Reptile: “Considero-me um artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história”

No dia 27 deste mês, o rapper vai colocar mais um álbum no mercado. Intitulado I.C.O.N (Invejosos Continuam a Odiar o Nikka), a obra foi produzida pelo moçambicano Ell Puto e Alleny. Além de Preto Show, Rui Orlando e Tchoboli, reúne importantes artistas da nova geração.

Reptile é um nome à parte no mercado musical angolano. Além de assumir com maior frequência o microfone, participou como produtor em vários CDs e vai disponibilizar, pelo Kisom e plataformas digitais internacionais, o oitavo álbum.  O disco também contará com edições físicas.

O CEO da Piriline explicou o conteúdo da obra e fez uma análise sobre o mercado musical angolano nos últimos cinco anos, além de apresentar novos projectos da sua produtora.

Porquê Icon?
I.C.O.N é uma sigla que significa Invejosos Continuam a Odiar o Nikka. Quanto à data não há uma história, mas há um porquê.

E qual a razão?
O nosso povo está a viver uma fase sensível, eu e o team sentimos que podíamos dar uma lufada de ar fresco aos consumidores dos nossos trabalhos. Este lançamento tinha sido adiado por questões alheias à nossa vontade, portanto sentimos que este era o momento ideal para o fazer.

De que é feito este álbum?
A sonoridade deste projecto é o resultado do casamento entre o moderno e o clássico e um exímio desfile de rimas. Quanto às participações, trago as vozes de Jonathan Puma, Arieth Feijó, Preto Show, Rui Orlando, Crazy Boy, Tchoboli e Kendrah. O álbum também sairá em CDs, mas com um número de cópias limitadas. Infelizmente, o consumo de música digitalmente ainda não é a nossa realidade e o objectivo é abranger o maior número de pessoas.

Primeiro lançou “Acima do Limite”, depois seguiu-se “Estátua Ninguém Se Mexe” e agora “Icon”. De que forma é que os fãs poderão se rever neste álbum?
Não. Primeiro foi “Ficheiros Secretos” ( 2007), “Acima do Limite” ( 2008), “P.I.M.P.”( 2010), “Ficheiros Secretos 2”( 2011), “Estátua Ninguém se Mexe” (2015) ,”A Voz Do Povo” (2018) e “I.C.O.N” (2020).

Considero-me um homem e artista bem-sucedido e sei que muitos se revêm na minha história, no meu posicionamento e nos meus objectivos, acima de tudo o meu propósito é motivar as pessoas a alcançarem os seus sonhos e objectivos, e a darem um contributo positivo no meio em que vivemos.

Apesar de imagética, a arte é o reflexo do contexto. Até que ponto esta nova fase do país influenciou o Icon?
Este projecto foi gravado entre 2017 e 2020, eu e o team decidimos não meter muitas faixas por causa da direcção que pretendemos dar a minha carreira, por causa disso pouco abordei sobre muitos aspectos sociais que vivemos agora, já estou a me preparar para o próximo, onde com certeza, irei tocar neles.

Passaram-se uns quatro anos desde que disse que o Rap angolano estava mal. Continua a pensar assim?
Não sei se posso dizer que melhorou, mas a nova geração veio trazer uma nova dinâmica e mais vida à música Rap. Quando disse que estava mal, referia-me ao número de bons artistas comparados a quantidade de trabalho que chega à rua. Disparidade abismal!

Hoje o número de bons artistas cresceu?
Sempre tivemos bons artistas…precisamos é de mais obras, mais shows, mais palestras, mais entrevistas etc.

É proprietário de uma produtora. Como analisa a produção musical no país?
Acho que temos um mercado fértil e muitos artistas talentosos para mostrar ao mundo. Precisa-se limar algumas coisas, mas acredito que chegamos lá.

Se tivesse de se enquadrar no panorama musical angolano em que posição se colocaria?
O barómetro que uso para medir é pessoal. Atingi o que queria, estou satisfeito com que consegui, só me falta tornar os meus artistas pessoas e músicos de sucesso. Meu propósito é motivar as pessoas, e graças Deus a ferramenta música me permite chegar às pessoas.

A indústria cultural, particularmente a música, é dos que mais sofreram com a crise pandémica. Como é que a sua produtora tem lidado com este fenómeno?
A Piriline está com muita saúde. A pandemia obrigou-nos a mudar a nossa estratégia, mas está a correr tudo bem. No mês passado, lançamos o EP “Renovar” do Samuel Clássico e um vídeo, Este mês sai a ICON e um vídeo também e em Dezembro, sai o EP do Jonathan Puma. A Kendrah está em estúdio e estamos a gravar um projecto da produtora.

as cargas mais recentes

Exposição ‘New Era For Humanity’ inaugura Marvilla Art District

há 1 ano
O Marvilla Art District é um projecto que nasce da vontade da MOVART Gallery, em parceria com a REWARD Properties, e tem como objectivo a criação de um polo artístico e a dinamização cultural de uma zona residencial em Marvila (outrora espaço industrial em decadência).

