Novo álbum de OG Vuino é “uma espécie de Negócio Fechado a solo”

É quase impossível dissociarmos o nome Vui Vui dos Kalibrados, pelo historial do grupo no Hip Hop lusófono. Mas, tanto como produtor, intérprete ou letrista, o músico não tem nada a provar, aliás, por isso é que hoje atende pelo nome OG Vuino.

Seus primeiros trabalhos a solo “Mafia King” e “De Mim Para Vocês” falam por si e, apesar de serem mixtapes, as obras deixam claro sobre a importância que o artista tem no Hip Hop nacional, uma originalidade que será agora detalhada no seu primeiro álbum de estúdio ” Fazer de Novo”, a ser lançado a 24 de Agosto.

O álbum de estreia de OG Vuino traz uma matriz africana, com miscigenação de sons e culturas do Continente e angolana, em particular. A obra reúne participações de nomes de referências na música angolana e africana, além de Kadaff, Dji Tafinha, GM,  Filho do Zua e Rui Orlando

De acordo com o músico “Fazer de Novo” assemelha-se ao emblemático “Negócio Fechado”, a obra de estreia dos Kalibrados, entretanto possui características próprias, tanto na sonoridade, métrica e profundidade dos textos e contará com lançamento físico.

Por que motivo o álbum vai se chamar Fazer de Novo? O que os Kalibrados têm a ver com este álbum? O músico responde a estas e outras perguntas nesta entrevista.

Novo álbum de OG Vuino é “uma espécie de Negócio Fechado a solo”

O título ‘ Fazer de Novo’ remete-nos à ideia de que só agora encontrou espaço para fazer diferente. O que pretende fazer  de novo?

Na verdade, o “Fazer de Novo” remete a uma ponte de ligação entre o Vui Vui e OG Vuino, e este álbum poderia dizer que é uma espécie de “Negócio Fechado”, mas a solo. Foi isso o primeiro factor que levou ao tema “Fazer De Novo”, mas agora a solo. Depois disso, há muitos outros porquês, mas foi isso o motivo inicial.

É um álbum que traduz bem toda a sua experiência na música, particularmente no Rap, devido à profundidade traz nas abordagens. De que temas específicos retrata? 

Este álbum espelha muito a evolução de sonoridade, de flow de métrica e, obviamente, de abordagem. É uma abordagem vasta naquilo que é a minha maneira de estar no Rap, os anos de estrada, a preocupação com o contexto do país. Há temas mais pessoais; há a aminha visão sobre alguns temas pertinentes da vida e do mundo; é um álbum bem completo na abordagem, faz lembrar muito, em termos de abordagem e de feeling, de atmosfera, o “Negócio Fechado”, daí poder dizer que é uma álbum completo de ter um tema para cada pessoa.

Embora seja inegável sua particularidade artística, o nome ‘Vui Vui’ estará sempre associado aos Kalibrados. Em que aspectos o “Fazer de Novo” se aproxima ou distancia dos ” “Miúdos Sem Juízo”

Esta obra tem 50% de um lado Kalibrados e 50% de um lado completamente distante dos Kalibrados. A nível daquilo que é distante dos Kalibrados é a sonoridade, portanto, só o facto de ter uma sonoridade actual e misturas com referências angolanas e africanas faz com que a nível de sonoridade eu tenha ali um produto muito único, motivado por várias mixes que pareciam distantes, mas que casaram bem, então, o produto final, em termos de sonoridade, é um produto distante dos Kalibrados e distante do que se ouve, o comum.

O álbum sai a 24 de Agosto, data do seu aniversário. Qual a possibilidade de termo-lo em formato físico?

Estamos a tentar todos os possíveis de ter alguns números físicos e, portanto, até lá estamos nesta luta para ver se se consegue ter volta de mil ou duas mil unidades físicas. 

É dos nomes mais importantes do Hip Hop no país e, além do legado que deixou com os Kalibrados, terá outras ambições individuais. O que mais se pode esperar desta caminhada a solo? Podemos aguardar por mais álbuns?

Isto vão ter que descobrir no álbum. O álbum fala um pouco sobre isso, vão ter que descobrir no álbum.

O que gostaria de alcançar com este álbum que não foi possível com os Kalibrados?

