Rádios observam semana de Artur Nunes

As mais de 50 rádios espalhadas em todo o país observaram, na última semana, a “semana do músico Artur Nunes”, evidenciando canções com filosofia profunda do provérbio bantu e imagens telúricas de rara beleza espiritual.

Conhecido como “Poeta do Kimbundu”, Artur Nunes morreu aos 26 anos e deixou 12 projectos musicais, além dos singles “Belina” e “Tia”, tidos como verdadeiras obras-primas. De 20 a 26 deste mês, o músico foi o principal destaque nas rádios do país. Não só foi o artista mais tocado, mas também o seu tema “N’gola Tua Itambula” foi o mais ouvido nas mais de 50 rádios nacionais.

Aliás, desde que foi lançado, em Agosto último, o Semba é o género com maior protagonismo na plataforma de monitorização de músicas da Sadia.

Nos dois meses piloto, involuntariamente, Bonga, Paulo Flores, Carlos Burity, Artur Nunes, David Zé e Yuri da Cunha alteraram o primeiro lugar no Top das Músicas e Artistas Mais Tocados em todas as rádios.

Após dominarem de Setembro até 5 de Outubro, Bonga, Bangão, Paulo Flores, David Zé e Carlos Burity viram o “N’gola Tua Itambula”, “Kalumba Kani” e “Minha Rola”, todas de de Artur Nunes, no top das mais ouvidas e, consequentemente, o artista número um da semana.

Numa altura em que se “luta” para catalogar as obras dos Anos d’Ouro da música angolana, sobretudo do tridente Artur Nunes, Urbano de Castro e David Zé, os micro-poemas de Artur Nunes continuam ser as maiores referências do Semba.

Com canções de amor, letras que ecoam a morte, desaventura e revoluções políticas, Artur Nunes gravou, em quatro anos (1972 e 1976),12 EPs e mais dois temas para a colectânea Rebita 75. “Tia”, “Belina”, obras-primas, que narram a vida da sua mãe e de sua pretende, respectivamente.

Nascido no Sambizanga a 17 de Dezembro de 1950, o cantor começou a carreira no Mini-ritmo e, mais tarde, funda, em 1970, o Luanda Show com o qual começou a cantar seriamente, antes de seguir a carreira a solo.

Artur Nunes teve ainda passagens pelos conjuntos Merengues, Jovens do Prenda, Kiezos e África Ritmos. Foi com os Kissanguela que passou a dominar o panorama musical no pós-independência.

as cargas mais recentes

Show do Mês leva angolanos à fonte da música angolana

há 1 ano
A Nova Energia levou este sábado internautas e telespectadores a efectuarem uma viagem obrigatória à verdadeira origem da música angolana, na voz e guitarra de Carlitos Vieira Dias, considerado um dos legados vivos da música angolana.

25 anos depois, Mary J. Blige lança documentário homónimo do icónico LP ‘My Life’

há 3 meses
A produção artística My Life, estreia no próximo dia 25 de Junho, via Prime Video da Amazon Studios. O filme não-ficcional, faz uma incursão aos “demónios e as bênçãos” que inspiraram o álbum lançado em 1994 e catapultou ao estrelato, a carreira que teve início em 1991.

Produtor Detergente impulsiona projecto de música infantil `Turma da Adriela´

há 1 mês
Já com o single ‘O Sol Tem Esse Poder’ disponível no YouTube, a Turma da Adriela vem indirectamente, dar resposta ao repto lançado no painel do último Show Piô, sobre a necessidade de incentivar vozes mirins a fazer conteúdos para a sua idade.

Paulo Flores lança “Semba Original” para Carlos Burity e Waldemar Bastos

há 9 meses
A música começou a ser construída muito antes da notícia sobre os passamentos físicos de Waldemar Bastos e Carlos Burity e já faria parte do álbum “Independência”, com lançamento previsto para Abril de 2021.

Lil Nas X lança linha de ténis ” Satan Shoes”

há 6 meses

Sílvio Nascimento lança petição para impedir que Jada Smith produza filme sobre Rainha Njinga

há 2 semanas
Após protestar nas suas redes sociais, e ser apoiado pelos colegas, o actor e produtor angolano Sílvio Nascimento lançou hoje um abaixo-assinado, “exigindo resposta e reparação do erro”, pois entende que, se a Netflix quiser contar a história sobre a rainha angolana, os produtores e actores angolanos devem ser parte do processo.

3ª Aniversário do Património Cultural Mundial de Mbanza Kongo é celebrado com actividades online

há 1 ano
Assinala-se a 8 de Julho de 2020 o 3.º aniversário desde a elevação do centro histórico de Mbanza Kongo, a Património Cultural Mundial. A secular cidade angolana de Mbanza Kongo, na província do Zaire, foi inscrita pelo Governo angolano como Património Cultural da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), sendo a primeira validada no país por aquela Organização.

Nova geração celebra música moçambicana com o EP “Seguir em Frente”

há 11 meses
Um projeto, para ouvir com o volume no máximo, que reúne jovens talentos moçambicanos para celebrarem a música africana, da kizomba ao afro pop, sem esquecer o pandza.

Uma lenda que continua no auge volvidos 39 anos da sua morte

há 1 ano
Num dia como hoje, há 39 anos, a arte empobreceu devido o passamento físico de Bob Marley. Um astro, cujo impacto da obra e da carreira pode ainda ser sentido, como se de um artista vivo e no auge da carreira se tratasse.

Pedrito comemora meio século de carreira com sabor a despedida

há 12 meses
O músico Pedrito começou ontem a caminhada para a despedida dos palcos, com um concerto no projecto musical “Show do Mês” onde viajou pelos 50 anos de carreira.

Vencedores do prémio `Ensa-Arte 2020´são conhecidos hoje

há 5 meses
A 15ª edição de entrega de prémios Ensa- Artes, voltada para as artes plástica acontece hoje com transmissão em directo no programa Janela Aberta, na TPA1.

John Legend quer protagonizar uma batalha de hits no piano com Alicia Keys

há 1 ano
Falando virtualmente com Nick Cannon em Power 106, John Legend expressou o seu apreço pela série Swizz Beatz e Timbaland no Instagram Live Verzuz e revelou a vontade de protagonizar um frente a frente por um episódio, diferenciado com.Alicia Keys.

Bú Cherry: Do Kuduro para Kizomba

há 9 meses
A cantora, se apresenta num formato diferente daquele que as pessoas acostumaram-se a vê-la. Nesta nova versão, Bú Cherry demonstra uma grande evolução musical, uma artista multitalentosa, que tenciona “tocar” corações.

Dinheiro “trava” internacionalização de Dodó Miranda

há 1 ano
Em entrevista a Revista Carga, explicou que preparou um disco com 12 temas, variado, com realce para o “world music”, mas que não consegue dar sequência ao projecto.

Adelásio Mwangolé está de volta com músicas novas e anuncia álbum

há 1 ano
Depois de algum tempo à procura de firmamento em uma produtora, o autor de temas como ‘Mwangolé’ está de volta com músicas novas e está em estúdio a preparar o primeiro álbum, sob o selo da Yalankuwu Music, com o qual quer internacionalizar a carreira.

Januário Jano convidado para a curadoria da exposição colectiva “London Grads Now”

há 1 ano