Mwana Afrika: “A Trace quer combater todos os estereótipos criados pela mídia convencional. E estou no canal para contribuir nisso”

“Mwana Áfrika” começou como um blogue e actualmente é um programa televisivo explorador e sem fronteiras, que selecciona e lecciona o melhor do continente berço. Com dois anos de existência, continua a somar e seguir e a mais recente conquista foi a estreia no canal Trace Brasil, o canal de conteúdo 100% dedicado a Cultura Afro e protagonizado por criadores pretos, estreou no Brasil, no passado sábado dia 25 de Julho.

O programa homónimo da mentora, traz curiosidades excepcionais sobre África e em particular sobre Angola: povos e etnias, filosofias de vida, rituais, línguas e muito mais. Por intermédio da nota veiculada, ficamos a saber que o magazine “vem reposicionar o lugar de ancestralidade na cabeça de muita gente, reposicionando a ideia de quem sempre foi martelada na quebrada de que a ancestralidade é amaldiçoada e o negro precisa fazer uma conversão para poder ser uma pessoa melhor na vida”, explica o head de marketing.

Com 24 horas de programação, o canal tem planos de promover obras de ficção e documentários de criadores pretos, além de outros conteúdos voltados à ciência, tecnologia, empreendedorismo, culinária e história africana. “Por que acreditamos no poder do casamento entre Cultura, Educação e Comunicação. Compreendermos a Educação e a Comunicação como dimensões fundamentais da Cultura” – revela a apresentadora.

Cinco perguntas à Mwana Áfrika

“Mwana Afrika” enquanto magazine cultural já dura dois anos, qual é o balanço que faz desta jornada?
Balanço positivo. Todos os dias as pessoas clamam por mais e sugerem temas que acreditam que precisam aprender. Tem sido uma verdadeira aula para todos nós. E pulo de alegria quando percebo que conseguimos de certa forma mudar mentalidades, rumo a uma revolução de pensamentos, cultura e acção.

Apesar de ter sido iniciado na RTP África, o programa é transmitido em três canais da Televisão Pública de Angola. Como chega ao Canal Trace Brasil?
O convite surgiu da Direção do Canal Francês Trace Global. O convite acontece numa fase em que surgem muitos outros convites e propostas para trabalhos internacionais. Seja em televisão como em Projectos de Educação e Cultura. Os conteúdos do Magazine “Mwana Afrika – Oficina Cultural” já são incluídos nas aulas de História no Brasil e alguns temas escritos por mim foram incluídos nos manuais escolares do Projecto UNOi Educação no Brasil. A internet teve um poder preponderante para expansão e divulgação do meu trabalho. De certa forma facilitou este intercâmbio e contacto. Então não hesitamos e fechamos o contrato. Fui muito bem recebida pela equipa toda que super adoram o meu trabalho e dedicação.

A estreia foi no sábado, já é possível mensurar o feedback do mesmo?
Sábado, Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, foi o dia escolhido, não apenas para a estreia do programa, como foi a estreia no Canal no Brasil. O Magazine foi o conteúdo de destaque e o público vibrou com isso. Recebemos centenas de mensagens. Do Brasil não esperava outra reacção. O povo tem sede de Cultura e Educação sobre África.

O Brasil é tido como o maior país “preto” do mundo fora de África. Em termos de selecção de conteúdo como funciona este quesito?
O povo afrodescendente há anos que vem lutando por representação na Mídia. E durante todos estes anos, quase que mendigou por isso. Infelizmente, no Brasil, as desigualdades sociais são tão visíveis em todas as esferas da sociedade. Então a Trace Brazuca surge com este fim. A Trace vai trazer novas narrativas sobre África, sobre a História do povo preto, seus ascendentes e sua contribuição para o Brasil que temos hoje. A Trace quer combater todos os esteriótipos criados pela mídia convencional. Quer fazer diferente. E estou no canal para contribuir nisso.

Certa vez em entrevista foi questionada sobre a questão do resgate cultural, ao qual respondeu que “não estamos num processo de resgate, mas sim de aprendizado.” Como avalia este processo actualmente?
Sim. Não se resgate o que nunca se teve. A nova geração africana e de afrodescendentes precisa entrar num processo de desconstrução e depois de aprendizado de novos olhares sobre a sua essência, sua identidade e espiritualidade. Sem isso continuaremos a lutar contra o racismo e todos os males que nos afligem, durante muitos mais anos.

as cargas mais recentes

Bienal de São Paulo adiada para 2021

há 10 meses
Criada em 1951, o evento é considerado o mais importante do calendário das artes plásticas do Brasil e acolhe anualmente artistas de diferentes partes do mundo. A organização decidiu adiar o certame para 2021.

