Luanda recebe a primeira exposição virtual

“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares. Na mostra, o artista reflecte sobre o mundo contemporâneo na mais nova exposição a solo, onde cria diálogos e imagina futuros. A exposição ficará patente até ao dia 27 de Maio, na Galeria Banco Económico e decorre de uma parceria estabelecida com a This is Not a White Cube.

Inaugurada no passado dia 21 de Março, devido aos resultados da pandemia do coronavírus, os acessos ao recinto são condicionados, e a ser estudadas formas criativas e inovadoras de promover o projecto, tais como: a produção de uma visita virtual, que inclui uma entrevista do artista no espaço e o desenvolvimento de uma estratégia digital, que passa por uma maior dinamização da presença nas redes sociais e noutras plataformas exclusivamente dicadas à arte contemporânea. De acordo com René, trata-se de uma exposição bastante bem conseguida em relação à visão curatorial, que conta com o Toque qualitativo de Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro. Nas palavras do artista, a mesma traça uma “óptima” cronologia do seu trabalho, estabelecendo o cruzamento entre obras que reportam a um intervalo temporal de 10 anos.

Em “Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, René estende todo o seu interesse à própria busca pessoal e tenta através do Tchiloli, ritual por si reinventado, “buscar aspectos que se relacionam com estes. É um exercício que não cessa de evoluir no ponto de vista de criatividade e investigação.”

Sobre o artista
René Tavares traduz em pintura e desenho, através de traços, linhas e manchas, uma síntese pessoal da sua própria identidade, sempre em processo (“inacabado”), posicionando-se em constante movimento entre referências passadas e presentes. Interessa-lhe aprofundar a permeabilidade das fronteiras entre histórias, linguagens e técnicas e partilhar esse percurso exploratório. É um artista que reflecte nos seus trabalhos a sua própria experiência de deslocação ou deslocalização contemporânea entre as diversas zonas de contacto pós-colonial.

Em muitos dos seus trabalhos está presente o que o artista apelida de “l’imagerie comun”, a simples representação de um objecto ou forma vulgar que se insere num espaço pictórico de pura abstracção e que permite o tratamento das linhas com técnica de desenho e com técnica de pintura, onde várias referências aparecem matizadas, expressas de forma ambígua, como que numa transposição do próprio funcionamento da memória.

Recentemente os seus trabalhos têm assumido uma componente político-cultural, através da qual o artista chama a atenção para a realidade quotidiana, transferindo referências da memória, da identidade e do património para o contexto contemporâneo. Imparcialmente, René Tavares intervém no desenvolvimento sociopolítico, não por via de uma vontade de assumir discurso político, mas porque a política se inscreve necessariamente no regime da realidade quotidiana. Formado na Escola de Belas Artes de Dakar, no Senegal, ganhou em 2008/09 uma bolsa para estudar na École de Beaux Arts de Rennes (França) onde desenvolveu um programa intenso de pesquisa.

Integrou paralelamente o curso de fotografia do projecto ARC/Rennes e frequentou em 2011 o Mestrado em Ciências de Arte e do Património na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. A sua obra tem sido exibida internacionalmente, em vários países, de entre os quais se destaca São Tomé, Portugal, França, Bélgica, Alemanha, Angola, África do Sul, Estados Unidos da América e China.

Em 2008 participou na exposição coletiva “Africa Now”, em Washington, organizada pelo Banco Mundial, e em 2015 integrou a exposição internacional “Lumières d’Afrique”, no Palais Chaillot, em Paris – França. Mais recentemente foi nomeado para o “AFRICA’S MOST INFLUENTIAL NEW ARTISTIC TALENT | FNB, Joburg Art Fair 2018. Actualmente vive e trabalha entre São Tomé e Lisboa e a sua obra é representada pela galeria This is Not a White Cube.

as cargas mais recentes

Música autobiográfica revela dissabores da trajectória de Halison Paixão

há 2 anos
Superação é o título da mais recente faixa musical de Halison Paixão, trata-se de testemunho cantado, que visa reforçar a esperança de todos que têm poucas possibilidades mas almejam alcançar algum sonho.

Sabia que “Despacito” é o clipe mais assistido da última década no Youtube?

há 3 anos
A plataforma divulgou uma lista com os dez clipes mais assistidos de cada década, na plataforma. Nos anos 2010, o grande vencedor foi “Despacito (Feat. Daddy Yankee)”, que atingiu a incrível marca de mais de 6,5 bilhões de visualizações.

