Músicos brasileiros expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras

O Ministério da Defesa do Brasil expulsou dois rappers da corporação. Big Bllakk, tido como uma das vozes promissoras do rap brasileiro, e Patriick, da Facção Poética, foram expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras.

José Pereira Neto “Big Bllakk”, de 23 anos, foi uma das novidades do Hip Hop em 2020. Com cinco faixas musicais, o cantor destaca-se por ser dos poucos letristas e produtores que misturam Funk e tendências do rap britânico nas suas músicas.

Após um ano de serviço militar, o rapper deslocou-se ao quartel do Exército e, logo que chegou ao Centro Conjunto de Operações de Paz, foi informado que deixaria de ser soldado porque fora expulso por causa das suas músicas.

Uma das letras do músico menciona armas, disputas entre rivais. Big Bllakk justificou “Eu falo paradas pesadas, mas é uma interpretação, uma história”. “O trecho que eles pegaram é o que eu falo ‘fé em Deus e nas crianças, com a nove em baixo da blusa’. Me perguntaram por que eu estava falando de alemão, de armamento.”

Além da expulsão, o cantor teve seu certificado de reservista retido por dois anos. Sem o documento, não pode exercer cargos públicos e solicitar passaporte, por exemplo. “Houve injustiça porque tinha outros soldados que tinham punição, tinham até sido presos no quartel, e eu que fui expulso”, diz.

Em outubro do ano passado, outro rapper também foi expulso. Patrick LR foi afastado da Marinha por causa das mensagens que transmite nas suas músicas. “O alerta oficial nunca aconteceu”, diz. “Mas um amigo me ligou, dizendo que eu deveria ter cuidado ao postar poesia no Instagram. Tem a questão de protestar nas letras, e a Marinha é do governo, então sempre tem uma contradição. Isso começou a me oprimir.”

as cargas mais recentes

Vida de Juliana Kafrique, zungueira morta por um agente da polícia, será retratada em filme

há 1 ano
O filme autobiográfico é um Drama, tem duração de 40 minutos e será lançado antes do final deste ano. A produção é do realizador Henriques Narciso “Dito” e surgiu repentinamente. O enredo gira em torno da vida de Juliana Kafrique até ser morta por um agente da Polícia Nacional, que cumpre, neste momento, pena de 16 anos de prisão por homicídio voluntário.

Bow Wow manifesta interesse em lançar um último álbum sob chancela da Death Row Records

há 7 meses
Desde que foi adquirida por Snoop Dogg todos os olhos se voltaram à icónica gravadora. Aposentado da música desde 2016, Bow Wow elegeu a Death Row Records como lar perfeito para o seu último álbum, durante uma sessão de perguntas e respostas no Twitter.

Sabias que a ciência diz que Freddie Mercury é o maior vocalista da História?

há 2 meses

Gerilson Insrael e Edmásia cantam no “é-Kwanza”

há 2 anos
Os músicos Gerilson Insrael e Edmásia serão “cabeças” de cartaz na próxima edição do “Ao vivo é-Kwanza”, sábado, num concerto cujo objectivo é angariar donativos para os lares necessitados.

Kodak Black agradece advogado que o ajudou a sair da cadeia com tatuagem

há 2 anos
Depois de receber o perdão do ex-presidente Donald Trump na semana passada, o Kodak Black foi direito a uma loja de tatuagem para fazer a nova. Mas, ao contrário do que se imaginou, o rapper não agradeceu o 45ª pelo perdão, mas sim o advogado, Bradford Cohen.

Show do Mês baptiza espectáculos de 2021 com Maya Cool

há 2 anos

DJ Khaled considera Drake um génio e Timbaland diz que o canadense é um deus

há 2 meses

Há 23 anos, Lauryn Hill fazia história no Grammy com o álbum `The Miseducation of Lauryn Hill´

há 7 meses
A categoria de Melhor Álbum do ano do Grammy, entrou para a história do Hip-Hop, com o álbum ”The Miseducation of Lauryn Hill”, sendo o primeiro disco de Hip-Hop a ganhar o prémio.

Promotor revela que os artistas é que pedem para “piratear” suas obras

há 11 meses
Para que suas músicas cheguem a zonas suburbanas, muitos artistas angolanos têm de recorrer a serviços de duplicidade, vulgo pirataria. Nesses serviços, o músico paga entre 200 mil a 1 milhão de Kwanzas para a promoção de 4 faixas, durante 45 dias.

Abdulrazak Gurnah: Professor tanzaniano vence Prémio Nobel de Literatura

há 12 meses
Segundo a Academia Sueca, Abdulrazak Gurnah foi o laureado deste ano “por sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino do refugiado no abismo entre culturas e continentes”.

Tyrese Gibson revela perda de papéis por causa da sua tez de pele e afirma que o colorismo ainda é um problema em Hollywood

há 1 ano
Em entrevista ao podcast ‘Leah’s Lemonade’, Tyrese Gibson fez o mundo saber que está dentro desta estatística do racismo estrutural.

Dj sul africano confessa que dos países onde passou o angolano é o povo que mais dificuldade teve para fazer dançar

há 5 meses
Para quem não dispensa um bom afro house na noite, seguramente já dançou às animações de Bokkie Ult. O disc jokey sul africano é agora um dos nomes de destaque em Angola. Já cá esteve por cinco ocasiões e em diferentes momentos. Bokkie Ult já tocou em Benguela, Huambo, Huíla, Namíbe e Huambo e confessa que dos países onde passou, nas festas, o angolano foi o povo que mais dificuldades teve para conseguir fazer dançar.

Belo é detido por causa de um espectáculo e suas contas foram bloqueadas

há 2 anos

Actriz Jennifer Aniston afirma que “é engraçado e irresponsável votar em Kanye West”

há 2 anos
Jennifer Aniston, actriz de Hollywood, está a levar a cabo uma campanha nas redes sociais, pedindo aos americanos para não votarem no rapper Kanye West nas eleições da próxima terça-feira, 4 de Novembro.

Pepetela acaba de vencer mais um prémio com a obra “Sua Excelência, de Corpo Presente”

há 2 anos

Bruno Fernando também tem o rosto no Hall of Fame dos melhores jogadores da história da Maryland University

há 1 mês