Paulo Flores representa África no concerto promovido pela ONU e OMS

Maio parece ser mês de Paulo Flores, depois do convite da Apple Music, o artista angolano participa de um concerto virtual organizado pela OMS e pela ONU a alusivo ao Dia da Cultura da Língua Portuguesa e ao Dia Mundial da Higiene das Mãos.

O repertório do artista vai desde o 1972 ao  Kunanga do Amor e traz os arranjos de Ghiya Rushidat, Dani Alves (percussão), David Strongin (violino), James Quinlan (baixo), Brenda Vongova (piano), Daniel Gurfinkel (clarinete), Mohamed Gamal.

Para além de África, o espectáculo online terá  também representações da América Latina (Brasil) e da Europa (Portugal) e marca o Dia da CPLP e da Lavagem da Mãos.

O objectivo, segundo a Organização Mundial da Saúde e a Organização das Nações Unidas para promoção da cultural musical (UNCMS), é incentivar a prevenção e  controle da infecção pelo coronavírus, bem como a promoção da língua através da música. O concerto é feito a partir de casa.

as cargas mais recentes

BAI Dança Com Ritmo está de volta

há 1 ano
A partir deste sábado, dia 10 de Abril poderá acompanhar o maior concurso televisivo de dança em Angola, que está de volta ao ZAP Viva com a retransmissão dos castings.

DMX hospitalizado em estado gravíssimo

há 2 anos

10 anos depois Diff regressa ao game para revolucionar o Rap

há 2 anos
É dos rappers mais modernos da actualidade e só não deu cartas porque esteve dez anos fora do mainstream, mas, está de volta e desta vez com um EP de 4 faixas musicais, incluindo os respectivos vídeoclips. Além da obra, o músico preparou uma “bomba” com Anselmo Ralph e fala à Carga sobre o seu regresso.

Luanda recebe a primeira exposição virtual

há 3 anos
“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares.

Jay-Z volta a aumentar ainda mais a fortuna após vender Tidal

há 1 ano

Mais um livro de Ondjaki adaptado em filme

há 1 ano

Rapper Duas Caras preocupado com a perda de valores tradicionais em África

há 2 anos

Vado Poster: De bate-chapa a principal referência do Afro House da actualidade

há 8 meses
Vado Poster integra a geração vanguardista do Afro House e é hoje uma das principais referências do estilo em Angola. Com uma carreira já coroada de êxitos, o DJ e produtor prepara-se para colocar a sua primeira obra discográfica no mercado.

Enquanto Lady Gaga é jogada para escanteio, Beyonce recebe a primeira indicação ao Oscar

há 8 meses
Os indicados ao Oscar 2022 foram revelados na manhã desta terça-feira, dia 8 de Fevereiro e os vencedores serão conhecidos na gala de prémios, que terá lugar no próximo dia 27 de Março, no Dolby Theatre em Los Angeles.

Beyoncé é eleita a melhor artista de tournée da última década

há 1 ano
A Pollstar, publicação especializada em shows ao vivo, decidiu honrar os artistas da década e Bey considerada a protagonista das melhores turneés.

Morreu o fadista português Carlos do Carmo

há 2 anos
O cantor morreu na manhã de hoje aos 81 anos, no hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde deu entrada ontem por causa de um aneurisma.

Yuri da Cunha: “Eu podia ter nacionalidade portuguesa, mas nunca tive. Vou tentar ao máximo viver aqui”

há 1 ano
Sobre a garantia da sua reforma, uma vez que é visível o seu sucesso, o artista admitiu que, apesar de ganhar mais, tal como os demais angolanos, também lida com questões de água e luz, mas ama a sua terra e, embora tenha várias possibilidades de adquirir a nacionalidade portuguesa, nunca pensou nisso.

D-Wayne: Um filho do Rap que deixa marcas no Kuduro e Afro House

há 2 anos

Artistas plásticos da nova geração recriam trabalho de Ruy Duarte de Carvalho

há 11 meses
O Laboratório de Crítica e Curadoria e a Galeria Movart apresentam no próximo dia 25 do corrente, em Luanda, uma exposição colectiva inspirada na obra “Como Se O Mundo Não Tivesse Leste”, de Ruy Duarte de Carvalho.

Preto Show: “Anselmo Ralph é o maior artista angolano de todos os tempos”

há 2 anos
Preto Show atribui nota negativa ao ano 2020 e diz não fazer sentido, neste momento, proibirem -se espectáculos, uma vez que escolas, igrejas e mercados andam abertos. O músico pede a intervenção do Presidente da República na questão dos shows, porque, lamenta, há colegas seus a passearem fome.

Snoop Dogg anuncia ‘From Tha Streets 2 Tha Suites’ o seu novo álbum

há 2 anos