Nayo Crazy já pode voltar a cantar

Depois de algum tempo a enfrentar graves problemas de saúde, devido a uma lesão ocular, provocada por três tumores na cabeça, a kudurista de 36 anos já pode, finalmente, voltar a cantar e pisar os palcos.

Apesar de ainda não se recuperar totalmente da visão perdida em 2013, Nayo Crazy já consegue enxergar minimamente e, segundo ela, os médicos que a operaram já a autorizaram a voltar a cantar e subir aos palcos. A recuperação, narra a kudurista, tem sido lenta por causa das dificuldades que tem em adquirir medicamentos, que custam 40 mil Kwanzas.

Conhecida desde 2004 com a música “Kibolobolo” e “Chão”, ao lado de Naveia, a artista tem música nova e diz que também está disponível para participar em projectos de quem estiver interessado, mesmo que não seja Kuduro, tal como havia feito no álbum “Pico” dos Irmãos Almeida.

Recentemente voltou a entrar em estúdio e gravou um tema novo. Já se sente melhor? 

Neste momento, só estou a precisar de fazer certos exames e o acompanhamento do controle, porque, fui operada na cabeça, então, às vezes, tenho dificuldades, ainda mais com este nosso Coronavírus. Para aminha medicação preciso de 40 mil  para os exames de tac são 100 mil Kwanzas.

Essas serão as últimas análises?

Sim, serão. E vai terminar em Junho. Porque eu fui operada em Dezembro e os mesmos doutores estão sempre a me fazer controle.

O quê que os médicos dizem sobre o seu estado de saúde? ainda não é muito cedo para voltar a cantar?

Como os doutores admitiram que eu já posso voltar a gravar, então decidi fazer este novo trabalho, para ver também se consigo angariar alguma coisa e gravar mais coisas para poder meter no mercado.

Quer dizer que não perdeu a vontade de cantar…

É tanta a vontade de cantar. É o que eu quero mesmo, porque se aparecer alguém que quer que eu participe no seu som, para eu meter minha voz, eu já estou disponível. Os doutores já me disponibilizam que eu possa aparecer novamente em palco e nas gravações. É só mesmo falta de apoio.

Se a convidassem agora mesmo para entrar num estúdio e gravar, estaria disposta?

Eu estaria.

Já tem alguma coisa preparada?

Não tenho. Vou me basear na letra da pessoa que eu vou fazer participação. Posso participar noutras músicas. Eu também não participei naquela dos irmãos almeida!?. Nunca me convidaram para outras participações, mas eu posso participar.

Neste exacto momento consegue enxergar?

Nayo Crazy já pode voltar a cantar

Eu consigo. Os  doutores disseram-me quando fui operada que não ia ver na totalidade, é paulatinamente, porque eu demorei muito tempo com os tumores na cabeça.

Como é que tem sido o seu dia-a-dia? Escreve um bocadinho ou ainda não dá por causa dos olhos?

Nunca fui muito de escrever música. Eu dependo do que me bate na mente e faço. Anteriormente, estava muito em baixo, mas agora já tenho o astral levantado. Nunca fui de escrever música o que me aparece na mente é o que eu faço.

O que mais a preocupa neste momento?

O que mais me preocupa mesmo é a compra dos medicamentos e os últimos exames que tenho de fazer. Os medicamentos são 40 mil Kwanzas. Quem quiser ajudar, pode ligar para o meu número: 923331805.

Em 2004 antes do incidente, cogitava-se que estava a preparar o primeiro álbum, não era mais fácil arranjar patrocínio para lançá-lo ao invés de cantar?

As pessoas nunca mais escutaram a Nayo Crazy, então, decidi colocar este novo trabalho no mercado. É mesmo música nova. Nao me vem o título na cabeça!

Já tinha um álbum a caminho sim. Estávamos a pretender meter umas 12 ou 10 faixas. Eu estava a trabalhar aí na BMax e ainda não tínhamos decidido o título.

as cargas mais recentes

NGA disponibiliza hoje três novos projectos musicais

há 7 meses
Constituído por “Só Se Vive Uma Vez”, “Por Nós” e P’ra Nós”, o triplo lançado nas celebrações do 38.° aniversário do artista angolano radicado na Linha de Sintra representa a consistência lírica do vasto registo fonográfico, onde se destacam “Filho Das Ruas”, “King”, “Filho Das Ruas 2.

