Rapper Simini Ni Moyo morre após 10 horas de intervenção cirúrgica 

Cantor, intérprete, lírico e trovador, Simini Ni Moyo foi uma das vozes mais representativas do Hip Hop angolano na década de 90, depois tranformou-se numa referência obrigatória para a geração que se seguiu, ajudando a popularizar temas de álbuns de rappers como Kid MC, Donna Kelly com seus sonantes refrões.

O rapper da “Old School” morreu ontem,12, de Fereveiro, em Setúbal ( Portugal ), onde vivia há alguns anos com a família. Simini foi a óbito depois de ser submetido a uma intervenção cirúrgica de 10 horas, devido a uma crise, apurou a Carga de uma fonte próxima ao músico.

A fonte avançou, ainda, que o rapper foi levado de emergência ao hospital, mas não resistiu a um possível problema cardiovascular. “Tudo indica que tratava-se de um problema cardíaco”, disse.

Com posição uma inquestionável no “movimento”, desde a Velha à Nova Escola”, Simini Ni Moyo” imprimiu sua qualidade artística nos principais projectos de Rap. Ajudou a popularizar temas dos álbuns Salve-Se Quem ‘Puder’ ( Donna Kelly), Sombra ( Kid MC, 2014), Eu e o Rap ( Man N’guxi), Raiva entre tantos outros.

Autor de “De volta à Casa”, Ser “Sincero”, “Sensual”, Simini Moyo participou em projectos fonográficos como “Liberdade de Expressão (2016), “Minha Angola”,  obras de Dr Pam, Rap Taile, Gievanilly, Os Mase, Inaldito Ferreira, To Cubano e Géneses.

 No ano passado, voltou a aparecer num tema de Tocubano “Nacionalité”, que viria ser seu último. Anos antes, deixou um longo testemunho à nova geração, realce para os álbuns “República de Viana” ( Boss Alírio, 2020), o single “On Fire”, de Vanda Mãe Grande.

Conhecido em Angola desde 1994, pela forma singular que compõe as letras, Simini Ni Moyo conquistou os angolanos com os estilos Rap, Dance Hall e Raggae. Foi director artístico da Banda Raiz da Família, constituída por oito elementos.

as cargas mais recentes

Sete anos depois Enock apresenta segunda parte da saga “Mundo Pablo”

há 2 anos
Após testar popularidade com Mundo Pablo 1, na sequência de “Banzelo”, o músico soma e segue com a saga. Esta madrugada, Enock apresentou “Betinho”, mixtape que antecede doze novos projectos para ainda este ano.

Xiri lança ‘Fé’ faixa promocional do seu quinto projecto musical

há 1 ano
‘Fé’ conta com a produção musical da Guetto Boyz Squad e traz a participação do Rapper A.S. Trata-se de uma música que aborda várias circunstâncias passadas a nível pessoal, por ambos artistas, mas que com crença e esperança, mostraram-se capacitados em ultrapassar essas mesmas situações graças a Fé.

Keyshia Cole provoca potencial batalha de Verzuz contra Ashanti

há 3 anos
Enquanto DMX continua a “clamar” por uma batalha com Jay Z, e os fãs ainda estão extasiados com o confronto Verzus entre Ludacris e Nelly, que decorreu no passado sábado, dia 17, muitos se voltaram para confrontos hipotéticos que podem acontecer nas próximas semanas. Um dos mais recentes pares de fãs é entre Keyshia Cole e Ashanti.

Pelé aparece “em boa forma” e reage a notícias sobre a sua morte 

há 12 meses
Depois de várias falsas notícias sobre si, ontem o antigo craque do futebol recorreu às redes sociais para responder aos rumores, surgidos no Brasil, de que teria falecido, utilizando alguma ironia e boa disposição.

Seis sugestões de actividades para prestigiar o Dia Mundial do Teatro

há 2 anos

Pirline Enter. anuncia primeiro projecto oficial do rapper Samuel Clássico

há 2 anos
Quando se trata de New School, Samuel Clássico é um nome que não deve faltar. Sua forma de cantar continua a atrair públicos. Já lançou vários projectos, incluindo com a TRX Music e Mobbers, só que desta vez é o seu primeiro oficial sob o selo da Piriline Enter..

Galeria Tamar Golan apresenta “Nutrição Espiritual” da autoria de SBI

há 2 anos
A Galeria Tamar Golan vai apresentar “Nutrição Espiritual” do artista angolano SBI, uma exposição individual online a inaugurar-se na Sexta-feira, dia 02 de Outubro de 2020, às 18h00.

Fela Kuti entre os nomes da disputada lista do Rock and Roll Hall of Fame

há 2 anos
Até ao dia 7 de Maio, os fãs poderão votar diariamente para cinco dos 16 candidatos ao Rock and Roll Hall of Fame. Actualmente com 493 mil votos, o pioneiro do afrobeat, só perde para a autora do ‘Private Dancer’, Tina Turner com 533 mil votos, nos dados de hoje.

Júnior Boyca junta Godzila do Game e Os Boyca no single `Na Tanga´

há 2 anos
Unindo os dois mundos `Na Tanga´ dá-nos um olhar diferente sobre o Hip Hop feito em Angola, que pode ser mais do que apenas o MC usual sobre algumas batidas de Trap.

Nila Borja anuncia regresso aos palcos

há 2 anos
A cantora esteve presente na mais recente edição do Show Piô, pretesto mais que suficiente para um exclusivo com a Carga Magazine e, o que se julgou ser apenas uma participação especial, foi na verdade, um prenúncio do seu grande regresso aos palcos.

44 anos depois governo entrega certidões de óbito de Artur Nunes e David Zé

há 2 anos
Esta semana, o governo angolano decidiu entregar às suas famílias certidões de óbito, entretanto, os restos mortais dos artistas estão ainda por se identificar.

Will you be Afraid of Internet dating?

há 1 ano

Sabia que existe uma igreja que detém direitos das musicas de Rihanna e Beyonce?

há 2 anos
De acordo com uma matéria explicativa da BBC, a Igreja da Inglaterra é apenas uma das investidoras de uma empresa chamada Hipgnosis.

Jay-Z afirma que ninguém está a sua altura para um Verzuz battle e que Beyoncé é a evolução de Michael Jackson

há 1 ano
Jay-Z acaba de subestimar a indústria musical completa, ao afirmar que não há ninguém que possa o enfrentar numa batalhe de hits. A afirmação foi movida pela “expectativa” de um possível duelo com Hov, exteriorizado por Rick Ross.

Algo Desconhecido apresenta hoje a segunda edição do ‘Bengha Producers’

há 3 anos
Trata-se de uma conversa entre produtores, cujo primeiro encontro aconteceu no live do Facebook da passada quinta-feira e hoje assinala a segunda edição, as 19 horas na página Wilson Algo Desconhecido. Na primeira pessoa, o produtor que já trabalhou com Monsta, Mc Koringa, NGA, Prodígio, Deezy e outros grandes nomes da música internacional, descortinou as razões da sua mais recente criação.

José Eduardo dos Santos fala sobre a sua formação musical “Nzaji”

há 2 anos
Quando mais novo, Eduardo dos Santos fundou e orientou os Nzaji, um dos mais respeitáveis agrupamentos musicais da clandestinidade- que ajudou a forjar a revolução, eternizando canções como ”Kaputu’, ‘Ufolo’, ‘Dituminu’, “Etu tuá anangola’ e’Monangambé’.