Prince é memorado como pioneiro do “som de Minneapolis” no sexto ano post mortem

Workaholic, Perfeccionista, Queer, Outsider, Freak, Genius… todos adjectivos lhe caíam como luva, o seu magnetismo e espírito livre foram relatos de autenticidade e fizeram reflectir sobre estereótipos no mundo da música e da moda. Na data em que se assinalou o sexto ano post mortem, Minneapolis reoxigenou a imagem de Prince, como uma majestade musical cujo ímpeto moderno e intemporal fica imortalizado.

Prince Rogers Nelson mostrou interesse pela música ainda petiz, quando compôs a sua melodia mais memorável com apenas sete anos de idade. Aos 18 anos de idade, juntou-se à Warner Bros. Records se tornando o criador mais jovem da marca, quando entregou sua coleção de introdução, “For You”.

“Purple Rain”, a sua obra mais bem sucedida foi lançada em Junho de 1984. Esta colecção foi a primeira de Prince a chegar ao número um na Billboard 200, onde permaneceu por 24 semanas. Adaptado ao cinema no mesmo ano, “Purple Rain” ganhou um Oscar de Melhor Trilha Sonora Original.

Ao todo, Prince lançou 42 colecções de estúdio durante a sua carreira, sendo que a última foi “Hit n Run Phase Two”, datada de Dezembro de 2015. Três álbuns póstumos foram lançados em 2018, 2019 e 2021.

Existem pessoas que são um exagero, no bom sentido. Prince Rogers Nelson era um exemplo disso: um exagero de personalidade, atitude e competência. E não, não estamos a exagerar. Nascido aos 7 de Junho de 1958 em Minneapolis, o multi-instrumentista, performer e músico ficou mundialmente conhecido após ter vender mais de 100 milhões de álbuns e 60 milhões de singles e ter lançado carreiras de bandas de apoio como: The Family, The Revolution, The New Generation; foi um fenómeno ao lado de nomes como Michael Jackson, James Brown e Jimi Hendrix, isto na altura da tão mencionada Black Music, na época existia um único denominador comum: modificar a cara da música mundial.

Foi neste cenário que nasceu Prince, desafiando o óbvio, recriando, reinventando e ditando novos passos catapultando a música para a vanguarda. Rebelde, mudou o seu nome para um impronunciável “símbolo de amor”, e escreveu a palavra “escravo” sua bochecha, em sinal de protesto às condições contratuais do selo Warner.

Cruzou a fronteira entre masculinidade e feminilidade ao recusar prender-se a noções tradicionais sobre o que era apropriado para mulheres e o que era correcto para os homens usarem. “As pessoas dizem que uso saltos porque sou baixo. Na verdade eu uso porque as mulheres gostam”. Disse na década de 80, dando uma vaga ideia do vigor sexual da sua obra, no que isso pode significar de mais criativo e vibrante.

Usou a moda como afrodisíaco, primeiro os preliminares com looks caricatos e depois sem medo de cores, brilhos e tecidos metalizados impregnou tudo de emoção. Nas suas vestes a cor púrpura tornou-se uma espécie de lamento sentimental. De ascendência afro-americana, tinha o estilo que os brasileiros chamariam de“galã sexy” sexualmente ambíguo, ícone de diversidade no que diz respeito a imagem.

Nunca antes catalogado num único estilo musical, a sua assinatura era uma mescla de gêneros Funk, R&B, Soul, Psicadélica, New Wave, Jazz, Rock, Pop e Hip-Hop. Revelou-se prodigioso com a guitarra conforme a revista Rolling Stones “foi possivelmente o melhor solo da história numa balada”, o que viria confirmar mais tarde com a apresentação da música While My Guitar Gently Weeps na qual juntava sintetizadores e bateria electrónica passando a ser considerado o momento épico de qualquer cerimónia, pois a sua performance em palco era algo extraordinário.

A notícia da morte do lendário aos 57 anos no passado dia 21 de Abril de 2016, pintou de roxo e preto as primeiras páginas da imprensa mundial. Pelo que, foram prestadas homenagens em todas as partes do mundo.

as cargas mais recentes

Morreu U-Roy, mestre do Reggae

há 2 anos

Álbum `Luanda, Meu Semba – Instrumental´ está finalmente disponível em digital

há 1 ano
A obra de Né Gonçalves finalmente acerta o passo nas plataformas digitais, podendo-se escutar os três álbuns, editados pelo artista on-line nos serviços de streaming.

