Pepetela acaba de vencer mais um prémio com a obra “Sua Excelência, de Corpo Presente”

O escritor angolano Pepetela voltou a vencer com a obra “Sua Excelência, de Corpo Presente”, o Prémio Literário Dstangol/Camões, depois de em Fevereiro deste ano ter já conquistado com a mesma obra o Prémio Literário Correntes d’Escritas.

O romance é “uma crítica mordaz ao abuso de poder e aos sistemas de governo totalitários disfarçados de democracias”, escrito com “um sentido de humor inteligente, o que reafirma o autor, sublinha o júri, como “escritor de primeira água, angolano, africano e universal”.

O prémio, valiado em mais de 10 milhões de Kwanzas, foi atribuído não apenas pela actualidade do texto de Pepetela, mas também pela forma como o escritor “mantém jovem e lúcida a ironia, a crítica sociocultural e uma criatividade intensa, que acompanha os avanços e recuos da realidade angolana e até mesmo africana, no que diz respeito à realidade que vivemos ao Sul do Saara” fez saber o júri presidido por Irene Guerra Marques, professora na Faculdade de Letras da Universidade Agostinho Neto.

Sociólogo de formação, Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos, “Pepetela’ nasceu em Benguela, em 1941. Foi guerrilheiro do MPLA, político e ministro da educação. Entre várias distinções que recebeu destaca-se o Prémio Camões, em 1997.

O Prémio Literário Dstangola/Camões é uma iniciativa do dstgroup em parceria com o Camões-Instituto da Cooperação e da Língua, e visa distinguir, anualmente e de forma alternada, livros editados em poesia e prosa de artistas nascidos em Angola.

A primeira edição homenageou a poesia e escolheu como vencedor o título “Noite Vertical”, de Zetho Cunha Gonçalves.

as cargas mais recentes

Vencedora do Prémio Camões 2021, Paulina Chiziane, prestigia Diálogos Culturais já amanhã

há 7 meses
Em Luanda desde a semana finda a convite de Yuri da Cunha e Isidro Fortunato, mentor do Movimento Ubuntu, a vinda da escritora moçambicana tem impulsionado uma série de “encontros” em prol do intercâmbio cultural e vai culminar com o `Especial Diálogos Culturais’ , a ter lugar amanhã, na Universidade Gregório Semedo.

Anselmo Ralph anuncia novo EP a ser lançado dia 12 de Março

há 2 anos
A novidade chegou com o lancamento de um novo videoclipe, correspondente à música ‘Fim do Mundo’.

Morreu um dos criadores do “Afrobeat”

há 2 anos
O mítico baterista nigeriano Tony Allen, um dos criadores do género “Afrobeat”, morreu quinta-feira em Paris (França), aos 79 anos de idade.

Pirline Enter. anuncia primeiro projecto oficial do rapper Samuel Clássico

há 2 anos
Quando se trata de New School, Samuel Clássico é um nome que não deve faltar. Sua forma de cantar continua a atrair públicos. Já lançou vários projectos, incluindo com a TRX Music e Mobbers, só que desta vez é o seu primeiro oficial sob o selo da Piriline Enter..

Quavo aposta 1 milhão de dólares caso o álbum dos Migos não seja o melhor de 2020

há 2 anos
Quavo, um dos três elementos dos Migos, grupo de Hip Hop que ficou conhecido em 2013 com o single Versace, anunciou hoje o lançamento do terceiro álbum, acusando outros rappers de estarem a dormir e garante que o novo trabalho dos Migos vai ser o melhor de 2020-2021 e aposta 1 milhão de dólares com quem duvidar.

Ja Rule revela que no início da carreira quis fazer trio com JAY-Z e DMX

há 2 anos
Ja Rule, Jay-Z e DMX tinham condições reunidas para constituírem um trio, uma ideia motivada por Irv Gotti, da Murder Inc. Entretanto, os três músicos não conseguiram materializar o desejo porque dois dos rappers não mostraram interesse.

Somos Angola Somos Cultura: Jomo Fortunato reitera que o Palácio de Ferro está aberto a propostas culturais

há 1 ano
Numa altura em que a ala artística insurgia-se contra as medidas restritivas face à Covid-19, o Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, afirmou em entrevista ao Jornal da Zimbo que será inaugurado o Projecto `Somos Angola Somos Cultura´, justamente para ajudar a minimizar as dificuldades do sector cultural.

Morreu autor de Tom e Jerry

há 2 anos

Sintoniza 91.7 MFM: ShowTime

há 2 anos
Leonel Manuel ou simplesmente Megga Skills, como é conhecido nas lides do Hip Hop, é a uma das vozes mais sonante da Rádio MFM, na condução do programa ShowTime todos os Domingos, as 18 horas. Saiba mais sobre este programa, que nasceu por inspiração do extinto “Big Show Cidade”, mas que se apresenta como o programa de Rap “mais inclusivo” da actualidade, pois além de promover o Hip Hop, a música Rap e os seus fazedores, “abraçou” também a missão de “educar, informar”.

Legado de Mestre Kapela é memorado “ante” ao Prémio Nacional de Cultura e Artes

há 2 anos
O artista plástico Kapela Paulo venceu o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de `Artes Visuais e Plásticas´. Visto como pai espiritual da arte contemporânea em Angola, Mestre Kapela espelha na sua arte, por meio do olhar e pincel a sua escola de arte que moldou as práticas e técnicas da sua longa e prolífica carreira.

Foste Waldemar, mas cantaste livremente no teu país

há 2 anos
A morte do músico Waldemar Bastos foi um duro golpe às nossas emoções, um soco no “estômago” da cultura e quase um K.O técnico aos amantes da música com qualidade.

Novas revelações sobre o Pantera Negra 2

há 2 meses

OG Vuino disponibiliza videoclip do single intitulado ‘É muito tempo’

há 1 ano
O consagrado rapper angolano, membro fundador dos “Kalibrados”, OG Vuino, disponibiliza hoje as 18 horas no seu canal do YouTube, o videoclipe da música intitulada “É muito tempo”, primeiro single extraído do álbum “Fiz de novo” a ser lançado no dia 24 de Agosto do ano em curso.

Paulo Flores e Prodígio voltam a juntar-se em novo projecto musical

há 2 anos
Intitulada Nzambi-Deus”, o single antecipa o álbum “A Bênção e a Maldição” e aborda sobre a eterna pergunta que não para de ecoar, e será disponibilizado hoje às 18 horas no canal do YouTube criado pelos dois artistas e que visa promover a arte.

Invisíveis: “O que nos caracteriza é um Rap sem preocupação com os holofotes”

há 2 anos
Lançaram ontem o álbum `O Culto´, uma obra no verdadeiro sentido da palavra, que além de quebrar o silêncio de 8 anos, é uma viagem às origens do Hip Hop e um compromisso com o “abandonado” Boom Bap.

Killuanji: “Os fazedores do Rap gospel em Angola andam distraídos e tornam o estilo frágil e fraco ao ponto de ninguém os ouvir”

há 2 anos
Lançou recentemente o EP Apocrypha e embora esteja na música há mais de uma década, Killuanji considera que agora sim, a sua carreira começou. O rapper que faz da crença o seu sacerdócio assume-se como o “novo rosto do Rap Gospel em Angola”, e garante que chegou para dar uma lufada de ar fresco ao estilo.