Ministra da Cultura, Turismo e Ambiente encoraja profissionais a fazerem da música o baluarte da divulgação e representação da angolanidade

Na data em que se assinala a efeméride do “Dia mundial da Música”, a cultura nacional foi enlutada, com a fatídica notícia da partida prematura do músico Jivago, vítima de doença prolongada. Para assinalar a data, a Ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa, endereçou uma nota à classe artísticas a “encorajar e ao mesmo tempo felicitar todos os músicos, associações culturais ligadas à arte musical, prestadores de serviços e similares a continuarem a fazer da cultura nacional e da música, em particular, o baluarte da divulgação e representação da angolanidade”.

O Dia Mundial a Música, foi instituído em 1975 pela Internacional Music Council — órgão fundado em 1949 pela UNESCO — a data tem servido para reunir à volta de todo o mundo várias individualidades e organismos ligados à música, com o objectivo de promover a arte musical em todos os sectores da sociedade; divulgar a diversidade musical, bem como os princípios e ideias da UNESCO, como a Paz e a Amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências entre os povos.

Na nota chegada à redação da Carga Magazine, o Ministério ressalta a historiografia nacional, em que a música esteve sempre associada a distintas fases da nossa vida sociopolítica e cultural. “A Música foi usada como instrumento de reafirmação da angolanidade no combate contra o regime colonial português; mobilizou apoios a favor dos movimentos nacionalistas angolanos e serviu para denunciar as atrocidades da guerra civil fratricida em que o país esteve envolvido durante largos anos”, lê-se.

De acordo com o mesmo Ministério, em Angola, a música é considerada como uma das disciplinas artísticas de eleição de milhares de angolanos, estando presente em todos os momentos da vida e da sociedade (quer festivo, comemorativo e celebrativo), como em cerimónias fúnebres, no trabalho e naturalmente em espaços de diversão.

Actividades essas que registaram um interregno após o surgimento da pandemia provocada pelo vírus SARS-COV-2, causando uma resseção económica, cujo sector cultural foi um dos mais afectados.

Falando à Carga, Flagelo Urbano enunciou os efeitos negativos da Covid-19 no modo como organizamos a sociedade as relações, e o visível impacto no sector artístico, positivo, incentiva a classe a “celebrar a data com o sentimento de esperança. É sempre melhor acreditar que as coisas vão melhor”. E acrescenta “A data deve igualmente servir para que os artistas dos mais variados segmentos reflictam sobre o seu papel, sobre a função social da sua arte e como ela pode servir como instrumento de resistência contra as desigualdades sociais”, na óptica do rapper, a arte e essencialmente a música devem reflectir o seu tempo. “Como podemos ser artistas e não reflectirmos o nosso tempo?”, questiona.

Após a reinvenção da forma de apresentar a reabertura das salas de eventos vai, como é natural ocorrer timidamente, dada a insegurança das pessoas. E nesta senda, Chalana Dantas, músico /produtor e Director artístico dos Duetos N´Avenida, considera que “caso sejam liberadas de forma livre a abrangente as actividades culturais, será a retoma de um ciclo, que agregado a todo o ensinamento do tempo de pandemia, dará com certeza um novo fôlego e nova visão a forma de fazer cultura, os meios ultilizados, a forma de chegar ao público e maximizar o valor dos produtos culturais”.

Por seu turno, Sandra Cordeiro lamenta o facto de que tem sido “difícil”, mas revela que no seu caso, a paciência tem sido a sua palavra de ordem.

Face a todas dificuldades, um pouco por todo o mundo, várias iniciativas culturais e não só, têm surgido para ajudar a população mundial a viver os tempos de distanciamento social. E foi nesta ordem de ideias que acções colectivas e individuais, têm vindo a provas que a alternativa pode estar no até então “marginalizado” mundo digital.

as cargas mais recentes

Três gerações do Semba protagonizam live solidário

há 2 anos
Denominado `3G do Semba-Live no Kubico´, além do lado beneficente, o encontro das das três figuras representativas do Semba poderá marcar as histórias dos lives em Angola. O evento acontece às 14 horas e 30 minutos de domingo e pode também ser acompanhado pelas páginas oficiais dos músicos e no YouTube da Platina Line, bem como na TPA, TPA online e RTP África.

Fernanda René e Mateus Esteita entre as 100 personalidades afro-descendentes mais influentes do mundo em 2021

há 7 meses
A ambientalista Fernanda René e o escritor e engenheiro Mateus Esteita foram reconhecidos pela MIPAD da ONU, pelos seus contributos em prol do meio ambiente, figurando, desta forma, entre as 100 pessoas de ascendência africana mais influentes do mundo este ano.

