Ministra da Cultura, Turismo e Ambiente encoraja profissionais a fazerem da música o baluarte da divulgação e representação da angolanidade

Na data em que se assinala a efeméride do “Dia mundial da Música”, a cultura nacional foi enlutada, com a fatídica notícia da partida prematura do músico Jivago, vítima de doença prolongada. Para assinalar a data, a Ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, endereçou uma nota à classe artísticas a “encorajar e ao mesmo tempo felicitar todos os músicos, associações culturais ligadas à arte musical, prestadores de serviços e similares a continuarem a fazer da cultura nacional e da música, em particular, o baluarte da divulgação e representação da angolanidade”.

O Dia Mundial a Música, foi instituído em 1975 pela Internacional Music Council — órgão fundado em 1949 pela UNESCO — a data tem servido para reunir à volta de todo o mundo várias individualidades e organismos ligados à música, com o objectivo de promover a arte musical em todos os sectores da sociedade; divulgar a diversidade musical, bem como os princípios e ideias da UNESCO, como a Paz e a Amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências entre os povos.

Na nota chegada à redação da Carga Magazine, o Ministério ressalta a historiografia nacional, em que a música esteve sempre associada a distintas fases da nossa vida sociopolítica e cultural. “A Música foi usada como instrumento de reafirmação da angolanidade no combate contra o regime colonial português; mobilizou apoios a favor dos movimentos nacionalistas angolanos e serviu para denunciar as atrocidades da guerra civil fratricida em que o país esteve envolvido durante largos anos”, lê-se.

De acordo com o mesmo Ministério, em Angola, a música é considerada como uma das disciplinas artísticas de eleição de milhares de angolanos, estando presente em todos os momentos da vida e da sociedade (quer festivo, comemorativo e celebrativo), como em cerimónias fúnebres, no trabalho e naturalmente em espaços de diversão.

Actividades essas que registaram um interregno após o surgimento da pandemia provocada pelo vírus SARS-COV-2, causando uma resseção económica, cujo sector cultural foi um dos mais afectados.

Falando à Carga, Flagelo Urbano enunciou os efeitos negativos da Covid-19 no modo como organizamos a sociedade as relações, e o visível impacto no sector artístico, positivo, incentiva a classe a “celebrar a data com o sentimento de esperança. É sempre melhor acreditar que as coisas vão melhor”. E acrescenta “A data deve igualmente servir para que os artistas dos mais variados segmentos reflictam sobre o seu papel, sobre a função social da sua arte e como ela pode servir como instrumento de resistência contra as desigualdades sociais”, na óptica do rapper, a arte e essencialmente a música devem reflectir o seu tempo. “Como podemos ser artistas e não reflectirmos o nosso tempo?”, questiona.

Após a reinvenção da forma de apresentar a reabertura das salas de eventos vai, como é natural ocorrer timidamente, dada a insegurança das pessoas. E nesta senda, Chalana Dantas, músico /produtor e Director artístico dos Duetos N´Avenida, considera que “caso sejam liberadas de forma livre a abrangente as actividades culturais, será a retoma de um ciclo, que agregado a todo o ensinamento do tempo de pandemia, dará com certeza um novo fôlego e nova visão a forma de fazer cultura, os meios ultilizados, a forma de chegar ao público e maximizar o valor dos produtos culturais”.

Por seu turno, Sandra Cordeiro lamenta o facto de que tem sido “difícil”, mas revela que no seu caso, a paciência tem sido a sua palavra de ordem.

Face a todas dificuldades, um pouco por todo o mundo, várias iniciativas culturais e não só, têm surgido para ajudar a população mundial a viver os tempos de distanciamento social. E foi nesta ordem de ideias que acções colectivas e individuais, têm vindo a provas que a alternativa pode estar no até então “marginalizado” mundo digital.

as cargas mais recentes

Onde te enquadras senhor “músico”?

há 2 anos

Ex-esposa de Dr.Dre exige milhões para pensão alimentícia

há 1 ano
Nicole Young, ex-esposa do rapper Dr. Dre, está a exigir USD 2 milhões de pensão alimentícia mensal ao ex-marido, sem contar os mais USD 5 milhões que ela pede por seus custos com advogados.

