Músico Neil Young processa Trump

O músico Neil Young vai mover um processo em tribunal contra Donald Trump, pelo uso indevido da sua música nos comícios do actual presidente dos EUA.

O músico partilhou, esta terça-feira, uma cópia do processo, que será posteriormente entregue num tribunal de Nova Iorque. Young alega que Trump não obteve qualquer autorização para tocar a sua música “em eventos públicos”, e continuou a fazê-lo mesmo após os protestos do músico.

Neil Young pede, por isso, uma indemnização “no valor máximo permitido” por “infracção dos direitos de autor”.

Há já vários anos que Donald Trump recorre à música de Neil Young nos seus comícios, algo a que o músico sempre se opôs. No entanto, Young procurou sempre evitar mover um processo contra o actual presidente dos EUA, até hoje.

as cargas mais recentes

Álbum “Nevermind” completa 30 anos e ganha edição comemorativa

há 4 meses
Em entrevista à revista “Uncut”, o baixista do extinto Nirvana, Krist Novoselic, revelou que o trigésimo aniversário do clássico álbum não vai passar em branco.

Desporto norte-americano em “stand by”

há 1 ano
O boicote dos Milwaukee Bucks ao duelo com os Orlando Magic, no quinto jogo dos play-offs na NBA, motivou um protesto colectivo no universo desportivo norte-americano contra a injustiça racial e levou ao adiamento de todos os jogos da noite na NBA, estendendo-se à MLS, beisebol e ao ténis.

Yuri da Cunha: “Eu podia ter nacionalidade portuguesa, mas nunca tive. Vou tentar ao máximo viver aqui”

há 5 meses
Sobre a garantia da sua reforma, uma vez que é visível o seu sucesso, o artista admitiu que, apesar de ganhar mais, tal como os demais angolanos, também lida com questões de água e luz, mas ama a sua terra e, embora tenha várias possibilidades de adquirir a nacionalidade portuguesa, nunca pensou nisso.

Num dia como hoje morria Bob Marley, a Lenda do Reggae

há 6 meses

Regresso do Zwela Spoken Word marcado para amanhã

há 1 ano

Né Gonçalves: uma figura histórica da música angolana que decidiu se reinventar

há 8 meses

Lil Nas X volta a lançar single polémico, desta vez com fim filantrópico

há 3 meses
“Industry Baby” documenta o seu processo judicial em tribunal, movido pela Nike por causa do tênis Nike Air Max 97, que continha gotas de sangue humano. Todo dinheiro arrecadado com direitos autorais da faixa, será revertido em doações ao The Project Bail.

Selda põe fim ao hiato e anuncia novidades

há 8 meses

Lawilca almeja voltar ao auge

há 1 ano
Lawilca já esteve no top do Hip Hop e R&B. Em 2005, depois de conquistar grande popularidade com o seu primeiro álbum “Se Diamé”, decidiu sumir para voltar a aparecer em 2014 com o CD “Não Sou o Mesmo Homem”. Desta vez reaparece reestruturado com novos estilos musicais e quer voltar a estar no auge.

‘Old Town Road’ é oficialmente a música mais certificada pela RIAA

há 10 meses
Longe de ser um artista de “um só hit” , Lil Nas X continua a bater records, a faixa com a participação de Billy Ray Cyrus, é oficialmente 14 vezes platina. O maior número de certificações de platina para uma música.

“Fiéis e Infiéis” chega ao Wyza Anfiteatro da Fundação Arte e Cultura com os Jovens da Mulemba

há 4 meses
Abordamos de forma crítica a tendência de associar o pagamento do dízimo e os ofertórios como o principais veículos do estreitamento da relação com Deus, onde os responsáveis vivem no luxo e os fiéis numa autêntica indigência, apesar de serem os principais contribuintes.

Rafael Gonçalves: A voz do Ghetto Zouk que todos deviam ouvir

há 8 meses
Tem poucos anos de estrada e, apesar de ainda não pisar grandes palcos, Rafael Gonçalves já começou a atrair as tençãoes do público. Seus temas “Cobrar” e “Juntos P’ra Sempre” acabam por ser incorporados nas referências do Ghetto Zouk feito em Angola.

Zap Viva exibe documentário de Kuduro `Fogo no Musseque´

há 11 meses
Realizado por Jorge António, a pesquisa apresenta depoimentos assim como demostrações deste estilo que se confunde como estilo musical e, ao mesmo tempo, de dança.

Além da actuação no Nova Vida este sábado, Força Suprema protagoniza outro grande concerto no Golf 2

há 4 semanas
Passaram-se já um ano e seis meses desde que NGA, Prodígio e Don G estiveram em palco para um espectáculo com igual dimensão, em Luanda, uma agenda atribuída ao surto pandémico, já que à Carga NGA revelara, em entrevista, que o grupo pretendia visitar algumas localidades do território angolano.

Samuel Eto’o irritado com clubes franceses

há 7 meses

Killarmy está de volta

há 2 anos
“Full Metal Jackets” é o disco que vai marcar o retorno antecipado da prole da Wu-Tang Clan.