Anselmo Ralph: Celebra cinco anos a dar novas batidas com Café-concerto intimista

há 8 meses
Foi com casa cheia e perante uma plateia de luxo que Anselmo Ralph, embaixador do Café em Angola, subiu ao palco do Clube S para um concerto intimista que assinalou os cinco anos de parceria com as 3 marcas de café da Angonabeiro, Delta Cafés, Delta Q e Ginga, numa acção que deixa clara a mensagem de que o café é a nova batida de Angola.

Dj´s licenciados serão protegidos pela SADIA

há 2 anos
Para serem protegidos, os Disco Jokeys, editoras de livro ou CD, distribuidoras digitais de música, plataformas de streaming, rádios e tvs online, deverão solicitar as suas licenças na SADIA, para exercerem as suas actividades.

Filme `Mwana Nketo´ evoca importância de ritos de iniciação

há 11 meses

Thó Simões constrói mural para referências da música angolana

há 11 meses
Tratam-se de figuras como Carlos Burity, Waldemar Bastos, David Zé, Artur Nunes, Lourdes Van-Dunem, Teta Lando, Bangão,Teta Lágrimas, entre tantos outros que já não fazem parte do mundo dos vivos.

Hochi Fu lança plataforma para promover e ajudar os artistas a rentabilizarem seus singles

há 2 anos
Denominada Kwata singles, a mesma permitirá o artista ganhar dinheiro com o seu single, para além de ajudar a promover a sua música gratuitamente.

Papekas: “Quero mostrar que o Rap pode ser a mistura certa para todo o tipo de género musical”

há 2 anos
Papekas é um rapper que ganhou notoriedade nos freestyles da escola e hoje invade os mercados moçambicano e sul-africano. O artista tem se dedicado ao Rap acústico. A partir de Johannesburg, deixa os primeiros registos de uma proposta inovadora para Rap angolano.

Exclusivo: Cabo Snoop regressa à Power House definitivamente

há 10 meses
Agora com 31 anos, pai de família e mais maduro artisticamente, Ivo Manuel de Lemos, conhecido nas lides musicais como Cabo Snoop, regressa como conselheiro e mentor de Cleyton M, ajudando o prodigioso jovem a expandir a carreira para toda África, através das experiências que acumulou com a sua passagem na “poderosa casa” de Hochi Fu.

Prodígio actua hoje no festival #EuFicoEmCasa

há 2 anos
O rapper Prodígio, actua hoje através do vídeo directo na sua conta do Instagram @pro2da , tendo sido convidado pela Sony, produtora a que está associado.

Lou Ottens, precursor da portabilidade musical morre aos 94 anos

há 1 ano
Conhecido como o “Pai” da cassete de fita, o engenheiro holandês, foi nada mais que um inventor revolucionário na década de 1960, cuja criação democratizou o sector musical, facilitando a portabilidade e alcance.

Netflix adiciona categoria “Black Lives Matter”, que traz narrativas sobre experiência negra

há 2 anos
A Netflix a dicionou à colecção de 24 géneros o Black Lives Matter, uma nova categoria que vai trazer poderosas e complexas narrativas sobre a experiência negra. A mudança ocorreu após o icônico filme” The Help”se ter tornado o título mais transmitido na plataforma.

Produtor Algo 10Conhecido rende tributo a Teta Lando e Franco em novo álbum

há 11 meses
O álbum contém versões de dois grandes sucessos nacionais e internacionais intemporais, nomeadamente: “Mario” do congolês Franco, na versão amapiano e “Quimbemba” de Teta Lando, no estilo afro-house.

James Harden foi detido e Lil Baby preso em Paris por porte de cannabis

há 12 meses
A TMZ informou na tarde de ontem, que o astro do basquetebol James Harden foi apenas detido, enquanto que Lil Baby chegou a ser preso e levado a uma delegacia em Paris, após a abordagem da polícia ao carro em que ambos seguiam, por supostamente sentir o cheiro do alucinogénio.

China decide “castigar” Lady Gaga, Justin Bieber e BTS

há 1 ano
Os músicos Justin Bieber, Lady Gaga e a banda BTS terão sido ‘castigados’ por causa de atitudes em relação a assuntos considerados sensíveis pela China.

Beyoncé é eleita a melhor artista de tournée da última década

há 1 ano
A Pollstar, publicação especializada em shows ao vivo, decidiu honrar os artistas da década e Bey considerada a protagonista das melhores turneés.

Eminem entra para o Rock & Roll Hall of Fame no seu primeiro ano de elegibilidade

há 2 meses
Slim Shady é o único artista de hip-hop a ser indicado como performer este ano e o único artista que começou a lançar música nos anos 90.