#TheBestBANTUMEN 2020 é eleito já este domingo

Está a decorrer a votação que vai eleger o #TheBestBANTUMEN 2020, nas categorias de `Melhor Artista´e `Melhor Projecto Musical´, ambas dentro da cultura Hip Hop, entre os PALOPs e Portugal. Tal como o nome deixa adivinhar, trata-se de uma iniciativa do site de cultura urbana BANTUMEN.  Até domingo, sob o crivo do público, estarão 16 artistas e 16 projectos musicais previamente seleccionados pelo site em questão, com o suporte e consultoria do Cenas Que Curto. Em entrevista exclusiva à Carga Magazine, Eddie Pipocas, falou em nome da BANTUMEN, descortinou o processo de selecção e as motivações da eleição que chega como reconhecimento de todo o trabalho desenvolvido neste ano, em contexto pandêmico.

Em que consiste a atribuição do prémio “The Best Bantumen 2020”?
A ideia principal é perceber dos álbuns que foram lançados em 2020 noticiados pela Bantumen, qual foi o álbum que o público mais aclamou. E da mesma forma, este ano lançaram-se poucos álbuns, mas lançaram-se muitos single, logo resolvemos fazer uma premiação para o melhor artista e melhor projecto musical. Tanto mais que não distinguimos entre álbuns, EP e mixtapes, seleccionámos as matérias e álbuns com mais visualizações e que tiveram maior engajamento, que esteve mais tempo na boca do povo, esta avaliação foi feita a partir do site, escolhemos 16 artistas para concorrerem para melhor artista de 2020 e escolhemos 16 projectos musicais.

Como é que funciona este processo?Sorteamos grupos de dois e a partir daí é o público quem vai escolher entre um e outro, que chegará a vencedor no domingo. Nesta primeira fase, é apenas puro entretenimento, para agitar as redes sociais. E quem sabe! Se correr bem, quem sabe no próximo ano poderemos fazer algo mais consistente e com mais categorias.

De que formas é que Décio Faria, o CEO do Cenas Que Curto, entra nesta empreitada?
Somos um site generalista, não faria sentido fazer alguma coisa ligada ao Hip Hop directamente, sem consultar um dos maiores entusiastas do Hip Hop Lusófono. O Cenas acabou por se um consultor nosso, para saber o que faz e o que não faz sentido. Por exemplo, tivemos algumas dúvidas entre nomear o Valete, que no último, mês lançou três singles, ou então, um rapaz santomense, residente em Portugal, que é o Aragão. Para este tipo de dúvidas, utilizamos o Cenas para poder desbloquear, porque é uma pessoa que está fora do projecto e tem conhecimento e a opinião dele acabou por valer nas nomeações.

E as métricas dos outros sites, não seria um dado a se ter em conta?
Estamos a falar apenas do site Bantumen, aquilo é o TheBestBantumen, por isso relevamos apenas as métricas do nosso site.

Como é que estão a ser feitas as votações?
As votações começaram na madrugada do dia 16, a partir das enquetes do Instagram, ou seja, temos o artista A num sítio, e o artista B, em outro. Desta feita, os seguidores vão escolhendo entre as opções e depois vamos eliminando conforme as percentagens.

Para quando está marcada a eleição final?
Esta marcada para domingo. É o dia em que vamos eleger o melhor artista de 2020 e o melhor projecto musical.

E por que razão tão pouco tempo para a eleição?
Porque foi uma ideia rápida, de dar algum movimento dentro das redes sociais, sobretudo agitar o mundo da música PALOP. Uma vez que todos os concursos anuais e habituais não estão a decorrer, logo, pensamos em agitar um pouco as redes sociais.

É quase impossível dissociar os melhores artistas dos melhores projectos. Como se deu esta “separação de águas”?
Temos casos que divergem, como é caso do Toy Toy, que está nomeado para melhor artista e também para melhor projecto musical, mas o projecto do Paulelson é um projecto bom, que está a ser ouvido, mas ele não tem mais popularidade que os outros artistas que estão a concorrer na referida categoria. Ou seja, a popularidade de um artista não está só ligado aos seus projectos, mas também à sua dinâmica: o tempo de palco, redes sociais e etc.

Quer explicar melhor isso?
Por exemplo, jamais iríamos nomear o NGA para melhor artista de forma alguma, com certeza que o NGA ganharia, por seu uma pessoa muito popular, mesmo que não lançasse nenhuma faixa, mas pelo tempo de carreira, provavelmente venceria, então achamos que nem sempre o artista que tenha sucesso musical é popular como artista.

O projecto é mesmo TheBestBantumen justamente para distinguir que não se trata de eleger o melhor artista do mundo, é uma pequena brincadeira que a Bantumen está a fazer, para brindar os cantores Palops e não é para ser associado a uma grande premiação. Esta primeira edição é uma experimental e não queremos que o cantor X pareça melhor que o Y, isto é a música é festa da música.

Que chances é que a eleição tem de voltar a acontecer?
Dependo do sucesso desta “brincadeira” deste ano. Nós poderemos associar-nos a entidades como a Carga Magazine, Cenas Que Curto, Dois Contra Um e sites de Moçambique, Cabo-Verde e mesmo de Portugal para tentarmos fazer uma coisa maior. Claramente que não fará sentido chamar-se “TheBestBantumen”. Mas, é dentro destes termos onde nós conseguimos durante algum tempo, dinamizar forças e canalizar audiência para os nossos sites todos juntos e festejar com os artistas o tempo de música: tanto o tempo e o dinheiro que perdem em estúdio, por trabalhos feitos este ano, que não foram reconhecidos pela pandemia e pela falta de concertos, o que fez com que a meu ver, não tenhamos ouvido música de verdade como nos anos anteriores, logo faz sentido premiar os artistas. É possível que o próximo anos sim vamos nos organizar melhor, uma premiação de verdade, onde o artista, mais do que o reconhecimento, ganhe de facto alguma coisa.

