Manifestação de sábado divide classe artística: “Sou figura pública e não vão me ver na rua desta forma”

No seio da classe artística as opiniões divergem quanto à manifestação deste sábado, que visou exigir ao governo angolano soluções para o elevado índice de desemprego entre os jovens.

Depois das imagens difundidas nas redes sociais sobre o caos instalado horas antes da marcha dos cerca de 2500 cidadãos, que pretendiam sair do Cemitério da Sant’Ana para o largo 1.° Maio, as opiniões dos músicos não se fizeram esperar.

Laton dos Kalibrados, por exemplo, não concorda com a forma como as reivindicações são feitas. O rapper foi decisivo nas declarações, dizendo que não apoia.

“Eu sou figura pública e não vão me ver na rua desta forma… Eu não apoio. Eu vou dar a cara e corpo por Angola, mas não assim. Eu sei que há outras formas de conseguir o que queremos”, disse.

Diferente das anteriores, a manifestação deste final de semana acabou por sensibilizar mais músicos nas redes sociais. Mas, se por um lado, Anselmo Ralph, Ndaka Yo Wini, Eva RapDiva, Preto Show, Yannick Afroman, Irina Vasconcelos, Nsoki apoiam as reivindicações, por outro, há quem não concorda.

Á sua maneira, Kid MC lembra que o músico tem o seu papel social. Para o rapper, o artista não é obrigado a sair às ruas porque, critica, até os principais apoiantes da marcha ficaram em casa.

“Não nos apontem o dedo, porque não fomos nós que roubamos o dinheiro”, lembrou Kid MC.

Contudo, Anselmo Ralph discorda. O autor de “A Dor do Cupido” pensa que a “coragem de poucos irá beneficiar a todos, essa é a verdade”. Já Preto Show promete marchar, também, nas próximas manifestações.

“(…) chorei por não ter ido à manifestação lutar para contribuir para a mudança do país. Há muita fome e miséria no país. Estou preparado para lutar convosco em todo o lado”, disse o músico.

as cargas mais recentes

Vinis dos álbuns `Serviço Público´ e `Educação Visual´no Top 10 dos álbuns mais vendidos em Portugal

há 2 anos
Apenas um mês após editar as duas obras discográficas em Vinil, `Serviço Público´ e `Educação Visual´ já constam da lista de álbuns preferidos do público ouvinte português. Regozijado, Valete avançou a notícia, em primeira mão na sua página oficial do Facebook.

FSobral Agency realiza Casting para bailarinos

há 2 anos
Por intermédio da Agência FSobral, Maya Zuda e Adi Cudz recrutam bailarinos, para performances em palcos, gravação de videoclipes e outros trabalhos.

Ingleses montam equipa de “Covidiotas”

há 2 anos

Délcio Caiaia discorre sobre a Matriz Africana do Design Gráfico no seu primeiro E-Book

há 2 anos
O projecto literário Matriz Africana Do Design Gráfico, surge de um olhar crítico ao posicionamento de África na arena global do Design Gráfico. A supressão histórica fez desaparecer gradualmente muitos traços da arte visual africana.

The Game afirma que Eminem é seu novo alvo, pois 50 Cent já não sabe fazer Rap

há 5 meses
The Game mais uma vez disparou contra Eminem e 50 Cent em entrevista, desta vez o rapper Blood de Compton disse que não quis desafiar o 50 Cent para um Verzuz ou até para algumas ‘’diss’’ por conta que 50 Cent não sabe fazer Rap, noticiou o Z. Thugsta.

Burna Boy apresenta detalhes do seu novo álbum produzido por P. Diddy

há 2 anos
Intitulado “Twice As Tall”, o novo álbum do músico nigeriano teve a produção executiva de Puff Diddy, Bosede Ogulu e o próprio Burna Boy.

Making Of: Paulo Flores recria a própria infância em novo vídeo

há 1 ano
No clipe, Paulo Flores memora uma fase da sua infância, caracteriza-se como o “requisitado discotequeiro, Cabé” e relembra durante a storytelling a origem do seu amor pelo Semba.

Linkin Park: Reeditam “Hybrid Theory”, 20 anos depois do lançamento

há 2 anos
Ao longo de hora e meia de conversa Mike Shinoda, Brad Delson, Dave Farrell e Joe Hahn responderam a questões oriundas dos quatro cantos do mundo – da Tailândia e Indonésia aos Estados Unidos e Austrália, passando por Portugal – e falaram especialmente sobre o álbum que deu início ao percurso dos Linkin Park.

Rick Baby: Um rapper polivalente que augura um lugar entre os melhores

há 2 anos
Rick Baby é o pseudónimo de Luís Domingos Saviti, rapper e compositor de 27 anos de idade e já canta há 9 anos. Com uma carreira promissora, está associado a produtora CombinaSons, ao lado de nomes como: Enock, Itary, Justin Weely e Junior Zy.

Dr. Dre diz que redes sociais destroem a mística da música e dos artistas

há 2 anos
Dre foi mais longe ao afirmar que, se estivesse no início de carreira, talvez odiasse as redes sociais, por elas destruírem a mística, que é a principal característica da música. “É prazeroso esperar o que está por vir”, disse.

Morreu “Gigante” da música africana

há 2 anos
O músico guineense Mory Kanté, conhecido pelo sucesso mundial “Yéké yéké”, na década de 1980, morreu hoje aos 70 anos num hospital de Conacri, após doença prolongada, anunciou o filho.

Fundação Arte e Cultura apresenta “Fundação Online”, em prevenção ao Covid-19

há 3 anos
Trata-se de um programa que visa motivar as famílias a permanecerem em casa como forma de prevenção do Covid-19 e uma excelente opção para passar o tempo de forma educativa e segura.

Noite dos Óscares: Will Smith esbofateia Chris Rock, cai em lágrimas e pede desculpa à Academia

há 6 meses
A noite do anúncio dos vencedores à 94.ª edição dos Óscares, em Los Angeles, ficou manchada depois de o apresentador do evento, Chris Rock, ter lançado uma piada sobre a careca de Jada Pinkett Smith, que apareceu com a cabeça raspada 0°.

Rui Veloso: “A ouvir hip hop não aprendo nada musicalmente”

há 2 anos
Em 2018 Rui Veloso foi mal concebido pela comunidade hip hop por ter afirmado que o Rap não era bem música. Durante uma entrevista esta semana na BLITZ, Posto Emissor, Rui Veloso esclareceu os comentários que em tempos teceu sobre o hip hop.

Rumba Congolesa passa a ser Património Imaterial da Humanidade

há 10 meses
O estilo musical e dança Rumba, originário da bacia do Congo-região que abrange as actuais República Democrática do Congo, Congo, Angola e Gabão- foi elevado ontem pela UNESCO a Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Kiluanji Kia Henda constrói memorial da escravatura em Portugal

há 2 anos
A imponente obra do artista plástico angolano simboliza a “reconciliação com o passado” da escravatura e é uma contribuição para a História de Portugal. A instalação será concluída no primeiro trimestre de 2021.