Nucho anuncia o álbum que lhe vai colocar no topo

Nucho é um dos poucos rappers angolanos que conseguiu manter-se puro na última década. Em 2017, estreou-se com o álbum Sou[L] RAP e foi nomeado para o maior prémio da música feita em português. Depois disso, surgiram outras surpresas. À Carga, o músico revelou que tem novo álbum, que traz participações de Walter Ananaz, Totó, Duc, Luso, Ana Semedo, Márcia Antunes, Leonardo Wawuti, Conductor e Brawly Waye. Por ser uma obra mais evoluída, o rapper promete alcançar o que ainda não conseguiu.

Como se dá o seu envolvimento com a música?
Cresci no Miratejo, um bairro considerado o berço do Hip Hop, em Portugal, donde são os Black Company e o gosto começou nas ruas, porque se “respirava” RAP em todo lado, com freestyles, concertos na zona, etc. Iniciei oficialmente em 2006 com um grupo chamado Tripla Aliança (eu, Luso e o Glad Max).

O que lhe fez seguir a carreira profissional?
Depois de ficar cerca de 5 anos sem fazer música, percebi que nasci para isso e que não poderia deixar de criar porque é algo que amo. O meu objectivo é ter impacto positivo na vida de quem me ouve.

Há três anos lançou um álbum. O que está a preparar agora?
Sim, o meu primeiro álbum lancei em 2017, intitulado “Sou[L] RAP”. Recentemente, saiu a música “Celebra a Vida” com a participação do Totó e antes de libertar o álbum “Origens” sairão mais videoclipes.

Quando e em que formato estará disponível?
Com esta situação de pandemia é difícil de prever, mas já está totalmente gravado. Vou lançar em formato físico e digital.

Que participações traz o “Origens”?
Walter Ananaz, Totó, Duc, Luso, Ana Semedo, Márcia Antunes, Leonardo Wawuti,Conductor e Brawly Waye.

Tem tido várias indicações no espaço lusófono. Como descreve a sua carreira em Angola?
Sim, em 2017 fui nomeado para duas categorias dos IPMA – International Portuguese Music Awards, considerados os maiores prémios da música feita em português. A cerimónia foi nos Estados Unidos, com vários ícones da música feita em português a nível mundial como a Daniela Mercury, Olavo Bilac, Boss AC, etc.

Em Angola, considero que a minha carreira tem corrido muito bem, o feedback das músicas tem sido sempre fantástico e sincero. Sinto que há reconhecimento, carinho dos fãs e respeito por parte dos outros músicos. Por exemplo, em 5 anos passei de menos de 1000 seguidores no Facebook para mais de 50.000, isso demonstra bem como tem sido aceite o trabalho.

Que expectativa tem em relação ao próximo álbum?
Essencialmente, que os ouvintes considerem que existe evolução na qualidade musical.

Será desta vez que vai conseguir algum prémio em Angola?
Para mim, o principal prémio que posso receber é tocar almas e que as pessoas se identifiquem com as músicas. Isso acredito que vou conseguir. A nível de reconhecimento da indústria, prémios na nossa terra são sempre bem-vindos mas sinceramente não me preocupo muito com esta questão.

Teve Walter Ananaz, que outros músicos gostaria de ver no seu álbum e não pôde?
Para este álbum, acho que tenho as pessoas ideais. No futuro, sonho cantar com Anselmo Ralph e Paulo Flores.

O que tem faltado?
Estou super-satisfeito com o trabalho, não sinto que a nível musical tenha faltado algo.

Que palcos já se apresentou?
Felizmente já estive em todos grandes palcos de Angola, na Baía de Luanda na Festa da Música da Unitel, nos Coqueiros no Show da Virada, em 2015 na digressão da Team de Sonho no Lobito, Benguela e Huambo, o meu álbum lançei no Miami, já actuei no Lookal, Espaço Bahia, etc.

E que palcos gostaria de estar?
Gostaria de voltar à Baía de Luanda, mas como cabeça de cartaz.

Onde quer ver a sua carreira daqui a cinco anos?
Dentro de 5 anos pretendo actuar frequentemente com banda e para além de Angola, ter actuações regulares nos vários países onde se fala português.

Quando olha para tudo que já viveu, o que mais lhe marca?
Sem dúvida o lançamento do álbum e a nomeação para um prémio internacional. O mais difícil é sempre a divulgação dos trabalhos.

Em que nível se coloca actualmente?
Considero uma boa carreira, sinto que tenho evoluído. Estou satisfeito com a qualidade musical, feedback do público e já tive a honra de colaborar com grandes músicos e pisar os principais palcos. Resumindo, considero que está a caminhar de forma sólida e sustentável, ao ritmo correcto.

as cargas mais recentes

Academia de Escrita disponibiliza curso online a título gratuito

há 1 ano
A “Academia de Escrita” é um projecto que visa auxiliar escritores em início de carreira, transmitindo técnicas de escrita que lhes permitirão vencer os bloqueios criativos, concluir e publicar os seus livros.