Emicida em destaque no Grammy Latino

há 5 meses
O álbum “AmarElo” de Emicida, lançado em Outubro de 2019, ficou considerado o melhor de rock ou de música alternativa em Língua Portuguesa, numa cerimônia virtual em que também se destacaram Paula Fernandes, Céu, Aline Barros, João Bosco, Mariana Aydar e Toninho Horta.

Verzuz Battle é adiado após Ashanti testar positivo para Covid-19

há 4 meses
Inicialmente marcada para o dia 12 de Dezembro, o frente a frente foi remarcado para o próximo dia 9 de Janeiro de 2021, após Ashanti, anunciar horas antes, que testou positivo a Covid-19.

G-Unit: Adeus para sempre

há 11 meses
Depois das especulações sobre o possível reencontro entre Lloyd Banks, Tony Yayo, Young Buck e 50 Cent está definitivamente consumado, já não há esperança de ver os antigos membros da G-Unit juntos.

Das ruas aos palcos do BET Awards, “Black Lives Matter” continua a ser a “palavra” de ordem

há 10 meses
Na noite em que os artistas africanos Sha Sha e Burna Boy se destacaram, a atenção ao movimento Black Lives Matter, que desde o final de Maio tem promovido manifestações pelos Estados Unidos, também teve lugar naquele palco.

‘Emoção Globo’ é estar live em casa de Paulo Rocha

há 9 meses
O talento Globo Paulo Rocha é o próximo convidado ao LIVE ‘Emoção Globo’ que acontece nesta quinta-feira, dia 23, às 20 horas de Angola no perfil de Instagram do canal Globo ON.

Cantora norte-americana recusa ser homenageada com uma estátua no Capitólio

há 2 meses

The Miseducation of Lauryn Hill: eleito o melhor disco de Rap da história

há 7 meses
O álbum de estreia de Lauryn Hill, The Miseducation Of Lauryn Hill, foi considerado um dos melhores álbuns de todos os tempos, e o melhor álbum de Rap, pela Rolling Stone.

Lil ‘Kim afirma que Teyana Taylor é a única artista a altura para interpretá-la numa cinebiografia

há 3 meses
A rapper veterana vem dando sinais de que brevemente poderá produzir uma cinebiografia.

Eva Rap Diva revela já ter havido conflito de personalidade entre “a pessoa e a artista” em si

há 6 meses
A dualidade entre a personalidade no seio artístico e à nível pessoal, é algo muitas vezes descartado, especialmente quando o artista mantém um posicionamento vertical estando ou não em palco. Para a surpresa de todos, Eva Rap Diva, fez saber que no seu caso, esta dualidade existe e chega a gerar algum conflito.

Sete anos depois Enock apresenta segunda parte da saga “Mundo Pablo”

há 6 meses
Após testar popularidade com Mundo Pablo 1, na sequência de “Banzelo”, o músico soma e segue com a saga. Esta madrugada, Enock apresentou “Betinho”, mixtape que antecede doze novos projectos para ainda este ano.

Presidente da Federação Angolana Futebol corre o risco de ser severamente castigado pela FIFA

há 4 meses

Pascoal Mussungo em concerto online na Fundação Arte e Cultura

há 11 meses
A Fundação Arte e Cultura apresenta neste sábado, dia 23, pelas 19 horas, o concerto online com o músico e compositor Pascoal Mussungo. O evento, que leva no epicentro a mensagem de amor e de esperança, decorrerá no âmbito do projecto Fundação Arte e Cultura Online, visando incentivar as famílias a permacer em casa e protegerem as suas vidas enquanto durar o estado de emergência em prevenção face a Covid-19.

Show do Mês “viaja” pelos PALOPS

há 5 meses
Numa homenagem a música feita pelos países africanos de expressão portuguesa (PALOPS), particularmente a feita nos anos 80 e 90, o Show do Mês fará, no sábado, uma viagem musical por alguns dos maiores sucessos de cada país.

Público elege o melhor programa musical de TV de 2020

há 2 semanas
O Show do mês, o Live no Kúbico, o Bar da Luandina e o E-Kwanza BAI, disputam a categoria de melhor programa musical de TV de 2020 dos prémios Angola Comunica, cuja gala de premiação acontece no próximo dia 8 de Abril, no Arquivo Nacional de Angola.

Kassav condecorados pelo governo francês

há 3 meses
O Ministério da Cultura de França homenageou cinco membros históricos dos Kassav. As figuras foram nomeadas para a Ordem das Artes e Letras, a mais alta distinção no campo das artes e letras em França.