Novo single do Leo Príncipe já está disponível nas plataformas de streaming e YouTube

há 9 meses
Em 2021 está de regresso com o single “ As Bocas Só Falam”, um tema sobre o amor e a confiança plena de um casal

Bienal de São Paulo adiada para 2021

há 2 anos
Criada em 1951, o evento é considerado o mais importante do calendário das artes plásticas do Brasil e acolhe anualmente artistas de diferentes partes do mundo. A organização decidiu adiar o certame para 2021.

Sílvio Nascimento e Adjany Costa representam Angola na Oxford Africa Conference

há 12 meses
Ao actor angolano cabe a responsabilidade de abordar assuntos ligados à realização de filmes, produção cinematográfica em África e as vantagens que o continente dispõe para o fim, enquanto a bióloga e ex-ministra da Cultura, Turismo e Ambiente, Adjany Costa intervirá no Painel sobre Ambiente.

Google coloca Mbira “Kisanje” no motor de busca

há 2 anos
O instrumento musical originário do Zimbábue, conhecido em Angola como Kisanje, está a ser exibido desde ontem na página inicial do motor de busca e permite os usuários executá-lo. O objectivo é marcar a “semana cultural do Zimbábue”.

Fundação Arte e Cultura promove debate sobre “O papel das artes no desenvolvimento cognitivo das crianças”

há 2 anos
Artistas e instituições pública e privada discutiram no passado dia 14 de Agosto, no espaço de debate online Fale Connosco, “O papel das artes no desenvolvimento cognitivo das crianças”, sendo transmitida ao vivo na página oficial do Facebook da Fundação.

Conheça Márcia Itchêlika, a nova promessa do Guetho Zouk

há 2 anos
Começou no Kuduro e hoje constrói uma carreira sólida no Guehto Zouk. Já lançou quatro músicas e está neste momento a gravar um videoclipe, enquanto projecta o primeiro EP. ‘Dona de uma voz forte’, Márcia Itchêlika vem de uma família de sembistas, mas assume-se como a esperança feminina do Zouk em Angola e elegeu o mercado internacional para começar suas conquistas.

Dji Tafinha factura o equivalente a cerca de 15 milhões de Kwanzas em direitos autorais

há 10 meses
O músico é dos artistas angolanos que mais facturam com direitos autorais em Portugal e aproveita o dinheiro para reinvestir. E, enquanto os colegas se debatem com os problemas de divisas, o produtor facilmente dá a volta por cima, recorrendo-se aos rendimentos da Sociedade Portuguesa de Autores.

RZA cria plataforma para dar comentários ao vivo sobre filmes de artes marciais

há 2 anos
Ao longo de carreira, RZA foi inspirado em filmes de artes marciais. Agora, o produtor elevou este amor para um outro nível.

Lendária peça teatral `Hotel Komarka´ celebra 15 anos com ciclo de apresentações

há 1 ano

Festival Internacional de Banda Desenhada e Animação acontece de 10 a 24 de Setembro

há 8 meses
Para este ano, de acordo com o comunicado, por conta da pandemia da Covid-19, infelizmente o dia de abertura do evento, terá uma restrição de acesso às pessoas mas todos poderão acompanhar via on-line no link que iremos disponibilizar em tempo oportuno.

Taylor Swift acusada de plagiar no último álbum

há 2 anos
O álbum surpresa de Taylor Swift foi lançado na última sexta-feira (24) e vendeu mais de 1,3 milhões de cópias em 24 horas. A capa do disco, segundo a banda de metal Emperor, é um plágio da obra “Stridig” e apresenta evidências.

Yunami lança amanhã um projecto sui generis para o rap angolano

há 1 ano

Já estão abertas as candidaturas para a 2ª Edição da Residência Artística LUUANDA

há 1 ano
O colectivo cultural Pés Descalços informou em nota, que vai decorrer até ao dia 30 de Junho, as candidaturas para a 2ª Edição da Residência Artística LUUANDA.

OG Vuino disponibiliza videoclip do single intitulado ‘É muito tempo’

há 10 meses
O consagrado rapper angolano, membro fundador dos “Kalibrados”, OG Vuino, disponibiliza hoje as 18 horas no seu canal do YouTube, o videoclipe da música intitulada “É muito tempo”, primeiro single extraído do álbum “Fiz de novo” a ser lançado no dia 24 de Agosto do ano em curso.