Kisom Unitel responde às acusações sobre supostas violações dos direitos dos artistas

A Sociedade Angolana de Direitos de Autor acusa o Kisom Unitel de não respeitar os direitos dos autores e, além disso, diz que a plataforma de streaming está a funcionar de modo ilegal. Em resposta, a Direcção de Marketing e Negócios Digitais do Kisom Unitel diz que a SADIA tem entendido mal o assunto e esclarece o que realmente se passa.

O assunto sobre a violação dos direitos dos autores por parte do Kisom Unitel não é de hoje, de acordo com a Sociedade Angolana de Direitos de Autor. Remonta há algum tempo. A SADIA não podia altuar, porque só começou a cobrar os rendimetos autorais no ano passado.

Com a cobrança dos redimentos, a entidade gestora dos direitos colectivos, isto segundo o Decreto Presidencial n.º 184/19 citado pela SADIA, confirmou as constantes denúncias feitas pelos autores junto do seu gabinete.

Após provar aos advogados da Direcção de Marketing e Negócios Digitais da operadora que o Kisom Unitel deve pagar os rendimentos aos autores, o Kisom Unitel remeteu-se ao silêncio. Por outro lado, acusa a SADIA, a plataforma de streaming está ilegal, por não estar autorizada pela própria SADIA.

“Desde que nós provámos há quatro meses por A mais B que a Unitel deve pagar, eles remetem-se ao silêncio. O Kisom está a agir como pirata. As negociações já levam 8 meses. Eles já não respondem os e-mails nem mensagens ou chamadas telefónicas”, disse Lucioval Gama, responsável do Serviço Nacional dos Direitos de Autores e Conexos.

“O Kisom Unitel está a funcionar de modo ilegal, porque não é regulado pela SADIA, que é a única entidade que pode atribuir tal autorização ao Kisom Unitel”, continuou.

Mas, a Direcção de Marketing e Negócios Digitais do Kisom Unitel esclareceu à Carga que, tal não passa de um mal-entendido por parte da SADIA, porque o Kisom foi a primeira plataforma angolana a pagar os artistas e, desde que a criaram, o objectivo era fazer chegar aos angolanos um conteúdo que andava perdido e construir a maior biblioteca digital de música no país.

“Nós não temos contratos directo com os artistas. Temos com os distribuidores de conteúdos como Sons e Signo, Strong Streaming Network ou a LS, por exemplo. Nós não fazemos contrato com os cantores, fazemos com estas entidades e elas é que nos distribuem os conteúdos. Por isso, não consigo dizer se o artista é, efectivamente, pago ou não. Mas uma coisa garanto: a Unitel paga essas entidades”, diz a Direcção de Marketing e Negócios Digitais do Kisom Unitel.

Por outro lado, desde que foi lançada em 2009, a plataforna de “toque de espera” também nunca recebeu qualquer queixa dos artistas sobre o não recebimento dos seus rendimentos.

“Nós remuneramos. Nós fomos a primeira entidade a remunerar os artistas através dos seus conteúdos digitais. Nós pagamos os direitos aos artistas”. explicou Clausir Ramos, Gestor de Marketing e Negócios Digitais do Kisom Unitel.

Nas reuniões que manteve com a SADIA, o departamneto dos serviços de música remeteu o assunto à equipa de advogados e esta, por sua vez, tem mantido negociações com a SADIA.

O Kisom Unitel, diz aquele gestor, sempre esteve interessado em resolver o assunto dos direitos dos autores, porque sabe que ao receber a ficha técnica nem sempre o nome do autor do conteúdo é mencionado.

“Ninguém melhor do que nós tem o interesse de resolver este assunto, porque somos nós os primeiros a pagar os artistas. É só uma questão de tempo vai se resolver. O nosso interesse é esse”.

as cargas mais recentes

Nova música de Dj Khaled poderá contar com uma versão de Kizomba

há 2 anos

Rumba Congolesa passa a ser Património Imaterial da Humanidade

há 10 meses
O estilo musical e dança Rumba, originário da bacia do Congo-região que abrange as actuais República Democrática do Congo, Congo, Angola e Gabão- foi elevado ontem pela UNESCO a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Davido na linha da frente dos protestos na Nigéria

há 2 anos
O músico nigeriano juntou-se este sábado a uma manifestação para exigir o fim da brutalidade policial no seu país. “Não devemos recuar até que as nossas reivindicações sejam atendidas”.

