Pioneira do Ballet Tradicional Kilandukilu recua na sua decisão de desistência após homenagem do Duetos N´Avenida

Trata-se de um dos nomes que representa o baluarte da dança nacional, Ana Maria Vieira Dias, que em dupla com o irmão Maneco Vieira Dias, está na vanguarda do Kilandukilu há mais de 35 anos, pelos quais, foram homenageados na última edição dos Duetos N´Avenida.

Caracterizado como um projecto inclusivo, que dá o palco a quem tem qualidade e valoriza os artistas, o Duetos, na sua segunda edição da quinta temporada, prometeu um show bastante intimista, onde o amor estaria presente do princípio ao fim, e assim aconteceu.

Um solo de saxofone fez as honras da casa, dando lugar à estreia do encontro de “morenas”, uma de cá e outra de outra de lá, precisamente, Selda e Carla Moreno. Ambas protagonizaram um verdadeiro brilharete, nesta noite que foi pautada por viagens a vários estilos e vozes da música mundial, além de músicas da autoria, sendo Carla surpreendida com a presença de Phathar Mak enquanto interpretava a música `inocenti´.

O factor surpresa como um dos grandes diferenciais do Duetos, foi mantido a sete chaves e reservado para o momento mais alto da noite. A homenagem ao Kilandukilu e seus fundadores, só foi percebida durante a projecção de uma dedicatória, que narrava os anos áureos do Ballet bem como todo o seu legado.

O momento foi antecedido da performance de alguns integrante, para a surpresa de Ana Maria e Maneco Vieira Dias que foram convidados a estar no evento, sob outro pretexto.

O Kilandukilu, tal como conta a história, é um grupo que se alicerçou com integrantes de várias partes, mas hoje evoluiu para uma família tendo várias gerações da mesma árvore genealógica a dar continuidade ao legado.

Digno de reconhecimento, o Kilandukilu, que em bom português significa divertimento, durante os seus 37 anos de actividade teve como objecto social a valorização e expansão de danças contemporâneas africanas, com maior destaque para as nacionais, juntamente com a música folclórica.

Na sua intervenção, Ana Maria manifestou a intenção de abandonar o grupo ao qual dedicou parte da sua vida, mas recuou após a homenagem. Além de desejar prosperidade ao projecto, vaticinou que a dança, enquanto disciplina artística, não morra. “Estamos a ir embora e precisamos deixar legados”, disse.

Por sua vez, Maneco Vieira Dias, visivelmente emocionado relembrou que fazem parte de um grupo de resistência, que sempre colocou o sonho a frente das circunstâncias e assim foi que o Ballet Tradicional Kilandukilu conquistou o seu lugar nos anais da história nacional.

Sobre o Ballet Tradicional Kilandukilu
De acordo com a biografia, o Kilandukilu foi fundado a 15 de Março de 1984, em Luanda, no Maculusso. Mantém até aos dias de hoje apenas duas pessoas no activo, que é a Ana Maria e Maneco Vieira Dias, ambos mentores do projecto de danças angolanas, como semba e kizomba a nível do Mundo, juntamente com Mestre Petchu que actualmente os representa em Portugal.

O grupo está presente em várias partes no mundo: Luanda, no Uíge, em Lisboa (Portugal) e também no Recife (Brasil), juntamente com a organização não governamental Pés no Chão.

Até aos dias de hoje, todo o trabalho de dança é precedido de uma recolha de informação, das tradições do país. Faz-se um levantamento das mais variadas culturas e as peças são montadas. A pesquisa leva à criação, que depois é apresentada no palco. Não obstante o forte do grupo ser as danças angolanas, têm sido realizadas outras experimentações com danças contemporâneas africanas. Para além da dança e da música folclórica, o grupo também vem passando informação da gastronomia nacional. 



as cargas mais recentes

Morreu Sidney Poitier, o primeiro negro a vencer o Óscar de Melhor Actor

há 3 semanas
O primeiro actor negro a vencer o Óscar de “Melhor Actor”, Sidney Poitier, morreu na noite de quinta-feira aos 94 anos de idade. A informação foi avançada hoje pelo ministro das Relações Exteriores das Bahamas, Fred Mitchel.

Big Daddy Kane e KRS-One protagonizam ‘Verzuz battle’ épico

há 3 meses
Embora exista um descabido preconceito relacionado com a idade dos hippopers, os veteranos Big Daddy Kane e KRS-One provaram na noite de ontem, que o Rap “cinquentão” está de boa saúde e recomenda-se.