Eddy Tussa solidário com artistas

há 1 ano
O espectáculo acontece a partir das 17 horas de hoje e o cantor far-se-á acompanhar de Yuri da Cunha. Designado “Show Live de Solidariedade aos Artistas”, o mesmo será transmitido no Facebook, Instagram e YouTube.

Sophie Xeon morre após queda tentando ver a lua cheia

há 9 meses
SOPHIE, cantora, produtora e DJ escocesa, morreu ontem, aos 34 anos. A morte foi confirmada pela gravadora PAN e por amigos próximos.

Valete rendindo à qualidade artística do músico angolano Dino Ferraz

há 5 meses
O rapper português rendeu-se publicamente ao talento de Dino Ferraz, através da música `Careca Não’, em que o artista angolano procura lançar um apelo à tolerância e ao respeito pelas diferenças, marcando o seu posicionamento na luta pela aceitação do cabelo negro crespo masculino na sociedade angolana.

Porquê que Angola celebra o 8 de Janeiro como Dia da Cultura Nacional?

há 10 meses
As celebrações abriram no dia 4 e terminam a 31 deste mês. A jornada contempla exposições, concertos, debates e hoje será marcada por um acto central, com outorga de diplomas de mérito personalidades que mais se destacaram no sector cultural no ano passado.

Jovens do Prenda festejam 52º aniversário no Show do Mês

há 1 ano
Os Jovens do Prenda festejam sábado o seu 52º aniversário de existência no Show do Mês Live, num concerto aguardado com muitas expectactivas pelos fãs do conjunto.

Anitta lança nova música com participação de Cardi B

há 1 ano
Depois de algumas especulações e mistérios, agora é oficial. A cantora brasileira fará parceria com Cardi B. A faixa sai a 18 de Setembro e fará parte do seu próximo álbum.

Há 10 anos, morria André Mingas

há 2 semanas
Foi precisamente a 11 de Outubro de 2011, quando o relógio marcava 20 horas, que a Rádio Nacional de Angola dava conta do falecimento do músico e compositor André Mingas, no Brasil aos 61 anos de idade.

Jay-Z e dono do Tweeter criam fundo Bitcoin para ajudar África e Índia adoptarem a criptomoeda

há 8 meses

Covid-19: Ministro italiano dos Desportos acusa CR7 de mentiroso e arrogante

há 1 ano
Cristiano Ronaldo violou, segundo o ministro italiano dos desportos, o protocolo de Covid-19, ao viajar para Portugal e regressar a Itália, uma vez que ao seu clube Juventus estava em isolamento preventivo.

Tiffany Haddish rejeita dirigir o Grammy Awards

há 11 meses
Apesar de estar indicada ao Grammy 2021 na categoria melhor álbum de comédia – por “Black Mitzvah”, seu trabalho para a Netflix, Tiffany Haddish não aceitou apresentar o evento, pese embora a organização ter esclarecido ser uma instituição sem fins lucrativos.

Black Lives Matter: F1 proíbe o uso de t-shirts de protesto no pódio

há 1 ano
O novo protocolo foi implementado no Prémio da Rússia, que decorreu no passado dia 27. A FIA solicitou que os pilotos permaneçam com os macacões de corrida fechados até ao pescoço, noticiou o The Guardian.

Semba: de Angola para o mundo

há 2 anos
A palavra semba significa ’’umbigada’’ em kimbundo. Numa tradução livre, o Semba representa “o corpo do homem que entra em contacto com o corpo da mulher ao nível da barriga”.

Rapper Chynna Rogers morre de overdose aos 25 anos

há 2 anos
A morte da artista foi anunciada na quarta-feira mas a causa foi ocultada pelo seu agente, dias depois, um representante do Departamento de Saúde Pública da Filadélfia confirmou à Fox News que a jovem morreu de overdose acidental de drogas.

Icónico golo de Maradona com a mão vai aos cinemas

há 1 ano
O cineasta italiano Paolo Sorrentino, vencedor do Óscar de Melhor Filme Estrangeiro por “A Grande Beleza” (2013), vai escrever e dirigir um filme sobre o ex-jogador de futebol Diego Maradona para a Netflix.

Bigger Love: Novo álbum de John Legend celebra a música negra

há 1 ano
John Legend tornou pública a capa e a track list do seu novo álbum, a ser lançado dia 19 de Junho, com recurso à riqueza da música negra tradicional, o artista quer levar alegria e esperança ao movimento Black Live Matter.