Quavo aposta 1 milhão de dólares caso o álbum dos Migos não seja o melhor de 2020

Quavo é um dos três elementos dos Migos, grupo de Hip Hop que ficou conhecido em 2013 com o single Versace, anunciou hoje o lançamento do terceiro álbum, acusando outros rappers de estarem a dormir e garante que o novo trabalho dos Migos vai ser o melhor de 2020-2021 e aposta 1 milhão de dólares com quem duvidar.

Após o lançamento do Culture II, Migos tem preparado há um tempo a terceira parte da saga, que pode não ser o único projecto do trio, tudo porque esta manhã, Quavo revelou que os Migos têm agendado lançamentos para o próximo semestre, ou talvez um único álbum que domine tanto 2020 como 21.

“Nós vamos lançar o melhor álbum de 2020 e 2021. Aposto mais de 1 milhão de dólares”, disse o artista na sua conta do Twitter.

O rapper gabou-se de ser um dos poucos que conseguem fazer suas músicas perdurar no tempo, uma clara referência à ‘Bad and Boujee’, do álbum Culture II, que, em 2017, alcançou o primeiro lugar na Billboard Hot 100.

“Eu já estava nas paradas por mais tempo do que ninguém. Os outros andam a  dormir!!”, acusou.

as cargas mais recentes

Ice Cube perde papel em novo filme por recusar vacina contra a Covid-19

há 7 meses
O rapper e actor de 52 anos de idade, perdeu um contrato de 9 milhões de dólares ao ser retirado do elenco da comédia “Oh Hell No” após declinar a exigência da vacinação que faz parte da política de saúde dos produtores do filme.

Dj Bruno AG disponibiliza nova música ” Motivação”

há 2 anos
Dj Bruno AG lançou hoje no Kison, o seu mais recente trabalho, intitulado “ Motivação”, com a participação do kudurista Puto Mira e o Rapper Uami Ndongadas.

Dia da Consciência Negra: Globo celebra figuras históricas no programa ‘Falas Negras’

há 2 anos
“Falas Negras” tem no seu alinhamento textos históricos de célebres personagens de 1600 aos dias de hoje, pessoas que lutaram contra a escravidão, a segregação racial, o racismo e a intolerância.

Irmãos Mussungo apresentam conceito ‘Mussungology Tour the World”

há 7 meses
A Fundação Arte e Cultura, focada na promoção da cultura nacional, pelo incentivo a educação para as artes, e a promoção dos artistas Angolanos, vai apresentar no próximo dia 08 de Outubro, das 18h às 22h30, em parceria com Befo Music, o conceito ‘Mussungology Tour the World’, um casamento que une a inauguração da exposição individual “Lisbon in my mind” de Adão Mussungo na Galeria Tamar Golan e o Concerto Musical “Befology 77” do músico PJ Mussungo, no auditório Wyza Anfiteatro, na Fundação Arte e Cultura, Ilha de Luanda, junto à Escola 1205, paragem da Casa Lisboa.

Paul McCartney e Taylor Swift revelam parceria em entrevista à Rolling Stone

há 2 anos
A Rolling Stone divulgou ontem a sua mais recente capa, onde figuram os dois artistas de gerações diferentes, na estreia de uma série de novas conversas entre artistas, o Musicians On Musicians.

“A Nossa Kizomba” está de volta

há 2 anos
Com um cartaz irresistível, os amantes do estilo Kizomba, um dos ritmos mais consumido no nosso país, poderão reviver momentos marcantes, com artistas de peso, durante o mês de Outubro.

Morgan Freeman participa no álbum de 21 Savage e explica porquê

há 2 anos
O actor fez uma espécie de introdução do disco, recitando um texto escrito por Big Rube da Dungeon Family. Satisfeito com o resultado confessou à Revista GQ, que “todo convite que está fora do seu habitué é divertido de fazer”.

Filme sobre o adultério estreia nos cinemas no final do mês

há 1 ano
O filme angolano “E se as mulheres fossem unidas?”, que retrata o adultério e uma possível união entre as senhoras, estreia no dia 30 de Abril nos cinemas angolanos.

Madonna multada com 1 milhão de dólares por defender comunidade LGBTQ+

há 2 anos
A cantora revelou, através das suas redes sociais, que a Rússia obrigou que pagasse 1 milhão de dólares, depois de ela ter feito um discurso de defesa dos direitos da comunidade LGBTQ+ durante um concerto em São Petersburgo.

Jeen-Yuhs: Documentário de Kanye West estreia no Festival de Cinema Sundance

há 4 meses
Apesar de ter todos os direitos adquiridos pela Netflix, a sua estreia ainda não consta no catálogo da plataforma, porém, o documentário “Jeen-Yuhs: uma trilogia Kanye”, será exibido no Festival de Cinema de Sundance, já no final deste mês.

Rapper Kamesu lança colecção de roupas para promover consciência cívica

há 8 meses
Tal como lembra a cultura Hip Hop, o MC deve ser um agente social, com a mesma responsabilidade que o mestre da oratura. Para fazer valer o princípio, Kamesu lançou uma nova colecção de roupas que promovem a consciência social.

SADIA começa a pagar rendimentos a partir de Março

há 1 ano
De acordo com a nota que a Revista Carga teve acesso, a distribuição dos rendimentos do autor começa no terceiro mês de 2021 e segue nos meses de Junho, Setembro e Dezembro, neste caso trimestralmente.

Para não repetir versos Lil Wayne e Eminem revelaram que recorrem a Google

há 2 anos
Para evitar repetir os próprios versos, os dois rappers vão a Google para rever suas letras. Embora admitam que várias vezes tenham tido brancos, consideram a repetição um desrespeito à arte, que tem como objecto a criatividade.

Toty Sa’Med e A’mosi Just A Label representam Angola no festival Sounds From Africa

há 2 anos
Os músicos representam hoje o país no festival Sounds From Africa, organizado pelo Colors of Ostrava, da República Checa. Os espectáculos serão transmitidas nas páginas do Facebook da organização e no Facebook e Instagram oficiais de A´mosi Just A Label e Toty Sa’Med.

LL Cool J junta-se a Swizz Beatz no plano de criar fundos para os ícones do Hip Hop

há 2 anos
Há pouco menos de uma semana,Swizz Beatz partilhou durante um live Beatz’s Zone Radio, que gostaria de arrecadar um milhão de dólares em “impostos” para cada membro fundador do Hip Hop. Mal-interpretada, a ideia do produtor criou um mal-estar entre os mais novos rappers, mas o apoio não tardou a chegar. LL Cool J não só aprovou a ideia, como também se prontificou a dar o seu contributo.

Morreu “Kota 50”, pioneiro do foto-jornalismo angolano

há 1 ano
Paulino Damião “Kota 50” é conhecido como a lenda do foto-jornalismo em Angola. Começou a fotografar nos anos 60 e, já capturou peripécias da batalha do início da luta armada, em 1961. O fotógrafo morreu esta quarta-feira, em Luanda, por doença.