sucessos e mostrar em palco a riqueza e valor da música popular angolana.

Detentor de um rico cardápio musical, onde se destacam ainda temas como “tendinha”, “seguida de “desepero”, “Chiquita”, “nguenda nyubeka” e “longa marcha”, “majame”, entre outras que tem provocado ” um alvoroço entre as pessoas nos palcos por onde actua, o agrupamento, que já vai na sua quarta geração, continua fiel a sua linha rítmica e melódica para a satisfação da enorme legião de fãs espalhados pelo país.

Nesta jornada, dedicada aos 52º aniversário do conjunto, o palco do Show do Mês receberá, além dos vocalistas do grupo, Dom Caetano, Dina Santos entre outros convidados.

Historial dos Jovens do Prenda

Os Jovens do Prenda surgem em 1968 com a designação Jovens do Catambor, passando ainda nesse mesmo ano a chamarem-se Jovens da Maianga e, finalmente em 1969, passam a ter a designação actual.

O nome surge a conselho de Manguxi, um empresário do Sambizanga que era proprietário do Salão Braguês e alugava aparelhagens, que sugeriu que o grupo tivesse a denominação do bairro de onde são provenientes”, dai o nome Os Jovens do Prenda, já que o grupo era originário deste histórico de bairro Luanda.

Jovens do Prenda festejam 52º aniversário no Show do Mês

A formação de Os Jovens do Catambor já possuía um leque impressionante de músicos onde se destacavam nomes como Manuelito Maventa, (viola solo), Zeca Kaquarta, (tambor), Napoleão, (puita) e Juca, (dikanza). José Keno, o guitarrista emblemático dos Jovens do Prenda, entrou para o grupo, vindo dos Sembas, com a sua entrada, fica completa, em 1969, a primeira formação de Os Jovens do Prenda, com José Keno (viola solo), Zé Gama (baixo), Luís Neto (voz), Kangongo (tambor baixo) e Chico Montenegro (tambor solo).

O grupo tem sofrido, muitas cisões e abandonos, levando a que Luís Neto, um dos elementos do grupo, afirmasse: “As pessoas nascem e crescem e cada um vai para onde mais lhe agrada. Os Jovens do Prenda não são só música, é uma verdadeira escola…”

Renascimento

Após um período de ausência (1974 a 1981), os Jovens do Prenda voltam a aparecer no panorama musical angolano, gravando o seu primeiro álbum “Música de Angola, Jovens do Prenda”, posteriormente reeditado como “Mutidi”. Nele participaram Zé Keno (viola solo e voz), Alfredo Henrique (viola ritmo), Carlos Timóteo (baixo), Avelino Mambo (bateria), Zecax (voz), Massy (saxafone), Fausto (trompete), Verrynácio (tumbas), Chico Montenegro (bongós e voz), Luís Neto (Dikanza) e Gaby Monteiro (percussão e voz).

O segundo álbum “Samba-Samba” é lançado em 1992, levando posteriormente à saída de um dos seus músicos mais emblemáticos, Gaby Monteiro, passando o grupo a ter na formação Manuel Prudente Ramos Neto “Joca”, (viola solo), Carlos Timóteo “Calily”, (baixo), Zé Luís (viola ritmo), Charles Mbuia (contra solo), Manuel Vicente (tumbas), Patrício Smoke (bateria), Luís Neto e Chico Montenegro (vozes), Conceição Alves Alberto (trompete) e Luís Massy (saxofone).

O grupo sofreu posteriormente imensas remodelações, mas tem-se sempre mantido activo até à actualidade, tendo lançado recentemente um novo álbum.

Discografia

Vários Singles na década de 1970. Mutidi, (1982, IEFE, Discos, Intercontinental Fonográfica, Lda)

Samba-Samba, (1992, Endipu-UEE, Empresa Nacional do Disco e Publicações)

Kudicola Kwetu, (2003)

Iweza, (2010)

as cargas mais recentes

Gilmário Vemba estreia novo programa de TV com seu irmão Miro Vemba

há 2 meses

Revista Carga traz pesos pesados para o Reportório

há 2 anos
Os dj´s Malvado e Dias Rodrigues, que sexta-feira, a partir das 19 horas, vão exibir os seus maiores sucessos musicais, no chamado “desfile de hits”.

Repertório entre Znobia X Havaiana acontece já nesta sexta-feira

há 2 anos
Inicialmente marcado para o dia 22, o evento interactivo foi remarcado para as 18 horas da próxima sexta-feira dia 29 de Maio, no Facebook e Instagram “Carga Magazine”. O Repertório não é literalmente um duelo, mas um desfile hits.

