Kamy Lara nomeada para galardão internacional de cinema` Adiaha Awards´

A realizadora do documentário “Para lá dos meus passos”, Kamy Lara, é uma das nomeadas para o prémio de melhor realizadora africana nos Adiaha Awards. Produzido sob chancela da produtora Geração 80, o mesmo tem sido amplamente reconhecido nos países onde foi exibido.

O prémio para o qual a realizadora Kamy Lara está nomeada objectiva reconhecer e incentivar mulheres africanas a contarem histórias dos seus países e da sua realidade através do formato documentário.

A equipa de produção constituída por Kamy Lara, Paula Agostinho, Gretel Marin, Mónica Anapaz, Gotopo, Geração 80, em parceria com a Companhia de Dança Contemporânea de Angola, juntou-se para “dar vida” ao “Para lá dos meus passos”, aconteceu no ano passado. Mas que já tem um reprise anunciado no Encounters Film Festival 2020, edição online, com programação parcialmente gratuita de 20 a 30 de Agosto.

Com uma produção de peso, o documentário coloca não só os bailarinos, coreógrafos e figurinistas da Companhia de dança Contemporânea, mas também a todas as sociedades debatendo-se entre a decadência ou a ousadia de se transformar. O documentário retracta o processo de montagem da peça “(Des)construção”, uma coreografia da autoria de Mónica Anapaz, na qual, os cinco bailarinos são levados a viajar sobre um conjunto de danças tradicionais de Angola e a transformá-las, dando-lhes novos significados.

Danças estas, que são nada mais do que a descrição das origens regionais e sociais de cada um dos bailarinos e, particularmente, da forma como eles e as suas famílias vivem a dança e tudo fazem para adaptar-se numa grande cidade, as pesquisas sobre as danças/rituais e cerimónias tradicionais de cinco províncias (Huíla, Cabinda, Lunda-Norte, Luanda e Zaire) e a sua reinterpretação contem porânea mostram-nos os dilemas com que os criadores e os cidadãos se debatem, reflecte o limbo em que a sociedade vive, tal como lhe descreveu Adriano Mexinge, aquando da sua estreia.

O prémio Adiaha Awards é um a iniciativa da Ladima Foundation, uma organização pan-africana sem fins lucrativos fundada com o objectivo de contribuir para a correcção dos principais desequilíbrios de género nas indústrias de cinema, televisão e conteúdos.

as cargas mais recentes

Conheça o Top 5 dos videoclipes mais assistidos de todos os tempos no YouTube

há 3 meses

Future diz que, actualmente, nas ruas ele é melhor que Jay-Z

há 1 ano
O rapper Future considerou ontem que Jay-Z pode ser um ícone do rap, mas já não carrega tanto peso hoje no Hip Hop, principalmente em comparação com alguém como o próprio Future.

Bonga abre espaço de discussões sobre a preservação da memória cultural africana

há 1 ano
O músico Bonga e o pesquisador e defensor da cultura angolana, Horácio Dá Mesquita, abrem hoje o “Conversas Entre Os Kotas”, um espaço de diálogo que permitirá criar ponte entre gerações por meio de narrativas de vivências de vida social e artística.

Burna Boy apresenta detalhes do seu novo álbum produzido por P. Diddy

há 2 anos
Intitulado “Twice As Tall”, o novo álbum do músico nigeriano teve a produção executiva de Puff Diddy, Bosede Ogulu e o próprio Burna Boy.

Itary: Do Rap ao Zouk, a voz da versatilidade

há 2 anos
Quem a vê cantar, pode pensar que Itary nasceu para o Guetho Zouk, mas não. A cantora de 25 anos é muito versátil e transporta o Rap no seu DNA. Aliás, foi no Hip Hop que começou a sua carreira e hoje, está a se transformar numa das vozes mais promissoras do Zouk angolano.

Sabia que o Dia do Rock foi instituído graças a um festival em prol da Etiópia?

há 2 anos
O dia 13 de Julho é desde o ano 1985, celebrado como o dia do Rock. A efeméride foi sugerida por Phil Collins durante o célebre festival Live Aid, realizado na época simultaneamente em Londres e na Filadélfia, a fim de angariar doações para a Etiópia.

Dj Mandas: “Eu represento e protejo a minha cultura”

há 2 anos

Over Time: Tyoz traz participação de Blaya em novo single

há 2 anos
“Over time” é o novo tema de Tyoz que já está disponível em vídeo e em todas as plataformas digitais. Traz-nos o cruzamento dos sentimentos da esperança do regresso, com as memórias do romance vivido.

Astronauta apresenta `Uma Noite de Lua Cheia´

há 1 ano
Depois do espetáculo `Sobre Luz e Trevas´, o poeta e slammer Frederico Costa regressa para protagonizar o seu segundo espetáculo solo, `Uma Noite de Lua Cheia´.

Gabriel Tchiema apresenta novos projectos

há 2 anos
O músico está a preparar um novo álbum em que se esperam as participações de Rui Veloso, Salif Keita, Loko A Kanza e Edmazia Mayembe. Em conversa com a Carga, esta tarde, descreveu a obra e revelou que a mesma será antecedida de outro projecto inédito.

Tragédia no set de gravações: Um tipo de incidente raro, mas não inédito

há 1 ano
Além de Rust, o caso mais mediático sobre fatalidade durante as gravações é o filme O Corvo, datado de 1993, em que a vítima foi Brandon Lee, o conhecido filho de Bruce Lee, também vítima de um disparo de arma cenográfica.

Ciclo de conversas do projecto Museu em Desenho decorre já nos dias 17, 18 e 19

há 2 anos
Museu em Desenho é um projecto duplo (conversas e publicação) que investiga e reflecte as posturas e práticas educativas e sociais para os museus, a integralidade das colecções e os focos curatoriais dos museus em Angola.

Marvel se pronuncia sobre o futuro de Black Panther

há 2 anos
O Hollywood Reporter noticiou que a continuidade da saga está cancelada por enquanto, a prioridade do estúdio da Marvel no momento é processar a perda do actor e respeitar o momento de luto.

Guitarra de Kurt Cobain torna-se a mais cara da história

há 3 anos
A guitarra utilizada por Kurt Cobain na gravação do célebre álbum “Unplugged” dos Nirvana, em 1993, foi leiloada este sábado, nos EUA, por seis milhões de dólares, feito nunca antes atingido por uma guitarra.

Nankhova: “No meu ranking sou um músico a seguir, um exemplo bom para a música nacional”

há 2 anos
Nankhova é um artista que dispensa apresentações, nos croquis de moda impressiona com o seu Je ne sois quoi e nas pautas musicais pretende transmitir a sua alma que é gerida pelo seu “grande Deus”.

Yunami, a voz do Rap angolano na Hungria, apresenta novo projecto musical

há 2 anos
“Sonhos do Meu Pai” é o terceiro trabalho de Yunami, um rapper angolano que vive na Hungria. A obra resume várias fases do desenvolvimento de um artista em ascensão e é marcada por um novo vídeoclipe.