Papekas: “Quero mostrar que o Rap pode ser a mistura certa para todo o tipo de género musical”

Papekas é um rapper que ganhou notoriedade nos freestyles da escola e hoje invade os  mercados moçambicano e sul-africano. O artista tem se dedicado ao Rap acústico. A partir de Johannesburg, deixa os primeiros registos de uma proposta inovadora para Rap angolano.

Como é que entra para a música?
Não tenho a certeza devido ao facto que comecei a fazer o meu nome com o freestyle no colégio, depois nas ruas e comecei a entrar em estúdio fazendo participações, mas sei que já lá vão uns 10 e poucos anos.

Quando é que começa a ganhar notoriedade profissional?
A minha primeira música a solo tem 4 anos, daí é o momento que considero pois daí comecei a ter mais notoriedade.

Como é que foi parar na África do Sul?
Vivo na África do Sul há 5 anos, mas nasci em Portugal. Os meus pais São angolanos mas nasci e cresci lá e fui para Angola com 13 ou 12 anos de idade.

Esta a se preparar para apresentar o seu primeiro projecto musical. Conte-nos um pouco sobre isso…
Não é o primeiro. Já apresentei dois Projectos musicais: a mixtape “Bars”, que foi um projecto principiante a nível de produção, consistia em mandar uma faixa toda a sexta-feira do mês de Julho de 2018 e a mixtape “Consumo Obrigatório”, que tem menos de um ano e é um projecto mais completo.

E agora, o que vai apresentar propriamente?
Este é um projecto acústico com mistura de Rap. Acredito que seja algo único em Angola, pelo menos com isso espero levar a música angolana para outros horizontes como muitos têm feito, mas do meu jeito. Quero mostrar que o Rap pode ser a mistura certa para todo o tipo de género musical, daí o formato diferente, a ousadia e até os temas serão bem abrangentes.

Quando é que será publicado?
Planeio fazer isso em Dezembro, publicar em todas as plataformas digitais de fácil acesso.

Que estratégia adoptou para a produção?
Ainda por anunciar mas só gente com talento. Um deles será o “Dj Flaton Fox” que é um dos melhores Dj’s Angolano residente na Africa do Sul.

Qual será o título do EP?
“Eu, uma viola e o Zé Bonitinho”, terá  5 faixas musicais.

Depois disso, o que se segue?
Lançarei algumas tracks, a parte do projecto. Algumas delas, tenciono fazer videoclipes, mas num formato para o YouTube.

A que produtora está associado?
De momento oficialmente a nenhuma.

Como consegue trabalhar desta maneira?
Não é fácil, mas quem corre por gosto não se cansa, acho que o momento chegou para fazer isso ate porque já tive muita preguiça com relação a isso e por outra “campeões sabem que grandes objectivos não se conseguem de forma fácil então gere-se”.

Que artistas angolanos gostaria partilhar uma letra?
Muitos, muitos mesmo. Como a lista é muito grande citarei o Anselmo Ralph.

Que outros projectos  participou?
Surpresas a caminho.

Que palcos se tem apresentado normalmente?
Bares, shows grandes a convite de outros cantores, festas temáticas, outros países de momento só Moçambique.

Quando é que vem a Luanda protagonizar um espectáculo?
Vou fazer um show intimista se Deus quiser ainda esse ano, mas grande show so para quando fizer bigger things.

O que seus seguidores podem esperar de si?
Contem com muito que venho com tudo extra e esquebra.

as cargas mais recentes

Idris Elba promove concerto virtual “Africa Day Benefit Concert at Home”

há 8 meses
O concerto virtual é uma iniciativa do cineasta britânico, que visa arrecadar fundos para “aliviar” os efeitos económicos que África tem sofrido, face a pandemia do Covid-19. O encontro reunirá um rol de artistas africanos e será transmitido pela MTV Base, no próximo dia 25, dia de África.

Escritor Lourenço Mussango reage à decisão do INIC sobre a retirada do Prémio António Jacinto

há 2 semanas
Em reacção à decisão, Lourenço Mussango afirmou que tanto o júri como o INIC não fizeram nenhuma avaliação das provas materiais para se chegar à conclusão sobre quem plagiou quem.

