Mãe de XXXTENTACION é atacada por fãs e acusada de manchar o legado do filho

Tudo aconteceu após Cleopatra Bernard fazer um live no Instagram do rapper para promover outro artista. Cerca de 18,2 milhões de seguidores receberam uma notificação de que o rapper já morto há mais de dois anos, estava em directo, o que acabou por desencadear ataques à progenitora de XXX.

Após receber a notificação de que o rapper estava em directo, os fãs descobriram que Bernard estava a promover o vídeo da faixa “Chase/Glass Shards” do projecto Bad Vibes Forever, representado por ikabodVEINS, que gerencia actualmente.
Cerca de 300.000 espectadores, já haviam sido atraídos para a página, quando os ataques começaram a surgir no Twitter. Muitos fãs de XXX acusaram Cleopatra de manchar o legado de próprio filho, aparentemente para lucrar em cima de sua morte.

A indignação também veio da parte do pai do rapper, que usou as o story do Instagram para mostra que têm um ponto muito claro, com relação ao mau uso do nome do artista. Dwayne Onfroy disse que Cleopatra nunca amou o filho de verdade e que comete uma das maiores atrocidades ao tratar o legado de XXXTENTACION dessa forma.

De relembrar que X foi baleado e morto em Deerfield Beach, Flórida, aos 18 de Junho de 2018. Cleopatra Bernard lançou dois álbuns póstumos após a morte do rapper, incluindo Bad Vibes Forever e Skins. Sua conta no Instagram permaneceu relactivamente intacta até este incidente. Mas independentemente das intenções de Bernard, os fãs de X não estão felizes.

as cargas mais recentes

Sexto aniversário do Village underground Lisboa é celebrado hoje no formato broadcast

há 1 ano
Esteja em casa e a partir das 17 horas (horário de Portugal) vista roupa confortável, calce os seus melhores sapatos de dança, e encontre um lugar com espaço na casa e a melhor forma de assistir a um broadcast, que teste e confirme o som das colunas e prepare-se para desfrutar de 7 horas de uma performance artística, no canal Youtube do VU.

Rapper Houdini é morto durante tiroteio

há 1 ano
Com uma carreira em ascensão, Houdini de 21 anos foi morto esta terça-feira, durante um tiroteio em Toronto, no Canadá. O rapper foi atingido por tiros no hotel onde se encontrava.

Nas revela sentir-se honrado pelo beef que teve com Jay-Z

há 6 meses

Senhoras arrasaram no Show do Mês de Março em sua própria homenagem

há 5 meses
Na edição 2021, mais uma vez o conceito ultrapassou as expectactivas. As senhoras arrasaram naquele que foi o segundo Live da oitava temporada do Show do Mês.

Cantor de 12 anos ganha contrato milionário por fazer a cappella durante protestos

há 1 ano
Keedron Bryant ficou conhecido por se destacar durante os protestos anti-racismo nos Estados Unidos da América. Um dia depois da morte de Floyd, o adolescente fez a cappella no Instagram de uma musica sua e, menos de três semanas, a canção gospel atingiu mais de três milhões de visualizações, obrigando a Warner Record’s a contratá-lo.

Arquivo Mestre: Primeira exposição individual de Januário Jano está patente em Frankfurt e pode ser vista até Agosto

há 2 meses
Patente desde o passado dia 18 de Maio, `Arquivo Mestre´ é a primeira exposição individual do artista Januário Jano na Alemanha, em exibição na galeria JeanClaude Maier em Frankfurt até ao dia 14 de Agosto.

16 anos de “Artes ao Vivo”

há 1 ano
A efeméride é marcada com uma exposição online que imprime a historiográfica do projecto, bem como um debate entre Lukenny Bamba e Kool Klever, cujo tema será a “Existência, persistência e a criação do Artes ao Vivo”, amanhã, a partir das 14 horas no Eclético FM.

Morreu Fernando Quental, autor de ‘Quando eu fui a Benguela’

há 4 meses
O músico angolano Fernando Quental faleceu hoje em Portugal, vítima de doença, apurou a Revista Carga de uma fonte.

“Kings Of Afro House” completa um ano de existência

há 1 ano
O projecto MUSIC BOX, criado pela Sodiba e patrocinado pela Sagres, dedicou uma atenção especial neste último ano ao género do Afro House, e produziu e realizou, com o apoio da BMWorkz, o documentário Kings of Afro House, que junta alguns dos melhores Djs e produtores do género no mundo.

Lawilca almeja voltar ao auge

há 10 meses
Lawilca já esteve no top do Hip Hop e R&B. Em 2005, depois de conquistar grande popularidade com o seu primeiro álbum “Se Diamé”, decidiu sumir para voltar a aparecer em 2014 com o CD “Não Sou o Mesmo Homem”. Desta vez reaparece reestruturado com novos estilos musicais e quer voltar a estar no auge.

Twenda: “Neste momento nós somos a cara do Kuduro”

há 1 ano
Twenda é um nome estranho para muitos, mas Manda-Chuva, Fogo de Deus e Mulecada, que formam o grupo, são rostos conhecidos do Kuduro, por terem criado o Elenco da Paz. Os kuduristas vivem actualmente em Portugal e estão a internacionalizar a carreira com um tipo de Kuduro diferente: acústico e com banda.

Novo álbum da Banda Maravilha traz mistura de Kuduro com o Semba

há 1 ano
onhecida como verdadeira executante dos instrumentos tradicionais do Semba, a banda revelou à Carga que o aguardado álbum já está pronto e colocará à disposição dos fãs 5 mil cópias.

Em cada espectáculo o cantor ganha 200 mil Kwanzas por música. Isto compensa o investimento feito num álbum?

há 1 ano
Um cantor profissional em Angola gasta entre 500 a 1 milhão e 500 mil Kwanzas para produzir uma música. Por conseguinte, num espectáculo, o músico cobra, em média, 200 mil kwanzas por cada interpretação. Este valor dá para cobrir o investimento feito em cada música? A Carga apresenta algumas reacções de músicos, produtores e alguns dos artistas que mais gastaram com a produção.

Razões e Rimas: O super Herói de Todos os Tempos

há 2 meses
A EP é da autoria do também integrante do lendário grupo “New Joint”, Kamané Kamas, que tem vindo a dar cartas dentro do movimento hip hop lusófono, assumindo a posição de um dos mais influentes da actualidade de moçambique.

Bú Cherry: Do Kuduro para Kizomba

há 8 meses
A cantora, se apresenta num formato diferente daquele que as pessoas acostumaram-se a vê-la. Nesta nova versão, Bú Cherry demonstra uma grande evolução musical, uma artista multitalentosa, que tenciona “tocar” corações.

Inaugurado mural em homenagem a George Michael

há 11 meses
Foi inaugurado quinta-feira, em Kingsbury (Londres/Inglaterra), um mural em honra de George Michael, falecido aos 25 de Dezembro de 2016.