Mwana Afrika: “A Trace quer combater todos os estereótipos criados pela mídia convencional. E estou no canal para contribuir nisso”

“Mwana Áfrika” começou como um blogue e actualmente é um programa televisivo explorador e sem fronteiras, que selecciona e lecciona o melhor do continente berço. Com dois anos de existência, continua a somar e seguir e a mais recente conquista foi a estreia no canal Trace Brasil, o canal de conteúdo 100% dedicado a Cultura Afro e protagonizado por criadores pretos, estreou no Brasil, no passado sábado dia 25 de Julho.

O programa homónimo da mentora, traz curiosidades excepcionais sobre África e em particular sobre Angola: povos e etnias, filosofias de vida, rituais, línguas e muito mais. Por intermédio da nota veiculada, ficamos a saber que o magazine “vem reposicionar o lugar de ancestralidade na cabeça de muita gente, reposicionando a ideia de quem sempre foi martelada na quebrada de que a ancestralidade é amaldiçoada e o negro precisa fazer uma conversão para poder ser uma pessoa melhor na vida”, explica o head de marketing.

Com 24 horas de programação, o canal tem planos de promover obras de ficção e documentários de criadores pretos, além de outros conteúdos voltados à ciência, tecnologia, empreendedorismo, culinária e história africana. “Por que acreditamos no poder do casamento entre Cultura, Educação e Comunicação. Compreendermos a Educação e a Comunicação como dimensões fundamentais da Cultura” – revela a apresentadora.

Cinco perguntas à Mwana Áfrika

“Mwana Afrika” enquanto magazine cultural já dura dois anos, qual é o balanço que faz desta jornada?
Balanço positivo. Todos os dias as pessoas clamam por mais e sugerem temas que acreditam que precisam aprender. Tem sido uma verdadeira aula para todos nós. E pulo de alegria quando percebo que conseguimos de certa forma mudar mentalidades, rumo a uma revolução de pensamentos, cultura e acção.

Apesar de ter sido iniciado na RTP África, o programa é transmitido em três canais da Televisão Pública de Angola. Como chega ao Canal Trace Brasil?
O convite surgiu da Direção do Canal Francês Trace Global. O convite acontece numa fase em que surgem muitos outros convites e propostas para trabalhos internacionais. Seja em televisão como em Projectos de Educação e Cultura. Os conteúdos do Magazine “Mwana Afrika – Oficina Cultural” já são incluídos nas aulas de História no Brasil e alguns temas escritos por mim foram incluídos nos manuais escolares do Projecto UNOi Educação no Brasil. A internet teve um poder preponderante para expansão e divulgação do meu trabalho. De certa forma facilitou este intercâmbio e contacto. Então não hesitamos e fechamos o contrato. Fui muito bem recebida pela equipa toda que super adoram o meu trabalho e dedicação.

A estreia foi no sábado, já é possível mensurar o feedback do mesmo?
Sábado, Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, foi o dia escolhido, não apenas para a estreia do programa, como foi a estreia no Canal no Brasil. O Magazine foi o conteúdo de destaque e o público vibrou com isso. Recebemos centenas de mensagens. Do Brasil não esperava outra reacção. O povo tem sede de Cultura e Educação sobre África.

O Brasil é tido como o maior país “preto” do mundo fora de África. Em termos de selecção de conteúdo como funciona este quesito?
O povo afrodescendente há anos que vem lutando por representação na Mídia. E durante todos estes anos, quase que mendigou por isso. Infelizmente, no Brasil, as desigualdades sociais são tão visíveis em todas as esferas da sociedade. Então a Trace Brazuca surge com este fim. A Trace vai trazer novas narrativas sobre África, sobre a História do povo preto, seus ascendentes e sua contribuição para o Brasil que temos hoje. A Trace quer combater todos os esteriótipos criados pela mídia convencional. Quer fazer diferente. E estou no canal para contribuir nisso.

Certa vez em entrevista foi questionada sobre a questão do resgate cultural, ao qual respondeu que “não estamos num processo de resgate, mas sim de aprendizado.” Como avalia este processo actualmente?
Sim. Não se resgate o que nunca se teve. A nova geração africana e de afrodescendentes precisa entrar num processo de desconstrução e depois de aprendizado de novos olhares sobre a sua essência, sua identidade e espiritualidade. Sem isso continuaremos a lutar contra o racismo e todos os males que nos afligem, durante muitos mais anos.

as cargas mais recentes

Músicas de artistas vinculados a Universal Music Group passam a ser ouvidas no Tik Tok

há 2 anos

Drake atinge feito inédito e ultrapassa Os Beatles, Michael Jackson e Madonna

há 3 anos
O rapper tornou-se o artista com mais músicas no Top da Billboard. O recorde pertencia durante anos a Madonna e Drake já havia empatado, mas esta semana atingiu 40 músicas na parada. Veja a lista completa dos artistas que mais colocaram músicas no do Top 10 dos EUA.

