Nazarina Semedo se reinventa para atingir mercado internacional

Não se pode falar de back vocals em Angola sem mencionar o nome de Nazarina Semedo. A cantora também leva a carreira a solo e já lançou dois CDS, só que mais tarde foi forçada a ausentar-se do mercado. Agora, regressa com a produtora MTC, traz um novo estilo de música e apresenta projectos focados ao mercado internacional.

Esteve ausente durante algum tempo. Como encontrou o mercado?
Estamos no bom momento, no que toca a evolução, crescimento musical. A nível da qualidade, sonoridade, marketing e vários aspectos  acabamos por nos destacar, não deixando a dever a outros continentes. Mas é preocupante o morrer da nossa essência musical, no que tange à nossa raiz musical. Estamos a perder

Começou como corista nos espectáculos de referência do país. Como é feita transição para a carreira a solo?
Comecei a cantar em 1995 /1996, mas profissionalmente em 1997. A transição partiu pelo princípio do aprendizado, sempre quis ganhar traquejo para encarar uma carreira a solo com bases.

Depois dos álbuns “Alguém Como Tu” e “Sem Igual”. O quê marcará o seu regresso?
Tenho inúmeros projectos hoje, porque  trabalho com uma equipa e temos estratégias  traçadas e metas a alcançar. Ter alguém que se dedica àquilo que o artista quer e ao que o mercado pede, são aspectos totalmente diferentes. A MTC tem projectos muito ambiciosos para minha carreira ,e lógico,a maturidade faz-me ver as coisas com maior coesão e desafios.

É possível observar as mudanças na carreira…
Tive de mudar a minha forma de ver a arte, não somente com amor, mas como um negócio. Hoje a preocupação maior de fazer aquilo que o mercado pede e não aquilo  que quero.Estava mais ligada a Kizomba, Semba, Balada, hoje a maturidade me permite ousar e me desafiar aos ritmos mais actuais com suas influências. 

Como se define actualmente?
Hoje defino-me como uma artista ousada, que sabe o que quer e aberta a evolução. Aprender até morrer. Madura.

Nazarina Semedo se reinventa para atingir mercado internacional

Cantava Kizomba, Semba e Balada. Que estilo vai se dedicar agora ?
Falo particularmente de fusões Gueto Zouk, o resto só esperarem para ouvir.

Que planos  definiu?
Estamos a trabalhar no produto Nazarina, a dar conhecer ao meu público aquilo que agora me proponho. Recentemente lancei um novo vídeo da música “Chupa no Dedo” e foi produzido em Portugal pela a minha produtora MTC produções.

Qual será a próxima surpresa?
Neste momento depois de ter lançado o CD, a prioridade é  fazer o que realmente eu amo que é cantar, com desafios de novas sonoridades e estilo, onde me tenho sentido um peixe no aquário.

Disse que está a preparar um projecto musical. De que se refere e quais serão as participações?
Tenho algumas participações, surpresas. Prefiro não adiantar, só posso garantir que fiz um dueto com um dos maiores artistas da nova geração que amo de paixão.

Como está a ser o seu regresso?
Tem sido uma fase boa, porque não obstante os anos de carreira ,tenho me sentido revigorada. Me sento eu mesma. Estive ausente do mercado e há necessidade de mantermos aquilo que sempre fiz.

Que impacto teve o Covid-19 na sua carreira?
A produtora tem agendados shows em Portugal, que foram adiados pela a situação actual.

É como se estivesse a reactivar a marca “Nazarina Semedo”. Quer contar-nos sobre os motivos desta ausência?
Com toda a certeza. Ou seja actualizar a marca dentro daquilo que sou ao mercado. Tive alguns interregno de dois anos  por conta da minha vida pessoal.

as cargas mais recentes

Após injustiça no caso Breonna Taylor, LeBron James jura proteger todas as “rainhas negras”

há 2 anos
LeBron James, que sempre falou sobre questões de justiça social e racial, usou a sua conta do Twitter para expressar a indignação com relação ao caso Breonna Taylor. “A pessoa mais DESRESPEITADA do mundo é a MULHER NEGRA”, declarou indignado.

The Game afirma que Eminem é seu novo alvo, pois 50 Cent já não sabe fazer Rap

há 6 meses
The Game mais uma vez disparou contra Eminem e 50 Cent em entrevista, desta vez o rapper Blood de Compton disse que não quis desafiar o 50 Cent para um Verzuz ou até para algumas ‘’diss’’ por conta que 50 Cent não sabe fazer Rap, noticiou o Z. Thugsta.