Impacto na vida das pessoas e músicas que fiquem para sempre.

as cargas mais recentes

Gari Sinedima é o mais novo integrante do Coral internacional `Collective Singers´

há 4 meses
Na Namíbia desde Fevereiro do ano corrente a frequentar o conservatório de artes, Gari Sinedima recebeu o convite para ingressar o reputado Coral Collective Singers, onde ocupa a posição de percussionista, por enquanto, e é o último da selecta lista de “eleitos”.

Danai Gurira dá spoiler sobre `Pantera Negra: Wakanda Forever´

há 9 meses
Sem muito detalhe a actriz e membro do elenco, Danai Gurira, falou à Variety, sobre o que está por vir. “É tudo sobre ele. É um derramamento de amor e honra para ele”. Assim, os fãs da sequência estão ansiosos para descobrir como será o tributo ao actor.

Fotogaleria: Yuri da Cunha protagoniza “dueto” épico com Teta Lando

há 2 anos

DJ Znobia cria espaço on-line para divulgação de Disc jockeys

há 2 anos
O espaço denominado `Kubata da música´, foi criado para dar visibilidade a “bons DJs”, que além ressentirem o recesso das actividades culturais, também não dispõem de condições de técnicas para se mostrar.

Abdulrazak Gurnah: Professor tanzaniano vence Prémio Nobel de Literatura

há 1 ano
Segundo a Academia Sueca, Abdulrazak Gurnah foi o laureado deste ano “por sua penetração intransigente e compassiva dos efeitos do colonialismo e do destino do refugiado no abismo entre culturas e continentes”.

Morreu “Gigante” da música africana

há 3 anos
O músico guineense Mory Kanté, conhecido pelo sucesso mundial “Yéké yéké”, na década de 1980, morreu hoje aos 70 anos num hospital de Conacri, após doença prolongada, anunciou o filho.

Damásio Brothers apresentam primeiro fruto da internacionalização da carreira

há 2 anos

O Incesto Real: Novo romance de Comandante Jujú é amanhã no programa ‘Bom dia bom dia’

há 2 anos
Cruzando os séculos, narradores e uma vasta rede de possibilidades, o autor joga com os laços e armadilhas da vida para nos oferecer uma outra história de uma certa Angola.

Kaysha testa positivo para o Covid-19

há 3 anos
A notícia foi avançada pelo próprio artista, com um vídeo que inicialmente indicava ter feito o teste para o novo Coronavírus e posteriormente veio a público, por meio de uma publicação na sua página oficial do Instagram a confirmar que testou positivo.

Consultor do ‘Bohemian Rhapsody’ declara-se contra a sequência do filme

há 3 anos
Lançado em 2018, a cinebiografia da estrela do rock Fredy Mercury obteve elogios da crítica e do público e arrecadou 903,7 milhões contra os 55 milhões investidos. Além disso, arrebatou quatro estatuetas do Óscar 2019, incluindo o prêmio de Melhor Actor, mas o amigo do vocalista dos Queen não quer que o filme tenha sequência.

1 de Junho: Filantropia junta artistas em prol da Aldeia de Criança SOS-Lubango

há 2 anos
Em comemoração ao Dia Internacional da Criança, um leque de artistas vai juntar-se amanhã no palco do Miami Beach, para uma live solidária em prol da Aldeia de Criança SOS do Lubango.

Álbum de Paulo Flores e Prodígio é o 23° Melhor Álbum de Portugal

há 2 anos
Bênção e a Maldição foi lançado em Novembro deste ano e ocupa o vigésimo terceiro lugar na lista dos melhores álbuns de Portugal lançados em 2020, numa selecção de 50 trabalhos, de acordo com Blitiz.

Kanye West admite derrota presidencial e inicia campanha para 2024

há 2 anos
A frágil corrida do astro do hip-hop Kanye West à presidência nunca saiu do princípio e o rapper finalmente admitiu ter sido derrotado.

Filhos de figuras proeminentes do Rock unem-se e formam uma banda

há 2 anos
Os Suspect208 é uma banda formada por três filhos de três grandes figuras do Rock. Falamos de Scott Weiland (Stone Temple Pilots), Slash (Guns N’ Roses) e Robert Trujillo (Metallica).

Polish Women Seeing Culture

há 9 meses

NGA assume responsabilidade do Rap angolano nos Bet Awards

há 1 ano