NGA: “Nós não somos um grupo. Somos uma universidade que forma niggas”

O músico está neste momento em estúdio a preparar o próximo álbum, obra da qual extraiu duas das três faixas lançadas em Novembro. Em entrevista à Carga, NGA falou dos seus projectos filantrópicos para Angola, sonhos, e dos artistas angolanos com os quais gostaria de ter participações.

NGA é um músico que não põe ponte, conforme faz questão de frisar, e procura transmitir seus sentimentos de forma diferente em cada música, algo que tem conseguido com sucesso, graça às pesquisas e leituras que vai fazendo.

“Eu deixo o fluxo da minha vida correr. Eu não ponho barragens. A minha música é o reflexo da minha pessoa”, sublinha.

Nos últimos tempos, o artista tem trabalhado muito para o seu e o amadurecimento da Força Suprema, formação que não considera grupo, mas “universidade que forma niggas”, por causa das suas valências. A “família” integra vários profissionais, entre eles masterizadores, engenheiros gráficos, de som, etc.

“Nós não somos um grupo. Nós somos a universidade que forma niggas”, realça. E é desta “universidade”, que voltará a sair mais um álbum.

As novidades…

NGA tem à vista o lançamento do próximo álbum, obra da qual extraiu as faixas “Pra Nós” ft Gutto e “Só Se Vive Uma Vez” ft Dino D’ Santiago. Sem precisar a data para a publicação, King assegura, no entanto, que tem sob posse o master do ProEvolution 3.

“A faixa com Dino e Gutto faziam parte do álbum só tirei mesmo para partilhar com a minha família”, revelou.

Longe de quem pensa que o rapper evita estar em participações, o músico enumera os colegas angolanos com os quais desejaria fazer duo. Totó ST, Anna Joyce, Fredh Perry (dos Mobbers) são alguns deles e… tem mais. Clica no vídeo em baixo para saber.

Nostálgico, confessa que sonha em protagonizar um espectáculo na linha de Sintra. E esclarece que os elementos da Força Suprema trabalham deb forma individual, por acreditar que será desta maneira que podem continuar a fazer uma grande equipa.

Quanto ao projecto Massacre d’ Novembro, lançado com Monsta, aconteceu porque “sentiu que seus pensamentos e os dos Monsta precisavam de estar juntos”, aliás, frisa, ele o e Monsta têm quase a mesma história de vida.

Projectos bloqueados pela pandemia…

A concorrer para o MTV Africa Music Awards, o artista de 38 anos é dos que mais afectado ficou com a pandemia. Viu os shows no Rio de Janeiro, tournées no arquipélago de Cabo-Verde e em Angola e espectáculos na África do Sul cancelados.

Determinado, diz não ter nada a lamentar. Mas mostra-se insatisfeito por não ter conseguido colocar, este ano, em acção um projecto que beneficiaria directamente quem mais precisa.

“Tínhamos muitos projectos que não têm nada a ver com a música. Podíamos usar essa fama que Angola nos deu para o benefício directo das pessoas que mais precisam”.

Sobre a participação no MTV Africa Music Awards, o músico diz que, desta vez, concorre com um outro sentimento. E fala do que alguns músicos significam para si. NGA abre as copas neste vídeo live com NGA.

as cargas mais recentes

EtimbaFest: Músicos recolhem donativos para construção de biblioteca comunitária no Lobito

há 11 meses
A vontade de querer ajudar uma pequena comunidade do Lobito, com a construção de uma biblioteca, que poderá beneficiar mais de 500 pessoas, “obrigou” Yuri da Cunha, Gilmário Vemba, Irina Vasconcelos Alba Nigra, Prince Wadada, B-SKilla e Chaló Correia a reunirem-se em Lisboa para dois espectáculos pedagógicos, que podem ser assistidos nos dias 19 e 26 deste mês através do NetShows”, Musickool e RTP África.

1.ª Mão: Yuri da Cunha e Gerilson Insrael preparam projecto musical colaborativo

há 1 mês
Os dois artistas decidiram representar estas aspirações num projecto musical, que será lançado brevemente. Num estilo intermédio, não muito voltado a Yuri nem a Gerilson, para que ambos se sentissem confortáveis ao desafio, o tema já está produzido e aguarda apenas o momento certo para a sua disponibilização.

