Música angolana volta a registar mais uma morte: Adeus Inó Gonçalves!

Inó Gonçalves foi o homem do tambor solo e pertenceu aos Kituxi, um dos agrupamentos musicais mais internacionais do país. Foi percussionista e tocava tambor solo. O músico morreu de ataque cardíaco.

A informação sobre a sua morte inicialmente avançada pelo jornalista Analtino Santos, foi confirmada esta manhã à Carga por pessoas próximas. O músico terá morrido na madrugada de hoje por ataque cardíaco.

Inó Gonçalves foi dos membros fundadores dos Kituxi. Ao lado de Zé Fininho (dikanza), Raúl Tolingas (tambor baixo), Nando Francisco (mukindu) e Jorge Mulumba (voz principal, hungu e puíta), ajudou a tornar este grupo tradicional fundado em 1980 dos mais internacionais do país.

Com o conjunto, gravou quatro obras e participou das digressões na Hungria, Zimbabwe, Suécia, Alemanha, Rússia, antigo Jugoslávia, Noruega, Brasil, Bulgária, Portugal, entre outros países.

O tambor solo de Inó ajudou a popularizar cancões como “Mu Ilumba”, “Dingongenu dia Mona”, “Ngitabulé”, “Nza Mundelé”, “Santa Maria”, “Amba”, “Nzala”.

O artista integrou a primeira formação dos Kituxi, com Chico Açucareiro (mukindo),  Antoninho Partoscornos ( ngoma base) Adãozinho, que substituiu Manuel Baptista Manuelito (dikanza e na voz principal, hungu, kissanje e puíta)

Também conhecido por “Kituxi e seus acompanhantes”, homonimamente ao membro fundador Miguel Kituxi, o grupo foi homenageado ano passado na celebração dos seus 40 anos de existência, com um grande concerto na III Trienal, no Palácio de Ferro.

as cargas mais recentes

Taylor Swift acusada de plagiar no último álbum

há 10 meses
O álbum surpresa de Taylor Swift foi lançado na última sexta-feira (24) e vendeu mais de 1,3 milhões de cópias em 24 horas. A capa do disco, segundo a banda de metal Emperor, é um plágio da obra “Stridig” e apresenta evidências.

“In Da Club” atinge 1 bilião de views no Youtube

há 6 meses
50 Cent acaba de atingir os 10 dígitos de views. O vídeo datado de 2003, que teve a participação de Eminem e Dr. Dre entrou em “território” lendário.

Morreu Pierre Cardin

há 4 meses
Nascido em Itália, mas naturalizado francês, Pierre foi o renovador da alta-costura francesa no pós-guerra, tendo mais recentemente dado nome a várias gamas de acessórios de moda.

Tunjila Twajokota: “Ninguém mais quer saber de nós”

há 10 meses
Os músicos contaram ao Jornal de Angola que as coisas começaram de mal a pior a partir de 2014, após o lançamento do quarto e último disco “Kudiva”, fundamentado que o sucesso e a fama do conjunto não foi proporcional aos valores monetários, porque as produtoras não honraram com os compromissos, não lhes davam valores completos.

Após vencer adversidades do Moda Luanda, organização prepara-se para concretizar os Globos de Ouro em Outubro

há 11 meses
Passados alguns dias após a realização da 23ª Edição do Moda Luanda, a Carga Magazine falou com a organização do evento, não só para fazer um balanço do evento, como também perceber quais os maiores desafios da indústria do entretenimento nestes tempos de resguardo.

A assinalar dez anos, Luxor African Film Festival 2021 premia filme Made in Angola

há 1 mês
O filme Ar Condicionado foi premiado como Melhor Longa Metragem (prémio do Júri) na 10ª edição do Luxor African Film Festival 2021, no Egipto.

C4 Pedro é o único artista dos Palop no “Africa Day Benefit Concert at Home”

há 12 meses
O artista acaba de confirmar que está tudo a postos e em contagem decrescente para começar o grande show em alusão ao dia de África. Marcado pela diversidade e união, o concerto congrega grandes nomes da música africana, sendo C4 Pedro o único artista oriundo dos PALOP.

Globo aposta na união de estilos musicais de Angola e do Brasil na nova campanha de comunicação

há 10 meses
Há sensivelmente um mês, a Globo pôs a circular nos meios de comunicação locais, a campanha ‘Emoção Globo’. O objectivo é aproximar, cada vez mais, os talentos e produtos Globo ao público angolano com mensagens que lembrem personagens icónicas das novelas e programas de entretenimento e informação.

A’mosi Just A Label disponibiliza ‘Dinâmica Mecânica’

há 1 ano
‘Mechanical Dynamics’ estabelece um diálogo em áudio individual e conta com a parceria de Tony Cassanelli e poderá fazer parte dos próximos projectos de A’mosi.

DJ Quik reivindica direitos autorais nas músicas de 2Pac, R. Kelly até Kendrick Lamar

há 2 semanas
Visivelmente agastado, DJ Quik queimou publicamente, durante um live no seu Instagram (28), um cheque de royalties da Death Row Records ao lamentar pela falta de reconhecimento por aquilo que já fez para a música norte-americana.

Soulja Boy afirma que mudou toda indústria musical

há 7 meses
Embora já não tenha mais o mesmo sucesso no mainstream do que na década passada, Soulja Boy construiu um grande legado ao longo da sua trajectória de trabalho, o que não será facilmente esquecido.

Sabia que o hit `Still´ de Dr. Dre foi escrito por Jay-Z em 30 minutos?

há 9 meses
A faixa que também tem a participação de Snoop, foi destaque no álbum de 2001 de Dre. No trabalho Jay-Z sempre foi creditado por ter escrito a faixa com o nome verdadeiro Shawn Carter, junto com Scott Storch. O dado que se desconhecia, foi o facto de tê-lo feito na íntegra, numa sessão de estúdio e em apenas 30 minutos.

Paulo Flores dirige show de Yuri da Cunha

há 8 meses
O show do músico Yuri da Cunha, agendado para no próximo Domingo, a ter lugar Casino Estoril (Portugal), será dirigido artisticamente por Paulo Flores.

50 cent recusou 1 milhão de dólares para aparecer na campanha de Trump

há 6 meses
Ao The Breakfast Club, o artista confessou que ganhou interesse em Trump após lhe ter sido proposto os valores, e não pelas políticas fiscais. Mas sublinhou que estava consciente de que votaria em Joe Biden.

Né Gonçalves lança nova música e anuncia álbum com participações inesperadas

há 1 mês
A riqueza poética patente na música de Né Gonçalves alterou recentemente as listas de produção da Apple Music, Spotify e New Music, em Portugal.

Ney Tavira: um nome para reter, um talento para ovacionar

há 10 meses
Numa altura em que os rappers da sua faixa etária limitam-se a cantar músicas “superficiais” e refrões de ostentação, Ney Tavira se apresenta como uma lufada de ar fresco para o movimento que tende a se tornar frívolo com o passar dos tempos.