Twitter homenageia Pop Smoke com emojis

há 12 meses
Pop Smoke foi assassinado em fevereiro deste ano, o crime ainda não foi esclarecido. Na passada sexta-feira, foi lançado o álbum de estreia do rapper “Shoot For The Stars Aim For The Moon, a título póstumo e o músico ganhou homenagem especial.

BNG ultimam preparativos do álbum de estreia

há 10 meses
BNG é um grupo que, há cinco anos, procura introduzir no Rap angolano um “novo” modelo de rimas baseadas em laços de amizade.

Mamba Week: Nike celebra legado de Kobe Bryant

há 10 meses
Para celebrar a carreira de Kobe Bryant, a sua parceria de longa data e impacto na indústria desportiva, a Nike lançará a “Semana da Mamba” no domingo, 23 de Agosto, data em o “cinco vezes” campeão da NBA celebraria o 42º aniversário.

Mais um luto na música angolana. Morreu Zé Mweleputo, integrante dos Jovens do Prenda

há 3 meses

“Mulher Infinita” de Lourenço Mussango chega às bancas esta semana

há 7 meses
O escritor Lourenço Mussango, Prémio Literário António Jacinto 2020, vai autografar na próxima quinta-feira (10), no Memorial António Agostinho Neto, a sua primeira obra literária.

Contagem decrescente para a estreia da 4ª temporada de “La Casa de Papel”

há 1 ano
Nairóbi morre? Berlim está vivo? O Professor vai perder o controle? Bastou sair o trailer da quarta temporada de “La Casa de Papel” as perguntas sobre o que acontecerá não param de ecoar na internet.

Consultor do ‘Bohemian Rhapsody’ declara-se contra a sequência do filme

há 1 ano
Lançado em 2018, a cinebiografia da estrela do rock Fredy Mercury obteve elogios da crítica e do público e arrecadou 903,7 milhões contra os 55 milhões investidos. Além disso, arrebatou quatro estatuetas do Óscar 2019, incluindo o prêmio de Melhor Actor, mas o amigo do vocalista dos Queen não quer que o filme tenha sequência.

Luso explica as razões dos “Sonhos Molhados” em novo videoclip

há 4 semanas
Trata-se do segundo vodeoclip da primeira parte do álbum Laços de Família. A música intitula-se “Sonhos Molhados” e está disponível no YouTube e nos principais canais de música desde a tarde de ontem.

Rapper e dj português morto à facada por ajuste de contas

há 3 meses

Taylor Swift volta a liderar top de álbuns

há 5 meses
Pela terceira semana, não consecutiva, Taylor Swift voltou a encabeçar o top de álbuns dos EUA. Foram vendidas mais 56 mil cópias do trabalho, sendo 16 mil nos formatos tradicionais. “Whole Lotta Red” de Playboi Carti que, há sete dias, estava no topo, caiu para a quinta posição.

Flagelo Urbano manifesta desejo de não ver músicos do tempo do Covid esquecidos após a pandemia

há 11 meses
Para Flagelo Urbano, o modelo de sociedade e cultura construídos no país, artistas como Justino Handanga, Socorro, Bessa Teixeira, Tujila Twajokota, Felipe Mukenga serão sempre condenados a ser lembrados apenas em situações extraordinária, como a da pandemia.

Luan Santa assina com a Sony Music: “Quero conquistar o mundo”

há 5 meses

Etno N’gola anuncia show alusivo ao dia de África

há 1 mês
Para celebrar África, a Etno Ngola, banda que se tem mostrado uma promessa da música angolana reaparece com um grande live show no dia 25 de Maio às 19 horas na página facebook do Goethe-Institut Angola.

Cunene agenda Festival Provincial de Dança

há 5 meses
A Direccção Provincial da Cultura no Cunene pretende realizar entre Maio a Junho a primeira edição do Festival Provincial de Dança, cujo objectivo passa por reactivar a arte na região.

Peça teatral `As crises em tempos de crise´ do Grupo Jovens da Mulemba em cartaz na Fundação Arte e Cultura apresenta

há 3 meses
“A peça aborda de forma crítica, porém sarcástica sobre as crises de várias ordens: Econômica, Religiosa Cultural, e Social; Com uma tônica a crise de valores, a questão do respeito ao próximo, da relação que se quer salutar entre os vizinhos.