Robertinho anuncia novo álbum com participação de Gerilson Insrael

Seis anos depois do lançamento de “Ka kinhentu”, o músico prepara-se para apresentar, ainda este ano, o terceiro disco, anunciou o próprio, este domingo, em Luanda.

O novo álbum de Robertinho terá oito faixas musicais, cantadas em kimbundu e em português e traz temas inéditos e novas versões de alguns sucessos, que resumem os mais de 37 anos de carreira.

Diferente do seu último CD, no qual deu nova roupagem a alguns dos maiores sucessos, no novo álbum, Robertinho traz uma proposta mais generalista, por formas a atingir os mais jovens.

A obra está a ser produzida em vários estúdios em Luanda e tem participações de instrumentistas de renome no mercado angolano, como o saxofonista Nanutu e o guitarrista Kintino, da Banda Movimento.

O disco, revelou ao Jornal de Angola, vai ter, também, a participação do músico Gerilson Insrael. Robertinho entende que a nova geração tem estado a dar um contributo significativo na interpretação de temas antigos, com novas roupagens. Porém, lamenta o facto de muitos músicos da sua época ainda enfrentarem dificuldades para colocar um disco no mercado, por causa da falta de apoios financeiros.

Mais sobre o músico

Robertinho nasceu em Malanje, mas cresceu no Marçal, em Luanda. A sua carreira começou no grupo Ébanos, como instrumentista e corista, aos 18 anos, a convite de um amigo. Integrou depois o conjunto Diamantes Negros, como vocalista e baterista. Sua primeira digressão foi com o conjunto FAPLA-Povo, em Cuba, representando Angola no Festival Mundial da Juventude.

Neste conjunto, Robertinho assumia os papéis de instrumentista e corista, junto com Proletário. Anos depois, os dois passaram a ser os vocalistas principais. Mais tarde, ainda na década de 80, decidiu apostar na carreira a solo. O primeiro disco, “Joana”, chegou ao mercado em 1992, com seis temas, entre os quais se destacavam “Kalamaxinde” e “Sanguito”.Em 2016, lançou o segundo disco, “Ka kinhentu”, fazendo nova roupagem de sucessos antigos como “Joana”, “Desespero” e “Kalamaxinde”, que marcaram as pistas de dança em 1992.

as cargas mais recentes

Toty Sa’Med e A’mosi Just A Label representam Angola no festival Sounds From Africa

há 2 anos
Os músicos representam hoje o país no festival Sounds From Africa, organizado pelo Colors of Ostrava, da República Checa. Os espectáculos serão transmitidas nas páginas do Facebook da organização e no Facebook e Instagram oficiais de A´mosi Just A Label e Toty Sa’Med.

Artistas angolanos beneficiam de carteira profissional já a partir de Junho

há 1 ano
O documento que representa um ganho da classe, é mais uma forma de assegurar o cumprimento dos princípios deontológicos dos criadores.

Nameless e Sam The Kid juntos no tema “Houdini”

há 1 ano
Já está disponível o novo single “Houdini”, de Nameless que conta com a produção inconfundível de Sam The Kid.

Noite e Dia, Yola Araújo e Ivan Alekxei reforçam a produtora Clé

há 1 ano
Com a entrada destes músicos, a produtora aumenta para 16 o número de cantores agenciados, com destaque para Edmázia, Edgar Domingos, Filho do Zua, Halison Paixão, Gerilson Insrael, Godzila do Game, entre outros.

“Nenhum de nós tem vaidade, não há egos aqui”

há 2 anos
Okwami ultimam os preparativos para o primeiro grande show, dia 26 de Março.

Prémio Nobel da Literatura 2020 atribuído a poetisa Louise Glück

há 2 anos
Louise Glück é uma poetisa norte-americana de 77 anos conhecida pela sua “voz poética e com beleza austera, que manifestam a “existência individual universal”, em temas de infância e vida familiar ou as relações de estreia entre pais e irmãos.

Entri Spada e Paredi: DJ Malvado reinventa clássico cabo-verdiano em parceria com Roxane

há 1 ano
A ser lançada hoje, a música Entre Spada e Paredi é um “prenuncio” do EP de Roxane Fernandez, a ser lançado em Julho/Agosto e mantém DJ Malvado conectado às suas raízes com a kizomba mais tradicional tal como nos tempos em que estava a iniciar a sua carreira.

Damásio Brothers lançam “Chuva em Abril” 

há 7 meses
  Ainda estamos em Janeiro mas “Chuva em Abril”, o novo tema dos irmãos Cila e Graciano Damásio, já está disponível em todas as plataformas digitais e vem acompanhado de videoclolipe.  

Abril, o mês da dança

há 2 anos

Vem aí um novo musical de Hip Hop com Young Thug no papel de protagonista e produtor

há 1 ano
Ao lado de Tiffany Haddish e Shahadi Wright Joseph, Young Thug fará a sua estreia como actor, no papel principal do filme musical que intitular-se-á `Throw it Back´ e será também o responsável pela produção da trilha sonora do filme.

Centro Cultural do Brasil em Angola anuncia oficina de Mímica Prática

há 1 ano
No âmbito do projecto SEXTARTE- Oficina de artes à sexta-feira, esta semana, o CCBA- Centro Cultural do Brasil em Angola promove workshop mímica, com o actor e mímico brasileiro, Edgar Bustamante.

Dj Havaiana cria grupo de música para promover as línguas nacionais

há 2 anos
O quarteto canta nas línguas Umbundu, Cokwé, Kimubundu entre outras e faz fusões de House Music com o Kuduro. Já possui um EP e anuncia a faixa de estreia.

Aumenta tensão entre Snoop Dogg e 6ix9ine – Tekashi

há 2 anos
Preso em 2018 por diversas acusações de crimes relacionados às actividades de gangues, 6ix9ine – Tekashi chegou a acordo com governo para aliviar sua pena, testemunhando sobre caso contra a “Nine Trey Gangsta Bloods” nos tribunais. Com esta decisão, o rapper ganhou o rótulo de “Snitch/Traidor” e tem sido alvo de diversos insultos da parte de Snoop Dogg, desde que foi preso.

Sabia que J. Cole é o único rapper indicado em todas categorias do género no Grammy 2022?

há 9 meses
Desta vez, Cole conseguiu uma façanha incrível, o rapper é o único a ser indicado em todas as categorias envolvendo Rap/Hip-Hop no Grammy de 2022, referente a 64° edição.

Gerilson Insrael: “Eu não acredito na existência da boa política no meu país”

há 1 ano
Num tweet, que mais tarde reforçou com uma publicação no Facebook, o cantor da Clé Entertainment inibiu-se de qualquer envolvimento nestes tipos de actos, afirmando que não acredita na existência da boa política no país.

Rappers admitem que desunião provocou a morte artística e física de muitos niggas

há 8 meses
O país conta desde sábado com a Associação dos Hiphoppers de Angola, uma instituição de cariz social que passará a ajudar artistas em questões de doença, crise financeira, além de prestar apoio e assistência jurídica. Liderada por Dom Samu, a associação tem como membros MCK, Kid MC, Kool Klever e Drunk Master.