Luanda recebe a primeira exposição virtual

“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares. Na mostra, o artista reflecte sobre o mundo contemporâneo na mais nova exposição a solo, onde cria diálogos e imagina futuros. A exposição ficará patente até ao dia 27 de Maio, na Galeria Banco Económico e decorre de uma parceria estabelecida com a This is Not a White Cube.

Inaugurada no passado dia 21 de Março, devido aos resultados da pandemia do coronavírus, os acessos ao recinto são condicionados, e a ser estudadas formas criativas e inovadoras de promover o projecto, tais como: a produção de uma visita virtual, que inclui uma entrevista do artista no espaço e o desenvolvimento de uma estratégia digital, que passa por uma maior dinamização da presença nas redes sociais e noutras plataformas exclusivamente dicadas à arte contemporânea. De acordo com René, trata-se de uma exposição bastante bem conseguida em relação à visão curatorial, que conta com o Toque qualitativo de Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro. Nas palavras do artista, a mesma traça uma “óptima” cronologia do seu trabalho, estabelecendo o cruzamento entre obras que reportam a um intervalo temporal de 10 anos.

Em “Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, René estende todo o seu interesse à própria busca pessoal e tenta através do Tchiloli, ritual por si reinventado, “buscar aspectos que se relacionam com estes. É um exercício que não cessa de evoluir no ponto de vista de criatividade e investigação.”

Sobre o artista
René Tavares traduz em pintura e desenho, através de traços, linhas e manchas, uma síntese pessoal da sua própria identidade, sempre em processo (“inacabado”), posicionando-se em constante movimento entre referências passadas e presentes. Interessa-lhe aprofundar a permeabilidade das fronteiras entre histórias, linguagens e técnicas e partilhar esse percurso exploratório. É um artista que reflecte nos seus trabalhos a sua própria experiência de deslocação ou deslocalização contemporânea entre as diversas zonas de contacto pós-colonial.

Em muitos dos seus trabalhos está presente o que o artista apelida de “l’imagerie comun”, a simples representação de um objecto ou forma vulgar que se insere num espaço pictórico de pura abstracção e que permite o tratamento das linhas com técnica de desenho e com técnica de pintura, onde várias referências aparecem matizadas, expressas de forma ambígua, como que numa transposição do próprio funcionamento da memória.

Recentemente os seus trabalhos têm assumido uma componente político-cultural, através da qual o artista chama a atenção para a realidade quotidiana, transferindo referências da memória, da identidade e do património para o contexto contemporâneo. Imparcialmente, René Tavares intervém no desenvolvimento sociopolítico, não por via de uma vontade de assumir discurso político, mas porque a política se inscreve necessariamente no regime da realidade quotidiana. Formado na Escola de Belas Artes de Dakar, no Senegal, ganhou em 2008/09 uma bolsa para estudar na École de Beaux Arts de Rennes (França) onde desenvolveu um programa intenso de pesquisa.

Integrou paralelamente o curso de fotografia do projecto ARC/Rennes e frequentou em 2011 o Mestrado em Ciências de Arte e do Património na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. A sua obra tem sido exibida internacionalmente, em vários países, de entre os quais se destaca São Tomé, Portugal, França, Bélgica, Alemanha, Angola, África do Sul, Estados Unidos da América e China.

Em 2008 participou na exposição coletiva “Africa Now”, em Washington, organizada pelo Banco Mundial, e em 2015 integrou a exposição internacional “Lumières d’Afrique”, no Palais Chaillot, em Paris – França. Mais recentemente foi nomeado para o “AFRICA’S MOST INFLUENTIAL NEW ARTISTIC TALENT | FNB, Joburg Art Fair 2018. Actualmente vive e trabalha entre São Tomé e Lisboa e a sua obra é representada pela galeria This is Not a White Cube.

as cargas mais recentes

Pais de Pop Smoke promovem projecto de combate à criminalidade

há 8 meses
Pop Smoke morreu em Fevereiro do ano passado, após ter sido baleado, durante um assalto na sua residência em Los Angeles (California), numa altura em que sua carreira dava passos astronómicos e se preparava para tirar o seu primeiro álbum, “Shoot for the Stars Aim for the Moon”, que veio a ser vendido a título póstumo.