Kyaku Kyadaff deixa LS Republicano

há 2 anos
De acordo com uma fonte, o autor de sucessos como “Sete sete e rosas”, “Monica”, “Bibi”, entre outras, não renovou o contrato com a LS.

Sankofa representa Angola no concurso Internacional de Rap Slam

há 2 anos
Em companhia de Zola Kuzedíua, vencedora da última edição do ‘Luanda Slam’, Sankofa vai representar o país no Festival Internacional de Rap Slam do espaço lusófono, a ser acolhido pelo Brasil no próximo dia 29 de Julho a 2 de Agosto deste ano.

Espectáculo `Encontro de Gerações´será transmitido dia 30 Maio

há 12 meses
Seis anos após a primeira edição, o projecto está de volta com novos duetos, destacando artistas da antiga e nova geração.

45 organizações humanitárias pedem a Lewis Hamilton que boicote GP da Arábia Saudita

há 1 ano

Dino Cross rende tributo a Bang no seu primeiro ano post mortem

há 4 meses
O anúncio sobre a morte de Bang, foi feito na fatídica manhã de segunda-feira, no passado dia 11 de Janeiro de 2021. Este ano, Dino Cross, na qualidade de amigo e profissional da cultura, usou o podcast `Mambos HIPHOP da Banda´ memorou a obra e vida daquele que ainda hoje, é considerado um dos “gigantes” do entretenimento moçambicano.

Nova música de Dj Khaled poderá contar com uma versão de Kizomba

há 2 anos

Álbum`Rough and Rowdy Ways´ marca o retorno de Bob Dylan

há 2 anos
O músico norte-americano Bob Dylan lançou o seu 39º álbum de originais, intitulado “Rough and Rowdy Ways”, no dia 19 de Junho, tratando-se do primeiro álbum de originais desde “Tempest”, de 2012. A obra remonta para os anos 60 e é a confirmação que Bob está longe da reforma.

Itary: Do Rap ao Zouk, a voz da versatilidade

há 2 anos
Quem a vê cantar, pode pensar que Itary nasceu para o Guetho Zouk, mas não. A cantora de 25 anos é muito versátil e transporta o Rap no seu DNA. Aliás, foi no Hip Hop que começou a sua carreira e hoje, está a se transformar numa das vozes mais promissoras do Zouk angolano.

Tory Lanez está sob investigação por alegadamente ter baleado Megan The Stallion

há 2 anos
Passados alguns dias após ser veiculada a notícia que dava conta da detenção do rapper, por posse ilegal de arma, Megan Thee Stallion quebrou o silêncio e revelou que os ferimentos que sofreu na ocasião, não foram provocados por vidros, mas sim por balas.

Fogo nos racistas: Bordão viralizado pela música de Djonga potencia merchandising do artista

há 1 ano
Repercutida inicialmente com alguma polêmica, a expressão se tornou símbolo da luta contra o racismo no Brasil, e recentemente, o elemento mais pujante da identidade visual do merchandising do artista.

Comemorações do primeiro aniversário da casa rede encerram amanhã

há 2 anos
Nas celebrações de hoje, a atracção será Spoken Word com Sankofa Umbi Umbi, seguida de música ao vivo com Dino Ferraz, às 21 horas no live do Instagram da casa Rede.

Mwana Afrika: “A Trace quer combater todos os estereótipos criados pela mídia convencional. E estou no canal para contribuir nisso”

há 2 anos

Após 9 anos de jejum Caetano Veloso disponibiliza novo álbum

há 7 meses
Com mais de 50 anos de carreira, o músico de 79 anos soma mais de 50 lançamentos discográficos e sabe-se que será objecto de uma homenagem discográfica em 2022, assim que compelar 80 anos.

Banda Maravilha completa 28 anos

há 10 meses
A Banda Maravilha completou hoje, dia 14 de Julho de 2021, 28 anos de existência, tornando-se na terceira banda mais antiga do país no activo, superada, neste quesito, apenas pelos Kiezos e Jovens do Prenda.