Reptile: “Considero-me um artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história”

No dia 27 deste mês, o rapper vai colocar mais um álbum no mercado. Intitulado I.C.O.N (Invejosos Continuam a Odiar o Nikka), a obra foi produzida pelo moçambicano Ell Puto e Alleny. Além de Preto Show, Rui Orlando e Tchoboli, reúne importantes artistas da nova geração.

Reptile é um nome à parte no mercado musical angolano. Além de assumir com maior frequência o microfone, participou como produtor em vários CDs e vai disponibilizar, pelo Kisom e plataformas digitais internacionais, o oitavo álbum.  O disco também contará com edições físicas.

O CEO da Piriline explicou o conteúdo da obra e fez uma análise sobre o mercado musical angolano nos últimos cinco anos, além de apresentar novos projectos da sua produtora.

Porquê Icon?
I.C.O.N é uma sigla que significa Invejosos Continuam a Odiar o Nikka. Quanto à data não há uma história, mas há um porquê.

E qual a razão?
O nosso povo está a viver uma fase sensível, eu e o team sentimos que podíamos dar uma lufada de ar fresco aos consumidores dos nossos trabalhos. Este lançamento tinha sido adiado por questões alheias à nossa vontade, portanto sentimos que este era o momento ideal para o fazer.

De que é feito este álbum?
A sonoridade deste projecto é o resultado do casamento entre o moderno e o clássico e um exímio desfile de rimas. Quanto às participações, trago as vozes de Jonathan Puma, Arieth Feijó, Preto Show, Rui Orlando, Crazy Boy, Tchoboli e Kendrah. O álbum também sairá em CDs, mas com um número de cópias limitadas. Infelizmente, o consumo de música digitalmente ainda não é a nossa realidade e o objectivo é abranger o maior número de pessoas.

Primeiro lançou “Acima do Limite”, depois seguiu-se “Estátua Ninguém Se Mexe” e agora “Icon”. De que forma é que os fãs poderão se rever neste álbum?
Não. Primeiro foi “Ficheiros Secretos” ( 2007), “Acima do Limite” ( 2008), “P.I.M.P.”( 2010), “Ficheiros Secretos 2”( 2011), “Estátua Ninguém se Mexe” (2015) ,”A Voz Do Povo” (2018) e “I.C.O.N” (2020).

Considero-me um homem e artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história, no meu posicionamento e nos meus objectivos, acima de tudo o meu propósito é motivar as pessoas a alcançarem os seus sonhos e objectivos, e a darem um contributo positivo no meio em que vivemos.

Apesar de imagética, a arte é o reflexo do contexto. Até que ponto esta nova fase do país influenciou o Icon?
Este projecto foi gravado entre 2017 e 2020, eu e o team decidimos não meter muitas faixas por causa da direcção que pretendemos dar a minha carreira, por causa disso pouco abordei sobre muitos aspectos sociais que vivemos agora, já estou a me preparar para o próximo, onde com certeza, irei tocar neles.

Passaram-se uns quatro anos desde que disse que o Rap angolano estava mal. Continua a pensar assim?
Não sei se posso dizer que melhorou, mas a nova geração veio trazer uma nova dinâmica e mais vida à música Rap. Quando disse que estava mal, referia-me ao número de bons artistas comparados a quantidade de trabalho que chega à rua. Disparidade abismal!

Hoje o número de bons artistas cresceu?
Sempre tivemos bons artistas…precisamos é de mais obras, mais shows, mais palestras, mais entrevistas etc.

É proprietário de uma produtora. Como analisa a produção musical no país?
Acho que temos um mercado fértil e muitos artistas talentosos para mostrar ao mundo. Precisa-se limar algumas coisas, mas acredito que chegamos lá.

Se tivesse de se enquadrar no panorama musical angolano em que posição se colocaria?
O barómetro que uso para medir é pessoal. Atingi o que queria, estou satisfeito com que consegui, só me falta tornar os meus artistas pessoas e músicos de sucesso. Meu propósito é motivar as pessoas, e graças Deus a ferramenta música me permite chegar às pessoas.