FIFA lança plataforma grátis para transmissão de jogos em directo

há 10 meses
O organismo do futebol mundial anunciou, ontem, o lançamento de uma plataforma digital gratuita para transmissão de jogos em directo, incluindo o acesso desde 1950, bem como as estatísticas e conteúdos originais em vídeo.

Lizzo e Lil Nas X criticam Blackout Tuesday

há 3 anos
Ao contrário de outros músicos, Lizzo e Lil Nas X condenaram o movimento nas redes sociais promovido pela indústria da música para suspensão das atividades, por considerarem que a campanha ofuscou os protestos contra morte de George Floyd.

Top dos Mais Queridos: Organização fala sobre o novo formato e desmente suposta exclusão de Gerilson Insrael

há 1 ano
Em entrevista à Carga, a porta-voz do concurso falou sobre a nova estrutura do evento e os procedimentos de votações. Rosa Mangueira, aproveitou a ocasião para desconfirmar a suposta exclusão de Gerilson Insrael, que alega ter recebido ligações da rádio nacional a confirmar que estava entre os 10 mais votados.

Lil Nas X volta a lançar single polémico, desta vez com fim filantrópico

há 2 anos
“Industry Baby” documenta o seu processo judicial em tribunal, movido pela Nike por causa do tênis Nike Air Max 97, que continha gotas de sangue humano. Todo dinheiro arrecadado com direitos autorais da faixa, será revertido em doações ao The Project Bail.

Indecisão dos herdeiros inviabiliza construção do Museu Cesária Évora

há 1 ano
A falta de consenso nos diálogos entre o Ministério da Cultura de Cabo Verde e a família da cantora está a causar atraso na construção da Casa Museu Cesária Évora, em Mindelo.

Covid-19: Espectáculos passam a ser permitidos ainda este mês

há 2 anos
Os concertos e actividades culturais em recintos fechados passam a ser permitidos a partir de 17 deste mês, durante a vigência da situação de calamidade pública.

Manuel Ventura apresenta “Transcendência Indecência” na Galeria Tamar Golan

há 2 anos
O artista angolano Manuel Ventura vai apresentar-se na Galeria Tamar Golan com “Transcendência Indecência”, uma exposição individual a inaugurar no próximo dia 07 de Maio, pelas 18 horas. A mostra ficará patente ao público até ao dia 26, podendo ser visitada de Segunda a Sexta-feira, das 9 as 17 horas, na galeria de arte contemporânea da Fundação Arte e Cultura.

C4 Pedro é o artista mais ouvido em Angola em 2021

há 1 ano
Feitas as contas nada mais resta, a não ser começar a fazer o balanço para analisar os custos e proveitos do ano 2021. Na classe artística, propriamente na música, C4 Pedro, Paulo Flores, Anselmo Ralp fecham 2021 em grande.

Num dia como hoje, há doze ano, Michael Jackson partia para eternidade

há 2 anos
Passados 12 anos após a sua morte, o sucesso de Michael Jackson é ainda um mistério, além de mais vendido, é o artista mais influente de todos os tempos. A vida do astro da cultura Pop resumia-se em apelo à fraternidade universal.

Mano Brown “inaugura” Casa Hip Hop Brasil no Cristo Redentor

há 1 ano
Cada dia que passa o Hip Hop está a conquistar seu espaço no Brasil. Na sexta-feira, a “cultura” viveu um dos mais importantes momentos desde que chegou ao Brasil nos finais dos anos 70, ao ser levada ao Cristo Redentor, uma das Sete Maravilhas do Mundo.

“Back In Black” dos AC/DC lidera lista dos 20 álbuns de Rock mais vendidos de todos os tempos

há 2 anos
Dos 20 álbuns de Rock e Metal mais vendidos no maior mercado do mundo (Estados Unidos), o destaque vai para o “Back In Black”, dos AC/DC gravado há 40 anos.

Carla Moreno: “Chegou o momento de tentar voos mais altos e apostar mais em mim”

há 3 anos
Não basta ser uma exímia intérprete, Carla Moreno é a back vocal de muitos sucessos musicais nacionais, e prova que a música está de boa saúde sempre que sobe ao palco, fazendo juz ao talento. Com uma vasta carreira musical dividida entre Portugal e Angola, Carla quer reforçar o seu posicionamento associando-se à produtora Hey Hey Heyyy Entertainment, cujo CEO é o também músico, Sarissari.

Britney Spears não voltará a subir aos palcos enquanto estiver sob tutela do pai

há 2 anos
Britney Spears voltou a ser notícia ontem. A cantora disse que prefere deixar de subir aos palcos enquanto seu pai mantém o controle sobre sua carreira, referindo que a tutela de 13 anos “matou os seus sonhos”.

Justin Bieber quebra expectativa dos fãs nos Prémios Europeus de Música

há 1 ano
Foi uma noite inesperada, em Budapeste, com os BTS e Ed Sheeran a saírem com a mãos cheias de surpresas. A banda sul-coreana venceu quatro prémios. Já o britânico levou para casa as estatuetas para “Melhor Artista” e “Melhor Canção”, enquanto Justin Bieber, que entrou com mais indicações, saiu sem nenhum prémio.