Muntu: Linha angolana de artigos handmade invade mercado norte-americano

Muntu é a mais nova marca de roupa a invadir o mercado norte-americano. Criada por Aida José, uma jovem angolana natural de Cabinda, residente em Nova Iorque, a linha foi desenvolvida em 2019.

Composta de vestuários, acessórios e decoração para casas a marca veste qualquer cidadão, desde artistas a figuras públicas. É produzida em África e distribuída nos Estados Unidos da América, Europa e Canadá.

Inspirada no princípio africano “Ubuntu”-eu sou, porque tu és- a marca é desenvolvida à mão por artesãos a partir de uma base ecológica com o objectivo de se conservar o meio ambiente e depois de ser vendida os lucros são enviados a Angola para ajudar centros de caridade.

O que diferencia a muntu das outras marcas de roupa?

O que diferencia a muntu de outras marcas é por levar à peito o conceito “Ubuntu”, que é: eu sou, porque tu és. Ou seja, a muntu só existe porque temos artesãos fantásticos no nosso continente e, consequentemente, graças à estas pessoas, podemos ajudar outras pessoas. Uma outra coisa também é que por ser sustentável, nós  importamo-nos bastante com o planeta. África é um continente com um grande índice de poluição doméstica, consequentemente muitas vidas são afectadas…Se podermos diminuir isto, já é um ganho para todos!.

Que conceito encerra a marca muntu?
A muntu tem como significado algo tão poderoso, que determina o curso da marca em si. Primeiro, todas as peças são feitas à mão, em África, e são completamente sustentáveis. Segundo, os lucros das peças são revertidos em receitas para serem doadas a instituições em Angola.

O que a levou a criar a marca?
A visão que tive ao criar a muntu foi no intuito de showcase, os belos objectos que nós podemos criar. Sendo nós africanos, os produtos têm de ser sempre aqueles que apoiam a utilização de elementos naturais, matérias-primas disponíveis, técnicas antiquadas, habilidades tradicionais e, claro, que respeitam o planeta.

Há quanto tempo estão no mercado e quais são os seus maiores desafios?

A muntu foi fundada em 2019. Desde essa data, os nossos maiores desafios têm sido a logística, infraestrututuras e acesso a determinados produtos. A cadeia de suprimentos nas regiões de África e, obviamente, para os Estados Unidos e longa e dispendioso.

O que quer com isto dizer?

Até que as infraestruturas melhorem, haverá desafios em trazer produtos de África para  os Estados Unidos de América. Mas claro, temos consciência que esforços estão a ser evidenciados por parte das autoridades competentes, para que este cenário mude para melhor. Portanto, as perpesctivas são bastante positivas.

Onde são produzidas as peças?

As peças da muntu são escolhidas e vendidas à dedo em vários países Africanos como Angola, Madagáscar, Cabo Verde, África do Sul e Camarões.
É consumida pelos EUA, Canadá e Europa.

Em que quantidade produzem e quais são os pontos de distribuição?

Uma das nossas fiilosofias centraliza-se na protecção do meio ambiente e das comunidades onde os nossos artigos são produzidos.

A nossa abordagem para a criação e identificação dos produtos da muntu será sempre a que suporta o uso de elementos naturais, a matérias-primas locais, técnicas tradicionais e, claro o respeito pelo nosso planeta. Daí, a nossa produção ser de altíssima qualidade e em pequena escala, e temos bastante orgulho diss

Realmente. Mas, ainda não respondeu à pergunta.

De momento, o mercado principal é os Estados Unidos de América, mas fazemos entregas para Europa, Canada, devido ao fácil acesso ao sistema de correio. Temos planos de alargar os nossos pontos de distribuição e claro, a África está na nossa lista.


Quem é que vestem?

Através da muntu, pretendemos mostrar o melhor que a África tem para oferecer em termos de moda sustentável, objectos de decoração e artes e oficios.  O objectivo é trazer a melhor combinação de artistas, artesãos e criativos africanos à ribalta… Então, todo mundo o faz. 

Qual a possibilidade de abrir lojas em Luanda? Se dependesse de nós? ontem! (risos). Temos alguns projectos em manga, mas por razões alheias à nossa vontade,  poderá levar algum tempo. Mas, na devida altura, daremos a conhecer. 

Como é que vai parar os EUA?
Longa história!. Mas, creio que tudo começou em 2011 quando fui fazer um treinamente de Gestão em Hotelaria e Turismo, que durou cerca de um ano no Estado de Virginia. Após o término da mesma, deparei-me a passar muito tempo em Nova Iorque.

Referiu que os lucros têm servido para apoiar instituicões de caridade em Angola. Que centros já receberam o vosso apoio?