Enquanto editor de uma publicação que, apesar de generalista, lida diariamente com a música, como avalia este mercado em 2020?
Acabo por não conseguir falar apenas de Angola, vou falar dos PALOP. Sendo assim, avalio que os artistas que conseguiram fazer o upgrade para o streaming como é o caso do Toy Toy ou os Mobbers, sentiram a música em 2020. Artistas que estavam habituados a palco e grandes holofotes, sentiram a música de forma negativa e então acho que 2020 é mais uma prova que a música fez um upgrade e temos que estar todos nas plataformas de streaming, independentemente do que nós acreditamos e dos entusiastas de discos físicos. A música não é internacional porque o artista actua num país estrangeiro; a música é internacional, porque é ouvida em toda parte do mundo e não é necessário estarmos no Brasil para a música de um angolano ser ouvida, basta que esteja numa plataforma de streaming internacional.

Que lição se pode tirar disso tudo?

A grande lição para os músicos e para quem trabalha com música é perceber que existe muito mais do que apresentações ao vivo. E existe, sim Sr. um mundo streaming muito grande e que se faz muito dinheiro.

as cargas mais recentes

Rapper Yunami representa Angola num projecto de unificação dos artistas africanos na Hungria

há 2 meses

Actor de 39 anos é baleado em público em Portugal

há 9 meses
Bruno Candé de 39 anos foi assassinado ontem em plena luz do dia, em Lisboa, presumivelmente por outro indivíduo de 80 anos. O actor pertencia à companhia de teatro Casa Conveniente.

Joãozinho Morgado diz que o Semba está a “morrer”

há 9 meses
O percussionista Joãozinho Morgado afirmou que o género musical Semba, de origem angolana, está a “morrer”, pelo facto das instituições responsáveis não velarem pela sua manutenção.

Na primeira tentativa de cobrança Sadia arrecada 10 milhões de Kwanzas

há 2 meses

Bienal de São Paulo adiada para 2021

há 10 meses
Criada em 1951, o evento é considerado o mais importante do calendário das artes plásticas do Brasil e acolhe anualmente artistas de diferentes partes do mundo. A organização decidiu adiar o certame para 2021.

Carnaval 2021 será em formato digital

há 3 meses
Para evitar que a festa do carnaval, em Luanda, não aconteça este ano, o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente decidiu transportá-la para as plataformas digitas num novo formato e com grupos reduzidos.

Presidente da República oferece uma residência ao músico Sebem

há 8 meses
O kudurista Sebem recebeu, esta manhã, uma casa, nas localidades do Zango, em Luanda, das mãos da vice-presidente do MPLA.

Jay Z encerra academia de Boxe por causa da crise

há 5 meses
A Roc Nation Sports, subsidiária da Roc Nation, empresa do músico e empresário Jay Z, decidiu abandonar a modalidade de boxe, após colocar vários atletas em competições profissionais internacionais.

Chris Brown não quer batalha de hits com Usher

há 9 meses
Depois do encontro de Snoop Dogg e DMX, na passada quarta-feira e enquanto fãs de R&B estão expectantes por um encontro entre Keyshia Cole e Ashanti no Verzuz, Chris Brown antecipou-se e disse que não pretende competir com ninguém.

Filha de Beyoncé e Jay-Z de 8 anos indicada aos Grammy

há 4 meses
A organização dos Grammy Awards corrigiu, esta semana, as nomeações aos Grammy, colocando na lista Blue Ivy e Wizkid pelas participações na música ‘Brown Skin Girl’, antes atribuída a mãe da pequena.

Inaugurado mural em homenagem a George Michael

há 7 meses
Foi inaugurado quinta-feira, em Kingsbury (Londres/Inglaterra), um mural em honra de George Michael, falecido aos 25 de Dezembro de 2016.

Toty Sa´Med de quarentena em Portugal

há 1 ano
O músico angolano Toty Sa´Med “viu” cancelados os dois concertos que tinha agendado na Europa, por causa da pandemia Coronavírus.

Gabriel Tchiema apresenta novos projectos

há 6 meses
O músico está a preparar um novo álbum em que se esperam as participações de Rui Veloso, Salif Keita, Loko A Kanza e Edmazia Mayembe. Em conversa com a Carga, esta tarde, descreveu a obra e revelou que a mesma será antecedida de outro projecto inédito.

“Tá a bater” volta às telas amanhã

há 1 ano
Após um interregno em virtude do actual estado de emergência, o “Tá a barter” estreia, a partir deste fim-de-semana, uma nova temporada que será marcada por duas horas de emissão, em directo, e com novas rubricas.

DJ Walgee confirma rumores sobre o Covid-19

há 11 meses
O DJ confirmou as informações que circulam em várias plataformas digitais sobre o teste positivo, mas garantiu, durante uma conversa via Skype a partir de Miami, que já se sente melhor.

Luan Santana interrompe live para exigir respeito à Luisa Sonza após ataque de ódio massivo

há 7 meses
Em meio ao repúdio público, Luan Santana aproveitou o live que realizou no passado sábado, do qual Luisa também fez parte, para exigir respeito e mais empatia pela cantora, advogando que “ela pode ser o que quiser”.