Nélia Dias: Do Top Rádio Luanda rumo ao topo da música angolana

Nélia Dias é um nome a se ter em conta no music hall nacional, por ser das poucas que conseguiu colocar o seu nome no Top Rádio Luanda com a música de estreia. A sua carreia ficou marcada por  duetos com Young Double, Mona Nicastro, mas agora tem em carteira um novo projecto musical com o qual se quer lançar ao mundo.

Como é que se dá o seu envolvimento com a música?
O meu pai sempre consumiu muita música e, de alguma forma, sofri influência dele. Comecei a ouvir muita música antilhana e principalmente pelo estilo que faço.

Que momentos marcaram esta fase?
O meu grande sucesso “Vem Cá”, a minha primeira nomeação no Top Rádio Luanda, ter sido convidada pela Diva Ary para abrir todos os seus Show.

Depois disso, que projectos musicais seguiram?
Seguiram-se 11 faixas musicais: Ilusão, Vem Cá, Eu Vou Te Amar, Onde Estavas, Amor Miúdo, Meu Bruxo, Vai Doer, Teu Toque 2, Bênção, Gatuno, Tribunal do Amor e Todo Grosso.

De que forma é que trabalha?
Trabalho por conta própria, e nunca estive associada a nenhuma produtora.

Está a promover duas canções. Quando é que pensa apresentar o seu próximo projecto?
Sim, estou, as músicas Bênção” e “Tribunal do Amor”,mas ainda este ano, no final de 2020, vou lançar novos projectos.

Que projecto serão estes?
Pretendo tirar os videoclipes das minhas músicas “Bênção” e “Tribunal do Amor”, que são as que venho promovendo.

Das músicas que possui, que participações traz?
Tenho 4 participações. Ma música ” Meu Bruxo” trago Jakilssa, em “Vai Doer”  participou o Young Double,  já no “Teu Toque 2 tem Mona Nicastro” e  Gatuno” trago D-Koll.

O quê que tem feito nesta fase do Covid-19?
Durante a pandemia tenho me dedicado mais a minha profissão de formação “Arquitetura”. Como gosto de dizer “Arquitectura de profissão e Cantora de Paixão”. E tenho aumentado a divulgação digital dos meus trabalhos.

Que planos traçou para carreira no pós-Covid?
Aumentar as parcerias musicais, fazer uma apresentação dos meus trabalhos existentes e, possivelmente, a oficialização de um trabalho discográfico.

Nélia Dias: Do Top Rádio Luanda rumo ao topo da música angolana

Ouvindo as suas músicas, sente-se uma mistura de Kizomba ou Guetho Zouk com RnB. Como é que se caracteriza como artista?
Como cantora do estilo Kizomba. Por ser um estílo Nacional e de que realmente gosto muito, apesar de ter tido muita influência de música antilhana, me enverguei mais para o estílo Kizomba.

Pelo percurso artístico que tem, em que fase considera estar a sua carreira?
Apesar de já ter seis anos de carreira e ter tido  algumas conquistas consideráveis, ainda sinto a necessidade de expandir mais a minha carreira a nível nacional.

É onde gostaria de estar neste momento?
Por estranho que pareça, eu estou aonde devia estar. Confesso que gostaria de já ser muito mais reconhecida, mas as coisas são por algum motivo. Tudo tem seu tempo.

De que são feitas suas composições musicais?
Eu falo de amor, paixão, decepção, traição e outros… Sou uma artista e estou sempre aberta a novos temas e estilos, desde que sejam por uma boa causa.

A sua música fez algum sucesso. Que ganhos seguiu com este single?
A música “Vem Cá” foi sim um grande sucesso inesperado, uma vez que estava a dar os primeiros passos na minha carreira de forma profissional e foi o que me fez continuar com a minha carreira artística. Fiz contactos com grandes músicos, fui nomeada por mérito e cresci muito como cantora de modo geral.

Que palcos se tem apresentado?
Apresento-me mais em casamentos e festas. Tenho sido recebida com muito amor, carinho. Isto é o maior reconhecimento da minha carreira artística.

Qual é o seu maior sonho?
Olha, eu não sou uma pessoa de grandes sonhos, eu sou muito mais de desejar, correr atrás e conquistar. Ser artista nunca foi um sonho. foi sempre um grande desejo, fui atrás e conquistei.