A indústria cultural, particularmente a música, é dos que mais sofreram com a crise pandémica. Como é que a sua produtora tem lidado com este fenómeno?
A Piriline está com muita saúde. A pandemia obrigou-nos a mudar a nossa estratégia, mas está a correr tudo bem. No mês passado, lançamos o EP “Renovar” do Samuel Clássico e um vídeo, Este mês sai a ICON e um vídeo também e em Dezembro, sai o EP do Jonathan Puma. A Kendrah está em estúdio e estamos a gravar um projecto da produtora.

as cargas mais recentes

Novo livro biográfico “alega” que Aaliyah foi levada inconsciente ao voo que a vitimou mortalmente

há 1 ano
Volvidas duas décadas desde a morte de Aaliyah, o fatídico acidente que a vitimou continua envolto em mistérios. Eis que surge, por meio de um livro, um chocante testemunho que vem contrariar todos os relatos da época, que afirmavam que a artista “insistia em embarcar no voo”.

Nankhova: “No meu ranking sou um músico a seguir, um exemplo bom para a música nacional”

há 2 anos
Nankhova é um artista que dispensa apresentações, nos croquis de moda impressiona com o seu Je ne sois quoi e nas pautas musicais pretende transmitir a sua alma que é gerida pelo seu “grande Deus”.

Álbum póstumo de Pop Smoke destrona Michael Jackson do topo da Billboard 200

há 2 anos
A compilação atingiu um total de 248.000 unidades vendidas na semana de estreia, tornando-se a estreia póstuma de álbuns mais vendida depois de `Thriller´ de Michael Jackson. `Shoot For The Stars Aim For The Moon´, tem sido assim considerado como um presente pré-aniversário oportuno para o Pop Smoke que completaria 21 anos no dia 20 de Julho.

Prodígio e Gilmário Vemba juntam-se a Benzema como embaixadores de um banco Europeu

há 2 anos
A representar os PALOP, os dois angolanos juntam-se a mais de duzentos nomes ligados à música, à moda e aos desportos vindos dos cinco continentes.

P. Black Mr. International prova no novo single que  “Homem Também Gosta De Mimo” 

há 2 anos
“Homem Também Gosta de Mimo” já está disponível nas plataformas digitais e na Vodacom • Movitel para que todos, homens e mulheres, se possam inspirar e mimar mutuamente.

Músico fundador dos “Titãs” morre de Coronavírus

há 2 anos
úsico brasileiro Ciro Pessoa, um dos fundadores da banda de rock “Titãs”, morreu na madrugada de terça-feira, aos 62 anos, na sequência de uma infecção causada pelo novo coronavírus, anunciou a família.

ZAP passará a atribuir prémios a músicos e apresentadores

há 2 anos
Artistas e personalidades que se destacam na área de televisão passarão a ser distinguidos anualmente com prémio Globos Zap. A iniviativa é oficializada hoje com a abertura das votações e o anúncio da lista dos primeiros 12 nomeados.

Actor de 39 anos é baleado em público em Portugal

há 2 anos
Bruno Candé de 39 anos foi assassinado ontem em plena luz do dia, em Lisboa, presumivelmente por outro indivíduo de 80 anos. O actor pertencia à companhia de teatro Casa Conveniente.

Covid-19: Paulo Gustavo volta a fazer o Brasil chorar, mas desta vez não é de rir

há 1 ano
O actor e humorista, protagonista da franquia “Minha Mãe é uma Peça”, de 42 anos, faleceu nesta ontem, vítima de Covid-19. Já em luto pelas mais de 400 mil mortes causadas pela pandemia e seus derivados, o Brasil recebeu a notícia aos prantos após a confirmação da acessória do artista.

“The Rock é o unificador que Os Estados Unidos da América precisa”, diz lenda do WWE

há 2 anos

45 organizações humanitárias pedem a Lewis Hamilton que boicote GP da Arábia Saudita

há 2 anos

Paulo Flores lança “Semba Original” para Carlos Burity e Waldemar Bastos

há 2 anos
A música começou a ser construída muito antes da notícia sobre os passamentos físicos de Waldemar Bastos e Carlos Burity e já faria parte do álbum “Independência”, com lançamento previsto para Abril de 2021.

Vem aí um novo musical de Hip Hop com Young Thug no papel de protagonista e produtor

há 1 ano
Ao lado de Tiffany Haddish e Shahadi Wright Joseph, Young Thug fará a sua estreia como actor, no papel principal do filme musical que intitular-se-á `Throw it Back´ e será também o responsável pela produção da trilha sonora do filme.

Presidente da Nigéria sobre Burna Boy e WizKid: trouxeram glória para Nigéria

há 2 anos

Zap Viva exibe documentário de Kuduro `Fogo no Musseque´

há 2 anos
Realizado por Jorge António, a pesquisa apresenta depoimentos assim como demostrações deste estilo que se confunde como estilo musical e, ao mesmo tempo, de dança.

Bruno Fernando apresenta fundação direccionada à inclusão social

há 1 ano