Icónica gravadora Death Row Records abre museu virtual

há 1 ano

Chris Martin e filho de Fela Kuti reeditam álbuns da lenda do Afrobeat

há 11 meses
Chris Martin ( Coldplay) e o multi-instrumentista e embaixador do Afrobeat, Femi Kuti, uniram-se para lançar ‘Vinyl Box # 5’ de Fela Kuti. O projecto inclui sete álbuns da lenda nigeriana e pioneiro do Afrobeat e será lançado a 10 de Dezembro.

Orquestra Camerata de Luanda e governo da Venezuela organizam Festival de Música Clássica em Angola

há 10 meses
Após regressar aos palcos, no passado mês de Setembro, vindo de um interregno, a orquestra angolana prepara-se para realizar um festival de música clássica, no próximo ano, e que contará com o apoio do governo venezuelano.

Galeria Tamar Golan apresenta exposição colectiva infantil “Do lápis ao pincel”

há 1 ano
Os prineiros finalistas da turma de artes plásticas, da Fundação Arte e Cultura, vão apresentar-se no próximo dia 20 de Setembro de 2021, pelas 18 horas, na Galeria Tamar Golan com “Do lápis ao pincel”, uma exposição colectiva que ficará patente ao público até ao dia 22 de Setembro de 2021. A exposição poderá ser visitada nos dias 21 e 22, das 9h00 às 17h00.

“Nenhum de nós tem vaidade, não há egos aqui”

há 3 anos
Okwami ultimam os preparativos para o primeiro grande show, dia 26 de Março.

Ronaldinho Gaúcho lança música nova e cria projecto musical

há 2 anos
O ex-jogador decidiu embarcar para um outro desafio. Abriu um estúdio e uma gravadora. Na última sexta-feira, o futebolista lançou sua segunda música e deverá lançar mais oito faixas até ao final do ano.

Morreu Amaro Fonseca, a voz do programa “Balumuka”

há 2 anos

Ariana Grande e Demi Lovato dão indícios de um possível projecto em conjunto

há 2 anos
Ao que tudo indica, Ariana Grande e Demi Lovato estão a trabalhar juntas numa colaboração. As duas artistas postaram a pista no Instagram, neste domingo (7), deixando os fãs bastante animados com a possibilidade.

Actor de Batman: O Cavaleiro das Trevas chama Coringa de filme ‘nojento’

há 2 anos
Coringa é um dos grandes filmes de 2019 e trouxe uma história diferente e surpreendente para o clássico vilão do Batman. Entretanto, o actor Eric Roberts, conhecido por Batman: O Cavaleiro das Trevas chamou o filme “nojento”.

Novo single revela versatilidade de Beatoven

há 2 anos
O single tem uma sonoridade arrojada e mais uma vez mostra a versatilidade de Beatoven e do seu álbum, no que toca a produção, juntou EDM com alguns apontamento West Coast.

Mãe de Rabiot se insurge com familiares de Pogba e Mbappé após eliminação da França

há 1 ano
A mãe de Rabiot terá questionado em tom alto como Paul Pogba perdeu a bola no início da jogada e depois terá também dirigido duras críticas ao pai de Kylian Mbappé, alegadamente pedindo-lhe para que o seu filho fosse menos arrogante.

Sintoniza 96.1 FM: O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”

há 1 ano
O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”, é descrito como um programa que expõe o livro na sua plenitude: Edição, Pesquisas, Ilustrações, em suma, tudo o que faz parte da constituição de cada livro publicado. No ar todas as quartas-feiras, das 15 as 16 horas, o espaço está focado nos Autores, Editores, Críticos e Leitores.

Canal de TV HBO supera Netflix na transmissão de séries nos prémios Emmy

há 2 anos
O Emmy, principal premiação da TV americana, anunciou neste domingo os vencedores da sua 72ª edição. “Schitt’s Creek” com sete estatuetas, incluindo a de melhor série do género foi a mais premiada.