Ndaka Yo Wini canta no festival internacional de Montreal

O músico angolano Ndaka Yo Wini é uma das figuras de cartaz da 35ª edição do Festival Internacional de Montreal/Quebec (Canadá), denominado “Nuits d´Afrique”, que decorre desde o dia 08 de Julho.

Ndaka sobe ao palco nos dias 14 e 16, no Place dês Arts, para se mostrar naquele que é considerado um dos maiores festivais de música da América Latina.

Instrumentalmente a actuação de Ndaka será suportada pelo guitarrista David Vandervort, oriundo de USA/New York, baixista Dauphin Mbuyi de Congo Kinshasa e o Percussionista French Caribbean, Daniel Belllegarde.

Enquanto que no repertório, estão contempladas as seguntes músicas: Ocisungo tchykongo, Intro kamungona, Tchembanima, Intro-Sekulu, kunlu Vendamba, Tout ira bien, Pasuka, Lombolola, Evamba, Ohele e Ndikalikenda.

Ndaka Yo Wini canta no festival internacional de Montreal

Para o músico é uma honra ver o seu trabalho reconhecido além fronteira e, segundo o próprio, tudo fará para continuar a cumprir com a missão ancestral de levar a música étnica e de fusão angolana e africana para o mundo.

Passaram pelo festival, nas edições anteriores, grandes referências da música africana, como são os casos de Manu Dibango, Angélique Kidjo, Papa Wemba, Salif Keïta, Mory Kanté entre outros.

Nascido a 5 de Janeiro de 1981, no Lobito, Adriano Dokas, seu nome de registo, conta com um álbum no mercado, intitulado “Olukwembo”, lançado em 2018, que mereceu uma nomeação no Top dos Mais Queridos na categoria Prémio da Crítica.

O artista iniciou a carreira em 2011 e já participou em várias actividades, com realce para actuações na “Expo Milão”, em Itália, em Cape Town, África do Sul, “Encontro com a África”, no Brasil, entre outros pontos do mundo como Portugal e EUA.

Em 2016 conquistou o prémio de Melhor Afrojazz do Top Rádio Luanda. Porém, ficou ainda mais conhecido em 2019 pela actuação na 20ª edição do Cape Town International Jazz Festival, na África do Sul.

as cargas mais recentes

Exposição`Discursos de Decolonialidade´ patente até ao dia 31 de Julho

há 1 ano
A galeria THIS IS NOT A WHITE CUBE em parceria com a MEXTO, apresentam a exposição `Discursos de Decolonialidade´, que poderá ser vista, até ao dia 31 de Julho no espaço NOT A MUSEUM, em Lisboa. A mostra congrega o trabalhos de 15 artistas de 8 países e curadoria de Sónia Ribeiro e Graça Rodrigues.

Artistas dedicam minuto de silêncio a Raúl Danda

há 5 meses
Além da reconhecida carreira política, Raúl Danda teve um grande protagonismo como actor. Sua morte ontem, em consequência de um ataque cardiovascular hemorrágico, continua a mobilizar a classe artística.

Januário Jano convidado para a curadoria da exposição colectiva “London Grads Now”

há 1 ano

Em dia de aniversário, Bono Vox mostra a lista das 60 músicas que “salvaram a sua vida”

há 1 ano
Bastante diversificada, a playlist feita por Bono Vox tem músicas que vão desde o som clássico de Luciano Pavarotti e Frank Sinatra, passando pelo rock de David Bowie e os Rolling Stones, o Rap de Kendrick Lamar e chegando até ao pop de Billie Eilish.

Morreu ‘Bang’ produtor moçambicano

há 9 meses
Morreu esta manhã (segunda-feira), vítima de doença, o empresário e produtor de eventos moçambicano Adelson Mourinho “Bang”, esposo da cantora Lizha James.

David Bowie segue vivo com o seu legado musical

há 1 ano
Só este ano, já foram lançados três álbuns a título póstumo do cantor, cujo último tornado público no passado dia 15 de Maio, -LiveAndWell.com -, é conhecido por ter sido disponibilizado unicamente no provedor de internet criado por Bowie, em 1999. O lançamento representa a primeira vez na qual o disco é disponibilizado com fácil acesso e em grande escala.

Anna Joyce e C4 Pedro integram lista dos artistas africanos que “todos devem ouvir”

há 7 meses
O site brasileiro Mundo Negro elegeu os oito artistas africanos lusófonos “obrigatórios” nas playlists da actualidade, dos quais figuram os angolanos C4 Pedro e Anna Joyce.

MTV Europe Music Awards 2020: Pabllo Vittar ultrapassa Anitta, Emicida e Ludmila.

há 11 meses
A gala de premiacão MTV Europe Music Awards aconteceu esta madruga em Budapeste, Hungria. Os maiores vencedores da noite foram BTS. Lady Gaga levou o principal prêmio “Artista do Ano” e Pabllo Vittar deixou para atrás Anitta, Emicida, Ludmila e Djonga.

Romelu Lukaku: “Jay-Z ensinou-me como ser um vencedor”

há 5 meses
O avançado belga e campeão da Serie A, pelo Inter do Milão (2020/21), revelou que a amizade com Jay-Z e o conselho que tem recebido do rapper tem sido importante para conseguir alcançar o sucesso.

Power House divulga primeiro álbum com novos agenciados

há 2 anos
Dos agenciados estão Cleyton M, Jakilsa, Laika, Dr. Smith, Chris Oliver, Anny, conhecidos pelas suas habilidades artísticas.

Anselmo Ralph actua no Santa Casa Portugal ao Vivo

há 4 meses
O Santa Casa Portugal Ao Vivo está de regresso para uma 2ª edição e um dos artistas convidados é Anselmo Ralph, 17 Junho no Campo Pequeno (Lisboa) e 18 de Junho Super Bock Arena, Pavilhão Rosa Mota (Porto), são duas datas a reter.

´Emerging Painting Invitational´ para ver on-line até ao dia 19 de Outubro

há 1 ano

Repertório entre Znobia X Havaiana acontece já nesta sexta-feira

há 1 ano
Inicialmente marcado para o dia 22, o evento interactivo foi remarcado para as 18 horas da próxima sexta-feira dia 29 de Maio, no Facebook e Instagram “Carga Magazine”. O Repertório não é literalmente um duelo, mas um desfile hits.

Elias Dya Kimwezo celebra 85 anos: “Estou feliz por isso”

há 10 meses
Há muito que a data de aniversário de Elias Dya Kimwezo mereceu atenção especial, tal como aconteceu na manhã de hoje na sua residência. Uma comitiva do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, encabeçada seu pelo titular, apagou com o artista as 85 velas.

Nsingi, uma voz de Portugal que leva a cultura angolana com rítmo

há 6 meses
Carlos Nsingui nasceu em Portugal e nunca esteve em Angola, mas mantém fortes ligações com a cultura angolana, desde a música, gastronomia ao modo de ser, estar, falar, incluindo a forma de vestir, porque seus país são angolanos e parte da sua família vive em Angola.

Sexto aniversário do Village underground Lisboa é celebrado hoje no formato broadcast

há 1 ano
Esteja em casa e a partir das 17 horas (horário de Portugal) vista roupa confortável, calce os seus melhores sapatos de dança, e encontre um lugar com espaço na casa e a melhor forma de assistir a um broadcast, que teste e confirme o som das colunas e prepare-se para desfrutar de 7 horas de uma performance artística, no canal Youtube do VU.