Prodígio: “acredito que a arte tem que reflectir a sociedade, a minha vida, a dos meus e dos outros”

Ao reagir às críticas sobre a passividade da classe artísticas perante os problemas sociais e as acções de brutalidade policial, o rapper elogiou e ao mesmo tempo reprovou a atitude, esclarecendo que o músico não é obrigado a defender o povo, mas sublinha, por outro lado, que não respeita a arte de quem não defende a sociedade. 

Durante o longo vídeo nas suas redes sociais, sobre a morte do jovem de 23 anos no Prenda, o músico começou por esclarecer que não pretende defender qualquer artista, entretanto, realçou que é imprudente a sociedade olhar as coisas de um único ponto de vista, porque os músicos também têm liberdade de escolha.

“Não vamos ser maus com os nossos irmãos. São escolhas pessoais. Não quero limpar a cara suja dos bajuladores, é uma escolha que foi sistemática… e muitos manos e manas preferem não reflectir o que se passa no mundo”, analisou.

No seu entender, existem músicos da linha da frente e músicos  bajuladores, e isso são escolhas pessoais. “Nem toda a gente está disposta a passar fome. Vocês não têm noção o que passam os músicos que se levantam por vocês”, disse, exortando, para que as pessoas deixem de ser  juízes do tribunal supremo da vida na Internet. 

Com olhos humedecidos de emoção, o autor de Castelos, disse acreditar, por outro lado, que a arte deve reflectir a vida do povo e dos seus, por isso, não respeita a arte que não espelha a sociedade. ”

“Eu, pessoalmente, acredito que a arte tem que reflectir a sociedade, a minha arte tem que reflectir a minha vida, a vida dos meus e a vida dos outros. Um mano que só quer sustentar e que vai nos kotas… Eu não respeito a arte dele, mas respeito a escolha dele. Não vamos tirar aos outros o direito de decidir. Nós não somos mais pessoas que os outros”, aconselhou.

Para Prodígio, os músicos que optam por tal atitude, fazem-no por falta de opção, pois não há no país indústria da música, o que leva a que os artistas se tornem bajuladores.

“Temos um país sem indústria musical e os kotas acostumaram os meus irmãos a ter que ajoelhar para ter kumbu”, lamentou.

Por outra, o rapper lembrou que não cabe aos músicos defender o povo, pois ao músico cabe somente cantar. “Nós temos que bater a porta da polícia, foi a polícia que matou o José,  não foram os artistas. Eu, pessoalmente, acho que o meu dever está na música”, pontuou.

Questionou ainda por que razão os deputados não repudiam essas acções nas suas redes sociais, uma vez que também têm Instagram e Twitter.

“Quem dá arma a essas pessoas? Não é com os nossos irmãos, que agora com o Covid-19 não têm trabalho. São bajus, mas são nossos e eu os amo. São meus. Eu entendo o incentivo, mas só que tem que ser doutra maneira”, concluiu.

as cargas mais recentes

Livro “O bolseiro- Desafios pós formação” chega às bancas no 1ª Trimestre de 2021

há 1 mês

Prodígio: “Ser premiado em casa é sempre uma forma de lisonjeio, tem um sabor especial”

há 4 meses
Foi com a mixtape “O Alquimista” , em 2011, que Prodígio começou o sucesso. Na sequência, surgiram vários outros trabalhos, conquistou inúmeros prémios, o mais recente foi o de Melhor Artista de Rap. Em breve conversa com a Carga, o rapper de 32 anos manifesta os seus sentimentos em relação aos prémios e nomeações.

A’mosi Just A Label disponibiliza ‘Dinâmica Mecânica’

há 7 meses
‘Mechanical Dynamics’ estabelece um diálogo em áudio individual e conta com a parceria de Tony Cassanelli e poderá fazer parte dos próximos projectos de A’mosi.

Álbum colaborativo de Prodígio e Paulo Flores já está a caminho

há 2 meses
Prodígio e Paulo Flores vêm de estilos e gerações diferentes, mas ambos traduzem nas suas canções os interesses e os sentimentos de um povo.

Para não repetir versos Lil Wayne e Eminem revelaram que recorrem a Google

há 5 meses
Para evitar repetir os próprios versos, os dois rappers vão a Google para rever suas letras. Embora admitam que várias vezes tenham tido brancos, consideram a repetição um desrespeito à arte, que tem como objecto a criatividade.

Show do Mês com “vassouradas digital”

há 5 meses
Depois de Angola 70, Os Jovens do Prenda e Ary, é a vez dos Kiezos fazerem a transição do palco do Show do Mês, com público (ao vivo), para o digital.

GTA: Conflitos entre Leslie Benzies e Rockstar Games colocam o futuro do jogo em risco

há 2 semanas
Desde que Leslie Benzies foi demitido da Rockstar Games, travando uma enorme batalha contra a empresa e desta vez, tornou público um processo 150 milhões de dólares contra a Rockstar, por causa do GTA 5, noticiou a imprensa internacional.

Doroteia, a Centopeia amanhã as 16 horas no canal ZAP VIVA

há 4 meses
Os contos infantis são conteúdos especialmente produzidos para celebrar a delicadeza infantil que mora dentro de todos nós, unindo duas linguagens em uma só – o Teatro e a Televisão.

Matias Damásio apresenta novo álbum no dia da Independência

há 2 dias
O CD será apresentado na plataforma “Kison”, da Unitel, no mesmo dia em que o país vai comemorar 45 anos de independência.

Após anunciar que está com Covid, Kaysha partilha progressos do tratamento

há 3 meses
Mantendo a sua linha de interacção com os seguidores, o artista tem estado a usar o Instagram para dar notícias sobre a evolução do seu tratamento.

George Floyd era rapper e membro do mesmo grupo de DJ Screw nos anos 90

há 5 meses
À medida que mais informações começam a surgir sobre a morte de George Floyd, um homem negro que recentemente se mudou para Minneapolis e foi morto sufocado por um policial, tornou-se público que Floyd era na verdade um membro do lendário grupo de rap de DJ Screw, Screwed Up Click.

Petro “rouba” Aníbal ao 1º de Agosto

há 3 meses
O Petro de Luanda garantiu a contratação do técnico Aníbal Moreira, que até a semana pertencia ao quadro técnico do 1º de Agosto, num contrato válido por quatro anos.

Actor de Crepúsculo encontrado morto

há 5 meses
O actor Gregory Tyree Boyce, do primeiro filme da saga Crepúsculo, de 2008, e a namorada, Natalie Adepoju, foram encontrados mortos em sua casa em Las Vegas (EUA), na quarta-feira.

Linkin Park obrigam Donald Trump a retirar vídeo da Internet

há 3 meses
Esta não é a primeira vez que músicos se insurgem contra Donald Trump, por este usar, sem autorização, suas musicas para campanha. A banda norte-americano de Rock obrigou que o presidente retirasse das redes sociais um vídeo que tinha o ‘In the End’ como banda-sonora.

Fãs criam petição para que o papel de Pantera Negra seja descontinuado

há 2 meses
Após a Morte do Actor Chadwick Boseman, os fãs criaram uma petição para que o actor não fosse substituído, mas que em compensação, outro personagem herde o manto do Pantera Negra e um dos nomes mais votados é o da Shuri, irmã do Rei T´Challa, cujo papel é interpretado por Letitia Wright.

C4Pedro faz Milagre

há 7 meses