Em Angola, a muntu tem apoiado o centro Arnaldo Janssen, o centro Consolador dos Aflitos e o centro Santa Isabel. Todos os estes pela associação Fundo do Musseque. 


as cargas mais recentes

Coldplay prepara novo álbum para 2021

há 2 anos

Álbum`Rough and Rowdy Ways´ marca o retorno de Bob Dylan

há 3 anos
O músico norte-americano Bob Dylan lançou o seu 39º álbum de originais, intitulado “Rough and Rowdy Ways”, no dia 19 de Junho, tratando-se do primeiro álbum de originais desde “Tempest”, de 2012. A obra remonta para os anos 60 e é a confirmação que Bob está longe da reforma.

Covid-19 força cancelamento da digressão dos Fugees

há 1 ano
O trio realizou apenas uma aparição no Global Citizen e com todas as restrições subsequentes da pandemia, teve que adiar a tour numa primeira instância e infelizmente foi agora forçado a cancelar.

José Luís Mendonça reage ao recente escândalo na literatura angolana

há 3 anos
Reagindo sobre o mais recente escândalo no Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, edição 2020, Luís Mendonça disse que a acção é frequente e aponta como exemplo um livro que, depois de ser desclassificado num concurso, o autor publicou-o com um outro título, por isso, deixa várias recomendações.

Lil Wayne anuncia duplo lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´

há 2 anos
Um mês após informar à Variety que o seu “álbum favorito da série Carter estava a caminho”, Weezy, reiterou este sábado em entrevista à ESPN, que não tem planos de “desacelerar” tão cedo e que está para breve o lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´.

Elton John perde a voz, deixa o palco aos prantos e revela que está doente

há 3 anos
O cantor britânico foi obrigado a suspender o show na Nova Zelândia, e pedir ajuda para sair do palco, depois de perder a voz em decorrência de uma pneumonia diagnosticada horas antes.

Celebrações do nascimento do movimento Hip Hop encerram dia 27 na Universidade Hip Hop Angola

há 2 anos
A Universidade Hip Hop em Angola, tem em curso um ciclo de actividades on line, com transmissão na sua página do Facebook e no seu Canal do YouTube, que incluem Live Show, Deejay Jam, WebTalk, Webinar e Workshop.

Novo álbum de Matias Damásio já está disponível

há 2 anos
Trata-se de um projecto musical com seis faixas nos estilos Semba, Kizomba e Pop com participações de Filho do Zua, Aina Quach e Puto Português. Está oficialmente disponível desde ontem nas plataformas digitais.

Peça teatral ” Ninguém Leva Nada” eleva fasquia do projecto Rajada Teatral

há 2 anos
A trilogia abriu com “Distância Não é Barreira”, prosseguiu com a peça “Ninguém Leva Nada” e encerra este domigo (30), com a apresenração de Escrava da Cama, com Kayaya Júnior e Xavier Bracleem. O projecto reúne actores de várias companhias teatrais e também integrou a cantora Maya Zuda.

Burna Boy lança novo álbum com participação de Ed Sheeran

há 7 meses

“Tá a bater” volta às telas amanhã

há 3 anos
Após um interregno em virtude do actual estado de emergência, o “Tá a barter” estreia, a partir deste fim-de-semana, uma nova temporada que será marcada por duas horas de emissão, em directo, e com novas rubricas.

Madonna junta-se aos protestos nas ruas de Londres

há 3 anos
Mãe de quatro filhos de raça negra, Madonna foi às ruas num protesto contra o racismo e a violência policial em Londres. A cantora foi aplaudida pelos participantes da manifestação e chegou a abraçar algumas pessoas presentes.

Novo álbum de Gerilson Insrael já está disponível

há 2 anos
Em data de aniversário, o cantor decidiu brindar os fãs com um presente especial. Trata-se do seu segundo album “Veracidade”. A obra sucede “Protótipo” e está disponível desde as primeiras horas de hoje.

DJ Khaled aproveita cerimónia na calçada da Fama de Hollywood para revelar colaboração com a Jordan

há 10 meses
Enquanto um dos maiores sneakerheads do mundo do hip-hop, Khaled aproveitou a ocasião para revelar a sua mais nova colecção em colaboração com a Jordan Brand, especificamente a Air Jordan 3.

Dicklas One: “Sendo o pioneiro, venho ajudar os colegas a perceberem e respeitarem os parâmetros do House Music”

há 1 ano
Nesta nova etapa da carreira, Dicklas tem agendado um novo álbum que, à semelhança, do Filho do Povo trará outros estilos. O músico tem novas ambições, assinou com duas produtoras de referência em África, está a apadrinhar um lar e fala sobre seus projectos.

Burna Boy: “Não importa onde estejas, nem o que pensas fazer, se acreditares em ti alcançarás tudo o que quiseres”

há 2 anos
Ao reagir à vitória, Burna Boy emocionou com um improvisado discurso em Inglês e Iorubá.