Landrick abre produtora e anuncia o primeiro agenciado

há 1 ano
Atrás dos holofotes dos media, Landrick vai projectando um futuro promissor. Para além da sua carreira, o músico criou uma produtora e prepara-se para anunciar o primeiro agenciado.

Kanye West entrega documentos de candidatura à Comissão Federal de Eleições

há 1 ano
Após rumores sobre a desistência às eleições presidenciais de 2020, Kanye West entregou ontem um conjunto de documentos à Comissão Federal de Eleições dos EUA para formalizar a sua candidatura. O comité político do rapper chama-se “Kanye 2020” e o projecto político “Birthday Party”.

EtimbaFest: Músicos recolhem donativos para construção de biblioteca comunitária no Lobito

há 5 meses
A vontade de querer ajudar uma pequena comunidade do Lobito, com a construção de uma biblioteca, que poderá beneficiar mais de 500 pessoas, “obrigou” Yuri da Cunha, Gilmário Vemba, Irina Vasconcelos Alba Nigra, Prince Wadada, B-SKilla e Chaló Correia a reunirem-se em Lisboa para dois espectáculos pedagógicos, que podem ser assistidos nos dias 19 e 26 deste mês através do NetShows”, Musickool e RTP África.

Cage One: “Sempre fui mal compreendido por ser diferente, agora estou a mostrar que estava certo”

há 1 ano

Beat tape `Bengha Producers Vol.1´ já está disponível em streaming

há 1 ano
`Benga Producers´ é uma alusão ao programa que dirige sobre produção musical com o mesmo nome e já está disponível nas plataformas digitais de streaming.

Petro “rouba” Aníbal ao 1º de Agosto

há 1 ano
O Petro de Luanda garantiu a contratação do técnico Aníbal Moreira, que até a semana pertencia ao quadro técnico do 1º de Agosto, num contrato válido por quatro anos.

R.Kelly: Advogados voltam a pedir liberdade condicional, após cantor sofrer duas agressões em menos de uma semana

há 1 ano
Preso por acusações de crimes sexuais em jurisdições distintas, nomeadamente: Chicago, Nova York e Minnesota, Robert Kelly tem sido alvo de “maus tratos” dentro da própria cela.

Kodak Black agradece advogado que o ajudou a sair da cadeia com tatuagem

há 9 meses
Depois de receber o perdão do ex-presidente Donald Trump na semana passada, o Kodak Black foi direito a uma loja de tatuagem para fazer a nova. Mas, ao contrário do que se imaginou, o rapper não agradeceu o 45ª pelo perdão, mas sim o advogado, Bradford Cohen.

Bricia Dias apresenta aos angolanos a nova maneira de cantar o amor

há 11 meses

Álbum de Paulo Flores e Prodígio é o 23° Melhor Álbum de Portugal

há 11 meses
Bênção e a Maldição foi lançado em Novembro deste ano e ocupa o vigésimo terceiro lugar na lista dos melhores álbuns de Portugal lançados em 2020, numa selecção de 50 trabalhos, de acordo com Blitiz.

Segundo álbum póstumo de Pop Smoke já está disponível

há 3 meses
Faith é disponibilizado um ano após ao lançamento primeiro álbum póstumo de Pop Smoke, Shoot for the Stars, Aim for the Moon.

Angelina Jolie acusa produtor de assédio sexual

há 2 meses
Em véspera de lançamento de um livro, que incentiva crianças a lutarem contra as injustiças, a actriz de 46 anos recordou uma situação traumática que viveu alegadamente com o produtor Harvey Weinstein.

Lourenço Mussango vence prémio literário António Jacinto

há 1 ano
O escritor e jornalista Lourenço Mussango venceu ontem a edição 2020 do prémio literário António Jacinto, com a obra “Mulher Infinita”.

Wycleff Jean selecciona angolano Jeff Brown para o “Challenge”

há 1 ano
A selecção do rapper angolano foi confirmada pelo próprio Wycleff, na sua página do instagram, notificando o participante e deixando a seguinte questão: Acham que ele (Kota Kulanda) merece os 1000 dólares?