Sambizanga passará a contar com plataforma de promoção dos artistas

A partir de Março o Distrito Urbano do Sambizanga passará a contar com um projecto que vai promover músicos e diferentes disciplinas artistícas. A iniciativa denomina-se Sambizanga Ritmo e Poesia e pretende “resgatar a mística” do distrito.

Além do ciclo de espectáculos que dará voz e vez à arte engajada, terá ainda o “Roque Santeiro Cultural”, uma feira anual onde serão expostos e vendidos livros, discos, peças de artesanato, artes plásticas etc..

Trovadores, slammers, actores, escritores e poetas poderão também ser contemplados.

A Carga conversou com o adminitrador daquele distrito urbano. Orlando Paca falou das razões da criação do projecto e explicou sobre como vai funcionar.

É algo de que sempre pensou ou o projecto acabou por nascer assim que constatou as necessidades do distrito?

A iniciativa surge para promover cada vez mais a cultura nacional no Distrito Urbano do Sambizanga, com maior incidência na literatura e na música. Mais do que entreter, foca-se no valor pedagógico das artes, aproximando os munícipes a conteúdos artísticos que melhor estimulam a sensibilidade e desenvolvem o senso crítico de quem aprecia. Através do debate pretendemos analisar a produção literária nacional, estreitar laços entre leitores e escritores, e despertar nos munícipes o gosto pela leitura. Outrossim, é nosso objectivo trazer ao Sambizanga referências da música, das belas artes, etc.

O projecto é um desejo antigo, mas que ganhou força depois de constatarmos a ausência de um movimento artístico-cultural sólido e constante no Distrito que já viu nascer grandes artistas.

Sambizanga passará a contar com plataforma de promoção dos artistas

Está à frente de uma circunscrição que é o berço da arte engajada. A iniciativa vem como uma espécie de resgate da mística do distrito?

Sim, claro. A mensagem carregada de simbolismo é algo que sempre caracterizou músicos, grupos carnavalescos e outros artistas ligados ao Sambizanga. Grupos e artistas que, mais do que entreter, preocupavam-se em reflectir sobre a nossa angolanidade e  fenómenos ligados à nossa sociedade.

Porquê diz isso?

Mais do que proporcionar entretenimento, é importante que as artes conservem a nossa idiossincrasia e sejam capazes de moldar consciências, transformar positivamente os nossos cidadãos para que estejam preparados e a altura dos desafios que o Distrito e o País nos apresentam.

O Sambizanga Ritmo & Poesia compreende a literatura, música e a poesia falada. Em termos práticos. Como é que estes eventos estarão a acontecer?

Numa primeira fase o projecto será materializado por meio de dois eventos culturais dialogantes, nomeadamente:

“Sambila Leitor”, que é um clube de leitura onde os amantes do livro encontrar-se-ão para debater e analisar obras literárias. Grande parte dos debates contará com a presença de escritores convidados. E o “Diálogo Acústico”, um concerto intimista em voz e violão cujo palco visa dar espaço e voz a músicos, trovadores e slammers.

Há uma segunda fase?

Sim. A segunda fase o projecto só será materializada mais tarde, através do evento denominado “Roque Santeiro Cultural”. Trata-se de uma feira anual onde teremos expostos e disponíveis para venda: livros, discos, artesanato, artes plásticas e materiais de outras disciplinas artísticas. Vai contar também com debates sobre artes, música e teatro.

Que escritores, poetas e músicos podem integrar e como fazer para participar do projecto?

O nosso projecto é inclusivo, todos os artistas terão voz e espaço. Os artistas do distrito que queiram se apresentar nos eventos, deverão contactar o Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Administração do Distrito Urbano do Sambizanga.

Pretendem arrancar em Março . Neste momento, em que pé está o projecto?

O projecto está a caminhar na velocidade desejada. Nesse momento estamos em fase de pré-produção. A reunir as condições necessárias para a materialização dos eventos.

as cargas mais recentes

Administração do Benfica quer ruas com nomes de Waldemar Bastos, Carlos Burity e Bangão

há 7 meses
A administração distrital do Benfica vai propor os nomes dos músicos Waldemar Bastos, Carlos Burity e Bangão na toponímia do Benfica, informou hoje o administrador local, Hélio Aragão.