Kanye West: “Ninguém pode me comprar. Tenho mais dinheiro que o Trump”

há 2 anos
Continua entre os norte-americanos as suspeitas sobre se West não está a ser uma marioneta ao serviço dos Republicanos, pago para ser uma mera “distração” nas eleições presidenciais de 3 de Novembro.

DJ Pelé abre espaço de eternização do “período dourado do Hip Hop”

há 1 ano
O espaço dedicado à “era dourada da música Rap e R&B” acontece no Bar Django, adjacente à Administração do distrito da Samba, em Luanda, e reúne quinzenalmente Dj’s, que, em obediência a uma selecta lista de reproduções eternizam memórias do Hip Hop.

Jay Pallmer apresenta-se ao mercado musical com EP `MySelf´

há 2 anos
Contrariando todas adversidades da época pandémica, o 2020 vem se revelando frutífero para muitos artistas e, a EP `MySelf´ é mais uma prova desta teoria.

Clarah Helen mostra sua maturidade artística na nova música “Meu Sonho”

há 9 meses
Já está disponível o novo tema de Clara Helen, após um interregno de quase dois anos de lançamentos. O single encontra-se em todas as plataformas digitais, com o respectivo vídeoclip e traz uma cantora, letrista e intérprete mais amadurecida

“Fiéis e Infiéis” chega ao Wyza Anfiteatro da Fundação Arte e Cultura com os Jovens da Mulemba

há 2 anos
Abordamos de forma crítica a tendência de associar o pagamento do dízimo e os ofertórios como o principais veículos do estreitamento da relação com Deus, onde os responsáveis vivem no luxo e os fiéis numa autêntica indigência, apesar de serem os principais contribuintes.

Stevie Wonder vai viver no Gana para evitar que sua família sofra de racismo

há 2 anos

Sempre Foste Tu: Videoclipe catapulta Bruna Tatiana para as primeiras posições do Top Best

há 2 anos
Lançado no dia 29 de Abril, o videoclipe da música `Sempre Foste Tu´ impulsionou a entrada de Bruna Tatiana ao 10 inicial do Top Best, com menos de 24 horas de estreia.

Dino Ferraz: “Não me rotulo, seja a nível de estilos ou de mercado. Sou aberto a fazer música da maneira que sentir”

há 2 anos
Não me rotulo, seja a nível de estilos, ou de mercado. Sou um artista claramente aberto a fazer música da maneira que eu sentir.

Influência de Liceu Vieira Dias e os Ngola Ritmos na música popular angolana é retratada em documentário

há 2 anos
No mês de Novembro, o canal ZAP Viva celebra a independência de Angola com a exibição de documentários com o foco na sua herança cultural, e dia 4 de Novembro a partir das 21:30, poderá acompanhar “O Lendário Tio Liceu e os Ngola Ritmos”.

Remy Ma está a projectar uma liga feminina para batalhas de Rap

há 1 ano
“Chrome 23” é como se vai intitular a primeira liga oficial de batalha de Rap feminino, a ser lançada no próximo dia 27 de Fevereiro, com transmissão ao vivo no lendário programa de rádio, Hot 97.

Joker: Joaquin Phoenix em negociações para protagonizar mais dois filmes

há 2 anos
Fontes próximas das negociações, citadas pelo britânico “Mirror”, dão conta que o actor está a negociar dois possíveis novos filmes envolvendo a personagem -e a confirmar-se será mesmo o contrato mais bem pago da carreira do actor.

Iron Heart: Nova heroína da Marvel fará primeira aparição no filme Pantera negra 2

há 1 ano
Interpretada por Dominique Thorne, a personagem herdeira do legado de Tony Stark, fará sua a estreia na sequência do Pantera Negra, de título original `Black Panther: Wakanda Forever´, cuja estreia está marcada para o próximo dia 8 de Julho de 2022.

Ready or not… Fugees estão de volta à ribalta

há 1 ano
Quer estejamos prontos quer não, Lauryn Hill, Wyclef Jean e Pras Michel voltarão a juntar-se para uma tour mundial que tem início em Novembro, porém, o trio fará uma aparição em concerto já amanhã na cidade de Nova York e tudo deve-se às celebrações dos 25 anos do álbum “The Score”.

Documentário de Tina Turner revela traumas de uma vida amorosa marcada por violência

há 2 anos
Relatos detalhados de “terror”, exaustão, violência e dominação constituem metade do enredo do novo filme não-ficcional homónimo de Tina Turner. A produção exclusiva do HBO, já estreou no norte de América e, foi uma maneira da artista dizer “Obrigada e adeus”, à vida pública.