Música angolana perde 3,7 mil milhões de Kwanzas/ mês devido à pirataria

Os dados são preocupantes, por isso, desde 2020 a SADIA vem investindo em recursos humanos e tecnologias para responder a dúvidas dos usuários de obras artísticas protegidas.

Nesta ordem de ideias, e com o intuito de munir também os jornalistas com informações precisas, a entidade gestora de direitos de autores e conexos realizou, no passado dia 23 de Abril, o 1° Congresso Angolano de Propriedade Intelectual.

Durante o certame, que discorreu a vários temas, o palestrante e técnico sénior da SADIA, Lucioval Gama, ao abordar sobre os ‘Desafios Para a Superação da Contrafacção e Pirataria Nos Mercados Musical e Literário’, revelou que a indústria musical angolana perde mensalmente 3,7 mil milhões de Kwanzas.

De acordo com o técnico, as plataformas e sites de venda de músicas necessitam, para operar no território Nacional de 3 licenças, isto, segundo a Lei, no Artigo 31 a alínea d) Autorização dos Autores , no Artigo 38 na alínea d) Esta autorização é dada através de uma entidade de Gestão Colectiva, mas tal não tem acontecido.

Estudos realizados identificaram um total de 67 sites e plataformas de streaming que funcionam à margem da lei 15/14 de 31 de Julho. Em breve a SADIA e outros serviços administrativos do estado vão divulgar a lista dos referidos sites, plataformas e distribuidores digital (Contents Providers).

Durante a sua locução, Lucioval Gama fez saber que do mercado musical hoje arrecadam-se entre 150 a 300 milhões de Kwanzas, valores que, não fosse a pirataria chegariam até 4 mil milhões de Kwanzas.

As projeções, continuou o técnico, são mensais. “Hoje temos um mercado musical completamente desestruturado sem transparências e companhias que operam não tem um princípio de especialidade, isso tem lesado muito o mercado musical”, refere.

Sendo que a maioria das receitas da indústria da música provém do digital, um total de 87%, segundo dados de 2020 da Associação Internacional de Fonogramas IFPI. Os sites, plataformas de streaming Audio e Videom “destruidores” de conteúdos artísticos  que estão a funcionar à margem da lei o que representam um mal maior para a criação de uma indústria musical em Angola.

Entretanto, a SADIA, outras associações  e os serviços administrativos do estado estão a trabalhar para inverter o quadro e tudo estar regulamentado no nosso mercado para ‘atrairmos investimento estrangeiro – só há investimento no determinado sector quando este funciona é transparente e regulamentado”, defendeu.

as cargas mais recentes

Novo álbum de Bonga será lançado em Fevereiro de 2022

há 6 meses
Em meio século de carreira, Bonga mantém vivo o seu comprometimento com a música angolana e a cultura africana. O músico soma e segue com mais um álbum, que estará disponível no dia 18 de Fevereiro do próximo ano.

Don Kikas abre sessões acústicas ao vivo no Youtube

há 2 anos

Novo álbum de Gerilson Insrael já está disponível

há 12 meses
Em data de aniversário, o cantor decidiu brindar os fãs com um presente especial. Trata-se do seu segundo album “Veracidade”. A obra sucede “Protótipo” e está disponível desde as primeiras horas de hoje.

Yunami retrata acontecimentos político e socio-económico em ‘Torre dos Tolos’

há 9 meses
À Carga Magazine, Yunami explicou que o single é um abstrato dos mais populares acontecimentos do país e, estará disponível em breve.

Rui Veloso: “A ouvir hip hop não aprendo nada musicalmente”

há 2 anos
Em 2018 Rui Veloso foi mal concebido pela comunidade hip hop por ter afirmado que o Rap não era bem música. Durante uma entrevista esta semana na BLITZ, Posto Emissor, Rui Veloso esclareceu os comentários que em tempos teceu sobre o hip hop.

Começou nas festas do Zango, hoje Dj Xandy deixa sua marca em África

há 2 anos
Dj Xandy notabilizou-se nas festas e bares dos bairros de Luanda e hoje assume e produz vários eventos e artistas. Com 12 anos de carreira, é conhecido por divulgar o Afro House e já lançou um EP nesse estilo.

Terá Fat Joe blasfemado ao chamar Drake de “Michael Jackson da actualidade”?

há 2 anos
Na última semana Fat Joe tem sido alvo de inúmeros ataques na internet, por ter comparado Drake ao astro da música Pop, Michael Jackson.

Mestre Kapela é homenageado hoje no Sete & Meio

há 1 ano
Realiza-se hoje, a partir das 16 horas, uma exposicão e mesa redonda em homenagem a Mestre Kapela -in memoriam-, no Sete & Meio Bar Galeria. Denominada “Na capela do Kapela”, o encontro visa memorar o legado do Mestre da espiritualidade da arte nacional.

Burna Boy anuncia lançamento do próximo álbum para Agosto

há 1 ano
Passados oito meses depois da publicação de “Twice As Tall”, o músico nigeriano anuncia, para Agosto deste ano, o lançamento do próximo álbum.

Dr. Dre inclui dois artistas surdos à sua performance no intervalo do Super Bowl

há 3 meses
Sean Forbes e Warren Snipe farão história no Super Bowl, já neste domingo. Ao lado Eminem, Snoop Dogg, Kendrick Lamar e Mary J. Blige, a convite de D. Dre, ambos rappers surdos tornar-se-ão os primeiros intérpretes da ASL a apresentar canções do segmento em Linguagem Gestual Americana, em 55 anos de história.

Músico Rodex Mágico apresenta testemunho de vida em vídeo

há 10 meses

Keita Mayanda: “O Homem e o Artista é um clássico, mas não me trouxe conforto material”

há 11 meses
Hoje faz 15 anos desde que O Homem e o Artista foi lançado. O disco continua a ser protótipo do Hip Hop nacional. Contribuiu para o bem imaterial, felicidade e educação do homem angolano.

Filipe Mukenga: “Sempre tive consciência de que merecia o Prémio Nacional de Cultura e Artes”

há 6 meses
Filipe Mukenga venceu, esta sexta-feira, o Prémio Nacional da Cultura, na categoria de música. Ao reagir à atribuição o músico disse que o galardão tem um sabor especial para si, e considerou ser sempre melhor que as pessoas sejam reconhecidas quando estão em vida.

Morreu “Gigante” da música africana

há 2 anos
O músico guineense Mory Kanté, conhecido pelo sucesso mundial “Yéké yéké”, na década de 1980, morreu hoje aos 70 anos num hospital de Conacri, após doença prolongada, anunciou o filho.

Filme angolano estreia sexta-feira na Netflix

há 2 anos
O filme angolano “Santana” estreia esta sexta-feira (28) no canal de streaming “Netflix”, tornando-se na primeira longa angolana e segunda dos Palops, a ser exibida nesta plataforma.

Burna Boy protagoniza o seu primeiro live a partir de Londres

há 2 anos
Após o lançamento de “Twice As Tall”, o músico nigeriano, adaptando-se ao novo normal, está a promover a obra. No próximo dia 18, Burna Boy vai ao ‘Live From London’ protaginozar o seu primeiro espectáculo.