Artistas brasileiros saem em protesto depois de Jair Bolsonaro ameaçar jornalista

há 6 meses
O presidente do Brasil ameaçou “encher” a cara de um jornalista do “O Globo” pelo facto do profissional ter questionado Jair Bolsonaro sobre os 89 mil que a primeira-dama da República terá recebido da Fabrício Queiroz entre 2011 e 2016.

Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

há 9 meses
A antiga estrela do “Unitel Estrelas ao Palco” soma e segue. Assinou com a Quebra Galho e gravou o seu primeiro álbum. A jovem de 22 anos quer pisar os maiores palcos do mundo e revela a ambição de conquistar o Top dos Mais Queridos ou o Angola Music Awards.

Liz Lyrics apresenta ‘Studio Session’, uma incursão à realidade social

há 7 meses
Liz Lyrics canta Rap e R&B desde 2010 e está este momento em Portugal a construir a carreira profissional. O angolano está prestes a colocar no mercado mais um projecto musical intitulado ‘Studio Session’, de 6 músicas e 6 vídeoclipes.

Saiba porquê que Beyonce disse ter “vergonha” da própria conta bancária

há 5 meses
O tema remonta para o ano 2007, sendo uma revelação feita na primeira pessoa, em entrevista à revista Rolling Stone.

Autor do plágio no Prémio Literário Jardim do Livro Infantil nunca mais poderá concorrer

há 9 meses
A obra “A Kandengue Do Golungo e o Livro Que Não Tinha Fim”, vencedora do Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, constitui um plágio grosseiro e tentativa de burla de uma outra obra brasileira, cuja capa mostramos na notíciia. O Instituto das Indústrias Culturais e Criativas adianta que o infractor pode nunca mais concorrer a prémios do Ministério.

10 anos depois Diff regressa ao game para revolucionar o Rap

há 5 meses
É dos rappers mais modernos da actualidade e só não deu cartas porque esteve dez anos fora do mainstream, mas, está de volta e desta vez com um EP de 4 faixas musicais, incluindo os respectivos vídeoclips. Além da obra, o músico preparou uma “bomba” com Anselmo Ralph e fala à Carga sobre o seu regresso.

Aventura e emoção são as palavras de ordem na ZAP

há 8 meses
Este fim de semana a programação é para toda família, momentos de pura diversão e animação no canal ZAP VIVA. Um misto de aventura e emoção, vão preencher o seu fim de semana.

Familiares confirmam morte de Manu Dibango pelo Covid-19

há 12 meses
Natural dos Camarões, Manu Dibango acabou por falecer hoje aos 86 anos num dos hospitais de Paris, depois de ter sido infectado no passado dia 18.

Vênias aos Filipes

há 12 meses
Dupla foi homenageada no Show do Mês, duas noites de evento que ficarão nos anais da música angolana.

Após especulações de internamento por Covid-19 Anitta recebe alta hospitalar

há 2 semanas

Trocaram o mundo do crime pela música e se tornaram o fenómeno do Rap nacional

há 1 mês
Antes de se tornarem a febre do momento, os Séketxe estavam metidos no mundo do crime . Este grupo está a introduzir uma nova onda no Rap angolano. Criou o Rap-Cia, um subgénero do Trap que resulta da fusão entre o Kuduro e o Rap. Conquistou o respeito de artistas como MC Cabinda e tem atraído muita popularidade.

Sandocan promete show memorável

há 6 meses
Com um reportório de cerca de 50 músicas, Army Squad e Kalibrados realizam sábado o primeiro show solidário de Rap, no período “Covid-19″.

Covid-19: Ministro italiano dos Desportos acusa CR7 de mentiroso e arrogante

há 5 meses
Cristiano Ronaldo violou, segundo o ministro italiano dos desportos, o protocolo de Covid-19, ao viajar para Portugal e regressar a Itália, uma vez que ao seu clube Juventus estava em isolamento preventivo.

Chadwick Boseman recebe Globo de Ouro a título póstumo como “Melhor Actor Dramático”

há 4 dias

Conheça Jassira Pascoal, a mais nova aposta do Dj Raiva e Punidor

há 6 meses
A jovem de 20 anos despertou a atenção dos dois profissionais no Unitel Estrelas ao Palco (2019), onde acabou sendo eliminada, mas seu trimbre vocálico, letras e talento podem ajudá-la a tornar-se numa das novas referências da música angolana.