Rick Baby: Um rapper polivalente que augura um lugar entre os melhores

Rick Baby é o pseudónimo de Luís Domingos Saviti, rapper e compositor de 27 anos de idade e já canta há 9 anos. Com uma carreira promissora, está associado a produtora CombinaSons, ao lado de nomes como: Enock, Itary, Justin Weely e Junior Zy.
Com o repertório de quatro projectos a solo e muitas participações, assume-se como um rapper polivalente e garante que os trabalho em carteira lhe vão garantir um lugar entre os melhores.

A partir de que momento é que a música cruza o seu caminho?
Desde Kid, sempre gostei de música (Rap, particularmente) mas era apenas um bom ouvinte na altura não ouvia rap nacional era mais rap americano. Mas quando saí do Nelito Soares Rangel e me mudei para o Prenda com a minha mãe, conheci o super producer Márciouz “93” e o rapper Jacke da 4M e eles ensinaram-me boa parte do que eu faço hoje, isso em 2011

Em que momento decide se profissionalizar?
Desde o primeiro momento em que senti que consigo motivar muitos miúdos do meu bairro (Prenda) com a minha música e a aderência do pessoal a minha arte. Porque trago sempre um pouco de mim e dos meus nas minhas músicas, canto aquilo que sinto então não tinha como não profissionalizar e graças a Deus tenho conseguido bons resultados.

O Rap desde sempre foi o seu estilo de eleição?
Sempre, sempre, sempre, mas hoje já viajo um pouco no R&b, Trap Soul e outros estilos, eu ouço todos estilos de música, o mais importante para mim é a música ser boa e me transmitir algum feeling.

Rick Baby: Um rapper polivalente que augura um lugar entre os melhores

Boom Bap ou trap, onde se enquadra?
Me enquadro nos dois, porque é tudo Rap.

O que é mais importante para si, o beat, as linhas ou a métrica?
Tudo é importante quando se quer fazer uma boa música, desde o beat às linhas e métricas tudo isso conta muito e é importante.

Quatro projectos a solo e várias participações, qual é o balanço da trajectória?
O balanço é bom, mas ainda falta muito por alcançar.

Quais as maiores dificuldades que tem encontrado para solidificar a carreira?
Promoção… quase tudo aqui em Angola se paga, Rádios, Tvs, Bloggers etc. e por vezes tu não tens recursos para isso. Mas melhor nem falar disso…

Quais são os artistas em que se inspira e quais as características que o “atraem”?
Inspiração vem de muitos artistas, mas sou mesmo bweee fã de Jay-Z, pelo simplesmente facto de o tempo passar e ele continuar actual desde o flow às dicas.

Considera indispensável este intercâmbio de ideias com outros artistas?
Sim acho muito importante, mas há artistas que quando já têm um certo Buzz, ficam cabeçudos e esquecem que não começaram de cima, e que ninguém começa a contruir um prédio da parte de cima.

Tem um vídeo por lançar, quais os detalhes que já pode adiantar sobre o mesmo?
O vídeo é da primeira música do Ep Naturalmente, todo produzido pelo Super Produtor Márciouz “93” e foi realizado pelo Produtor de vídeo Raiim da Limperiouz film. Foi gravado todo no meu bairro Prenda, a música é uma mistura louca de estilos onde falo um pouco da minha trajectória e dos meus. Pessoas que a música me deu e assim que estiver pronto sairá em exclusivo para a Carga Magazine.

O que reserva para o álbum da produtora?
Muita boa música e sucessos, estou com um time “maluco”: Enock, Itary, Justin Weely e o meu puto Junior Zy.

Conta com o apoio da família para dar seguimento à música?
Sempre, a minha Mãe é a minha fã número zero, e também a pessoa que me motiva a fazer isso de uma forma incansável porque ela sabe que eu amo fazer isso.

Está afiliado a mesma produtora que Enock e Itary, nomes que granjearam alguma fama em pouco tempo. O que falta para chegar a sua vez?
Talvez para a mídia a fama do Enock e da Itary eles conseguiram em pouco tempo, mas se for ter uma franca conversa com eles, vão saber que não é bem assim. É tudo uma questão de trabalho e dedicação, então estou a trabalhar do mesmo jeito e não tenho pressa até porque tudo tem o seu tempo.

Aonde pretende chegar com a música?
Até aonde Deus permitir.

as cargas mais recentes

Músico Chakuisa cria rádio comunitária para ajudar a divulgar carreiras dos artistas

há 10 meses
Se estiver na Centralidade do Zango Oito Mil, sintonize a Rádio Zango 8000 no www. rádio 8000, uma sintonia criada pelo músico Chakuisa para ajudar a divulgar as canções de outros artistas. Com 75% da sua orientação editorial focada em música, a estação comunitária está a consquistar espaço no EUA, Canadá, Brasil, Bélgica e África do sul.

Polícia volta a confrontar um cidadão e Denzel Washington intervém

há 3 anos
Apesar dos protestos, a polícia voltou a interpelar mais um cidadão afro-descendente nos Estados Unidos. Desta vez, Denzel Washington foi obrigado a intervir depois de ver o confronto entre o agente e o cidadão.