Exposição “Memória e processo de restauro” detalha reconstrução do Palácio de Ferro

há 9 meses
O Palácio de Ferro, em Luanda, volta a abrir as portas ao público enquanto Centro Cultural e apresenta até 4 de Fevereiro 2021 a exposição “Memória e processo de restauro”.

Primeiro filme de Gilmário Vemba pode chegar a Netflix

há 9 meses
A longa-metragem vai para as salas de cinemas angolanos e moçambicanos no dia 26 do próximo mês. Depois disso, poderá passar nas plataformas como Netflix e Tellas, informou esta tarde Gilmário Vemba, o protagonista.

Ronaldinho Gaúcho infectado com Covid-19

há 11 meses
A confirmação foi dado pelo próprio, através das suas redes sociais, após a sua não participação de um evento, que visava efectuar uma visitar de campo a um estádio de futebol em Minas Gerais.

Galeria angolana Jahmek Contemporary Art conquista prémio em Madrid

há 2 meses
A galeria angolana Jahmek Contemporary Art venceu o Prémio Opening, da Feira de Arte “Arco Madrid” 2021, com a instalação “Hope as a Praxis” e “How to Make a mud Cake”.

Leonardo Freezy disponibiliza o single `Gatilho´

há 1 ano
`Gatilho´ é um desabafo, ou uma explosão de frustrações específicas, se quisermos. Memórias profundas que abrangem assuntos pertinentes como o preconceito, o racismo, a força da amizade e do companheirismo.

Ladrões arrombam armazém de Beyoncé e levam mais de 1 milhão de dólares

há 6 meses

Artistas protestam contra o Spotify

há 6 meses
31 escritórios do Spotify em vários países foram surpreendidos por protestantes do sector da música.

Galáxia, o espectáculo de teatro musical que pretende despertar o angolano da lobotomia

há 6 meses
A celebrar o Dia Mundial do Teatro, o grupo Enigma Teatro leva ao palco da Liga Africana, o espectáculo “Teatro Musical Galáxia”, nos dias 25 e 26 deste mês, com o elenco multifacetado.

19 anos depois Helga Fêty apresenta vídeo de “Entrega Total”

há 1 ano
Dezanove anos depois do lançamento da música “Entrega Total”, tema que dá título ao primeiro álbum de originais publicado em Fevereiro último, a cantora e actriz Helga Fêty apresenta o referido vídeo clipe, que traz participações de Presilha Calei e Loromance.

Dino D’Santiago é o principal vencedor dos Prémios da Música Portuguesa

há 3 meses
O músico, compositor e activista de descendência cabo-verdiana levou ontem da gala do Coliseu dos Recreios, em Lisboa, os prémios da Crítica, Álbum do Ano e o de Melhor Artista Masculino.

Fãs criam petição para que o papel de Pantera Negra seja descontinuado

há 1 ano
Após a Morte do Actor Chadwick Boseman, os fãs criaram uma petição para que o actor não fosse substituído, mas que em compensação, outro personagem herde o manto do Pantera Negra e um dos nomes mais votados é o da Shuri, irmã do Rei T´Challa, cujo papel é interpretado por Letitia Wright.

Iza: Entre os 100 negros mais influentes do mundo

há 12 meses
A eleição é reconhecida pela Organização das Nações Unidas Internacional e engloba todas as áreas de actuação, como arte e cultura, além dos empreendimentos de negros ou não que sejam voltados para o público negro.

Enlightened Path: Quarto álbum de DJ Djeff já está disponível em Angola

há 10 meses
Este que é o seu quarto álbum de originais, foi desenvolvido ao longo deste último ano, e muito, influenciado pelas inúmeras actuações por este mundo fora e subsequente experiências.

Cardi B pede a Joe Biden para não fazer falsas promessas eleitorais

há 1 ano
Durante uma conversa que manteve com o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, a cantora norte-americana foi frontal e pediu ao concorrente para não fazer falsas promessas eleitorais para conseguir votos.

Kenny Flow Buah deixa primeiras impressões do seu talento ao mundo

há 6 meses
Depois do clip do single ” Perdido no Block” no ano passado, Kenny Flow Buah prepara-se para publicar mais um tema com o respectivo clip, acreditando que desta vez a carreira poderá assumir patamares mais elevados.