Após estreia de documentário sobre a cantora, caso “Britney Spears” volta ao tribunal

há 12 meses

Atrium promove show internacional em alusão ao Dia da Independência

há 1 ano
A ser realizado no próximo dia 8 de Novembro, simultaneamente em Cabo Verde e Angola (nas instalações do Atrium Nova Vida), o concerto alusivo ao 45º aniversário da independência de Angola será restrito ao grande público devido as medidas de prevenção à Covid-19.

Fradique integra corpo de jurados do festival ‘Imagine Science Film Festival’

há 4 meses
O realizador angolano Fradique faz parte do corpo de jurados da 14ª edição do Imagine Science Film Festival (Estados Unidos de America) para categoria de Longa Metragem (Prémio Ciência Nova Onda) que premeia filmes que propõem formas ousadas, singulares e muitas vezes híbridas de comunicar a ciência.

Beyonce e Marvin Gaye lideram a lista dos melhores álbuns do século

há 1 ano
A Rolling Stone elegeu os álbuns “What’s Going On” de Marvin Gaye e “Lemonade” de Beyonce, como melhores álbuns de todos os tempos. Citando também ‘Crazy In Love’ como a melhor música do século.

Ary arrecada mais de um milhão em concerto online

há 2 anos
Em pouco mais de uma hora de show, na sua página do Instagram, a cantora Ary conseguiu arrecadar um milhão e 295 mil Kwanzas, que será encaminhado para o centro de acolhimento El Betel, informou o agente da artista Agnelo Henriques.

Chilola de Almeida: “Quero fazer o Semba atingir os palcos onde os mestres sempre desejaram”

há 2 anos
Como cantor pode não ser muito conhecido, mas como compositor, Chilola de Almeida escreveu sucessos de músicos como Filho do Zua, Ary, Puto Português, Carlos Burty e Banda Maravilha. Este ano, o músico vai dar o primeiro grande passo da carreira e assume-se como a continuidade de Bangão.

Nankhova: “No meu ranking sou um músico a seguir, um exemplo bom para a música nacional”

há 1 ano
Nankhova é um artista que dispensa apresentações, nos croquis de moda impressiona com o seu Je ne sois quoi e nas pautas musicais pretende transmitir a sua alma que é gerida pelo seu “grande Deus”.

AFRIMA: Dj Impossible é o único artista dos PALOP a concorrer como Melhor DJ Africano

há 3 meses
Agenciado pela Cloe Management, DJ Impossible está ciente de que tem pela frente uma difícil missão, mão não Impossible. O artista vai procurar manter a honra conquistada em 2019 por Man Renas, porém tudo está a depender da votação dos angolanos, seja em que parte estiver.

Porto de Luanda: 75 anos a ligar Angola aos mercados internacionais

há 2 anos
O Porto de Luanda é o maior terminal de importação e exportação de carga de Angola e há 75 anos, completados hoje, p tem ligado o país aos principais mercados mundiais, servindo de alavanca para o desenvolvimento económico e social, ancorado nos pilares da sustentabilidade e da competitividade. Com a nova administração, a instituição segue a rota do crescimento de portas abertas para o futuro.

Drake será laureado no Billboard Music Awards 2021 como artista da década

há 8 meses
Marcada para o próximo dia 23 de Maio, a cerimônia Billboard Music Awards será marcada pela grande homenagem ao rapper Drake. O artista vem “governando” o gráfico Billboard ‘s Top Artistas do gráfico 2010´s desde o lançamento do LP Thank Me Later.

SADIA ameaça levar Unitel a tribunal

há 6 meses
A Sociedade Angolana de Direitos de Autor exige 453 milhões de Kwanzas da operadora de telefonia móvel, pelas músicas executadas no Kisom Unitel e Toque de Espera.

`Shyllaira´, uma música de inspiração para todos os pais de primeira viagem

há 1 ano
Trata-se de uma música em homenagem à filha de um amigo que completa, hoje, o primeiro ano de vida.

Sabias que o disco mais caro do mundo é de Rap e pertence ao lendário grupo Wu-Tang Clan?

há 3 meses
Depois de pertencer ao polémico empresário da indústria farmacêutica Martin Shkreli, o CD foi vendido novamente pelo dobro do preço original, cerca de três mil milhões em Kwanzas. A obra rara pertence ao lendário grupo norte-americano de Rap Wu-Tang Clan.

Netflix lança novo documentário sobre a vida e obra de Notorious B.I.G.

há 11 meses