This Is Not A White Cube apresenta “Reflectir#2 – Fragmentos, Fragilidades, Memórias”

há 10 meses
Com curadoria de Ana Knežević, Emilia Epštajn, Graça Rodrigues e Sónia Ribeiro, a exposição reúne um abrangente panorama desta multifacetada produção, onde se ostentam obras em papel, instalações, performance, pintura, fotografia, têxtil e vídeo de Alida Rodrigues, Ana Silva, Cristiano Mangovo, Francisco Vidal, Januário Jano, Luís Damião, Nelo Teixeira, Osvaldo Ferreira, Pedro Pires e Ery Claver, que no seu todo revelam a forte afinidade à estética e materialidade estratificada do “arquivo” cuja quase inexistência – por negligência ou depauperação endémica – se tem revelado crítica em Angola.

Félix Tshisekedi atribui título de embaixador da cultura do Congo ao músico Koffi Olomide

há 12 meses
O presidente da República Democrática do Congo, Felix Tshisekedi, recebeu em audiência Antoine Christophe Agbepa Mumba, conhecido nas lides musicais como Koffi Olomidé, e atribuiu-lhe o título de embaixador da cultura congolesa. O músico dispõe agora de um passaporte diplomático para o exercício da sua missão.

Fernanda René e Mateus Esteita entre as 100 personalidades afro-descendentes mais influentes do mundo em 2021

há 1 ano
A ambientalista Fernanda René e o escritor e engenheiro Mateus Esteita foram reconhecidos pela MIPAD da ONU, pelos seus contributos em prol do meio ambiente, figurando, desta forma, entre as 100 pessoas de ascendência africana mais influentes do mundo este ano.

Sintoniza 96.1 FM: O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”

há 1 ano
O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”, é descrito como um programa que expõe o livro na sua plenitude: Edição, Pesquisas, Ilustrações, em suma, tudo o que faz parte da constituição de cada livro publicado. No ar todas as quartas-feiras, das 15 as 16 horas, o espaço está focado nos Autores, Editores, Críticos e Leitores.

Seminário sobre processo de inscrição e classificação dos bens a Património Mundial da UNESCO acontece em Luanda

há 2 anos
O Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente (MCTA) iniciou ontem, 20 de Agosto de 2020, o Workshop de formação sobre o processo de Inscrição e classificação dos bens a lista a Património Mundial da UNESCO.

Sintoniza Viva Nation Rádio: Conversation a dois

há 2 anos
O programa `Conversation a dois´ chegou à programação da plataforma de rádio online “Viva Nation Rádio” para servir de veículo de divulgação da música Palop no resto do continente.

Já começou o Festival #EuFicoEmCasa

há 3 anos
Serão no total 6 dias, 77 artistas e 40 horas de concerto transmitido em directo, pasmem… nas próprias contas de Instagram.

Top Dos Mais Queridos 2021 vai homenagear mulher zungueira e terá novas regras

há 2 anos

Taylor Swift volta a liderar top de álbuns

há 2 anos
Pela terceira semana, não consecutiva, Taylor Swift voltou a encabeçar o top de álbuns dos EUA. Foram vendidas mais 56 mil cópias do trabalho, sendo 16 mil nos formatos tradicionais. “Whole Lotta Red” de Playboi Carti que, há sete dias, estava no topo, caiu para a quinta posição.

Presidente da Fundação Palmarés restringe acesso dos rappers na instituição

há 3 anos
A intenção do líder associativo foi motivada por sátiras nas redes sociais, através da página RapFalando, que descrevia o líder cultural como “careca”.

Babu Santana: “Tenho muita curiosidade de conhecer Angola, e de chegar no meu ancestral africano”

há 3 anos
A presença marcante de Babu Santana na última edição do reality show despertou a atenção e curiosidade dos internautas sobre os pontos de vista relactivos a “pretitude”, tal como o próprio o diz, e às questões relaccionadas a identidade cultural dos povos negros que habitam o Brasil. Babu defende a necessidade de se conhecer o percurso da ancestralidade para a afirmação dos povos: ”hoje eu tenho um projecto pessoal que é fazer a pesquisa da minha ancestralidade”, afirmou. Uma vez ter conquistado a simpatia de muitos telespectadores do canal Globo, quer pela participação exitosa no BBB20, bem como a interpretação de Jacinto em ’Novo Mundo’, Babu Santana concedeu uma entrevista de abordagem variada onde manifesta o interesse de trabalhar em Angola.

Killuanji: “Os fazedores do Rap gospel em Angola andam distraídos e tornam o estilo frágil e fraco ao ponto de ninguém os ouvir”

há 2 anos
Lançou recentemente o EP Apocrypha e embora esteja na música há mais de uma década, Killuanji considera que agora sim, a sua carreira começou. O rapper que faz da crença o seu sacerdócio assume-se como o “novo rosto do Rap Gospel em Angola”, e garante que chegou para dar uma lufada de ar fresco ao estilo.

Sabia que hoje assinala-se o Dia da Música Estranha?

há 2 anos
O Dia Internacional da Música Estranha foi criado por Patrick Grant, um músico e compositor de Nova Iorque que queria colocar as pessoas a ouvirem e a tocarem tipos de música que nunca tinham ouvido e tocado antes.

Show do Mês comunica interregno do conceito `Hospitality´ mas garante continuidade das atracções

há 2 anos
`Hospitality´ consistia em receber público num espaço aberto, obedecendo a todas as medidas de segurança, mas acaba de ser descontinuado, para fazer face ao último decreto do estado de Calamidade.