Gilmário Vemba já se encontra no seio familiar após ser raptado na noite de ontem

há 9 meses
O incidente aconteceu quando o humorista tentava aceder ao seu edifício. De repente, apareceram alguns indivíduos armados, que se dirigiram a si e aos filhos, depois, levaram-nos para lugar incerto.

Fatherhood: Da comédia ao drama, Kevin Hart abraça desafio de pai solo em novo filme da Netflix

há 1 ano
Fatherhood estreou há três dias na Netflix e esta a dar que falar nas redes sociais, pois além de mostrar o ecletismo artístico de Kevin Hart, também mostra a realidade nua e crua de homens, vivida “entre muros”.

Contra toda expectativa, Verstappen sagra-se campeão mundial da Fórmula 1

há 10 meses
Max Verstappen da Red Bull venceu, na tarde de hoje, o campeonato de Fórmula 1, “retirando” o oitavo recorde das mãos de Lewis Hamilton. O Neerlandês venceu graças a uma ultrapassagem na última volta do Grande Prémio de Abu Dhabi, após 22 corridas, tendo 395,5 pontos contra 387,5 de Hamilton. 

Emicida disponibiliza “AmarElo – O Filme Invisível”

há 2 anos
O rapper brasileiro disponibilizou no seu canal oficial no YouTube e também pelos serviços de streaming digital Spotify e Deezer, o segundo episódio do podcast ‘AmarElo – O Filme Invisível’.

Começa hoje a contagem decrescente para a final do Estrelas ao Palco

há 2 anos
Faltam apenas três galas, para conhecermos o vencedor da 3ª temporada do Estrelas ao Palco, o maior concurso de imitação musical, de Angola.

Depois de publicarem EP sobre Efeito da Força2 Extremo Signo anuncia novidades

há 2 anos
Já na semana passada, Extremo Signo & Ready Neutro disponibilizaram, para uso exclusivo no Kisom Unitel, duas faixas inéditas extraídas do álbum Efeito da Força 2. Extremo Signo anunciou hoje à Carga mais novidades para este ano.

“Mário Gomes e Dalú Roger são elementos que me dão o resultado que preciso em palco”

há 3 anos
Instrumentistas revelam cumplicidade em palco.

R.Kelly: Advogados voltam a pedir liberdade condicional, após cantor sofrer duas agressões em menos de uma semana

há 2 anos
Preso por acusações de crimes sexuais em jurisdições distintas, nomeadamente: Chicago, Nova York e Minnesota, Robert Kelly tem sido alvo de “maus tratos” dentro da própria cela.

Selda elogia Pérola publicamente e fãs “agradecem”

há 2 anos
Afinal nem tudo está perdido no mundo da música em Angola, onde as relações entre os artistas não têm sido das melhores. Mesmo sem serem amigas, Selda fez uma dedicatória à Pérola, no seu instagram, e os internautas ficaram deslumbrados.

Morreu Chi Modu, o maior documentarista da história do Hip Hop

há 1 ano
Aos 54 anos, Chi Modu se junta a Pac, Big, Eazy e todas outras lendas que ajudou a imortalizar.

Desporto norte-americano em “stand by”

há 2 anos
O boicote dos Milwaukee Bucks ao duelo com os Orlando Magic, no quinto jogo dos play-offs na NBA, motivou um protesto colectivo no universo desportivo norte-americano contra a injustiça racial e levou ao adiamento de todos os jogos da noite na NBA, estendendo-se à MLS, beisebol e ao ténis.

José Luís Mendonça reage ao recente escândalo na literatura angolana

há 2 anos
Reagindo sobre o mais recente escândalo no Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, edição 2020, Luís Mendonça disse que a acção é frequente e aponta como exemplo um livro que, depois de ser desclassificado num concurso, o autor publicou-o com um outro título, por isso, deixa várias recomendações.

Após denúncia de plágio, Taylor Swift muda logótipo do álbum

há 2 anos
Poucos dias depois das acusações sobre plágio no seu mais recente álbum “Folklore”,Taylor Swift mudou o logótipo da sua obra e de todos os produtos associados.

Filme de estreia de Gilmário Vemba é o mais visto dos cinemas nacionais

há 1 ano
A tragicomédia `A Dívida´ chegou às salas de cinema no passado dia 26 de Fevereiro e foi visto, até a semana finda, por cerca de sete mil pessoas, atingindo assim a marca de filme produção local mais visto nos cinemas nacionais.