Majoskill, a voz da esperança do Rap das ruas

Majoskill vem do Morro Bento, em Luanda. O rapper está no movimento há cinco anos e é apontado como o representante da cultura Hip Hop do seu distrito. Tem duas mixtapes publicadas e apresentou à Carga o seu ambicioso projecto musical para os próximos meses.

Por que decide cantar?
Decide cantar pelo amor que tenho pela arte, e a música passou a ser por muito tempo o remédio para muitas enfermidades na minha life.

Começar é sempre a tarefa mais difícil em qualquer actividade. Como tem sido para si?
O começo é sempre mais difícil, mas depois de um tempo eu já não me sinto no começo e nem próximo do fim. Neste momento, sinto falta apenas do próximo passo, e da outra fase do meu trabalho.

O quê que já produziu?
No Rap eu já produzi duas mixtapes, algumas musicas soltas, dois vídeo clipes, a minha primeira mixtape ‘Distrito 21’ contém 13 faixas e veio acompanhada com uma colecção de camisolas, todo trabalho até agora, tem sido independente e a segunda chama-se Momentos, com 10 músicas.

Contam com alguma participação?
Cantei com o mano Man-key, Ruyana, Scobito, coDF, 5 Letras, Wezzy da mafia Niggaz, Lírios Boy e 7 Stilo.

Que novidades tem neste preciso momento?
Consegui um contrato com a Kineto Produções, empresa de distribuição digital, e tenho trabalho no estúdio a ser processado.

Majoskill, a voz da esperança do Rap das ruas

Com quem é que trabalha?
Trabalho com o 5 Letras (V100% Record), agora com a Kineto e pretendo começar a trabalhar também com o Ayson Mastany, músico e produtor.

Que abordagens traz?
De tudo um pouco, canto o que sinto, o que os meus sentem, e o que mais gosto na vida.

Quais são as suas influências artísticas?
Masta, Abdiel, Nga, Paulo Flores, Jacob Banks, Kendrick Lamar, Matias Damásio, Meek Mill, J cole e outros.

Como define o tipo de Rap que faz?
O meu tipo de Rap é agressivo, profundo e com bom conteúdo.

Que artistas gostava que participassem nos seus trabalhos?
Dji Tafinha, cota Damásio, CKonde, Ana Joyce, Paulo Flores, Gari Sinedima, Abdiel, Masta e outros cotas do Semba.

Com os trabalhos que tem já é possível pensar-se em álbum?
Já penso há muito tempo, e é uma certeza. Já está a ser preparado e em breve vamos anunciar. As ideias, planos, contratos já estão a ser trabalhado.

Onde é que actua normalmente?
Nenhum palco de renome, tudo dentro do distro 21, Morro bento 2, no Morrão.

Que palcos gostaria pisar?
Gostaria de pisar nos maiores  palcos de Angola, e fora da mwangolé.

Que novidades está a preparar para este ano?
Para este ano, tenho trabalho a serem caprichados com muita dedicação, músicas feitas e possivelmente vídeos.

as cargas mais recentes

Covid-19: ‘Jay-Z’s Made in America 2020’ está oficialmente cancelado

há 2 anos
O festival anual do Rapper Jay-Z na Filadélfia, ‘Made in America’, já não será realizado. Em comunicado divulgado nesta quarta-feira, a empresa Roc Nation do magnata do rap disse que planeia produzir o festival popular em 2021.

Coldplay prepara novo álbum para 2021

há 1 ano

Coroa de B.I.G e letras de Tupac Shakur serão leiloadas

há 2 anos
O evento será o primeiro da História dedicado à cultura Hip Hop e acontece a 15 do próximo mês em uma das maiores casas de leilões do mundo.

Morreu o músico Teta Lágrimas

há 1 ano
O cantor angolano Teta Lágrimas morreu hoje em Luanda, vítima de doença, soube a Revista Carga de uma fonte familiar.

Kamy Lara nomeada para galardão internacional de cinema` Adiaha Awards´

há 2 anos
O prémio para o qual a realizadora Kamy Lara está nomeada objectiva reconhecer e incentivar mulheres africanas a contarem histórias dos seus países e da sua realidade através do formato documentário.

Jay-Z torna-se o artista com mais indicações na história dos Grammys

há 6 meses
O rapper acumula um total de 23 troféus e é agora o mais indicado de todos os tempos na história dos Grammys, ultrapassando Quincy Jones, com quem dividia a liderança de 80 indicações duarante anos.

Peça teatral ” Ninguém Leva Nada” eleva fasquia do projecto Rajada Teatral

há 12 meses
A trilogia abriu com “Distância Não é Barreira”, prosseguiu com a peça “Ninguém Leva Nada” e encerra este domigo (30), com a apresenração de Escrava da Cama, com Kayaya Júnior e Xavier Bracleem. O projecto reúne actores de várias companhias teatrais e também integrou a cantora Maya Zuda.

Artistas defendem que, se não existe um mercado de música Gospel em Angola é por causa dos que diziam “vender música Gospel é vender a Palavra de Deus”

há 2 semanas
Apesar de as estatísticas apontarem para 80 por cento o número de pessoas cristãs no país, dificilmente os artistas gospel conseguem vender 5 mil cópias, um problema atribuído à fraca cultura musical dos crentes, por um lado, e por causa da falta de educação musical dos angolanos, consideraram, os fazedores do estilo, numa recentemente entrevista à Carga.

Show do Mês leva angolanos à fonte da música angolana

há 2 anos
A Nova Energia levou este sábado internautas e telespectadores a efectuarem uma viagem obrigatória à verdadeira origem da música angolana, na voz e guitarra de Carlitos Vieira Dias, considerado um dos legados vivos da música angolana.

Masterminds of Hip Hop: Russell Simmons lança NFT para apoiar lendas do Hip Hop

há 9 meses
A colecção “The Masterminds of Hip Hop” apresentará arte digital inspirada nas histórias que deram origem ao Rap.

Aumenta a procura pelo álbum de Janet Jackson de 1986 após desculpas de Justin Timberlake

há 1 ano

Teste conclui que vocalista da banda vencedora do Eurovisão não usou drogas

há 12 meses
De acordo com a European Broadcasting Union (EBU), Damiano David, vocalista do grupo de rock italiano, teve um resultado negativo em um teste de drogas desde o evento no sábado.

Netflix anuncia produção de documentário sobre Emicida

há 2 anos
Intitulado ‘Amarelo – É tudo para ontem’, contém entrevistas e cenas de bastidores, de um show no Theatro Municipal de São Paulo em 2019.

“Rostos do Rap consciente em Angola entre os 180 artistas do Festival Decolonial”

há 2 anos

Apesar de todo o sucesso que fizeram, Kalibrados só receberam 100 dólares de direitos autorais

há 7 meses
É inegável o protagonismo que os Kalibrados tiveram na música nacional. O grupo é um dos que mais contribuiu para o Hip Hop angolano. O facto curioso é que, apesar de todo esse sucesso, em Angola os Kalibrados apenas receberam, até hoje, o equivalente a 10 mil kwanzas ( câmbio de então) de direitos autorais pelo seu trabalho.

CR7 é eleito o Jogador do Século e Pep Guardiola o Treinador

há 1 ano
O português Cristiano Ronaldo espanhol Josep Guardiola foram eleitos, este domingo, como o jogador e o treinador do século, respectivamente, na gala dos Globe Soccer Awards, realizada no Dubai (Emirados Árabes Unidos).