Roxane Fernandez: “Se tivéssemos uma indústria musical que funcionasse como tal, já teria dado outros passos”

O nome remete a um exímio intérprete, mas não é só, Roxane é também um profissional que já soma 20 anos de carreira, acumula feitos e êxitos como produtor musical e criador de conteúdos televisivos, com créditos para o programa `Bar Luandina´, além de estar a ultimar os preparativos para a estreia de `O Meu Quintal Tem Música´.

No passado dia 30 de Julho, disponibilizou a EP `Fé´, assim titulada, dada a saturação das pessoas por conta dos problemas sociais que se vive em Angola. “E para piorar a situação da Covid- 19 só veio aumentar mais as dificuldades. Então FÉ é o que todos precisamos para se manter em pé.” Refere o artista que no respaldo do lançamento falou-nos em exclusivo.

O trabalho que chega três anos após a sua estreia discográfica, com o `Hora Certa´, é o reafirmar da sua evolução artística, evolução esta, que atribui a capacidade de comparar. Ou seja, “tive a oportunidade de avaliar os erros cometidos no processo de preparação e lançamento do `Hora Certa´ e acertar no `Fé´ ainda não é o top claro, porque vamos sempre aprendendo mas, já foi possível melhorar muita coisa.”

Roxane Fernandez: “Se tivéssemos uma indústria musical que funcionasse como tal, já teria dado outros passos”

Depois da apresentação da EP, em cadeia televisiva, propriamente no Programa Noites Tropicais, Roxane adianta que faz parte dos objectivos fazê-lo também ao vivo. Porém, é imperativo para si, além de oferecer sempre um espetáculo bem elaborado, esperar até puder ter o seu público em massa.

Apesar de ter quase uma vida emprestada à arte, para o artista que só nos últimos cinco anos começou a lançar trabalhos originais e a ganhar experiência em distribuição, a avaliação da sua carreira é bastante positiva. Embora ache que a indústria musical esteja ainda aquém dos seus ideais. “Se tivéssemos uma indústria musical em Angola que funcionasse como tal, teria dado outros passos que alavancariam melhor a carreira. Mas a nosso jeito vamos fazendo bem o nosso trabalho.” 

Sobre a EP, Roxane Fernandez confirma que o feedback é positivo, uma vez que é da praxe dar boas músicas ao seu público, também este trabalho em particular, está a merecer outro tratamento “tudo por conta das novas parcerias de distribuição e consultoria que fechamos a Big Bit tem feito o trabalho excelente.”

Ainda fruto desta parceria, o artista passa doravante a ter a sua discografia regularizada e disponível nas plataformas digitais. De realçar que também está previsto o lançamento da obra em física, no mês de Dezembro. Não obstante a isto, sobre Roxane ainda há muito para descobrir porque há novos temas na forja, a serem ultimados e definidos dentro da estratégia de lançamentos e promoção do artista.

Quem é Roxane Fernandez?
Rochane Carlos Fernandes, deu os primeiros passos na música a fazer imitações em playback em eventos infantis nas escolas por onde passou na província da Huíla, com um pouco mais de responsabilidade e experiência, no grupo de escuteiros da missão católica do Lubango cantava em actividades religiosas da paróquia e em concursos musicais realizados na província.

Em 2000 já em Luanda com o amigo Luís Sebastião, aprendeu a tocar viola e aí lançou-se na música profissionalmente, a sua primeira banda (Banda Evolution), tocavam em todo tipo de eventos, passando por quase todas as casas noturnas de cultura de Luanda e não só.

Em 2014 decide seguir uma carreira a solo, um projecto intitulado (Roxane & Amigos), adicionando ao seu reportório, originais, de letra e música da sua autoria.

Hoje, com o nome artístico ROXANE FERNANDEZ já foi indicado em 2017 para o Top do ano, da Rádio Luanda com a sua música Colou, nas categorias Kizomba, Voz Revelação, Versão e com a sua versão da música “Minha Viola”, na categoria de Balada.

Um jovem cheio de talento, já reconhecido na nossa praça tendo dividido o palco com vários artistas tais como Beto de Almeida, Grace Évora, Johnny Ramos, Pérola, Paulo flores, Tito Paris, Banda Maravilha, Ary, Yola Semedo, Eduardo Paim, Nelo Carvalho, Kizua Gourgel, Selda, Toty, Sandra Cordeiro, Ana Bela Aya, Leonel Almeida, Beto Dias, Micas Cabral, Euclides da Lomba e muitos mais. Relativamente à nossa grande Ary, Roxane trabalha há cerca de 7 anos como diretor musical e guitarrista da banda.

Hora Certa, o seu primeiro álbum a solo, composto por 15 faixas musicais, duas versões, uma de título “Katia” de Conde Martins e outra “Minha Viola” de Irmãos Almeida, sendo as restantes 13 faixas de sua autoria, letra e musica. Como não podia deixar de ser esta obra conta com várias participações dando maior ênfase aos jovens talentosos da sua época, como Ivan Alekxei e Livongh.

Uma produção sua, com co-produção em algumas faixas de Livongh, Cervantes, Mayo, Wando Moreira e o malogrado Beto de Almeida. Um álbum gravado em Angola, passando pelo Peru e terminada em Portugal.

Embora tenha já participado em diversas obras de outros autores, esta obra “Hora Certa”, chega mesma na hora certa, dando início a uma nova etapa da sua vida, que marca os seus 15 (quinze) anos de carreira, um legado que já era hora de ser celebrado! 

