Prodígio: “Ser premiado em casa é sempre uma forma de lisonjeio, tem um sabor especial”

Foi com a mixtape “O Alquimista” , em 2011, que Prodígio começou o sucesso. Na sequência, surgiram vários outros  trabalhos, conquistou inúmeros prémios, o mais recente foi o de Melhor Artista de Rap. Em breve conversa com a Carga, o rapper de 32 anos manifesta os seus sentimentos em relação aos prémios e nomeações.

Prodígio é, com certeza, um dos artistas mais aplaudidos da actualidade em Angola. O Príncipe da LS começou a rimar aos 12 anos de idade, contudo, foi em 2001 que entra no mundo do Hip Hop e hoje conta com os álbuns Pro Evolution 2 e Castelos, para além de outros projectos.

Quase que não dorme, está sempre em estúdio e a Carga testemunhou antes da breve entrevista, para falar sobre a nomeação, no último final de semana pelo Moda Luanda. O Melhor Rapper do Ano nunca pensou e nem trabalha para prémios mas agrada-lhe saber que é reconhecido na sua própria terra.

“É sempre agradável. É sempre alguma forma de lisonjeio. Ser premiado, principalmente em casa. Em casa tem um sabor especial. Quer dizer que continuamos conectados, continuamos a nos entender. Principalmente neste momento do Corona”, considerou.

Não vê outra opção senão continuar a trabalhar para recompensar o seu público. “Significa que dá para continuar a viver disso, mesmo sendo independente. Dá para continuar a remar, ainda estamos dentro do barco”, disse, acrescentando que nenhum agradecimento será suficiente para os seguidores e vê na música a única maneira de expressar o carinho que nutre pelos fãs.

“Eles sabem que eu não faço pelos prémios. Eles sabem que é por elas que eu faço, por isso é que elas fazem questão de me darem os prémios. Um muito obrigado, embora eu saiba que isso não chega. Mas também vou pagar com música”.

as cargas mais recentes

7 de Setembro de 1996: O dia em que Tupac foi baleado e não mais voltou aos palcos

há 2 anos
apesar de existirem vários suspeitos e teorias, a polícia nunca chegou em uma conclusão oficial sobre quem teria disparado os 13 tiros contra o carro do rapper em 1996.

O Incesto Real: Novo romance de Comandante Jujú é amanhã no programa ‘Bom dia bom dia’

há 2 anos
Cruzando os séculos, narradores e uma vasta rede de possibilidades, o autor joga com os laços e armadilhas da vida para nos oferecer uma outra história de uma certa Angola.

Ngadiama Wakamba O Sonhi: Um veterano do Rap que a nova geração devia conhecer

há 2 anos
O pensamento crítico e social de Ngadiama Wakamba O Sonhi ajudou a formar as bases que sustentam hoje o rap de intervenção social em Angola, por isso muitos rappers preferem chamá-lo de “Mestre”. O rapper de 42 anos morreu ontem, em Luanda, por complicações de infecções respiratórias e anemia aguda.

Cantor de 12 anos ganha contrato milionário por fazer a cappella durante protestos

há 3 anos
Keedron Bryant ficou conhecido por se destacar durante os protestos anti-racismo nos Estados Unidos da América. Um dia depois da morte de Floyd, o adolescente fez a cappella no Instagram de uma musica sua e, menos de três semanas, a canção gospel atingiu mais de três milhões de visualizações, obrigando a Warner Record’s a contratá-lo.

Ingleses montam equipa de “Covidiotas”

há 3 anos

ORLEI: Há 10 anos a provar que o Rock em Angola já não morrerá

há 2 anos
Devido sua magnitude, O Rock Lalimwe Eteke Ifa ” O Rock Nunca Mais Morrerá ” confunde-se com as celebrações da fundação da cidade do Huambo. Este ano, o evento assinala o 10° aniversário e a organização reinventou-se e trouxe 10 dias de espectáculos intensos com as principais bandas de Rock nacional.

Prodígio acaba com o “jogo” Pro Evolution e fãs reagem

há 2 anos
Intitulada Pro Evolution3, a última mixtape da saga lançada em 2015 contém nove faixas musicais das quais Fell Me, Negócio de Sentimentos e Minha Dor, que estão a receber “mar de elogios” dos fãs.

Prodígio: “acredito que a arte tem que reflectir a sociedade, a minha vida, a dos meus e dos outros”

há 3 anos
Durante o longo vídeo nas suas redes sociais, sobre a morte do jovem de 23 anos no Prenda, o músico começou por esclarecer que não pretende defender qualquer artista, entretanto, realçou que é imprudente a sociedade olhar as coisas de um único ponto de vista, porque os músicos também têm liberdade de escolha.

Dog Murras desmente saída da TV Zimbo

há 3 anos

Revista científica abre edição exclusiva para Rap

há 2 anos
Esta semana, a revista científica brasileira “Convergência Crítica” fomenta acções para perceber a ligação entre o Rap e a pesquisa científica, que vai culminar com abordagens sobre o Rap e o activismo político em Angola e Moçambique.

Playlist de Mara D’Alva em 2020

há 2 anos
A radialista Mara D’Alva enviou-nos a sua playlist de 2020, onde constam os seus temas preferidos, ou sejam as músicas que mais ouviu este ano.

Keita Mayanda: “Ao contrário do que algumas pessoas pensam, o Rap está de saúde”

há 2 anos
O músico tem um novo álbum. Intitula-se “Sete Momentos De Lucidez” e vai sair já no próximo mês. Uma obra em que apresenta suas experiências e reflexões sobre a sociedade e a existência humana.

Mano a Mano: Mano Brown democratiza debates no Spotify

há 1 ano
Mano Brown estreou o podcast no passado mês de Agosto, com a rapper artista Karol Conká, também já passaram pelo programa Drauzio Varela e mais recentemente o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lulas da Silva.

Yunami actua em solo pátrio

há 5 meses
Volvidos quatro anos de ausência, neste seu primeiro showcase em solo pátrio, que já pode ser visto no canal de YouTube do artista, Yunami fez uma incursão aos seus projectos musicais e mostrou toda sua qualidade de escrita e flow, que remontam aos tempos áureos do underground.

Fundador da Murder Inc revela que tentou boicotar início da carreira de 50 Cent

há 2 anos
O fundador da Murder Inc, gravadora de Ja Rule e Ashanti, confessou durante uma entrevista que tentou bloquear contratos de 50 Cent até o líder da G-Unit assinar com Dr. Dre e Eminem.

Chris Martin e filho de Fela Kuti reeditam álbuns da lenda do Afrobeat

há 1 ano
Chris Martin ( Coldplay) e o multi-instrumentista e embaixador do Afrobeat, Femi Kuti, uniram-se para lançar ‘Vinyl Box # 5’ de Fela Kuti. O projecto inclui sete álbuns da lenda nigeriana e pioneiro do Afrobeat e será lançado a 10 de Dezembro.