Nsingi, uma voz de Portugal que leva a cultura angolana com rítmo

Começou no Hip Hop e, com o passar do tempo, sentiu a necessidade de experimentar outras sonoridades, foi assim que descobriu a sua própria identidade musical, baseada na esteticidade dos beats africanos.

Carlos Nsingi nasceu em Portugal e nunca esteve em Angola, mas mantém fortes ligações com a cultura angolana, desde a música, gastronomia ao modo de ser, estar, falar, incluindo a forma de vestir, porque seus país são angolanos e parte da sua família vive em Angola.

O músico acaba de escrever um novo capítulo da sua carreira ao lançar, esta manhã, um EP inédito com fusões de Pop Urbano, Hip-Hop, R&B, Trap e Afro beats, verdadeiro depósito de experiências individual e colectiva e está disponivél nas plataformas digitais.

Apesar da carreira um tanto quanto emergente, seu talento já suscitou vários interesses. Produziu para Masta (Força Suprema), SP Deville, Frank&Rogg, Gasso e Nuno Abd e prova nesta antrevista à Carga que tem muito mais para oferecer à indústria da música.

Nsingi, uma voz de Portugal que leva a cultura angolana com rítmo

Como é que começa o seu envolvimento com a música?

A música sempre esteve presente na minha vida. Venho de uma familia cristã e os primeiros passos foram dados enquanto baterista na igreja quando ia aos ensaios com o meu pai que cantava no grupo.
Mas em 2007 foi o início enquanto rapper. Comecei a fazer maquetes com um grupo de amigos da minha zona.

Em que circunstâncias sua carreira começa a se tornar mais consistente?

A carreira começa a ganhar forma a partir do momento em que, em conjunto, com o meu amigo de infancia Bernardo Melo criamos a banda Koncept – onde tivemos a oportunidade de fazer vários showcases e aparições no centro e no sul de Portugal. A partir de 2018 foi quando senti uma necessidade de abraçar outro tipo de sonoridades para encontrar a minha estética e identidade.

Nsingi, uma voz de Portugal que leva a cultura angolana com rítmo

Qual é o ponto de situação da sua carreira?

#LOVERDOSE é o início de um novo capítulo enquanto artista – O último original que editamos foi em 2018. Três anos depois lanço-me nesta aventura a solo com o objectivo de solidificar a marca NSINGI e de contribuir com a minha arte na indústria, tanto como cantor e produtor.

Em que aspectos acha que a sua música pode contribuir para a indústria musical?

Tudo isto deve-se ao facto da herança musical que tenho, angola e congo, e de consumir vários generos. Hoje em dia considero que faço Pop Urbano onde fundo o Hip-Hop, R&B, Trap e Afrobeats.

Neste momentos quantos projectos tem a solo?

A solo tenho o álbum de instrumentais – Man In Zouk – e no passado mês de Março lancei o maxi-single “Wowmen” em homenagem ao movimento de empoderamento feminino. Com os Koncept temos em comum o EP “Na Via das Duvidas”.

Descreve o seu novo EP como depósito de das suas memórias. De que tipo de experiências se refere?

Experiências pessoais, relatos de amigos… O que vejo e o que vivo.

Por quê razão decidiu tornar públicas essas experiências?

A verdade é que os últimos meses foram meses de muita incerteza, dor, dúvida, angústia e medos. E este EP explora a alegria e a leveza do amor romântico.

Qual é a essência do EP?

A essência deste EP é o amor. Amor pela arte, amor pelo próximo, respeitar e amar o processo. Vem com uma mensagem de optimismo e sublinha que a vida deve ser vivida com Joie agarrando-nos a quem e ao que nos faz feliz.

Andou por algumas capitais europeias. Até onde essas experiências influenciaram na concepção deste EP?

Adoro viajar, mas é em Portugal que me sinto em casa. Cada cidade tem a sua magia… E ter a oportunidade de conhecer novas pessoas, ouvir outros sons, ver e conhecer outras tradições e culturas inspiram-me. Acredito que é com a mistura que avançamos.

Com que artistas angolanos tem tido mais contactos e porquê?

Ainda nao posso levantar muito o pano, mas dentro de muito pouco tempo poderemos vir a ter uma colaboração com um artista do panamorama angolano.

Que particiações traz nos seus projectos musicais?