Bruno Fernando é transferido para os Boston Celtic

há 1 ano
O poste angolano Bruno Fernando, que jogou pelos Atlanta Hawks nas duas últimas épocas, vai representar na próxima temporada na NBA os Boston Celtic, depois de uma troca envolvendo Tristan Thompson, Kris Dunn e Delon Wright.

Um hino ao Kuduro

há 2 anos
Depois do Rap, agora foi a vez do Kuduro e os convidados foram Dj Znobia e Dj Havaiana, duas grandes referências deste género musical, produtores de muitos dos maiores sucessos cantados por Sebem, Puto Prata, Nacobeta, Noite e Dia entre outros.

Jay-Z viraliza após rejeitar pedido de autógrafo numa bola: “Eu não jogo beisebol”

há 1 ano
A atitude do artista, esta sexta-feira, vem sendo associada à protecção do seu nome, imagem e música, pois, recentemente moveu uma acção judicial contra o ex-fotográfo por explorar seu nome e imagem ao vender cópias da foto da capa do Reasonable Doubt sem a sua permissão.

Camões – Centro Cultural Português acolhe Leituras Teatrais “Corpo Futuro”

há 1 ano
O projeto “Leituras Assistidas” promove a leitura e a produção de textos do gênero teatral em língua portuguesa. É uma iniciativa conjunta do Centro Cultural do Brasil em Angola (CCBA) e do Clube de Leitura da Mediateca do Cazenga, com apoio cultural do Camões.

Marvel se pronuncia sobre o futuro de Black Panther

há 2 anos
O Hollywood Reporter noticiou que a continuidade da saga está cancelada por enquanto, a prioridade do estúdio da Marvel no momento é processar a perda do actor e respeitar o momento de luto.

Paulo Flores convidado para apresentar legado da cultura angolana no Congresso da ONU

há 1 ano
Paulo Flores apresenta hoje, no Congresso das Nações Unidas, o forte legado da cultural e da música angolana num encontro que tem como lema “Herança Cultural”.

Um encontro com a história: kuduristas chegam ao Palácio de Ferro

há 1 ano
Será com este pensamento que no sábado, às 10 horas, os kuduristas estarão em seminário para discutir sobre o “Kuduro Contemporâneo – Visões e Perspectivas” do estilo musical, que reivindicam ser o mais popular do país.

Rappers angolanos serão eternizados no projecto ‘Ficheiros 2 Contra 1’

há 2 anos
Doravante, os rappers de todo o país passarão a estabelecer intercâmbio artístico, de modos a romper a barreira dos estigmas, preconceitos e dinamizar o movimento Hip Hop.

Beyoncé usou sample sem pedir e foi obrigada a retirar a música do novo álbum

há 2 meses

Tensão entre Anitta e Ludmilla volta a aumentar e dessa vez Snoop Dogg foi o pivó

há 2 anos
O rapper norte-americano comemorou através de uma publicação no Instagram, os 95 milhões de views da música ‘Onda Diferente’ no Youtube. Na mesma publicação, Snoop agradeceu apenas Anitta e Papatinho pela música, que tem participação e foi escrita por Ludmilla, deixando no ar um clima de tensão, que o “obrigou” a fazer uma nova publicação.

Piloto Rui Andrade coloca nome de Angola na história do automobilismo mundial

há 11 meses
Rui Andrade fez história este domingo ao sagrar-se campeão de automobilismo no Europeu de Endurance Le Mans 2021, na categoria LMP2, que aconteceu em Portugal. Com isso, o automobilista tornou-se no primeiro angolano a conseguir este feito e a participar numa prova mundial do sector.

Exposição online “Vivência de um Aprendiz” é inaugurada na sexta-feira

há 2 anos
O artista angolano Adilson Vieira vai apresentar-se na Galeria Tamar Golan com “Vivência de um Aprendiz”, uma exposição individual online, a inaugurar na Sexta-feira, dia 7 de Agosto de 2020, às 18 horas.

Exclusivo: Equipa de Ary esclarece suposto envolvimento da cantora no plágio de música são-tomense

há 12 meses
Sobre o suposto plágio envolvendo a cantora angolana no tema “Maia Muê”, lançado no ano passado, eis que depois de algumas diligências junto da equipa de trabalho da artista, foi esclarecido ontem à Carga o que realmente terá se passado.

Próximo álbum encerra ciclo de Kendrick Lamar na TDE

há 1 ano
Após longo período de ausência, Kendrick Lamar recorreu ao Twitter para compartilhar um link do site oklama.com, na ilustração, uma pasta intitulada “pensamentos nus” que dava acesso a uma longa declaração, na qual ele revelou que seu próximo projecto de estúdio será o último sob alçada da Top Dawg Entertainment.