Black Lives Matter: F1 proíbe o uso de t-shirts de protesto no pódio

há 4 meses
O novo protocolo foi implementado no Prémio da Rússia, que decorreu no passado dia 27. A FIA solicitou que os pilotos permaneçam com os macacões de corrida fechados até ao pescoço, noticiou o The Guardian.

This Is Not a White Cube anuncia participação na 8ª edição da 1-54 Contemporary African Art Fair

há 3 meses
A feira de arte que vai decorrer em Londres na Somerset House de 8 a 10 de outubro de 2020, será prestigiada com a presença da galeria angola, a ser representada pelos artistas: Alida Rodrigues, Patrick Bongoy, Pedro Pires e Nelo Teixeira.

Fat Soldiers confirmam novo EP com o lançamento do single `Jogada de Mestre´

há 5 meses
Já é possível assistir o videoclipe do single `Jogada de Mestre´, o mesmo traz um vislumbre do que será o próximo EP, intitulado `Dor e Triunfo´, a ser lançado em Setembro.

Das ruas aos palcos do BET Awards, “Black Lives Matter” continua a ser a “palavra” de ordem

há 7 meses
Na noite em que os artistas africanos Sha Sha e Burna Boy se destacaram, a atenção ao movimento Black Lives Matter, que desde o final de Maio tem promovido manifestações pelos Estados Unidos, também teve lugar naquele palco.

Iza: Entre os 100 negros mais influentes do mundo

há 3 meses
A eleição é reconhecida pela Organização das Nações Unidas Internacional e engloba todas as áreas de actuação, como arte e cultura, além dos empreendimentos de negros ou não que sejam voltados para o público negro.

Galeria Tamar Golan apresenta “CaDespedida” da autoria de Mauro Sérgio

há 3 meses
“A CaDespedida é aquele momento nostálgico de um fim de dia bem passado. Termo cunhado nas eternas idas à praia na Luanda, Benguela e Porto Amboim do antigamente, onde passar um dia na praia era um evento preparado com cuidado, antecipado e esperado com ansiedade.

Mobbers lançam L.O.M. com participações de ProfJam e T-Rex

há 1 mês
Da autoria dos Mobbers, o single foi disponibilizado ontem em todas as plataformas digitais e conta com as vozes do Rapper Português ProfJam, e do rapper angolano T-Rex.

Sabia que já pode ouvir o seu cantor preferido em tempo real e a custo zero?

há 10 meses
Numa altura em que o público está impedido das sua actividades diárias, a Soba é-Music e a Revista Carga, que agora assumiu a versão colocam hoje à disposição dos artistas e ouvintes uma sessão de escuta grátis.

Lil Wayne decepciona fãs ao apoiar Donald Trump nas eleições

há 3 meses
Embora a maioria do meio artístico demonstre total repúdio por Donald Trump, o artista de New Orleans não pareceu ter se intimidado com possíveis criticas e boicotes por se posicionar ao lado dele.

Filha de Beyoncé e Jay-Z de 8 anos indicada aos Grammy

há 1 mês
A organização dos Grammy Awards corrigiu, esta semana, as nomeações aos Grammy, colocando na lista Blue Ivy e Wizkid pelas participações na música ‘Brown Skin Girl’, antes atribuída a mãe da pequena.

Após denúncia de plágio, Taylor Swift muda logótipo do álbum

há 6 meses
Poucos dias depois das acusações sobre plágio no seu mais recente álbum “Folklore”,Taylor Swift mudou o logótipo da sua obra e de todos os produtos associados.

DJ Pelé, Flagelo Urbano e Ikonoklasta representam a classe artística na manifestação

há 2 meses
Os músicos Flagelo Urbano, Ikonoklasta, Ready Neutro, MCK e DJ Pelé representam, a classe artística na manifestação pacífica, que decorreu hoje, em Luanda, visando alertar ao governo para fim do elevado custo de vida no país, mas que terminou com a confirmação de mortes.

Kiki Versace: “A minha carreira está em ascensão”

há 8 meses
Kiki Versace introduziu no cenário musical o Kubanger, um estilo que resulta da combinação entre o Kuduro e o Trap Banger. Hoje a vertente é bastante cultivada. O kudurista veio à Revista Carga para apresentar o seu álbum de estreia e aproveitou para esclarecer dúvidas à volta da do tipo de Kuduro que inventou há 12 anos.

Convidados num show? Um desafio sem precedentes para a Força Suprema

há 10 meses