Entri Spada e Paredi: DJ Malvado reinventa clássico cabo-verdiano em parceria com Roxane

há 7 meses
A ser lançada hoje, a música Entre Spada e Paredi é um “prenuncio” do EP de Roxane Fernandez, a ser lançado em Julho/Agosto e mantém DJ Malvado conectado às suas raízes com a kizomba mais tradicional tal como nos tempos em que estava a iniciar a sua carreira.

Música de Flagelo Urbano volta a ser destaque em Universidade brasileira

há 6 meses
A música ‘Demo Sem Cracia’ da autoria de Flagelo Urbano, está em destaque no ‘Caderno Textos e Debates’ da Universidade Federal de Santa Catarina.

Torneio de basquetebol assinala aniversário da Kianda

há 1 ano
Seis equipas vão disputar o torneio Cidade de Luanda, em Basquetebol sénior masculino e feminino, numa realização da Associação Provincial de Luanda, que visa comemorar os 445 anos da capital do país.

Cinco rappers recusaram competir com Busta Rhymes na Verzuz

há 3 meses
Recentemente, Fat Joe assumiu publicamente que tem medo de confrontar Busta Rhymes num Verzuz. Agora fica-se a saber que o rapper não é o único. Segundo Crazy Legs, Busta lhe terá revelado, este final de semana, que cinco rappers rejeitaram competir com ele.

Edgar Domingos relembra ‘Adoço’ que vale ouro

há 2 meses
O tema voltou à baila graças a uma publicação nostálgica do artista, que com a hashtag #éparafazerhistória, relembrou o êxito, que lhe foi atribuido em Fevereiro último, pelo facto do single ter atingido a marca de 5 mil unidades vendidas em território português.

Lil Wayne anuncia duplo lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´

há 1 ano
Um mês após informar à Variety que o seu “álbum favorito da série Carter estava a caminho”, Weezy, reiterou este sábado em entrevista à ESPN, que não tem planos de “desacelerar” tão cedo e que está para breve o lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´.

Fã de 10 anos pede batalha de bateria a Dave Grohl dos Foo Fighters

há 1 ano
Nandi Bushell, de 10 anos, pediu um desafio de bateria a Dave Grohl, músico de 51 anos da banda de Rock Foo Fighters. A batalha foi aceite e durou 30 segundos.

DMX revela que é tripolar

há 1 ano
A revelação foi feita durante o “Ruff Ryders Chronicles”, transmitido pelo canal BET. Durante a entrevista de Earl Simmons, nome de registo de DMX, que tomou um rumo mais emocional, por ser confrontado com o assunto das suas múltiplas personalidades.

The weeknd divulga tracklist do seu novo álbum

há 3 semanas
A ser lançado amanhã, dia 7 de Janeiro, o intitulado `Dawn FM´ comporta 14 faixas musicais e duas bónus track, e é o décimo quarto projecto do artista e traz contribuições de Jim Carrey, Tyler, The Criador, Lil Wayne, Quincy Jones e Oneohtrix Point Never. 

Ricky Martin surpreende fãs com novo EP

há 2 anos
Ricky Martin surpreendeu os fãs ao lançar sexta-feira (29) o seu novo EP, criado durante a quarentena. O trabalho, intitulado “Pausa”, conta com seis músicas e colaborações de nomes como Sting, Bad Bunny, Pedro Capó entre outros.

Pink considerada a artista feminina mais ouvida do século XXI no Reino Unido

há 3 meses
A cantora foi eleita, esta semana, a mulher mais ouvida do século XXI no Reino Unido, ultrapassando Beyoncé, Whitney Houston, Madonna e Rihanna.

Madonna multada com 1 milhão de dólares por defender comunidade LGBTQ+

há 2 anos
A cantora revelou, através das suas redes sociais, que a Rússia obrigou que pagasse 1 milhão de dólares, depois de ela ter feito um discurso de defesa dos direitos da comunidade LGBTQ+ durante um concerto em São Petersburgo.

Kamesu: “O rapper é um artista que não tem nenhum compromisso com a cultura”

há 1 ano
Durante 20 anos, o rapper viu-se obrigado a trancar-se no estúdio para preparar o seu primeiro disco, uma obra interventiva e afro-centrada, que traz participações de Kid MC, Kool Klever, Ndaka Yo Wini, Loromance, Mono Stereo e a poetisa Sankofa. O álbum será autografado já este sábado, no Elinga Teatro, em Luanda.