Onde te enquadras senhor “músico”?

O mercado musical angolano tem estado cada vez mais competitivo, são vários os jovens intérpretes a procura de uma posição, mas poucos conseguem deixar a sua marca. Uns têm a sorte de “pegar” a primeira e se tornarem conhecidos logo na primeira e única música, outros levam anos para isso acontecer, e uns, mesmo depois de muitos anos, não conseguem fazer sucesso.

Os caminhos que cada um segue estão identificados. Uns optam pela via mais fácil, outros pela via normal, uns com talento, outros não, uns com poder financeiro, outros sem um tostão.

Uns não precisam de ajuda da comunicação social para fazer sucesso, porque interpretam músicas com cabeça, tronco e membros, bem estruturadas desde o conteúdo a produção. Estes não precisam de favores, muito pelo contrário, os DJs é que andam atrás dos seus trabalhos, as rádios tocam para prender a audiência e a net dá apenas sequência.

Outros precisam muito das rádios e da net para promover os seus trabalhos. Estes não cantam músicas bem estruturadas, não cantam o que gostam, mas sim o que o público quer ouvir, ou seja o que estiver na moda. Não têm vida própria, mas têm criatividade suficiente para oferecer ao público o que eles querem.

Este grupo algumas vezes paga aos radialistas para promover seus trabalhos, usam incessantemente a internet para divulgação dos seus temas e, alguns, tornam-se heróis de uma franja da juventude, particularmente para o seu público-alvo.

Depois há o grupo dos “sem talento”, mas pelo facto de gostarem muito de música ou motivados por um familiar que também canta, experimentam pegar no microfone e subir ao palco. Estes têm como principais parceiros as rádios, pagam para as músicas tocar, pagam para actuar em pequenos shows, pagam para frequentarem programas televisivos, pagam para quase tudo.

Este grupo está dividido em dois: Os que mesmo sem talento conseguem fazer sucesso com um ou dois temas, muito por causa das rádios que fazem a música parecer boa de tanto tocar, depois “somem do mapa”, e os que desistem sem conhecer o sabor do sucesso, abraçando de seguida outros desafios, como DJ, promotor de eventos ou agente musical, as suas funções preferenciais.

Então, em que grupo te enquadras senhor músico? Alguns músicos começam a carreira com a pirâmide invertida e resulta, fazem sucesso e tornam-se conhecidos. Mas o facto de resultar não quer dizer que seja a opção mais acertada, há necessidade de se criar uma estrutura, criar alicerces para suportar o sucesso ou fracasso. Profissionalizem-se.

as cargas mais recentes

Par de ténis usado por Kanye quebra record de vendas e torna-se o mais caro da história

há 2 anos
Os calçados foram vendidos o equivalente a 1 bilião e 170 milhões de Kwanzas. Trata-se do par de Nike Air Yeezys que Kanye West usou durante a actuação no Grammy Awards de 2008.

Centenário de Amália Rodrigues celebrado ao nível do seu palmarés

há 3 anos
As celebrações do centenário da diva do fado datam desde o ano passado, este ano, começaram no primeiro dia deste mês, com 100 guitarras a tocarem em uníssono para fazer juz, num espectáculo transmitido pela RTP. Mas não é tudo, dentre muitas homenagens, inéditos de fadista serão editados no dia em que se assinala o centésimo aniversário, noticiou o caderno cultural Ípslon.

Valete diz que Angola é o centro do rap lusófono

há 3 anos
“Angola é o verdadeiro centro do rap lusófono”. Esta afirmação é de uma das principais referências do rap falado em língua portuguesa e não só, Keidje Torres Lima, artisticamente conhecido como Valete.

Morreu Hal Holbrook, o actor que interpretou Abrahan Lincoln

há 2 anos

Além da actuação no Nova Vida este sábado, Força Suprema protagoniza outro grande concerto no Golf 2

há 1 ano
Passaram-se já um ano e seis meses desde que NGA, Prodígio e Don G estiveram em palco para um espectáculo com igual dimensão, em Luanda, uma agenda atribuída ao surto pandémico, já que à Carga NGA revelara, em entrevista, que o grupo pretendia visitar algumas localidades do território angolano.

Conheça as surpresas do Festival Internacional de Jazz da Cidade do Cabo edição 2020

há 3 anos
O quarto maior evento de Jazz do mundo e o primeiro do continente africano, traz para a vigésima primeira edição uma diversidade de vozes. Nomes como Lira, Lady Zamar e o rapper norte-americano Earl Sweatshirt vão juntar-se a veteranos do Jazz.

Escritora Helena Dias anuncia o segundo lançamento da “Ressurreição”

há 2 anos

`TerraATerra´ junta Dog Murras e Matias Damásio em debate

há 2 anos
O “Programa Pensar Angola com Dog Murras” recebe amanhã o músico Matias Damásio para uma conversa aberta à moda angolana e sem filtros.

Vivadança Internacional: Festival de dança brasileiro destaca continente africano

há 2 anos
Este ano, o evento estreia-se on-line, por razões óbvias e, traz África como epicentro do festival, representada por 38 bailarinos de 12 países africanos.

Verzuz Battle é adiado após Ashanti testar positivo para Covid-19

há 2 anos
Inicialmente marcada para o dia 12 de Dezembro, o frente a frente foi remarcado para o próximo dia 9 de Janeiro de 2021, após Ashanti, anunciar horas antes, que testou positivo a Covid-19.

Jay-Z, Nas e P. Diddy lançam manifesto sobre candidatura às eleições de Nova York

há 2 anos
Com as primárias democratas para prefeito de Nova York a aproximar-se, estrelas do Hip Hop lançaram um manifesto sobre qual candidato querem ver governar a cidade de Nova York.

Peça teatral ” Ninguém Leva Nada” eleva fasquia do projecto Rajada Teatral

há 2 anos
A trilogia abriu com “Distância Não é Barreira”, prosseguiu com a peça “Ninguém Leva Nada” e encerra este domigo (30), com a apresenração de Escrava da Cama, com Kayaya Júnior e Xavier Bracleem. O projecto reúne actores de várias companhias teatrais e também integrou a cantora Maya Zuda.

Agora já pode pausar na “placa” com o Naná

há 2 anos
O projecto, com finalidade de estimular a dinâmica comercial nos bairros, empregando jovens nas referidas localidades, conta agora com dois restaurantes informais, cuja imagem é o kudurista Nagrelha.

Cage One e Elizabeth Ventura estreiam-se na maior exposição de Hip Hop do mundo

há 2 anos

OG Vuino enaltece suas raízes em novo álbum ao lado de Boss AC

há 1 ano
“Fiz de Novo” é o título do novo álbum de OG Vuino. Neste disco, o rapper fundador dos Kalibrados, um dos mais proeminentes grupo de Hip Hop de sempre no país, lança-se numa nova aventura, propondo uma sonoridade mais próxima das suas raizes.

Apesar de ser dos futebolistas mais caros do mundo, Mbappé não tem um carro sequer

há 1 ano
Curiosamente, ao contrário da generalidade dos atletas mais bem pagos, o atacante francês do PSG não possui uma invejável colecção de automóveis na garagem. Aliás, não tem carro sequer.