Pink considerada a artista feminina mais ouvida do século XXI no Reino Unido

A cantora foi eleita, esta semana, a mulher mais ouvida do século XXI no Reino Unido, ultrapassando Beyoncé, Whitney Houston, Madonna e Rihanna.

De acordo com um relatório do aplicativo airplay para as estações radiofónicas e televisivas daquele país europeu, a norte-americana de 42 anos está em 1° lugar no grupo das vozes mais ouvidas do século.

A classificação baseada no uso exclusivo de música e dados dos órgãos de comunicação sociais coloca Madonna e Katy Perry em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Lady Gaga surge em 5º, Adele em 6° e Beyoncé em 7º. Já Whitney Houston aparece na 10a posição.

A biblioteca contém dados de mais de 15 milhões de gravações e recebe dados de uso de licenciados que descrevem a música usada em bilhões de segundos de reprodução.

Natural de Filadélfia, antes de atingir o mainstream, nos EUA, Pink já era uma estrela no Reino  Unido. Ao longo da carreira, cumulou 36 sucessos no Top 40 no Reino Unido, incluindo três no. 1.

A artista também possui 10 títulos de álbum Top 10 no Reino Unido, de acordo com o OCC, incluindo três líderes: 2008 Funhouse, De 2017 Lindo trauma, e de 2019 Dói 2B Humano. Seus álbuns de estúdio acumularam 13 prêmios de platina no território e, no BRIT Awards 2019, foi premiada com a Contribuição de Destaque para a Música. 

Veja o top 10 das vozes femininas mais ouvidas do século XXI no Reino Unido: 

1. Pink

2. Madonna

3. Katy Perry

4. Rihanna

5. Lady Gaga

6. Adele

7. Beyoncé

8. Kylie Minogue

9. Little Mix

10. Whitney Houston

as cargas mais recentes

Lourenço Mussango vence prémio literário António Jacinto

há 1 ano
O escritor e jornalista Lourenço Mussango venceu ontem a edição 2020 do prémio literário António Jacinto, com a obra “Mulher Infinita”.

Desporto norte-americano em “stand by”

há 1 ano
O boicote dos Milwaukee Bucks ao duelo com os Orlando Magic, no quinto jogo dos play-offs na NBA, motivou um protesto colectivo no universo desportivo norte-americano contra a injustiça racial e levou ao adiamento de todos os jogos da noite na NBA, estendendo-se à MLS, beisebol e ao ténis.

Boss Alírio traz novo EP com participações surpreendentes

há 1 ano
Dois anos depois do lançamento do Focado Vol.2, Boss Alírio regressa à arena musical com novo EP. A terceira obra do rapper contém 12 faixas musicais e conta com participações inéditas.

Tribunal e SIC tranquilizam artistas: “Processos sobre pirataria são dos mais céleres”

há 5 meses
os crimes de pirataria e a contrafacção de obras musicais audiovisuais e fonográficos podem ser resolvidos em apenas dois meses, caso o lesado decida processar o seu autor, cuja pena é convertida em valor pecuniário.

Vencedora do Festival da Canção de Luanda apresenta primeiros projectos

há 1 ano
Além do principal prémio, Heróide dos Prazeres foi considerada a melhor voz do ano do Festival da Canção de Luanda, mas não é só o timbre vocálico que chama atenção, ela também escreve, e foi com a sua própria composição que ultrapassou vozes de referência da música angolana.

Tina Turner vende direitos musicais à BMG

há 2 semanas
Entre os temas, cujos direitos passam para a BMG, estão clássicos como “What’s Love Got to Do With It” e “Private Dancer”. Os valores envolvidos não foram revelados, mas o “Guardian” escreve que este é o maior negócio de sempre da BMG com um artista solo.

Conheça Márcia Itchêlika, a nova promessa do Guetho Zouk

há 1 ano
Começou no Kuduro e hoje constrói uma carreira sólida no Guehto Zouk. Já lançou quatro músicas e está neste momento a gravar um videoclipe, enquanto projecta o primeiro EP. ‘Dona de uma voz forte’, Márcia Itchêlika vem de uma família de sembistas, mas assume-se como a esperança feminina do Zouk em Angola e elegeu o mercado internacional para começar suas conquistas.

Estações televisivas nacionais já são monitoradas pela Sadia

há 7 meses
Depois das Rádios, a Sadia informou que já deu início a monitorização das estações televisivas nacionais, nomeadamente: TPA1 e 2, TV Zimbo, Zap Viva, Trace Toca, Vida TV, Afro Music Channel e +Hits África, com o objectivo de salvaguardar os direitos de autores.

Primeira edição do festival de publicidade pode ser online

há 1 ano
O Festival de Publicidade e Marketing Angolano poderá ser realizado no formato digital, com transmissão streaming, se a crise pandémica em Angola não abrandar, soube hoje a Carga Magazine.

Álbum de Paulo Flores e Prodígio será lançado esta sexta-feira, 6 de Novembro

há 12 meses
O aguardado álbum Bênção e Maldição de Paulo Flores e Prodígio estará disponível a partir desta sexta-feira, 6 de Novembro, anunciaram ontem os músicos.

MD e MK assumem agenciamento de Preto Show e vários dj´s

há 1 ano
As produtoras MD e MK Records firmaram uma aliança para agenciamento de artistas angolanos, com destaque para os Disco Jokeys (Dj´s) mais conhecidos da nossa praça.

Conheça Tusse, o refugiado congolês que venceu a maior competição musical da Suécia

há 7 meses
No passado sábado, o artista de 19 anos venceu o concurso de canto Melodifestivalen, consolidando sua posição para representar a Suécia no Festival Eurovisão, que acontece no próximo dia 18 de Maio.

The Weekend anuncia que nunca mais vai concorrer aos Grammy Awards

há 7 meses

Aline Frazão, Sara Tavares, Karyna Gomes e Toty Sa’Med rendem tributo a Waldemar Bastos

há 4 meses
O encontro que objectiva honrar a memória deste ícone de qualidades ímpares, intitular-se-á Ndapandula e acontecerá no próximo dia 3 de Setembro, com a direcção artística e musical de Aline Frazão.

Ludmilla participa na 2ª temporada da série ‘Arcanjo Renegado’

há 1 ano
Em meio a polémica com Anitta, a cantora Ludmilla foi escalada para interpretar uma polícia Militar. Apesar de receber vários elogios da classe artística com destaque para o apoio de Emicida, a actriz Samantha Schmütz fez uma crítica sobre o assunto, ao qual, foi respondida ao pé da letra.

Actor angolano dá a “cara” na Globo

há 1 ano
O actor angolano Hoji Fortuna é uma das personagens da nova novela da Globo, intitulada “Nos tempos do imperador”, onde contracena com Selton Mello. A nova novela da Globo, das 18h00, retrata o Brasil nos anos 1800 e sua politica monárquica, dando continuidade a novela “Novo Mundo”, exibida em 2017.