Este ano Roxane Fernandez lançou o seu mais recente trabalho, um EP intitulado FÉ; é o novo trabalho com 4 faixas músicas disponível em todas as plataformas digitais. Com sua produção e co- produção de Nelo Paim é um trabalho que já está a fazer muito sucesso pelas suas belíssimas músicas com a participação de Dj Malvado no tema Entri Spada & Paredi tema original do grupo Finaçon e ainda uma versão da música Cupido de Ângelo Boss os outros temos Maravilhosa Graça e Fé são os originais. 

*Com Big Bit

as cargas mais recentes

Davido na linha da frente dos protestos na Nigéria

há 1 ano
O músico nigeriano juntou-se este sábado a uma manifestação para exigir o fim da brutalidade policial no seu país. “Não devemos recuar até que as nossas reivindicações sejam atendidas”.

Fat Soldiers confirmam novo EP com o lançamento do single `Jogada de Mestre´

há 1 ano
Já é possível assistir o videoclipe do single `Jogada de Mestre´, o mesmo traz um vislumbre do que será o próximo EP, intitulado `Dor e Triunfo´, a ser lançado em Setembro.

Sexta farta: De Lokua Kanza a Lloyd Banks, confira os álbuns lançados de hoje

há 8 meses
Após 11 anos de ausência sem nenhum lançamento de álbum, o artista compositor Lokua Kanza lançou “Moko”. Uma obra em que o músico se reconecta com o gosto pela aventura e se encontra em uma alegre crioulização e universalidade musical.

Rui Veloso: “A ouvir hip hop não aprendo nada musicalmente”

há 2 anos
Em 2018 Rui Veloso foi mal concebido pela comunidade hip hop por ter afirmado que o Rap não era bem música. Durante uma entrevista esta semana na BLITZ, Posto Emissor, Rui Veloso esclareceu os comentários que em tempos teceu sobre o hip hop.

Pete Rock vai processar Nas por royalties não pagos de ‘The World Is Yours’

há 2 semanas
Há 28 anos Pete Rock co-escreveu e produziu “The World Is Yours” o clássico single do álbum de estreia de Nas, “Illmatic”. Embora também tenha posto vocais, o rapper tem créditos de escrita, créditos estes que actualmente estão orçados em milhões de doláres e nunca foram honrados.

Lupe Fiasco afirma ser melhor liricista do que Kendrick Lamar

há 1 ano
Lupe Fiasco afirmou que é mais liricista de melhor do que Kendrick Lamar numa série de tweets. A sequência surgiu após um fã questionar quem dos dois era o melhor. Depois que o tweet ganhou atenção significativa, quando Lupe declarou ser “melhor liricista, mas não melhor artista que Kendrick”.

UEFA quer concluir Champions até final de Agosto

há 2 anos
O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, disse hoje que pretende encerrar a presente temporada da Liga dos Clubes Campeões, suspensa desde Março devido o Covid-19, em Agosto.

Phedilson: “Uma das minhas causas é lutar contra a segregação regional dentro do rap game”

há 1 ano
Não basta ser bom rapper, Phedilson Ananás ou simplesmente PA, emplaca um êxito atrás do outro, sucesso este que acabada de ganhar mais um incremento, o LP #AVE, disponibilizado ontem, nas plataformas de streaming.

Catchupa Factory cria portal “Family Matters” para divulgação de fotografia Africana contemporânea

há 1 ano
“Family Matters” tem como objectivo arrecadação de fundos através da venda de impressão de fotos, destinando os fundos de imediato aos artistas e fotógrafos envolvidos.

Músicos brasileiros expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras

há 12 meses
O Ministério da Defesa do Brasil expulsou dois rappers da corporação. Big Bllakk, tido como uma das vozes promissoras do rap brasileiro, e Patriick, da Facção Poética, foram expulsos das Forças Armadas por causa das mensagens das suas letras.

Há um ano Prodígio representava Angola nas celebrações do Dia de Nelson Mandela

há 6 meses
Instituído em 2009 pelas Nações Unidas em memória de Nelson Mandela, que hoje (18) celebraria 103 anos de vida, o foco do Dia Internacional de Nelson Mandela este ano são as comunidades atingidas pela pandemia do Covid-19.

Lançado na passada Sexta-feira, álbum póstumo de Pop Smoke caminha para a 1º posição da Billboard

há 6 meses
De acordo com as projecções do Hits Daily Double, Pop Smoke está definido para conquistar o primeiro lugar na Billboard 200 com 110.000 a 120.000 unidades equivalentes a álbuns vendidas, 4.000 a 6.000 das quais serão em vendas de álbuns tradicionais.

Jomo Fortunato acusa Ilídio Brás de se apropriar do seu livro para ir buscar dinheiro na Sonangol

há 2 meses
O crítico musical, Jomo Fortunato, acusa o produtor Ilídio Brás de se apropriar do seu livro “A mística e o Simbolismo dos Tambores”, lançado domingo, em Luanda, para ir buscar dinheiro na Sonangol. A obra em causa retrata a trajectória do percussionista Joãozinho Morgado, considerado o “Rei dos Tambores”.

Moniz Silva é o novo presidente da FAB

há 1 ano
Com 17 votos, o antigo vice-presidente do 1º de Agosto Moniz Silva venceu as eleições na Federação Angolana de Basquetebol, tornando-se no seu novo presidente.

J.Cole vai jogar na BAL LEAGUE

há 9 meses
O rapper norte-americano J.Cole vai representar a equipa do Patriots do Rwanda na primeira edição da BAL LEAGUE, a ser disputada em Kigali, de 16 a 30 deste mês.

Anna Joyce e C4 Pedro integram lista dos artistas africanos que “todos devem ouvir”

há 10 meses
O site brasileiro Mundo Negro elegeu os oito artistas africanos lusófonos “obrigatórios” nas playlists da actualidade, dos quais figuram os angolanos C4 Pedro e Anna Joyce.