Para além de Koncept, já tive oportunidade de colaborar com o SP Deville,(SP&Wilson/Makongo), produções para Masta (Força Suprema), a Frank&Rogg, Soundskillz – que co-produziu comigo este novo EP – Gasso e Nuno Abdul, de Moçambique.

as cargas mais recentes

NDDNHH: Christmas Pack já em projecção

há 10 meses
Enquanto as confirmações não chegam, o Produtor se diverte nas redes sociais, com os amantes do projecto tentando adivinhar quem serão os participantes através das iniciais nominais, publicadas por si próprio.

Kalibrados actuam amanhã no `Notas Soltas´

há 11 meses
O evento que acontece habitualmente às quartas, vai excepcionalmente realizar um “Brunch Edition”, em vésperas do dia da Dipanda cujos convidados são os Kalibrados.

7 de Setembro de 1996: O dia em que Tupac foi baleado e não mais voltou aos palcos

há 1 ano
apesar de existirem vários suspeitos e teorias, a polícia nunca chegou em uma conclusão oficial sobre quem teria disparado os 13 tiros contra o carro do rapper em 1996.

Young Buck explica os verdadeiros motivos e a génese da destruição da G-Unit

há 10 meses
Young Buck, ex-membro da G-Unit, decidiu abrir as copas e revelou que os verdadeiros motivos da destruição do grupo foram a demissão de Sha Money XL, o agente do grupo na época.

Majoskill, a voz da esperança do Rap das ruas

há 1 ano
Majoskill vem do Morro Bento, em Luanda. O rapper está no movimento há cinco anos e é apontado como o representante da cultura Hip Hop do seu distrito. Tem duas mixtapes publicadas e apresentou à Carga o seu ambicioso projecto musical para os próximos meses.

Glab Masta prepara salto na carreira com lançamento da música “My Star”

há 9 meses
Depois de várias músicas criadas mas não lançadas, da produção para a composição e desta para a interpretação, Glab Masta lançou ontem o primeiro single – “ My Star”. Inspirado na vida amorosa do próprio artista, o tema já se encontra disponível nas plataformas digitais.

Morreu uma das figuras do Rock nos anos 60

há 12 meses
Spencer Davis, músico britânico fundador da banda The Spencer Davis Group, um dos responsáveis por êxitos como “Gimme Some Lovin’”, e do grupo Traffic, morreu esta terça-feira, aos 81 anos, num hospital em Los Angeles.

Boss Alírio traz novo EP com participações surpreendentes

há 1 ano
Dois anos depois do lançamento do Focado Vol.2, Boss Alírio regressa à arena musical com novo EP. A terceira obra do rapper contém 12 faixas musicais e conta com participações inéditas.

Funge do Show do Mês junta “showistas” em ambiente familiar

há 2 anos

Elenco de Luxo sobe ao palco da Festa da música já amanhã

há 1 mês
Para a sua sexta edição, o Unitel `Festa da Música´ desenhou aquele que é o line up mais ambicioso de todas edições, onde se vão cruzar alguns dos melhores talentos nacionais sendo o Elenco de Luxo uma das primeiras atracções.

“Back In Black” dos AC/DC lidera lista dos 20 álbuns de Rock mais vendidos de todos os tempos

há 1 ano
Dos 20 álbuns de Rock e Metal mais vendidos no maior mercado do mundo (Estados Unidos), o destaque vai para o “Back In Black”, dos AC/DC gravado há 40 anos.

Rapper Kadaff apresenta loja virtual

há 1 ano
Com o objectivo de criar uma estrutura sólida, particularmente na carreira a solo, o músico decidiu criar uma loja online para satisfazer as necessidades dos fãs.

Drake lidera lista dos artistas com mais streams da última década

há 9 meses

Matias Damásio homenageia médicos em novo single

há 2 anos
Intitulada “Guardiões da Vida”, a música serve para homenagear os profissionais de saúde de todo mundo que tudo fazem para conter a pandemia do Covid-19. Em breve será gravado o seu vídeo clipe e quem estiver interessado a fazer parte do mesmo basta enviar um curto vídeo amador.

C4 Pedro é o artista angolano que mais vende nas plataformas de streaming

há 4 meses
O relatórios do Spotify, Apple Music, Boom Play e Deezer indicam que, o autor de “Pele Negra” é angolano que mais vendeu nas plataformas de rscuta, com mais de 7 milhões de streamings, só no primeiro trimestre de 2021.

Do Rap ao Afro House: Trio angolano mostra o quanto vale

há 6 meses
Chamam-se The Angels e estão no mercado há quatro anos, fruto disso produziram vários temas e, Julho deste ano, vão lançar o seu primeiro EP intitulado “Não Estragou Nada”, por sinal, nome de uma das faixas.