Pelo que tem feito, onde vê a sua carreira daqui a 5 anos?
Ainda no princípio deste ano podia dizer que daqui há 5 anos já teria conseguido um melhor reconhecimento no music hall angolano e começar a expandir de forma internacional. Mas agora com esta pandemia, tudo que vier estarei no lucro. Infelizmente com esta pandemia os artistas têm sido os mais afectados e tem sido muito difícil fazer planos, uma vez que nem se sabe quando é que está situação irá realmente terminar.

as cargas mais recentes

Pelé aparece “em boa forma” e reage a notícias sobre a sua morte 

há 5 meses
Depois de várias falsas notícias sobre si, ontem o antigo craque do futebol recorreu às redes sociais para responder aos rumores, surgidos no Brasil, de que teria falecido, utilizando alguma ironia e boa disposição.

Beyoncé é eleita a melhor artista de tournée da última década

há 1 ano
A Pollstar, publicação especializada em shows ao vivo, decidiu honrar os artistas da década e Bey considerada a protagonista das melhores turneés.

O Convidador de pirilampos: Peça teatral adaptada da obra de Ondjaki será apresentada em Luanda

há 2 meses
A editora Kacimbo apresenta pela primeira vez em Angola a peça teatral “O CONVIDADOR DE PIRILAMPOS”, um espetáculo infanto-juvenil com textos de Ondjaki e desenhos do ilustrador António Jorge Gonçalves.

SENADIAC realiza Fórum Provincial sobre a Protecção da Propriedade Intelectual por via do Sistema dos Direitos de Autor e Conexos

há 8 meses
O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, através do Serviço Nacional dos Direitos de Autor e Conexos (SENADIAC), realiza até ao dia 19 de Novembro de 2021, o segundo ciclo de divulgação do funcionamento efectivo do sistema nacional dos direitos de autor e conexos, desta feita, nas províncias do Cuanza-Norte (Ndalatando), Malanje (Malanje), Uíge (Uíge), Zaire (Mbanza Congo) e Bengo (Caxito).

Saiba porquê que Beyonce disse ter “vergonha” da própria conta bancária

há 2 anos
O tema remonta para o ano 2007, sendo uma revelação feita na primeira pessoa, em entrevista à revista Rolling Stone.

Labanta Braço: Um projecto musical que junta 37 artistas em nome da luta racial

há 2 anos
Não só com chavão “Black Lives Mater” nas redes sociais se faz a luta contra o racismo e intolerância, provas foram dadas com o lançamento do projecto colaborativo e solidário `Labanta Braço´.

Revolucionou e tornou-se magnata da música. Hochi Fu fala sobre o seu futuro

há 1 ano

Lil Nas X quer defender 100% a comunidade LGBT

há 2 anos
O rapper, cantor e compositor norte-americano de 20 anos se tornou no primeiro artista a assumir a homossexualidade, estando no top da Billbord.

Verzuz TV realiza `Especial Dia da Mãe´

há 1 ano
Na data em que América comemora o Dia da Mãe, a Verzuz TV vai realizar uma batalha amigável entre as SWV contra Xscape, ambas bandas consideradas lendas do R&B feminino que marcou os anos 90.

Taylor Swift cancela toda a digressão pela Europa

há 1 ano

Zap exibe programa que promove diferentes correntes musicais

há 2 anos
Denominado Jamming, o referido programa é exibido, em exclusivo, todas as sextas-feiras no canal Zap Viva (posição 4) e explora a musicalidade de doze artistas, incluindo bandas, de diferentes gerações e expressões artísticas.

Fã de Taylor Swift condenado a 30 meses de prisão por perseguição

há 2 anos
O tribunal federal condenou esta semana Eric Swarbrick a 30 meses de prisão, depois do individuo ter se declarado culpado de perseguir e enviar cartas e e-mails ameaçadores a Taylor Swift.

Bricia Dias apresenta aos angolanos a nova maneira de cantar o amor

há 2 anos

Sintoniza 96.1 FM: O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”

há 11 meses
O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”, é descrito como um programa que expõe o livro na sua plenitude: Edição, Pesquisas, Ilustrações, em suma, tudo o que faz parte da constituição de cada livro publicado. No ar todas as quartas-feiras, das 15 as 16 horas, o espaço está focado nos Autores, Editores, Críticos e Leitores.

Num dia como hoje morria Bob Marley, a Lenda do Reggae

há 1 ano

Amostra colectiva `Expansão de Mentalidades´ é inaugurada amanhã na Galeria Tamar Golan

há 1 ano
Os artistas angolanos Ananias, Cris, Rafa, Lord Cave e Neemias vão apresentar-se na Galeria Tamar Golan com “Expansão de Mentalidades”, uma exposição colectiva a inaugurar na próxima sexta-feira, dia 8 de Janeiro de 2021, pelas 18 horas.